Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais cuidado com o que se come, está bem?

por jl, em 25.07.17

10 conselhos.jpgBoas.

Sendo que daqui a umas horitas vai estar na hora do tacho, venho aqui deixar uns conselhos sobre alimentação. Cá vai então:

Os piores conselhos para a sua alimentação

Com tanta informação que hoje em dia anda aí a circular torna-se cada vez mais complicado identificar o que está certo ou errado no que diz respeito aos produtos que ingerimos. Assim este artigo tenta desmistificar alguns dos piores conselhos que pode ler ou ouvir acerca da sua alimentação.

Se uma pessoa reduz os hidratos de carbono é porque está a tentar perder peso, se não come as gemas dos ovos é porque estas aumentam o colesterol, ou se um tipo deixa de comer à noite porque engorda, este artigo tem umas curiosidades. Cá vão elas então:

Hoje deixo aqui alguns dos piores conselhos que pode se ler ou ouvir acerca da sua alimentação.

Toca a cortar nas gorduras, ou vai ficar com uma barriga de Pai Natal!

Esta é uma questão ainda bastante discutida, mas que está dependente do tipo de gorduras que se ingere e como é óbvio, da sua quantidade. Produtos como umas batatas fritas, bolos folhados ou outro tipo de comidas como estas podem realmente saber maravilhosamente mas irão aumentar o seu peso, além de aumentarem o risco para o desenvolvimento de certas doenças.

No entanto as gorduras mais saudáveis como os frutos secos, abacate ou salmão, protegem o seu coração e a sua saúde. Quando inseridos numa alimentação equilibrada e evitando os excessos previnem o aumento de gordura.

Não toque nos hidratos de carbono.

Este é um nutriente que por vezes é mal compreendido. É verdade que quantidades excessivas de hidratos de carbono refinados, como o pão branco ou o açúcar podem levar ao aumento de peso e aumento do risco cardiovascular. No entanto, existem investigações científicas que mostram que os hidratos de carbono complexos como os vegetais, legumes, cereais integrais têm um impacto muito positivo na nossa saúde, sendo ainda uma forte fonte de fibras ajudando o nosso organismo.

Controlar durante a semana, mas tire o fim-de-semana de folga

Aproveitar o fim-de-semana para comer o que lhe apetece pode saber muito bem, mas pode não ser a melhor solução para o sucesso de uma alimentação saudável, podendo mesmo comprometer a consistência e sucesso que manteve o resto da semana.

Por norma durante o fim-de-semana temos tendência a dormir um pouco mais, beber um pouco mais de álcool e a não termos uma actividade física mais efectiva. Se a estes factores juntarmos uma alimentação desequilibrada, podemos estar a criar a chave para o insucesso da dieta. Isto poderá significar que não nos devemos coibir de comer o que nos apetece, mas se tivermos esta necessidade é melhor que se resuma a apenas uma refeição. Até porque estar a estragar tudo é daquelas coisa que poderão desmoralizar.

Tem de comer pouco e a mudança começa amanhã.

Este é um dos piores conselhos que se pode ler ou ouvir.

Quando corta nas suas calorias diárias o seu corpo entra em modo de sobrevivência, reduzindo a velocidade do seu metabolismo evitando gastar qualquer tipo de calorias e bloqueando a perda de peso. Há que ser razoável e reduzir no máximo 300 calorias por dia, conduzindo o seu corpo a uma perda de peso mais estável e sem paragens. Mais vale perder um quilo num mês e que seja contínuo do que perder dez quilos em dois meses e no mês a seguir engordar quinze quilos.

Os frutos secos engordam

Claro que os frutos secos são calóricos e contêm gordura, mas isso não significa que não deva ou não possa incorporá-los na sua alimentação, basta ter atenção às porções que ingere, mas isso é em tudo na vida. Uma francesinha não faz mal se comer de longe a longe, mas se comer todas as semanas não será bem assim.

Estudos científicos concluem que os consumidores de frutos secos, têm perímetros abdominais inferiores às pessoas que não consomem alimentos como as nozes, avelãs e amêndoas. Eu conheço dois fulanos que são possuidores de uns abdominais de meter respeito. São o Tico e o Teco.

Substituir as refeições por suplementos

Apesar dos suplementos poderem representar uma forma de complementar a sua alimentação, não significa que possam substituir o seu almoço ou jantar. Um estudo norte-americano concluiu que os nutrientes chave que se encontram nos vegetais, não se encontram presentes quando se fala  da sua versão em comprimidos.

Os adoçantes são a melhor forma de cortar no açúcar.

Não são boas notícias para os consumidores de refrigerantes light a não ser no preço no supermercado porque o nosso Governo só taxou o açúcar. Mas continuando, investigações científicas associam o consumo de adoçantes ao ganho de peso a médio longo prazo. Aliás, o consumo de refrigerantes light onde os adoçantes estão presentes, está associado a um grande risco de desenvolver síndrome metabólica e diabetes tipo2. Claro que quase que nem se ouve isto porque a indústria das bebidas tem um enorme poder na economia mas aí nós enquanto consumidores temos que tomar as medidas mais acertadas fundamentalmente para a nossa saúde.

O melhor é alimentar-se da forma mais natural possível e ter uma vida bastante activa, onde o exercício físico é um pilar fundamental. E andar com a cabeça «fresca«» ajuda bastante. A parte cognitiva é fundamental para tudo o resto!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:25



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Comentários recentes

  • Terminatora

    Ahahaha muito bom!

  • ipgines

    adorei.japão e japoneses são realmente um mundo ne...

  • Terminatora

    Eu tenho dito que com a idade, as "banhas" começam...

  • Aninhas

    Infelizmente, é a situaçao da vida!:-( .

  • Aninhas

    Em PORTUGAL perde-se o emprego, pr ficar em casa a...


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D