Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Segurança para todos

por jl, em 06.09.17

alemanha.jpgOlá.

Sempre ouvi dizer que as coisas provenientes da Alemanha tinham uma óptima relação qualidade/preço. E enquanto consumidor tenho que concordar com esta afirmação. Só não sabia que Alemães levavam esta coisa da qualidade tão a peito. Olha toca a ler:

Casas de alterne alemãs terão selo de qualidade

Proposta foi apresentada pela associação que representa o sector.

Casas de alterne alemãs terão selo de qualidade

A Bundesverband Sexuelle Dienstleistung, associação que representa as casas de alterne da Alemanha, quer que estes estabelecimentos funcionem ao mais alto nível e, para isso, quer lançar aquilo que pode ser apelidado de selo de qualidade.

Conta o Deutsche Welle que o objectivo desta associação é o de “combater a difamação comum e as concepções falsas sobre as estruturas e os procedimentos de trabalho” nestes estabelecimentos.

O selo de qualidade possuirá então três categorias. A primeira dirá respeito às condições da casa de alterne, à identificação do proprietário e à lei da prostituição em vigor. Para poderem ter o selo, os proprietários das casas de alterne terão que garantir às suas funcionárias condições de trabalho justas, bem como as condições de higiene e de segurança necessárias. Embora não seja conhecedor destes estabelecimentos, tenho algumas duvidas que isto se passe em Portugal

As outras duas categorias dizem respeito às instalações físicas, bem como aos equipamentos que os estabelecimentos oferecem, como ginásio, refeitório ou se proporcionam ou não a realização de eventos. É assim eventos deve acontecer em todas elas, já no que diz respeito ao refeitório não sei o que haverá para comer. Mas em relação ao Ginásio acho que já todas terão. Ginástica é nestas casas!!!

A avaliação aqui funcionará com estrelas que podem ir, no máximo, até seis. Se o pessoal que aí «trabalhar» for de uma boa entrega, em vez de estrelas haverá algumas pessoas que até verão a Lua.

Esta ideia de selo de qualidade surge, explica a mesma publicação, na sequência das alterações à lei da prostituição que agora obrigam as profissionais do sector a terem um registo próprio e a fazerem exames de saúde com regularidade.

Falando mais a sério, existindo estas casas penso que existindo todas as condições nestas casas é a melhor coisa, tanto para quem fornece os serviços, como para os clientes. E venha quem vier, se existem estas casas é porque existe procura.

Mas estando nós em Portugal, o nosso Estado vai olhar seriamente para estas casas quando vir que aqui estará mais uma fonte de receitas através dos impostos e taxas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Comentários recentes

  • Terminatora

    Ahahaha muito bom!

  • ipgines

    adorei.japão e japoneses são realmente um mundo ne...

  • Terminatora

    Eu tenho dito que com a idade, as "banhas" começam...

  • Aninhas

    Infelizmente, é a situaçao da vida!:-( .

  • Aninhas

    Em PORTUGAL perde-se o emprego, pr ficar em casa a...


Mensagens




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D