Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

22
Fev19

Piada de Carnaval

jl

costa.jpgBoas.

Hoje ao ouvir as notícias, verifiquei que o primeiro-ministro, António Costa, tinha assinado um despacho, o qual concedia tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval, sendo que este ano é no dia 05 de Março, aos trabalhadores em funções públicas nos serviços da administração directa do Estado e nos institutos públicos.

No documento que foi dado a conhecer é referido que embora a terça-feira de Carnaval não conste da lista de feriados obrigatórios estipulados por lei, existe em Portugal uma tradição consolidada de organização de festas neste período e que devido a isso é concedida tolerância de ponto aos trabalhadores que exercem funções públicas.

Eu embora não sendo funcionário público estou de pleno acordo, agora só fico curioso em que patamar é que os funcionários do privado se encontram.

Em primeiro lugar (e acima do nosso Senhor) está a nossa classe politica, depois pelos vistos estão os funcionários públicos e os privados estão em terceiro lugar ou não?

Daqui a uns meses vão ouvir-se comentários da nossa classe politica a dizer que as pessoas deveriam todas votar e que é um dever de cidadania e blá blá.

Mas neste país parece que a cidadania é só para o que lhes interessa e assim também ninguém fala de um novo aumento da gasolina que vem aí para a semana.

21
Fev19

Este jogador é Foden!!

jl

foden.jpg

Olá.

Hoje enquanto fazia zapping pelos canais noticiosos dei por mim a ver canais lá de fora e num deles, que era espanhol, falavam do futebol inglês, mais concretamente do Manchester City e de um jogador que por lá começava a dar nas vistas.

O seu nome era Foden!!

Eu sei que por estas bandas é um jogador que pouco se ouve falar! Quem tem os direitos da Liga Inglesa de Futebol é a SporTv, porque se fosse um canal ligado à Igreja devia ser engraçado!!

20
Fev19

Novo portal para os cidadãos

jl

eportugal.jpgBoas.

Hoje ao ver as notícias vi uma que me chamou a atenção e a mesma falava sobre o novo portal ePortugal, o qual tem todos os serviços da Administração Pública e uma visão geral da posição de nós enquanto cidadãos face às Finanças e Saúde, bem como consultar serviços ou pedir documentos.

Este site tem um novo design, uma nova identidade, mais serviços disponíveis e um assistente inteligente para ajudar os cidadãos a encontrarem o que precisam.

Também neste local o utilizador pode ver todas as mensagens que a Administração Pública trocou entre serviços sobre a sua situação.

Para já o cidadão e as empresas já podem ter acesso a informação das Finanças e do Serviço Nacional de Saúde, mas até final de Junho serão ainda integradas as plataformas da Justiça e da Segurança Social, sendo que os outros irão também ser introduzidos gradualmente. Tudo é feito através de um registo com o Cartão de Cidadão, Chave Móvel Digital, certificado digital qualificado ou de outros métodos, como username e password, o eIDAS ou mesmo das redes sociais.

Sempre que usar um método de autenticação forte poderá entrar depois diretamente nos serviços da Administração Pública, numa lógica de single sign on, para entrar no portal das Finanças, da Saúde ou de outros serviços que venham a ser integrados.

Através deste portal estão disponíveis cerca de 1.200 serviços para os cidadãos e 1.300 serviços para as empresas, conjugando informação que estava dispersa no Portal do Cidadão, Mapa do Cidadão, Portal das Empresas, e conjugando a agenda do cidadão, a bolsa de documentos e o directório de aplicações móveis.

O pedido de senhas online para aceder aos serviços públicos vai ficar também disponível no ePortugal, permitindo aos utilizadores marcar previamente no telefone ou computador o atendimento nas 54 lojas do cidadão existentes, e dispensando agora o uso da aplicação Mapa do Cidadão, que era autónoma.

Renovar o Cartão de Cidadão, pedir uma certidão ou a Carta de Condução são alguns dos serviços que pode agendar, recebendo depois a indicação do tempo de espera e do número de senhas que falta atender.

Há ainda uma nova página dos Tribunais que beneficia das mudanças do projeto Tribunal + do Ministério da Justiça e permite saber como está o atendimento nas secretarias e qual o estado das diligências em 28 tribunais de todo o país, em tempo real. Até final do primeiro semestre a solução será alargada a 50 tribunais, abrangendo todas as comarcas e tribunais de média e grande dimensão.

Se realmente a burocracia for diminuída é bom, agora espero é que quem manda não se esqueça (ao contrário do que aconteceu com o IRS) que muitas pessoas não têm acesso à Internet.

Mas é como São Tomé. Ver para crer!

19
Fev19

quase uma vilanagem!!

jl

preços medicaçao.jpgBoas.

Quem segue minimamente as notícias sabe que a «guerra» entre a ADSE e os hospitais privados está quase uma novela mexicana já que parece não acabar. Por um lado, ouvimos dizer que a entidade do Estado exige 30 milhões de euros e os hospitais privados dizem que nada têm a pagar. Por outro lado, uma pessoa ouve dizer que o Estado paga pouco e bastante tarde. Sinceramente não sei quem terá razão até porque não tenho todos os meios para avaliar esta situação.

Agora ouço dizer é que o Estado paga mal as consultas aos privados e nesse aspecto acho que até têm razão.

Mas esta semana também li uma peça que nos falava sobre o preço que os privados cobravam à ADSE (e por consequência a todos que contribuem para essa entidade) por certa medicação.

E se os privados reclamam que o estado paga pouco pelas consultas (e até concordo), qual a moral de se cobrar por uma pastilha de paracetamol que custa 12 cêntimos, cerca de 3,65 euros?

E falo neste medicamento porque é dos mais habituais a todos, mas existem produtos em que os privados levam quase 6000% (e não me enganei nos zeros) a mais do que o preço normal.

Compreendo que se tenha lucro quando se vende algo, agora 6000% no mínimo é obsceno. É por estas e por outras que as pessoas se começam a revoltar.

18
Fev19

Este país existe??

jl

helo 101.jpgOlá.

Que estejam todos bem por aí. Hoje ao andar na Net deparei-me com uma peça que embora quase que não tenha sido falada na comunicação social portuguesa chamou-me a atenção. A mesma peça referia que o Estado Português já tinha pago 30 milhões de euros pelo arranjo de um helicóptero militar avariado há mais de três anos. E esta reparação já vem desde Agosto de 2015!! Não foi engano, é mesmo 2015!

Isto pelos vistos fica a dever-se porque a empresa pública dona dos helicópteros EH-101 usados pela Força Aérea reteve quase quatro milhões de euros, pagos em setembro pelo Ministério da Defesa. Mas em 2017, a fabricante - a Leonardo (Itália) - suspendeu os trabalhos por falta de pagamento.

As contas são fáceis de fazer: continuaram a pagar-se as rendas pela compra do helicóptero em leasing operacional, na casa dos seis milhões de euros anuais. Multiplicados pelos quatro anos de paragem (2015-2019), dá um bolo de 24 milhões - a que se somam agora os mais de 6,5 milhões, autorizados e contabilizados em 2018, para pagar a reparação.

O helicóptero EH-101, n.º 19612, operado pela Força Aérea é um dos dez adquiridos em 2001 pela Defloc em regime de leasing operacional, para missões de busca e salvamento. A reparação dos estragos causados pelo acidente em agosto de 2015 foi iniciada à confiança pela Leonardo. O que em Portugal não costuma ser boa ideia.

Mas para além da notícia, o que me chamou a atenção foi o preço da máquina quando nova. E olhem que fui pesquisar porque pensei que estava a ficar meio xexé. Esta aeronave já ia em 30 milhões com a sua reparação, mas nova custa cerca de 18,5 milhões de euros. Se este país não é um local de malucos, então não sei o que será!

17
Fev19

Quero dormirrrrrr!!

jl

dormir.jpgOlá.

Que estejam todos bem aí desse lado. E logo hoje que para a maioria de nós é dia abençoado para estar no sofá a ver televisão. Isto traduzido para português quer dizer que ao Domingo é dia de dormir de tarde. E a verdade seja dita que estas horas são abençoadas pois sabem que é uma maravilha. E tem que se aproveitar porque a segunda-feira está aí a chegar e ter o despertador logo de manhã é um martírio. Ou era, a julgar por algumas coisas que leio.

Ainda hoje li um artigo que dizia que os madrugadores são mais felizes – palavra de ciência e não do Pinóquio ao contrário do que parece.

Quando o despertador toca, entre muitas existem dois tipos de pessoas: aquelas que, que quando o sol nasce já treinaram, tomaram o seu duche, prepararam o pequeno-almoço e deram banho aos miúdos e aquelas (que são a maioria) que precisam de despertadores a cada cinco minutos durante quase uma hora para conseguir levantar o rabo da cama.

Levantar cedo ou não é uma questão de que muitas pessoas fogem. Para justificar o sono, alega-se a necessidade de repor as horas de sono, já que é à noite que são mais produtivos. A estes casos, a ciência tem uma palavra a dizer: os que se levantam de manhã cedo tendem a ter uma melhor saúde mental. Isto explica tanta coisa!!

Além de mais saudáveis, são também mais felizes, aponta um estudo publicado na revista científica Nature Communications.

A investigação contou com uma amostra de quase 700.000 indivíduos (curioso é que nunca fui convidado para nada). Desta análise, relacionou-se um gene comum aos madrugadores a menor risco de depressão ou outros problemas de foro mental. Por outro lado, a preferência por uma maior atividade ao final do dia foi relacionada para uma maior tendência a esquizofrenia e depressão. Está explicado o porquê de haver tanta gente choné!

Se há quem tenha o ciclo adaptado aos horários nocturnos, noutros casos o mal é apenas má gestão do dia. Mudar a hora de certas actividades ou os horários das refeições pode ser o suficiente para melhorar a sua manhã. Dito isto, e enquanto esperamos pelas futuras investigações, não será errado dizer ‘Levante-se mais cedo, pela sua felicidade’.

Saia da cama. É tão simples quanto isto. Este é literalmente o primeiro passo para que a manhã lhe corra bem melhor.

Cultive um bom ambiente para o seu sono. Se dormir bem, acorda ainda melhor. Claro que se ao seu lado tiver uma pimpolha que quase que o expulsa da cama não é fácil.

Ter uma atitude positiva. Acordar com o pensamento optimista e a noção de que vai ter um bom dia é meio caminho andado para que sair da cama seja encarado de maneira positiva.

Durma bem. Irá consegui-lo com um ambiente calmo e relaxante mas também com outros cuidados, seja a televisão e outros aparelhos eletrónicos, que devem ficar fora do quarto, ou desligados, ou a alimentação, que não deve ser muito pesada antes de ir para a cama.

Não desligue o despertador. Dormir com o alarme a cada 5 ou 10 minutos não o deixa dormir descansado nem o fará acordar cedo ou bem-disposto. Bem pelo contrário.

Tão importante quanto o momento em que sai da cama é aquilo que faz mal acorda. Desfrute do café da manhã e não veja este momento como um bicho de sete cabeças, mas atenção, nada de relaxar em demasia - o objetivo é despertar. Nem 8 nem 80.

Faça por acordar sempre à mesma hora. O corpo vai se habituar e não tarda, levantar-lhe à hora pretendida será bem mais simples.

16
Fev19

Light mas perigoso

jl

bebidas-light.jpgBoas.

Que esteja tudo bem por aí. Hoje venho falar aqui de apertar o cinto. E não falo da carteira, mas sim daquilo que se mete na boca (salvo seja). E vou falar mais concretamente sobre o que se bebe. Hoje em dia tento controlar um pouco no que se refere ao açúcar que consumo e mediante isto passeia beber mais coisas light. Isto até hoje!! E digo isto porque li um artigo que me fez ver que a água é mesmo uma bebida maravilhosa.

O artigo referia que beber cola zero ou outros refrigerantes de dieta (mais conhecidos por light) diariamente , aumenta o risco de morte prematura, devido a AVC e a ataque cardíaco.

Um estudo americano refere que consumir dois ou mais destes refrigerantes diariamente aumenta o risco de AVC em cerca de 25% e de incidência de doenças coronárias em 33%, apurou um novo estudo.

E comparativamente a pessoas que raramente ou jamais bebem estas bebidas, o risco de morte prematura é 15% superior para os primeiros.

A médica e professora Yasmin Mossavar-Rahmani, líder do estudo e docente no Albert Einstein College of Medicine, no Bronx, em Nova Iorque, diz que a pesquisa e outros estudos revelam que as bebidas com adoçantes artificiais são perigosas para a saúde e que o seu consumo está associado a um risco bastante significativo de AVC e de ataque cardíaco. Até porque isto é mais complicado para quem está a seguir um regime de restrição calórica e vê nestas bebidas uma alternativa viável.

Os novos dados que foram apurados foram baseados sobretudo nos efeitos dos refrigerantes diet em mulheres e concluem ainda que alguns grupos populacionais apresentam um risco maior. Até porque se conclui que mulheres obesas que consumam uma ou duas destas bebidas por dia têm mais do que o dobro do risco de sofrer um AVC.

A pesquisa, publicada no periódico científico Stroke, incluiu dados de quase 82000 mulheres pós-menopáusicas (de idades compreendidas entre os 50 e os 79 anos no começo do estudo) e que foram monitorizadas durante uma média de 12 anos.

Já no ano passado, cientistas israelitas e de Singapura haviam avisado que seis adoçantes artificiais presentes em refrigerantes eram tóxicos para as bactérias que proliferam no intestino – o que por sua vez pode ter uma associação para o aparecimento de várias doenças, desde obesidade, diabetes a cancro digestivo ou Alzheimer.

Agora depois de ler isto cabe a cada um de nós fazer a escolha mais acertada.

15
Fev19

De tostão a tostão…

jl

agua e luz.jpgBoas.

Agora que o frio finalmente começa a dar tréguas já dá para aquecer um pouco a casa com o calor do sol. Embora não seja daquelas pessoas que estão sempre a dizer que têm saudades do sol, eu por vezes lembra-me disto, mais concretamente quando chega a factura da luz ou quando tenho que comprar mais gás para o aquecedor lá de casa. Claro que sou eu a falar porque um produto como a electricidade ter a taxa de iva que tem acho muito bem, até porque isto não é um produto básico. Pelo menos já ouvi dizer que havia um homem das cavernas que dizia isto.

Mas falando mais a sério vi um artigo interessante, o qual falava das melhoras maneiras de como poupar água e eletricidade.

Claro que muitos artigos falam das poupanças destas matérias numa vertente de poupar o planeta. mas muitos de nós no qual me incluo, quer poupar porque nos ajuda também a poupar na carteira. Mas nos dias de hoje já existem vários produtos que nos ajudam a poupar água e energia, contribuindo para um planeta e uma carteira mais sustentável.

Um dos locais a ter em atenção é à casa de banho, que é a divisão onde se gasta mais água. Coloque um redutor de caudal em todas as torneiras desse local. O redutor é um acessório económico e de fácil instalação. Com este sistema vai poder reduzir o consumo actual até metade.

No banho, podemos poupar ainda mais. Opte por uma torneira termoestática, que permite fixar a temperatura da água, evitando o seu desperdício, e escolha um chuveiro com solução eco-stop, que permite fechar o fluxo da água e voltar a abrir, num curto espaço de tempo, mantendo a mesma temperatura e o mesmo caudal. Quanto ao autoclismo, opte por um sistema onde possa controlar a quantidade de água em cada descarga. Em último caso se não quiser ter custos coloque uma garrafa de água de 1,5l no seu interior. Ao fim de um ano poupará centenas de litros de água.

Na cozinha, a segunda divisão onde se gasta mais água, escolha uma torneira monocomando e coloque um redutor de caudal. Quanto aos eletrodomésticos, escolha aqueles que consomem menos água. Quando está a lavar a louça e está a colocar o detergente, feche a torneira.

Se tiver jardim, também deve poupar. Veja o tipo de solo e opte por um sistema de rega que seja eficiente e adequado ao espaço. Se puder, decida-se por uma rega automática e enterrada, que é a alternativa mais eficaz, mas também aquela que é mais cara a curto prazo. Escolha plantas que necessitem de menos água, e em algumas zonas, opte por pedras ou casca de árvore para substituir a relva, evitando o gasto excessivo de água.

Para poupar energia, em primeiro lugar deve trocar todas as lâmpadas por outras mais económicas, como por exemplo, tecnologia LED. Opte pela solução mais adequada às suas necessidades. Para o exterior, utilize iluminação com carregadores solares, que lhe permitam ter luz onde precisa, sem ter que criar um circuito elétrico. Pode gastar mais na altura, mas poupará a curto prazo.

Escolha sempre eletrodomésticos com a melhor classificação energética, que lhe vão permitir poupar também na conta da electricidade. Quanto ao aquecimento ou refrigeração, para que seja eficaz, a casa tem de estar corretamente isolada, sobretudo as janelas e as portas. Às vezes os gastos numa casa não são de grandes valores, basta às vezes gastar meia dúzia de euros numa fita isoladora e já está.

Se puder, opte pelas energias renováveis. É a solução ideal para locais mais isolados, permitindo-lhe ficar autonomizado. Este é um sistema de grande durabilidade, resistência e mais económico do que uma ligação à rede elétrica. Mas se a sua carteira não lhe permite investir nisto, então veja onde poderá cortar nos consumos.

14
Fev19

Dia de gastar dinheirinho

jl

docinho.jpgOlá.

Hoje é mais um dia em que os comerciantes esfregam as mãos porque hoje, chocolates e flores são vendidas como pãezinhos quentes. Mesmo aqueles casais que quase que nem se falam o ano inteiro, ou que andam à porra e à massa (já dizia a minha avó) é altura da lembrança. Isto é quase como o Natal mas em vez de rabanadas o pessoal oferece o Ferrero Rocher, mas parece que para os lados do Japão as senhoras parece que andam a ficar enjoadas de tanto docinho.

As mulheres japonesas estão a ficar passadas.

E isto acontece, porque ao contrário do que acontece no Ocidente as japonesas e segundo uma tradição elas têm que oferecer chocolates a todos os homens da sua vida, inclusive aos colegas de trabalho.

Só que as japonesas estão fartas de serem obrigadas a gastar milhares de ienes na data que lhes é imposta (chamado de 'giri choco' - que significa, em tradução literal, chocolates por obrigação) - as mulheres devem oferecer chocolates aos colegas no dia de São Valentim, 14 de Fevereiro.

 Mas como o Japão é conhecido pela igualdade, os homens devem retribuir no dia 16 de Março, no Dia Branco, sendo que foi uma data iniciada pelas empresas de chocolates nos anos 80 do século passado, para subir as vendas. Chamem-lhes parvos!!

Hoje em dia, algumas empresas já baniram esta tradição, considerada um abuso de poder masculino e uma prática de assédio ao sexo feminino. Segundo uma sondagem, cada vez há menos adesão por parte do sexo feminino a este dia já que 60% das mulheres japonesas não vão aderir ao 'giri choco', optando por comprar chocolates para si próprias, 56% vão oferecer a familiares e 36% ao seu namorado ou apaixonado.

Com a falta de adesão ao 'giri choco', outro fenómeno está a ascender: o 'gyaku choco', em que os homens oferecem chocolates às namoradas ou mulheres. E várias marcas de chocolates têm vindo apoiar a luta feminina no Japão através de vários anúncios. O dia de São Valentim é um dia em que as pessoas devem mostrar os seus verdadeiros sentimentos e não coordenar as suas relações no trabalho, podia-se ler no anúncio do passado Dia dos Namorados da marca de chocolates belga Godiva. Já a companhia de aviação Japan Airlines também mostrará o seu apoio oferecendo chocolates aos seus passageiros de ambos os sexos no próximo dia 14 de Fevereiro.

Resumindo nós os homens é que estamos tramados. Sempre a inchar.

13
Fev19

Portugal no seu…

jl

papinha boa.jpgBoas.

Hoje enquanto via as noticias vi uma peça que me fez lembrar uns conselhos que um nutricionista tinha referido numa entrevista que eu tinha ouvido aqui há uns tempos. E esta história aconteceu nesta segunda-feira na cidade do Porto na Escola Secundária Aurélia de Sousa.  

Chegados à hora de almoço, os alunos foram surpreendidos quando, quando lhes foi informado que a refeição seria apenas um hambúrguer. Alegadamente, este acontecimento aconteceu na sequência de uma falha técnica no fornecimento de gás. Quando se passa a vida a ouvir dizer que nas nossas escolas se come mal e é só porcarias, aqui está um exemplo de como as coisas estão a mudar.

Para além desta situação, os alunos referem vários problemas na cantina escolar, assim como da falta de produtos essenciais, como a disponibilização de papel higiénico nas casas de banho da secundária.

Aqui está a próxima coisa a mudar. Um dia destes os jardins da escola terão adubo biológico.

Isto está a ficar giro. Está, está!!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D