Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Direitos do consumidor

por jl, em 09.06.17

queijo.jpgBoas.

Hoje venho aqui falar de peso. Não é do meu, embora tinha muito que contar. Venho mesmo falar das coisas que se compram. Conforme eu faço, a larga maioria das pessoas também o faz e estou a falar da falta de controlo do peso das coisas que trazemos para casa. Quem compra uma embalagem de queijo de 400 gramas confirma esse mesmo peso quando chega a casa?

Por norma também não faço isso, mas aqui há atrasado trouxe para casas duas embalagens de queijo S. Tiago e experimentei pô-las na balança. Em vez dos 400 gramas de queijo, a balança informava que tinha um produto que pesava cerca de 360 gramas, isto já com a embalagem incluída.

Podendo isto ser um lapso, enviei um mail para a empresa produtora deste produto e ao fim de um mês qual a resposta? Exactamente, zero!!!

Mas como sou um bocadito chato (que a minha Maria não leia isto) hoje tornei a enviar uma reclamação para esta empresa.

Só tenho pena que para muitas empresas só somos consumidores quando vamos às compras, depois somos invisíveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:39

Mais vale beber um Sumol!

por jl, em 09.06.17

avião.jpg

Olá.

Hoje venho aqui falar de um artigo que estava a ler e que falava sobre o que beber em caso de se viajar de avião. Não é que eu tenha muita experiência nisto, até porque a última vez que andei de avião foi no Senhor de Matosinhos, mas como só tinha dois euros só deu para duas voltitas. Mas cá vai então:

Eis o que nunca deve beber num avião, segundo um comissário de bordo

Atenção ao que bebe quando viaja de avião, nem tudo pode ser seguro.

Beber muitos líquidos parece que é uma óptima técnica para combater a fadiga e o ‘jet lag’ quando viajar, mas há um que deve evitar, segundo um comissário de bordo.

Questionado sobre qual é a pior bebida que se consome nos aviões um tripulante respondeu ao Business Insider que é a água da ‘torneira’, isto porque pode ter mais bactérias do que imagina.

Geralmente quando pede água num avião dão-lhe uma garrafa fechada, o que é óptimo e bastante seguro. No entanto, quando pede um chá ou um café a água usada para estas bebidas vem de depósitos que podem ser lavados e desinfectados menos vezes do que se esperava.

Apesar de a segurança da água ser verificada pelas autoridades responsáveis de cada país, um estudo recente da EPA, agência de protecção ambiental dos Estados Unidos da América, que 12% dos aviões comerciais tinham pelo menos um teste positivo para a bactéria coliform – uma bactéria encontrada nas fezes humanas. Que bom!!

Ao seja quando se pede um café, pode ser sorteado com um que tenha cheirinho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05


A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Comentários recentes


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D