Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Amor da família é tão lindo. Especialmente desta

por jl, em 22.10.16

AAjeqrt.jpgOlá.

Que estejam bem aí desse lado. Hoje venho aqui deixar uma notícia que nos vem de falar de um valor que é a família. Cá vai:

 

Mãe e filha mataram a família aos poucos com anticongelante

Diane era uma mulher aparentemente normal. Tinha uma grande paixão pela música, tocava órgão na igreja (ou seja dava sempre para meter uma cunha lá em cima!!)e fazia parte de uma banda de "blues" em Springfield, Missouri. Com quatro filhos, tinha uma predilecção por Rachel, a segunda mais nova, que por vezes a acompanhava em concertos a tocar flauta (tocar flauta, dava para dizer tanta coisa com esta expressão).

Mas a ligação entre as duas veio a tornar-se algo mais sinistro do que alguém podia imaginar, revela uma investigação da revista "People" sobre o caso que chocou a pequena cidade de Springfield.

O caso começou em 2012, quando pai da família, Mark, morreu depois de vários dias a sofrer com sintomas semelhantes ao de uma gripe. A morte foi declarada natural, devido ao estilo de vida pouco saudável que tinha.

Cinco meses depois, o filho de 26 anos, Shaun, foi também encontrado morto no quarto. "Um azar", pensou o irmão de Mark, mas o caso tornou-se ainda mais estranho quando a filha, Sarah, de 24 anos, também adoeceu e foi diagnosticada com falência de órgãos. Sobreviveu, mas sofre de problemas cerebrais devido a envenenamento.

Com este desenvolvimento, não havia dúvidas. Algo de estranho se passava (a sério??)e Diane acabou detida, depois de a sua filha predilecta, Rachel, ter confessado o crime às autoridades, numa altura em que já não era possível negar que algo se passava, revela a revista "People", que dedicada um amplo espaço ao tema na edição desta semana.

Segundo conta o "Daily Mail", foi encontrada a seguinte passagem no seu diário: "É triste perceber que como o meu pai vai morrer nos próximos dois meses. Shaun, o meu irmão, será o próximo. Vai ser duro habituar-me às mudanças, mas tudo vai correr bem" (que linda expressão; vai  correr tudo bem).

As mortes foram planeadas pela mãe (esta mulher é uma estratega caraças), mas Rachel estava a par do plano de pôr o anticongelante comprado na Internet nas bebidas dos irmãos e do pai. O químico era comprado online, já que o anticongelante que havia disponível no supermercado tinha um sabor forte e poderia ser detectado.já o meu carro queixa-se bastante!

Segundo imagens divulgadas pela televisão ABC, Diane confessou o crime e revelou os motivos para os homicídios. Odiava o marido, desprezava o filho por não ajudar em casa e a filha por ter dívidas e não as conseguir pagar.

A filha mais nova da família, com 12 anos, foi entregue ao Estado para adopção.

As duas mulheres estão presas por terem confessado os dois crimes de homicídio e agressão a Sarah. Este ano, Diane foi condenado a prisão perpétua sem possibilidade de atenuação da pena. Rachel, que testemunhou contra a mãe, foi sentenciada em Março a duas penas de prisão perpétua. Ainda assim, pode pedir liberdade condicional depois de cumprir 42 anos e meio de cadeia. Que lindo sistema, é condenada a duas prisões perpétuas porque uma não chegava, mas pode pedir liberdade condicional ao fim de 42 anos. Isto faz-me lembrar um país que é Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:55



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Comentários recentes


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D