Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Um ministro choné. Para os nossos padrões.

por jl, em 24.03.17

ovelhas.pngBoas.

Hoje venho aqui deixar uma reportagem que seria  bastante engraçada se a classe politica cá do sítio a visse. Cá vai:

Foto de ovelhinha tramou ministro das polícias

Troy Grant, ministro na australiana Nova Gales do Sul, usou o telemóvel quando conduzia para fazer uma fotografia. Publicou-a, percebeu que tinha cometido uma infração e entregou-se à polícia que tutela        

O político e ministro da Polícia na região da Nova Gales do Sul, na Austrália, Troy Grant, infringiu a lei ao pegar no seu telefone e tirar uma fotografia enquanto conduzia. A situação pitoresca à sua frente, com uma ovelha dentro de um carro que estava da fila, despertou-lhe a curiosidade.

Depois de partilhar a fotografia no twitter, foi alertado para a ilegalidade que cometeu. Porque a lei australiana também proíbe o uso do telemóvel durante a condução.

Troy Grant decidiu então denunciar-se e dirigir-se à polícia, que é por si tutelada, enquanto ministro. O seu ato ilegal custou-se uma multa de cerca de 300 euros. Isto serve como uma lembrança maciça. Ninguém está acima da lei, nem mesmo o ministro da Polícia. Eu não sabia que o que eu estava a fazer ia contra a lei”, conta Grant à BBC.

De acordo com a lei que rege o código da estrada no Estado da Nova Gales do Sul, os condutores só podem usar os telemóveis se o aparelho estiver inserido num “kit mãos-livres”.

Esta é uma grande lição para mim e espero que o seja também para a comunidade”, acrescentou Troy Grant.

Claro que se uma situação ocorresse aqui, o político apresentava a sua demissão não era?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:37

Dijsselbloem = Chonédamoina

por jl, em 24.03.17

chonas.pngOlá.

Que estejam todos bem aí desse lado. Hoje venho aqui deixar um pequeno artigo que se baseia no Presidente do EuroGrupo, esse senhor bem ponderado e que escolhe sempre as palavras certas:

O holandês Dijsselbloem acusa países como Portugal de gastarem dinheiro em “copos e mulheres”

Presidente do Eurogrupo (o que quer dizer: Eu sou muito ponderado) recusou pedir desculpa relativamente a estas declarações e está sob pressão na liderança do Eurogrupo, até pela pesada derrota que sofreu nas eleições holandesas                              

"Não se pode gastar o seu dinheiro em copos e mulheres e depois pedir que o ajudem”. Quem fala, não está a falar de um viciado, mas sim dos países do Sul que pediram resgates financeiros à troika. Países como Portugal”. Quem faz esta comparação é o actual presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, que confrontado, ontem, com as declarações que fez ao Frankfurter Allgemeine recusou pedir desculpa.

Durante a crise do euro, os países do Norte mostraram-se solidários com os países afectados pela crise. Como social-democrata, atribuo à solidariedade uma importância excepcional. Porém, quem pede [ajuda] também tem obrigações. Não se pode gastar o dinheiro em copos e mulheres e depois pedir que o ajudem”, afirmou, aqui citado pelo Financial Times.

O eurodeputado espanhol Ernest Urtasun confrontou ontem Dijsselbloem com as suas próprias palavras, dizendo que foram "infelizes". Carregou na ironia ao interpelar o presidente do Eurogrupo: "Talvez para si seja engraçado, mas eu não acho que seja. Gostaria de saber se esta é a sua primeira declaração como candidato para renovar o seu cargo de presidente do Eurogrupo"

Dijsselbloem relativizou e não pediu desculpa: "Não se ofendam, isto não é sobre um país, é sobre todos os nossos países. A Holanda também falhou no cumprimento do que foi acordado", tentou contornar.

No Parlamento Europeu, as suas acusações foram olhadas como um "insulto" e algo até "bregeiro", com eurodeputados a alegarem que Dijsselbloem perdeu a sua "neutralidade" como chefe do Eurogrupo. O mandato como presidente termina em Janeiro de 2018.

Apesar de muito criticado, eu estou de pleno acordo com o que este senhor diz, porque eu sou um exemplo disso mesmo. Copos (neste caso de leite para a minha pimpolha) e mulheres (estás a ver Maria como tu és uma gastadora) é onde gasto os meus 6000€ de ordenado.

Agora digam lá se figuras como Durão Barroso não deixam saudades!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:13


A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Comentários recentes

  • Terminatora

    Ahahaha muito bom!

  • ipgines

    adorei.japão e japoneses são realmente um mundo ne...

  • Terminatora

    Eu tenho dito que com a idade, as "banhas" começam...

  • Aninhas

    Infelizmente, é a situaçao da vida!:-( .

  • Aninhas

    Em PORTUGAL perde-se o emprego, pr ficar em casa a...


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D