Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Pólo Norte e Portugal. Tão parecidos

por jl, em 25.11.16

urso-polar.jpgBoas.

Que esteja tudo bem aí desse lado. Hoje está um dia fantástico. Pelo menos o Godofredo hoje está feliz. Eu sei que a esta hora vocês estarão a perguntar quem é, mas basta ver a foto que está em acima para vos apresentar o bichinho. Eu até parece-me que é ele que anda aqui no jardim. Hoje está mesmo um dia quentinho. Ainda fui ao supermercado e as pescadas congeladas estavam no parque a apanhar uma fresquinha. Até há pouco tempo eu pensava que o pessoal ia estar a comer o bacalhau de Natal na praia. E hoje em dia não mudei de ideias. Mas a continuar assim mais vale construir um Iglô para lá estar. Já o Godofredo vai sentir-se em casa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Portugal este país tão pacifico

por jl, em 25.11.16

20151120091706_839.jpgBoas.

Que esteja tudo bem aí desse lado. Venho aqui deixar uma peça que que se passa num país do Terceiro Mundo. Ai é Portugal? Hã está bem. Deixa contar a história então. Cá vai ela:

Fim de relação leva mulher a vingar-se e a contratar agressores.

Assalta e agride casal e é libertado pelo juiz

Um serralheiro, de 43 anos, que nos últimos dois meses tinha estado a trabalhar primeiro na Bélgica e depois na Holanda, foi preso pela PJ do Porto por ter participado num assalto violento, na Trofa. Os seus comparsas já tinham sido detidos em Setembro e, tal como eles, também o serralheiro foi agora libertado. Acho muito bem, os senhores tinham estado envolvidos num assalto violento. Era mau ficarem cá fora se fossem coisas mais leves. Fica apenas proibido de contactar com os outros arguidos e tem de se apresentar todas as semanas às autoridades.

 O crime aconteceu em Agosto, em Alvarelhos, Trofa, e foi planeado por uma mulher que tinha mantido uma relação com a vítima. Zangada por ver a relação amorosa terminada, depois de agressões mútuas, e ao saber que o ex-namorado já tinha outra companheira, a jovem, empregada de limpeza, planeou o assalto violento. Explicou sempre aos homens que contratou que deveriam espancar as vítimas e fez questão de assistir à agressão brutal. O espancamento foi de tal forma violento que o jovem, de 27 anos, ficou inanimado, depois de ter sido espancado com uma ventoinha. Em Agosto estava calor era normal haver uma ventoinha perto. Sorte a dele não haver um ar condicionado por perto! A namorada foi atingida várias vezes com uma arma e, num determinado momento, o duo perguntou-lhe: "Queres levar um tiro na mão ou no pé?". Isto sim são pessoas com coração. Dão a escolher o local para levar um tiro. Que pessoas tão boas, com um coração tão bonito.

 Ainda dispararam, a arma encravou e conseguiram roubar mais de dois mil euros em dinheiro, relógios, um computador, peças em ouro e outros objectos de valor. Esta terça-feira o suspeito apanhado foi levado ao Tribunal de Santo Tirso, para ser ouvido em primeiro interrogatório.

Acho muito bem não castigarem estas pessoas. Tadinhas. Agora que vem aí o Natal até lhes podiam oferecer uma prenda e serem absolvidas. Eu cá para mim, as vítimas é que estiveram a dar cabeçadas na ventoinha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23

Acreditar ou não num filho?

por jl, em 25.11.16

menina-abusada.jpgOlá.

Hoje venho aqui deixar uma peça que nos fala sobre os valores de família e onde estão em confronto as palavras dos pais e de uma filha. Cá vai então:

Pais não acreditavam em filha que se dizia vítima de abusos. Ela conseguiu provar

Uma vida de comportamentos sempre corretos valeram ao homem uma pena de prisão suspensa.  

Uma jovem de 11 anos, cujos pais não acreditavam que estava a ser vítima de abusos sexuais, decidiu provar ela própria que não estava a mentir. O caso aconteceu em Guisborough, Cleveland, na Inglaterra.

A menina, que alegava ser vítima de David Peckett, de 71 anos, conseguiu gravar o homem numa das suas tentativas em abordá-la.

Na gravação, esta conseguiu apanhá-lo a dizer-lhe o quanto bonita ela era, como dá conta o britânico Metro.

“Quando é que me dás o meu beijo? És tão querida. Eu desejo-te. Não me desejas?”, dizia, ainda, o alegado pedófilo.

Em tribunal soube-se que de outra vez o homem tentou separar a menina de outras duas amigas, dizendo-lhe que tinha um presente no carro para lhe dar. Quando outra das meninas perguntou se também podia ir, este respondeu que não havia espaço para mais pessoas.

 Em tribunal, reconheceu-se a atitude menos correta do idoso, mas considerou-se que este sempre provou ser uma pessoa de bem, motivo pelo qual viu a sua pena de prisão ser suspensa por 18 meses e ficou registado na lista de agressores sexuais por 10 anos. Foi ainda aconselhado a frequentar consultas para mudar o seu comportamento.

Deve ser bastante complicado para uma criança ver os seus pais acreditar noutra pessoa do que nela própria. Isto é daquelas situações posteriormente já que para o futuro ficam sempre algumas raízes que poderão provocar mal-estar num relacionamento. Eu sei que hoje em dia ouve-se imensas coisas mas são sempre situações delicadas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:48


A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Comentários recentes

  • Nuno

    Obrigado pela partilha

  • Kikas

    Boa tarde.Gostei muito do artigo. O Reader´s Diges...

  • vibradores

    No final de Alcabo é o que toca a cada 28 dias.

  • Maribel Maia

    Ou será que os ladrões são um grupo de miúdos gulo...

  • Aninhas

    28 filhos? Valha-me santo cristo! E todos da mesma...


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D