Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quase de caixão à cova

por jl, em 20.09.17

cemiterio.jpgBoas.

Portugal foi sempre um país que foi sempre foi reconhecido como o país do desenrasca. Acontecendo alguma coisa, um Tuga tem como tradição aproveitar esse facto para fazer algo que estava a pensar. Pois bem ontem li uma história que vomprova esse facto. Cá vai:

Miranda do Corvo: Viatura fica sem travões e atropela várias pessoas em funeral

Doze pessoas foram hoje atropeladas, no concelho de Miranda do Corvo, quando participavam num funeral.

O acidente ocorreu na estrada de acesso à igreja de Semide, pouco depois das 18:30 (a essa hora não são horas de funerais, porque o pessoal já vem do tasco quentito), quando as pessoas acompanhavam um funeral e uma viatura ficou sem travões e abalroou o cortejo.

Para o local foram mobilizadas mais de uma dúzia de ambulâncias dos Bombeiros de Miranda do Corvo, Lousã e Vila Nova de Poiares, que transportaram os feridos para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra

As sete pessoas estavam a ser transportadas para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra por volta das 18:45.

O número de pessoas atropeladas no concelho de Miranda do Corvo durante um funeral aumentou de sete para 12,  disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra.

Portugal sempre foi um país de oportunidades, agora só não sabia que isto dos funerais criava assim tantas oportunidades para as funerárias. Mas para já o negócio parece que só foi para as ambulâncias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:13

Vacinação

por jl, em 19.09.17

vacinas.jpgBoas.

Hoje enquanto via o site da revista Visão vi um artigo que me despertou bastante a curiosidade e que falava sobre um tema qu embora esteja a cair no esquecimento, o mesmo é bastante importante. E sendo eu pai de uma pimpolha ainda me chamou mais a atenção. Cá vai ele então:

Gui a para desfazer os mitos sobre as vacinas

O pediatra Mário Cordeiro prepara-se para lançar o livro 'A Verdade e a Mentira Sobre as Vacinas', no qual, entre vários temas, ajuda a desfazer os mitos que se criaram à volta do mundo das vacinas.

A vacinação evita a morte de cerca de três milhões de pessoas por ano em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. É das maiores conquistas da medicina e da saúde pública. Mas a memória de muita gente é curta e as novas gerações já não se recordam de como, nos tempos dos nossos avós, as doenças agora evitáveis pela vacinação matavam e desfiguravam tantas pessoas.

Por isso, muitas doenças estão a regressar e crianças morrem sem necessidade.

Quem se lembra do surto de sarampo em Portugal este ano?  Pois, para ajudar a desmistificar este e outros factos se deixa de seguida vários pontos. Cá vão eles então:

MITO 1 - As melhorias das condições de higiene e sanitárias fizeram desaparecer as doenças

FALSO! Enganosamente falso.

A vacinação em massa das populações controlou ou fez desaparecer algumas doenças. "Claro que ter boas condições sanitárias (água potável, saneamento básico, rede de refrigeração de alimentos, controlo da cadeia alimentar, etc.) é indispensável para prevenir muitas doenças infeciosas, designadamente as relacionadas com a qualidade da água, moscas e outros insetos". Mas, em países desenvolvidos, como a Alemanha ou França, onde existem grandes focos de resistência à vacinação (estando estes na moda) continuam a aparecer estas doenças. "Se o desenvolvimento sanitário num país é uma prioridade e permite controlar doenças infeciosas, não evita, no entanto, a circulação dos microrganismos causadores das doenças evitáveis pela vacinação", refere o autor. Só com pelo menos 95% da população vacinada é que se evita surtos destas doenças ou até se pode eliminá-las.

MITO 2 - As vacinas têm imensos efeitos secundários

FALSO! Rotundamente falso!

As vacinas são "extraordinariamente seguras". Comparadas com os medicamentos em geral, são ainda mais seguras. Todos os estudos e dados estatísticos o comprovam. E quantas vezes é que já ouviram falar no contrário?

MITO 3 – As vacinas podem causar a síndroma da morte súbita do lactente…

FALSO! Comprovadamente falso!

A síndroma da morte súbita do lactente nada tem a ver com vacinas. Quando se começou a estudar a síndroma a hipótese foi colocada academicamente. Mas depressa se chegou à conclusão que não era o caso e que não existia uma ligação entre uma coisa e outra.

MITO 4 – Gastar dinheiro e tempo com doenças que já não existem é deitar dinheiro à rua

FALSO! Demagogicamente falso!

As doenças evitáveis pela vacinação, entretanto controladas, diminuíram e até desapareceram de alguns pontos do planeta. Mas salvo a varíola – erradicada do mundo e que já dispensa a vacinação no mundo – todas as outras doenças, embora com pouca expressão em Portugal, ainda existem em muitos outros locais.

MITO 5 – A administração simultânea de várias vacinas pode aumentar o risco de efeitos secundários

FALSO! Cientificamente falso!

A administração simultânea de vacinas, de acordo com todos os estudos científicos, não causa qualquer problema, dado que a imunidade que cada uma estimula é independente. "Aliás, todos os dias a imunidade dos bebés e crianças é estimulada por inúmeros vírus e bactérias com as quais eles contactam, designadamente quando os pais os beijam ou acariciam".

MITO 6 – Ter gripe é uma coisa normal e, além disso, a vacina é fraca

FALSO! Ridiculamente falso!

A gripe pode ser grave, muito grave. As consequências da gripe, para lá dos efeitos incómodos que fragilizam qualquer pessoa, podem ser pneumonias mortais, sobretudo em idosos e em pessoas com a imunidade diminuída, como nas que estão a ser tratadas para cancros. Por outro lado, uma gripe na grávida pode levar a um aborto espontâneo ou a um parto prematuro. E, por fim, uma gripe num recém-nascido é muito grave. E mais perigoso se torna porque a gripe é daqueles virus que todos os anos vai modificando.

MITO 7 — É melhor ter a doença do que vacinar com vírus atenuados

FALSO! Perigosamente falso!

A doença causa imunidade, mas pode levar a consequências desastrosas e levar mesmo à morte, para lá dos dias em que se está doente (ou até reativações a prazo, como a zona, que é consequência da varicela). A vacina desenvolve a mesma imunidade, mas sem essa parte indesejável. Aliás este é daqueles argumentos que nem no século XIX teria sucesso.

MITO 8 — As vacinas têm mercúrio

FALSO! Exageradamente falso!

O tiomersal, que algumas vacinas têm como conservante do princípio ativo, principalmente nas vacinas que são dadas em múltiplas doses, não está presente em quantidades que ponham em risco a saúde humana. Isto faz-me lembrar aquelas pessoas que estão imensamente preocupadas com a poluição que poderá afectar o seu filho e depois puxam de um cigarro para fumar junto ao petiz.

MITO 9 – APANHAR MUITAS VACINAS NO MESMO DIA FAZ MAL

FALSO! Embora se entenda!

É difícil pensar que um bebé pode levar tantas “picadas”, não há qualquer risco acrescido de reações secundárias" quando se administram simultaneamente as vacinas recomendadas para determinada idade – e até podem ser bastantes. Claro que ver o nosso filho a chorar não é fácil, mas entre uma coisa de minutos e as perigosas consequências de não vacinar qual o pior?

MITO 10 – As vacinas causam autismo

FALSO! Mentirosamente falso!

O estudo de 1988 que inquietou muitos por considerar possível uma relação entre a vacina antissarampo, parotidite e rubéola (VASPR) e o autismo era uma fraude. O autor desse estudo foi obrigado a retratar-se, dado ter cometido enormes irregularidades metodológicas, para lá da reduzidíssima amostra, e obrigado a deixar de exercer medicina. E o «problema» é que algumas pessoas parece que ficaram com isso na cabeça.

MITO 11 — Como  toda a gente se vacina, eu não preciso de vacinar o meu filho

FALSO! Arriscado, traiçoeiro e… horrendamente egoísta!

É de um enorme egoísmo querer que os outros nos protejam e nós não façamos o mesmo, dado que não estaremos a contribuir para a imunidade de grupo. "É como não pagar impostos ou outra coisa qualquer de espírito comunitário", escreve o pediatra. Mas e se toda a gente pensar assim?!

MITO 12 — Os ministérios da saúde estão feitos com as multinacionais

FALSO! Se não fosse tão grave, dava para rir.

Embora como hoje em dia acontece com tudo seja também um negócio, o tempo que os laboratórios esperam que o Estado lhes pague não é daquelas coisas muito cobiçadas.

Que este artigo sirva para tirar algumas dúvidas. E não esquecer que as vacinas não terminam em criança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Ryanair ou Ryanchão

por jl, em 18.09.17

ryanair.jpgOlá.

Que por esse lado estejam bem. Hoje li uma notícia curiosa que falava sobre os otários que somos nós, consumidores. Embora saiba que a maioria de nós não se considera assim, existem empresas que parece que nos querem colocar esse rótulo. Cá vai então um destes casos:

Ryanair cancela cerca de 2.000 voos até final de outubro

A companhia  aérea Ryanair vai reduzir cerca de 40 a 50 voos por dia durante seis semanas, até ao final de outubro, de modo a "melhorar a sua pontualidade", revelou hoje a companhia aérea de baixo custo irlandesa.

Segundo a transportadora, a sua taxa de pontualidade "caiu abaixo de 80% nas duas primeiras semanas de setembro", o que levará agora a Ryanair a cancelar cerca de 2.000 voos até final de outubro.

A queda da taxa de pontualidade da Ryanair é explicada, sobretudo, pelas greves, o que é uma vergonha para os funcionários já que são tratados como Reis, pelas condições climatéricas desfavoráveis que como se sabe vários tornados estão neste momento sobre Portugal e pela obrigação de respeitar as regras de voo de pilotos e tripulações. Ao que isto chegou a Ryanair estar preocupada com os funcionários.

Acho muito bem que façam isto porque a própria companhia foi obrigada a marcar estas ligações por aquele grupo terrorista que ó Dácáotostão!! Sendo esta uma empresa que gera uns lucros aqui para o nosso burgo, quase de certeza que não se levantarão ondas, porque se fosse uma empresa mais pequenita ou se fosse a nossa TAP mais valia chamar uma equipa de construção civil porque de certeza que o Carmo e a Trrindade iriam cair.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Toca a protestar

por jl, em 17.09.17

senhora.jpgOlá.

Hoje estou com uma veia aqui um pouco saliente. Deve ser aquela veia que está ligada ao protesto. Mas existem pessoas bem piores que eu. Cá vai então:

Mulher irritada senta-se em campo de futebol para protestar contra bolas no jardim

Uma mulher, bastante furiosa pelos estragos provocados pelas bolas de futebol que iam parar ao seu jardim, interrompeu, no fim-de-semana, um jogo da liga regional francesa. Sentou-se no meio do campo e obrigou o árbitro a cancelar a partida.

As coisas corriam normalmente no primeiro jogo dos Tarbes FC, na liga regional francesa. Ganhava por 2-1 ao Marigname GFC e tudo estava a encaminhar-se para uma vitória. Até que aos 65 minutos aconteceu algo impressível: uma mulher sentou-se no meio do campo impedindo que o jogo se realizasse.

Tudo porque esta, estava cansada de recolher bolas na sua habitação sempre que havia um jogo de bola. Além disso, já se tinha queixado várias vezes às autoridades pelos estragos causados na sua propriedade de cada vez que algum jogador fazia um remate errado.

Farta de esperar por uma solução, pegou numa cadeira e sentou-se no meio do campo, obrigando o árbitro a interromper a partida. Depois de 45 minutos de «intensas negociações», a equipa de arbitragem foi obrigada a suspender a partida, como estipula o regulamento.

Mas esta história não fica por aqui. É que a organização dos campeonatos distritais franceses tem agora que decidir se o jogo pode recomeçar a partir do momento em que foi interrompido ou se deve ser cancelado, com a derrota da equipa local. Se por acaso o jogo for recomeçado, convém que seja feito com aquelas bolas de ginástica (que pesam como burras) que essas não voam muito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:25

Quem vai atirar a pedra?

por jl, em 16.09.17

mae.jpgBoas.

Hoje li uma história que me tocou (salvo seja!). Por princípio o tirar a vida a alguém é daquelas coisas que sou contra, mas depois de ler as seguintes linhas fico sempre na dúvida. Mas cá vai a peça:

Mulher acusada de homicídio após matar adolescente que violou filha

Filha confessou à mãe violação que teria acontecido alguns anos antes, quando tinha seis anos de idade.

Uma mulher natural da Florida foi detida por ser a principal suspeita na morte de um adolescente que terá violado a sua filha alguns anos antes. De acordo com o jornal Independent, Connie Serbu atraiu o rapaz de 18 anos para uma mata e deu-lhe um tiro, em Julho de 2016.

Foi a própria Connie, mãe de duas crianças, quem chamou a polícia depois de ter cometido o crime e disse-lhes que tinha confrontado Xavier Sierra por este ter violado a sua filha, na altura com seis anos de idade, e que o matou.

Pedindo à polícia que a prendesse, explicou: “Não quero saber, ele violou a minha filha. Ela disse-me tudo o que aconteceu”. A filha de Connie ter-lhe-á dito sobre a violação em maio do mesmo ano mas terá acontecido anos antes e em duas ocasiões.

Connie, que já se encontrava detida por ter saído do estado da Florida mesmo sendo testemunho num processo judicial, recebeu um mandado de prisão no passado dia 25 de agosto, acusada de homicídio em segundo grau, de acordo com os documentos judiciais.

O tirara a vida a alguém é ingrato, mas quem é que pode criticar esta mulher?

Sempre ouvi dizer que quem nunca pecou que atire a primeira pedra. E aqui quem atirará?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00


A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Comentários recentes

  • Nuno

    Obrigado pela partilha

  • Kikas

    Boa tarde.Gostei muito do artigo. O Reader´s Diges...

  • vibradores

    No final de Alcabo é o que toca a cada 28 dias.

  • Maribel Maia

    Ou será que os ladrões são um grupo de miúdos gulo...

  • Aninhas

    28 filhos? Valha-me santo cristo! E todos da mesma...


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D