Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Que se lembrem disso

por jl, em 18.06.17

cadeira de rodas.jpg

Olá.

Hoje venho aqui falar aqui um pouco de pessoas com deficiência e sobre o viver a vida. E falo muito especialmente das crianças que embora tenham limitações são pessoas como as outras. Claro que toda a gente se lembra dos cidadãos com deficiência no Dia em que se celebra a Inclusão. Cá vai então:

O primeiro parque aquático para crianças com deficiência

Foi inaugurado esta semana, no Texas, o Morgan’s Inspiration Island, um parque aquático totalmente pensado para crianças com limitações físicas.

Proporcionar experiências diferentes a crianças e jovens com limitações físicas pode requerer um esforço extra, assim como custos mais elevados. Muitas vezes, os parques infantis não estão adaptados a todo o tipo de necessidades e acabam por excluir um segmento de público que, por norma, já está privado de aceder aos lugares de entretenimento e lazer comuns. Até agora. Até agora em determinado loca, já que por regra continua tudo (infelizmente) igual.

O Morgan’s Inspiration Island (a Ilha Inspiracional de Morgan), na cidade de San António, no Estado americano do Texas, é o primeiro parque aquático pensado para receber crianças com problemas de mobilidade. Que seja o primeiro de muitos.

O parque aquático custou 17 milhões de dólares (aproximadamente 15 milhões de euros) e está totalmente equipado para crianças com mobilidade reduzida - oferece cadeiras de rodas impermeáveis para que o público não danifique os seus equipamentos pessoais, por exemplo. Também tem incorporado um sistema de controlo da temperatura de água - para que os visitantes com sensibilidade ao frio possam usufruir de todas as actividades -, áreas silenciosas para pessoas sensíveis ao ruído e pulseiras de alta tecnologia projectadas para localizar crianças que dispersem.

Mas não é só o facto de ser um projecto inovador que convida a conhecer o Morgan’s Inspirations Island. Também os preços são um motivo tentador: as crianças com necessidades especiais não pagam entrada e, para os restantes visitantes, os preços estão entre os 17€ (para adultos) e 11€ (para crianças).

Se vivemos numa sociedade em que se está sempre a falar na inclusão de todos então isto é um pequeno mas enorme passo. Se isto é um passo importante, outros há que para mim ainda são mais importantes, como o circular de cadeira de rodas em passeios, em que as mesmas não cabem ou aceder a uma casa em que o único acesso são escadas. E seria tão bonito que quem governa o país e as nossas cidades tivesse em mente que ficar com uma deficiência pode acontecer a qualquer um de nós.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51

Que dizer?

por jl, em 18.06.17

incendio.png

Dezenas de mortos merecem acima de tudo o nosso respeito, os sobreviventes merecem a nossa solidariedade e as centenas de bombeiros e populares a combater as chamas merecem a homenagem e o Obrigado de todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:22

Já agora punham tudo!!

por jl, em 18.06.17

homens.jpgOlá.

Agora que está a ficar um calor tramado, não há nada como uma pessoa andar mais à vontade. E se uma pessoa andar em transportes públicos nada como estar à vontadinha. Pois mas à vontadinha em certos países quer dizer com limites. Cá vai a história:

 

Madrid lança campanha contra homens de pernas abertas nos transportes

 

Os autocarros de Madrid vão colocar novos autocolantes contra o “manspreading”, uma palavra inglesa que exprime o costume de alguns homens de se sentarem com as pernas abertas. Não é que tenha muita a ver, mas porque raio é que estas designações têm que ser em inglês?

“Respeita o espaço dos outros” é a recomendação que vai passar a aparecer nos transportes públicos do município, ao lado de um novo autocolante, segundo indicou a autarquia em comunicado. A mesma refere que esta campanha é contra as atitudes menos próprias de homens que se sentam nos transportes públicos de pernas abertas e ocupam um espaço maior do que deviam.

A câmara municipal responde desta forma a uma petição das associações Mulheres em Luta e Mães Estressadas (que lindo nome para uma Associação), que pediram a colocação de sinais informativos para evitar estas atitudes masculinas.

A capital espanhola vai assim seguir os passos dos transportes públicos de outras cidades que já tomaram medidas contra este tipo de comportamento masculino.

O novo autocolante apresentado vai ter uma ilustração com um homem sentado de pernas abertas a ocupar quase dois lugares e um “X” a indicar que se trata de um comportamento inaceitável. Acho muito bem embora já não ande de transportes públicos há uns anos. Mas se ainda for igual também não era má ideia se pusessem una autocolantes para certas pessoas tomarem um banhinho ou para não darem uns tracs nesse local.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:18


A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Comentários recentes


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D