Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Atirar sem agarrar

por jl, em 28.09.16

Bouquet-JogarOKOK.JPGOlá.

Que esteja tudo bem aí por esses lados.

Hoje trago aqui uma notícia sobre um casamento. E se dizem que é dos dias mais felizes da vida, por outro lado também poderá ser um dia trágico. Atentem lá:

 

Noiva fica paraplégica durante casamento

Mulher, de 32 anos, foi atirada ao ar pelos convidados do noivo, numa tradição boliviana, e acabou por embater com a cabeça no chão sofrendo múltiplas lesões. Que linda tradição!!

Uma noiva ficou paraplégica no dia do casamento, depois de ter caído de cabeça quando os convidados do noivo cumpriam a tradição de a atirar ao ar. Aconteceu na madrugada de domingo, em Sucre, na Bolívia.

A mulher, de 32 anos, cuja identidade não foi divulgada, foi de imediato assistida no serviço de urgências do hospital de Santa Bárbara e, de acordo com a directora hospitalar, Gilka Guerrero, o quadro clínico da vítima é “delicado” e “complicado”.

O diagnóstico é politrauma, trauma da espinal medula, luxação da cervical C6 sobre a cervical C7, com compromisso da medula e paraplegia”, descreveu, segundo a agência de notícias boliviana (ABI).

Conhecida como “manteada”, a tradição consiste em carregar a noiva em ombros para depois atirá-la ao ar várias vezes. Os convidados do noivo não conseguiram segurar a mulher, que caiu de cabeça. Eram 02:30 da manhã. Talvez isso explique a queda. A essa hora e cumprindo a tradição de um casamento, já com a maioria dos convidados com uns copos  a mais é complicado ver-se alguma coisa.

A vítima afectou o pescoço, não tem reacção, manifesta sensibilidade nos pés, mas não tem mobilidade. Está, neste momento, a ser consultada pelos serviços de traumatologia e neurocirurgia e há a possibilidade de ser operada”, adiantou, ainda, Gilka Guerrero.

Com convidados destes…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:59

Cada vez entendo menos

por jl, em 28.09.16

imagesdsd.jpgBoas.

Que esteja tudo bem desse lado do monitor. Deixo de seguida uma peça um tanto ou quanto estranha. Cá vai:

Mulher cega descobre que filho desaparecido há 20 anos estava morto e em casa

Mãe achava que este tinha saído de casa por vontade própria.

Uma mulher cega, que acreditava que o seu filho estava desaparecido há 20 anos, descobriu que o rapaz estava afinal morto, no andar de cima da casa. A residência tinha tanto lixo e estava tão desarrumada, que a mulher nunca será dado conta da situação, avança o jornal Irish Mirror.

A mulher acreditou, desde sempre, que o rapaz tinha saído de casa por sua própria vontade. O mau cheiro que proliferava na sua casa, em Nova Iorque, nunca a levou a suspeitar que parte desse cheiro se devia ao corpo morto no segundo andar da casa.

A descoberta foi feita no passado dia 15 de Setembro. Rita estava internada e precisava de alguns pertences pessoais. Um familiar disponibilizou-se para ir a sua casa buscá-los, quando se deparou com os restos mortais do jovem.

Enquanto procurava as coisas, num quarto cheio de coisas, a cunhada da mulher encontrou um esqueleto inteiro, vestido com umas calças de ganga, meias e uma t-shirt.

A polícia está a investigar o caso e crê que a mulher não sabia do filho e acredita que este terá morrido de causas naturais.

Rita era mãe de dois filhos. Louis, que hoje teria 49 anos, estava desaparecido há 20. Michel morreu em 2003.

Por vezes leio notícias um pouco estranhas. Este homem não tinha contacto com o mundo exterior? Esta senhora não tinha nenhuma visita? A irmã do falecido desapareceu deste planeta? Eu posso estar a ficar totó, mas que existem coisas que não percebo isso é verdade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:28


A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Comentários recentes


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D