Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Vida de pobre

por jl, em 01.11.17

porco.jpgOlá.

Hoje vi um artigo que me pareceu bastante interessante e que falava sobre as nossas poupanças e como saber geirir os (poucos) euros na nossa vida. O artigo falava sobre quatro dicas para se organizar financeiramente... e conseguir poupar, sendo que fiquei curioso em saber em que parte do artigo é que falavam sobre milagres!

Mas como tudo na vida a organização é fundamental para uma poupança eficaz. E o artigo referia que é bem mais simples do que parece, sendo que falar é bem mais fácil do que as coisas acontecerem.

Gerir um ordenado todos os meses não é uma tarefa tão simples quanto parece. Estou tão admirado com esta afirmação!!

Embora as despesas de quase todos nós sejam idênticas de mês para mês, pequenos percalços ou acontecimentos inesperados podem fazer com que o dinheiro ganhe asas num abrir e fechar de olhos. E isso é um grave problema quando não se consegue ter umas lecas de lado.

Para poupar dinheiro todos os meses e conseguir criar um pé-de-meia, o segredo está, sobretudo, na organização e na consciência dos actos. Embora possa parecer um pouco básico fazer um diário de todos os gastos é a forma mais eficaz de começar desde logo a perceber onde e quando se gasta o dinheiro, conseguindo, com isso, uma visão mais detalhada das despesas e de como se pode ou não poupar uns euros. Nem todos os meses é possivel porque 600 € hoje me dia mal dá para as despesas mas o fundamental é saber controlar as despesas.

Mas para perceber se é possível poupar não basta olhar para as despesas... é preciso analisar as dívidas e perceber como isso nos afecta o nosso rendimento mensal. Caso não existam dívidas, então nada melhor do que analisar todos débitos diretos que se tem e saber se realmente se usufrui devidamente desses serviços.

Será que vai assim tantas vezes ao ginásio para pagar o que paga? Será que uma caminhada não ajuda, ou então porque não comprar uma bicicleta de manutenção? E os filmes dos canais de cinema, vê assim tantos ou compensa mais ir realmente ao cinema? Se for cliente da NOS e se for com outra pessoa ao cinema compra dois bilhetes e paga só um! E se precisa de comprar algo porque não ir ao Outlet de Vila do Conde na ultima quinta-feira do mês onde existe um desconto maior do que aquilo que normalmente existe? E porque não ir de Metro? Tenho dúvidas que um carro que vá do Porto ou de Gaia gaste menos do que 4 euros até lá!

Se trabalha num local em que o Metro passe perto porque não deixar o carro na estação? Sabia que no estádio do Dragão o estacionamento que é coberto não chega a 1€ para o período de doze horas se utilizar o Metro?

Por fim, cuidar das finanças implica, ainda, olhar com olhos de ver para o futuro. As contas de poupança-reforma podem ser uma boa alternativa para todos os (muitos ou poucos) tostões que vão sobrando ao longo do mês.se conseguir poupar 50€ em meia dúzia de coisas tudo isso ajuda porque levar uma vida de Lorde na primeira semana do mês e depois andar a tenir durante o resto do tempo é deveras complicado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:14



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Comentários recentes


Mensagens




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D