Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Coitadinhos de nós homens

por jl, em 20.08.17

10.pngIá.

Pumba. Vou-te partir todo.

Embora seja um começo um pouco duro é assim que uma senhora trata o seu marido se ele não fizer truca truca com ela.

Esposa agride marido por não lhe satisfazer na cama: 'Quero 10 vezes por dia'

Se o homem se recusasse, ele era agredido pela esposa com uma vara de bambu. Os homens tem a mania que estão sempre prontos para o coiso e tal, mas este está tramado.

Casos de violência sexual e violência doméstica são noticiados todos os dias em vários meios de comunicação social. Por norma, as principais vítimas são crianças, adolescentes e mulheres. Mas no caso seguinte, a vítima não é do sexo feminino, mas, sim, do masculino. Muitas vezes ouvimos falar de violência doméstica em casa, onde o marido abusa da esposa, mas raramente ouvimos falar que o marido sofre violência sexual em casa. Até porque chamar de violência é um exagero. Hi hi hi!

No entanto, acontece com mais frequência do que se poderia pensar, como por este caso relatado em que um marido é abusado sexualmente pela sua esposa porque não consegue satisfazer o apetite sexual dela. Conforme informações da imprensa chinesa, o homem tem 32 anos e trabalha em uma fábrica na cidade de Klang, na Malásia.

Segundo ele, tem que satisfazer sua esposa sexualmente pelo menos de sete a dez vezes por dia. Ainda de acordo com a vítima, mesmo relatando que chega muito cansado do trabalho, é obrigado a manter relações sexuais com a esposa do mesmo jeito. É nestes momentos que os Tugas estão a pensar emigrar para a Malásia.

Se ele recusasse os pedidos, teria que se ajoelhar e receber uma punição. Isto cheira mas é a fetiche!

A mulher usa uma vara de bambu para agredir repetidamente várias partes do corpo do marido. Aparentemente, a vítima suportou os maus-tratos da esposa por vários anos antes de finalmente procurar ajuda. Convém ela não bater no abono de família senão não há nada para ninguém.

O homem abusado procurou o responsável pela Polícia Comunitária de Klang, Kuan Chee Heng, para lhe ajudar, pois, não estava mais aguentando ser vítima da violência doméstica praticada pela esposa. De acordo como Heng, o homem trabalhador em uma fábrica, enquanto esposa, de 31 anos, é dona de casa em tempo integral.

O casal tem vários filhos. Assim não é de admirar!

Quando o marido o procurou, acrescentou que o cavalheiro em causa tinha várias marcas de agressão que cobriam seu corpo e nádegas. A vítima também disse que não queria fazer uma denúncia porque estava com vergonha e queria manter sua família preservada. E estava sujeito a levar mais uma carga de lenha!

Heng aconselhou o homem a ter uma conversa com a esposa e fazê-la buscar ajuda médica e aconselhamento. O responsável pela Polícia Comunitária também disse que este ano recebeu uma média de sete a oito relatos de maridos abusados, mas pode haver muitos outros casos que não são relatados, já que o marido geralmente tem vergonha de fazer a denúncia. Coitadinhos de nós homens!

As idades dessas vítimas variam, mas está principalmente na faixa dos 30 a 40 anos, mas ele também teria recebido queixas de alguns maridos com mais de 50 anos de idade.

Ele disse que, às vezes, a esposa usa até faca para ameaçar o marido. Claro que a esta hora desta publicação o funeral do senhor já deve ter acontecido. Agora falta saber se foi de esgotamento por coisar ou se a mulher lhe esganou o pescoço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Comentários recentes

  • Aninhas

    Está tudo mto explicado e mto bom de entender! Iss...

  • Nuno

    Obrigado pela partilha

  • Kikas

    Boa tarde.Gostei muito do artigo. O Reader´s Diges...

  • vibradores

    No final de Alcabo é o que toca a cada 28 dias.

  • Maribel Maia

    Ou será que os ladrões são um grupo de miúdos gulo...


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D