Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


No Japão está muita gente a ficar choné

por jl, em 08.07.17

img_757x498$2017_07_01_15_13_29_643743.jpgOlá.

Que por aí esteja tudo bem. A cada dia que passa cada vez me sinto mais ajuizado. Cá vai um exemplo que atesta a minha sanidade mental. Aqui vai:

Japoneses substituem mulheres por bonecas de silicone

São vendidas cerca de duas mil unidades destes brinquedos que têm cabeça e vagina desmontáveis.

Masayuki Ozak, um fisioterapeuta japonês, de 45 anos, comprou uma boneca de silicone para substituir a mulher durante o sexo. Será que no Japão o pessoal está a começar a ficar choné?

Depois da esposa ter dado à luz, o casal deixou de ter relações sexuais. O fisioterapeuta decidiu então comprar uma boneca com o objectivo de o ajudar a combater a solidão.

Ozak vive com a mulher e a filha, mas divide a cama com a boneca de silicone (isto porque a mulher o deve ter colocado no quarto de hóspedes), com tamanho natural e uma aparência muito realista, a quem chamou Mayu. "Li um artigo numa revista sobre estas bonecas e fui ver uma exposição. Foi amor à primeira vista", referiu o japonês de 45 anos. Amor à primeira vista? Pois!!!

Apesar do olhar da boneca, Masayuki leva-a a passear para todo o lado numa cadeira de rodas. O japonês tem também perucas, roupas e compra jóias para embelezar a sua companheira. Assim como Ozak, muitos homens no Japão possuem estas bonecas, chamadas de bonecas do amor. Sobretudo viúvos e portadores de deficiência. Basicamente neste caso até poderei compreender, agora quanto ao resto acho bem, claro que depois tenho que tomar a medicação para não andar descompensado.

Estas bonecas não são vistas apenas como meros objectos sexuais, mas sim como companheiras.

Se eu vivesse no japão já sei que profissão teria. Um psiquiatra por aquelas bandas deve ganhar rios de dinheiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:34


7 comentários

De Anónimo a 08.07.2017 às 12:39

Penso que isto é a objetificação das mulheres, do ser humano. Mesmo pessoas viuvas ou com deficiencia não pode ser aceitável a utilização deste tipo de coisas, pois em vez de ajudar pode fazer as pessoas cair num problema maior, num vazio que falta preencher.

Não se resolve os problemas bebendo alcóol para esquecer, usando bonecas para esquecer, usando vicios... para esquecer. Porque quando embarcamos nesse mundo apenas poderemos estar a adiar (e dificultar) a resolução desses problemas. Será que a solidão e os problemas psisológicos vão ser resolvidos com isto? Se há pessoas com problemas é necessário a sociedade, a meu ver, ser solidária e refletir no apoio a estas pessoas. Não é com dinheiro e com a compra de objetos, alcool, vicios que se resolvem os problemas relacionais, emocionais, psicológicos, sociais.

Se pessoas com deficiencia ou viúvos se sentem mal isso pode ter por trás fatores culturais, emocionais, sociais negativos que necessitam de se resolver.

Se uma pessoa tem um problema no casamento não se pode aconselhar para ir fazer sexo com outras mulheres por exemplo. Isso é falta de bom senso. Além de adultério e ser horrivel não se está a resolver o problema das relações.

Os seres humanos não poder ser descartados e tratados como se não merecessem atenção. Merecem atenção e nós devemos fazer aos outros aquilo que gostariamos que nos fizessem a nós. É o que Cristo disse. A nossa humanidade e principalmente ter "bom senso" deve ser procurado com insistência.

De kika a 08.07.2017 às 13:18

Se fossem só os japoneses...
Até eu ando choné e não só.
Basta ler as notícias para ficar tudo meio à toa.
Vivemos num Mundo cada vez mais estranho,tóxico e poluído.

De Anónimo a 08.07.2017 às 14:03

Os funcionários f
públicos ganham sempre o mesmo? Só depende dos escalões.

De JN a 08.07.2017 às 17:06

Tinha um amigo meu que me contou que o seu irmão que vivia na Suécia conhecia colegas de trabalho que faziam isso corriqueiramente nesse país. Diziam eles, que pelo menos elas (entenda-se bonecas) não os chateavam e escutavam tudo o que eles lhes transmitiam sem reclamar.
Enfim, tempos modernos!!!

De cunho a 08.07.2017 às 19:30

Esse tal de Blombeerg, que nem sei se é assim que se escreve, mas que é calvinista holandês e diz que nós por cá é só pu#tas e vinho verde, deve ter uma colecção delas lá em casa, o porco. Blhec.

De Pincel a 08.07.2017 às 21:25

É exatamente o contrário... um psiquiatra lá não se safa porque eles não usam disso ou não estariam chonés... essa piada foi fraca.

De Maria da Fonte a 09.07.2017 às 09:08

Em Portugal está cheia de trabalho, como psiquiatra não precisa emigrar e assim muito por alto possa indicar-lhe clientes: Cristiano Ronaldo que resolveu "comprar" filhos com se compra "smartphones" na Amazon. Temos também Pedro Passos Coelho que apresenta fortes sintomas de autismo e dislexia e ficaria aqui a enumerar clientes cheios de massa e de causas para tratar.

Comentar post



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Comentários recentes

  • Terminatora

    Ahahaha muito bom!

  • ipgines

    adorei.japão e japoneses são realmente um mundo ne...

  • Terminatora

    Eu tenho dito que com a idade, as "banhas" começam...

  • Aninhas

    Infelizmente, é a situaçao da vida!:-( .

  • Aninhas

    Em PORTUGAL perde-se o emprego, pr ficar em casa a...


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D