Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


De olhos em bico

por jl, em 30.09.16

naom_57ecdacb5e820.jpg

Que estejam bem por esses lados.

De seguida deixo aqui uma notícia que nos faz inspirar confiança numa marca. Aqui vai ela:

Máquinas de lavar da Samsung também estão a explodir

Marca admite o risco e recomenda cuidado na lavagem de cargas de roupa pesadas.

Depois da polémica em torno dos telemóveis Galaxy Note 7, a comissão norte-americana que atesta a segurança dos produtos está a alertar os consumidores para a possibilidade de algumas máquinas da Samsung também poderem explodir.

Segundo a CNN, a US Consumer Product Safety Commission já terá recebido vários relatos de explosões de máquinas de lavar da Samsung com entrada para a roupa no lado de cima (como a máquina mais à esquerda, na imagem).

Não há menção a modelos que apresentem maior risco, o alerta é válido para todas máquinas deste género fabricadas entre Março de 2011 e Abril de 2016 (ou seja máquinas muito antigas).

Está disponível, contudo, uma página na internet onde é possível averiguar se determinada máquina está ou não afetada por este problema, através do número de série.

A Samsung enfrenta agora um processo em tribunal por parte dos consumidores lesados e em comunicado admite que vibrações “anormais” podem ferir os utilizadores ou danificar bens materiais.

Para evitar correr riscos, recomenda-se o uso de programas de baixas rotações para lavar as cargas de roupa mais pesadas. Ou melhor ainda, o tanque da minha avó está disponível.

Será que a Samsung fabrica pacemakers??

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03

À velocidade da luz

por jl, em 30.09.16

caracol.jpgBoas.

Que esteja tudo bem por esses lados. Aqui segue uma peça interessante:

Mãe quer condenação do Estado por esperar 20 anos por pensão de alimentos

Uma mãe esteve 20 anos à espera de uma pensão de alimentos para as duas filhas, hoje com 33 e 26 anos, e pede que o Estado seja condenado a pagar 31.500 euros de indemnização pela demora na justiça.

Anabela Carvalho exemplificou, em declarações à agência Lusa, que, por o pai não pagar a pensão mensal às filhas, “comprava carne para as filhas e comia só batatas”, dificuldades que vieram a agravar-se quando quiseram estudar na universidade “e não tinha condições financeiras para as ajudar”.

Vinte anos depois de ter vindo a tribunal pedir pensão de alimentos ao pai das filhas, de quem se tinha divorciado antes, a progenitora não desistiu de lutar e avançou para o Tribunal Administrativo de Lisboa a exigir uma indemnização de 31.500 euros ao Estado.

Na acção, a que a Lusa teve acesso, Anabela Carvalho alega que “a justiça não protegeu os seus interesses e das filhas” e que a “pendência e demora do caso gerou e gera danos, noites sem dormir, angústia quanto ao futuro, subsistência e educação das filhas”.

A residente na Lourinhã pede que o Estado seja condenado a pagar-lhe 20 mil euros, por violação do direito a obter justiça em prazo razoável, previsto na Convenção Europeia dos Direitos do Homem, cinco mil euros por danos morais, outros cinco mil euros pelo desrespeito da vida familiar e 1500 euros por despesas com advogados.

Segundo o processo de família e menores existente primeiro no tribunal da Lourinhã e transferido depois para o de Torres Vedras, a que a Lusa teve acesso, em 1994, quando as filhas tinham 11 e quatro anos, foi proferida sentença a obrigar o pai a pagar 100 euros por mês.

O progenitor, ausente no estrangeiro nos últimos anos, chegou a pagar algumas prestações, ainda que de forma irregular, mas ao longo dos anos veio a desrespeitar a decisão judicial por alegar que não tinha condições financeiras.

Com a criação do Fundo de Garantia de Alimentos pelo Estado, em 2004 a filha mais nova, ainda menor, veio a accioná-lo e passou a receber 150 euros por mês, até completar os 18 anos.

Na ocasião, recorreu também a tribunal contra o progenitor e, em 2005, este veio a ser condenado a pagar cerca de sete mil euros às duas filhas.

Em 2008, por incumprimento do pai e saber que, pelo falecimento dos avós paternos, aquele iria receber parte da herança, pediu a execução da sentença e, dessa via, dos bens.

Todavia, oito anos depois, continua sem conseguir penhorar os bens por haver oposições à penhora por parte da família paterna e por o processo da herança continuar por resolver.

Até 2015, a dívida do progenitor era de cerca de nove mil euros.

Ao atingir a maioridade e querer entrar para a universidade, em 2008, a filha mais nova moveu um processo contra o pai, tendo vindo a receber uma quantia financeira.

A 01 de Outubro de 2015, os filhos de pais separados passaram a receber a pensão de alimentos até aos 25 anos, desde que continuem a estudar ou que frequentem alguma formação profissional. Antes da alteração à legislação, os filhos, depois de completarem os 18 anos, tinham de pedir ao tribunal para o progenitor lhes pagar a prestação de alimentos.

Depois de ler isto é o que se pode dizer que é Portugal no seu melhor. Neste caso no pior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:40

Quase, quase igual

por jl, em 29.09.16

img_757x498$2016_09_28_15_56_43_566694.jpgBoas.

Que esteja tudo bem aí desse lado.

Hoje venho deixar aqui uma peça de um senhor digamos que um pouco destravado. Cá vai:

Adolescente gasta 30 mil euros para ficar igual a Beckham

Jack Johnson tem 19 anos e já gastou 30 mil euros para ficar igual ao ex-futebolista, David Beckham.

"Eu quero ser como o David Beckham, parecer-me com o David Beckham, ter o estilo de vida do David Beckham. E quem não gostaria? Ele tem tudo o que uma pessoa pode querer" contou o adolescente britânico ao programa ‘This Morning’, da ITV. O jovem foi ao programa matinal da estação contar que já gastou 30 mil libras em cirurgias. Remodelou o queixo, retocou as sobrancelhas, alterou as bochechas. Mas o resultado, como lhe pacientemente explicou o apresentador Phillip Schofield, está longe de ser brilhante: "Tu não te pareces nada com o David Beckham". Jack não desarma. Está a meio de uma cruzada e planeia gastar mais 46 mil euros para fazer as cirurgias que o hão-de levar, acredita ele, a ficar parecido com o ex-futebolista, estrela publicitária à escala global e marido de Victoria, antiga Spice Girl. O orçamento prevê um transplante de cabelo, uma banda gástrica para tirar os quilos a mais e até tatuagens semelhantes às que Beckham ostenta. Pormenor do caso: Jack está desempregado e vive de apoios sociais (lá está, uma boa maneira de gastar o dinheiro dos cidadãos). Tem neste momento uma dívida acumulada de 22 mil euros (o que não é nada, comparado com o dinheiro que irá ganhar no mundo da moda). Como seria de esperar, o jovem tornou-se alvo de todos os gozos na Internet. Mas Jack promete que nada o vai demover. Aguarda-se ansiosamente o resultado final da transformação deste senhor, mas a julgar pela foto já falta pouco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:47

A aranha da gaita

por jl, em 29.09.16

Olá.

Que esteja tudo bem aí por esses lados. Aqui segue a peça:

Picado por aranha no pénis duas vezes no mesmo ano

Jovem de 21 anos já é considerado "o mais azarado do país".

 Jordan, de 21 anos, foi mordido por aranhas da espécie Latrodectus hasseltii (o que significa a morde pirulitos), conhecida por ter uma listra vermelha no abdómen. Em Abril deste ano um jovem australiano foi mordido por uma aranha no pénis, quando usava uma casa de banho portátil junto à obra em que trabalhava, nos subúrbiimg_818x455$2016_09_28_20_28_06_566764.jpgos de Sidney. Cinco meses depois, Jordan (que não quis revelar o último nome mas que deve ser o Azarado), conta que voltou a ser mordido por uma aranha nos genitais, exactamente quando se encontrava noutra casa de banho portátil, no mesmo local. O jovem construtor civil, que já é considerado "o mais azarado do país", explicou à BBC que foi mordido no mesmo sítio que anteriormente. "Estava sentado na sanita e senti uma grande picada, tal como da primeira vez. Pensei logo ‘não acredito que isto me está a acontecer outra vez’. Olhei para baixo e vi uma série de patas espreitarem no rebordo", conta o australiano. Desde que foi mordido pela primeira vez, Jordan tinha extremo cuidado quando ia à casa de banho e evitava a todo o custo usar as casas de banho do trabalho. "Tinham acabado de ser limpas e achei que era a oportunidade certa para arriscar. Verifiquei tudo antes mas, assim que me sentei, fiquei logo dobrado com dores", explica. Da primeira vez, o homem foi mordido por uma aranha da espécie venenosa Latrodectus hasseltii (conhecida como aranha redback, por ter uma listra vermelha no abdómen), próxima da temida viúva negra. Desta vez, Jordan admite que não sabe que bicho  lhe mordeu, mas o tratamento foi o mesmo. "Estive sob observação no Hospital de Blacktown e deram-me um antídoto. Os colegas que me levaram para lá foram o caminho todo a fazer piadas", revela (porque será?). A picada da aranha redback causa dores lancinantes, suores e náuseas. Há registo de mortes causadas pela dentada desta aranha mas, desde que foi descoberto um antídoto, em 1956, não se registaram mais mortes causadas pelo aracnídeo. Já Jordan garante que não vai voltar a usar as casas de banho portáteis junto à obra onde trabalha: "A partir de agora dou muito mais valor à minha vida", brinca o jovem australiano.

Não sei, mas se fosse a este senhor quando fosse trabalhar acho que a melhor coisa era ir de fraldinha. Se quer um conselho, as do Pingo Doce são muito boas. A minha pimpolha até hoje não se queixou. E aquilo aguenta bem. Ainda hoje de manhã tinha duas latas de Tulicreme e a fraldita aguentou-se estoicamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:22

Haja esperança

por jl, em 29.09.16

acidente.jpg

Boas.

Muitas vezes publico aqui notícias que fazem duvidar da racionalidade do ser humano. Mas por outras, sinto que afinal nem tudo está perdido. Cá vai a história de hoje:

Gesto solidário em auto-estrada salva menina de acidente

O despiste de um automóvel, no sábado, levou dezenas de pessoas a unir forças para retirar uma menina de nove anos que ficou presa debaixo do carro. O acidente aconteceu na Florida, nos Estados Unidos da América, e nenhum dos passageiros ficou com ferimentos graves.

O veículo, onde viajavam três pessoas, despistou-se numa auto-estrada, após o rebentamento de um pneu. Os condutores que seguiam na via aperceberam-se do sucedido e não hesitaram em ajudar.

O episódio de salvamento da menina foi partilhado nas redes sociais. Veronica Casteleiro foi uma das pessoas que testemunhou o momento. Na sua página de Facebook publicou uma fotografia em que se pode ler: "Quando eu acho que a humanidade perdeu o caminho, vejo a bondade dos outros. Não vi ninguém preocupado com a raça ou a política, a única preocupação foi a vida daquelas pessoas."

De acordo com o "Bay News 9", os três passageiros foram levados para o hospital Tampa General. Nenhum deles ficou ferido com gravidade.

Afinal há sempre esperança para esta humanidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:27

Pág. 1/10



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Comentários recentes


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D