Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


De agulha em riste

por jl, em 30.06.17

bordado humano.jpg

Boas.

Quando era miúdo, naquela altura o pessoal gostava de brincadeiras e de pregar partidas. Mas hoje em dia não sei se muita gente fuma daquilo que faz rir ou se muita gente deu com a cabeça na parede parece que muita gente anda a ficar choné. Para confirmar isso, deixo aqui uma peça curiosa:

Após o jogo 'Baleia Azul', surge novo jogo online de automutilação: bordado humano Inspirados pela banda desenhada japonesa Manga é proibida na China

Existem neste momento jovens daquele país estão aderindo à moda de perfurar a pele e desenhar padrões usando agulha e linha.

De acordo com a BBC, os meios de comunicação da China estão pedindo aos pais que fiquem atentos a uma nova moda online de automutilação que está se espalhando rapidamente entre os jovens e adolescentes desse país. O chamado "bordado humano", que consiste em desenhar padrões de costura na pele usando agulhas e linhas.

Parte da comunicação social chinesa associa e culpa o jogo Baleia Azul pela nova tendência que vem aumentando significativamente nas últimas semanas, com um grande número usuários de redes sociais asiáticas, tais como o Sina Weibo – microblog chinês que é uma espécie de mistura entre Facebook e Twitter, e que conta com centenas de milhões de utilizadores –, efectuando a prática e postando imagens dos bordados feitos em várias partes do corpo, tais como mãos, pernas e lábios.

Provável origem da prática

A nova moda do bordado humano teria sido inspirada por uma série Manga conhecido como Tokyo Ghoul, cujo enredo sombrio envolve pessoas e os assim chamados ghouls – criaturas que devoram carne humana. A publicação é proibida na China, mas mesmo assim possui uma grande fama entre os jovens e adolescentes.

Um dos personagens da história que chama Juzo Suzuya, que mantém o hábito de tecer padrões de costura no seu corpo usando uma linha vermelha, alegando que aquilo se trata de um tipo de "modificação corporal".

Muitos dos adeptos registram o passo a passo das criações tirando fotos para ilustrar suas publicações, e são elogiados e incentivados por outros usuários.

A princípio, a prática em si não é tão danosa quanto aquilo que era feito no jogo "Baleia Azul", quando a pessoa deveria se matar como tarefa final. Entretanto, médicos da China estão alertando que agulhas não esterilizadas podem introduzir bactérias nocivas sob a pele, e no pior dos casos, levar a um quadro de septicemia – infecção geral grave que pode inclusive ser fatal.

O People’s Daily Online entrevistou o sexólogo chinês Peng Xiaohui, que acredita que o bordado humano se tornou popular entre os adolescentes porque eles imaginam que comportamentos estranhos ou perigosos conquistam a simpatia de seus colegas, e assim acabam imitando novas modas e tendências. O que me faz duvidar da sanidade mental de alguns jovens desse país.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:10



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Comentários recentes


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D