Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

17
Ago18

Ai a mosquitada

jl

mosquito.jpgBoas.

Chegou o tempo quentinho e começam as preocupações para dormir. Isto d dormir numa sauna é daquelas coisas que assim à primeira vista não são assim muito cativantes. E para além do calor uma das coisas que incomodam é estar na cama com tudo às escuras e de repente junto ao ouvido começamos a ouvir uns caças que nos fazem esticar o braço e sem querer (e friso bem sem querer) acertar um tabefe na mulher. hi hi hi!!

Parece exagero, mas a presença de mosquitos especialmente à noite pode mesmo afectar o nosso bem-estar, a saúde e o humor de muitas pessoas, sobretudo das que são mais predispostas a picadas ou a fazer alergias e que, por isso, não conseguem partilhar o espaço com estes seres tramados.

Mas existem soluções e algumas delas bem simples. Vamos lá ver como minimizar este problema:

​1. Feche as janelas e portas ao cair da noite ou diminua a utilização de luzes

Durante o Verão, quando cai a noite e fica mais fresco, a primeira coisa que se costuma fazer é ligar as luzes ou a televisão e abrir as janelas para deixar entrar uma brisa mais fresca. Até tudo bem, mas com a escuridão, os mosquitos sentem-se desorientados e são atraídos pelas luzes do interior das casas em torno das quais se acabam por aglomerar. Se estiver muito quente dentro de casa e não for viável estar no interior da casa sem qualquer corrente de ar, então pode apostar abrir as janelas, mas diminuir a utilização de luzes. Para além dos mosquitos, as luzes aquecem o ambiente. ​2. LED’s anti-mosquito

As lâmpadas LED’s são cada vez mais populares e têm vindo a substituir as lâmpadas tradicionais porque, apesar de mais caras, consomem muito menos energia e têm uma durabilidade que pode atingir os 8 - 10 anos. Mas falando no problema da mosquitada, existem LED’s santi-mosquito que são comercializadas em lojas como a AKI, Maxmat ou LeroyMerlin. Estas lampadas são amareladas e mantêm os mosquitos e outros insectos afastados. Se não apreciar muito esta luz pode substituir estas lâmpadas após o Verão e guardá-las para o ano seguinte.

​3. Instale redes anti-insectos nas janelas e nas portas

Esta é uma das soluções mais eficazes para repelir os insectos. As redes anti-insectos existem em diferentes tamanhos e formatos e são de fácil aplicação tanto em janelas como em portas. Estas redes têm uma malha pequena que não permite a entrada de insectos. Desta forma, pode abrir as janelas à vontade e ter as luzes acesas porque eles não conseguirão entrar. ​ Sinceramente nunca achei grande piada a esta ideia, mas este ano lembrei-me de fazer da minha casa quase uma tenda de campismo. Quer nas portas, quer na janela da sala instalei este dispositivo e só estou arrependido de já não ter feito isto há mais tempo, porque resulta.

​4. Use plantas como repelentes

Sempre que possível, deve-se recorrer a métodos naturais para combater os mosquitos. Os insecticidas para além de serem poluentes, têm um cheiro químico bastante desagradável e são complicados para quem tem problemas respiratórios. E sabia que existem plantas que repelem os mosquitos? Entre elas estão o manjericão, o alecrim, o tomilho, a lavanda e até mesmo o limoeiro e o eucalipto. São plantas que libertam odores fortes que desnorteiam os mosquitos. Pode plantá-las no exterior ou tê-las em vasos dentro de casa. Se os odores fortes colocam os mosquitos meios KO então coma feijão ao jantar e o mosquito até vai sair de casa a voar.

​5. Atenção à cozinha

Nesta divisão, é particularmente incomodativo ter mosquitos. Trata-se da divisão da casa onde preparamos e por norma comemos as nossas refeições e os insectos transmitem uma sensação de falta de higiene.

Um dos problemas é o cesto onde coloca a fruta. Veja regularmente este local, porque basta ter uma peça de fruta a apodrecer no fundo para ser invadido por mosquitada. Pode sempre cobri-las com um pano, ou, para uma solução mais eficaz, com uma tela mosquiteira protectora de alimentos que hoje em dia até tem um design engraçado. Para além da fruta, o mesmo se aplica a legumes, bolos, refeições e a todos os outros alimentos que possam encontrar-se fora do frigorífico e armários.

Outra coisa que deve evitar é deixar louça suja exposta. Um prato com restos de comida ou um copo com vestígios de uma bebida são excelentes chamarizes para os mosquitos. Faça os possíveis para lavar a louça após cada utilização ou por metê-la dentro da máquina. Se não tiver tempo, passe-a por água com alta pressão para remover o maior. O seu filho levou um pacote de bolachas para o quarto ou para a sala? Deve fechá-lo e arrumá-lo após comer e limpar os vestígios que possam ter ficado espalhados pela casa.

Na cozinha, usam-se, necessariamente, esponjas, esfregões e panos para lavar a louça e limpar as superfícies, mas os mesmos para além de uma questão de higiene não devem ficar com nenhum vestígio de comida.

​6. Elimine qualquer tipo de água parada

Elimine qualquer tipo de água parada em torno da sua casa. É na água que os mosquitos deixam os seus ovos. Verifique se há água parada nos seus vasos ou em qualquer outro recipiente ou objecto passível de acumular água - pode até um brinquedo esquecido no jardim ou na varanda. Coloque terra nos pratos dos vasos para evitar que a água se acumule dentro deles. Troque a terra e lave-os de semana a semana. A água acumulada em calhas ou as calhas entupidas também não devem ser negligenciadas.

​7. Cuide da vegetação do seu jardim e seja um cidadão responsável

Os mosquitos machos gostam, durante o dia, de habitar espaços com vegetação densa, sendo que, à noite, as fêmeas saem para procurar alimento. Para salvaguardar o seu jardim, apare o relvado e a vegetação mais densa e remova as ervas daninha saltas. Se tem dúvidas em distinguir o sexo dos mosquitos é fácil. Vai ao café ver a bola e andam por lá mosquitos. Dá para ver que são machos. Mas se for ao centro comercial e vir lá estes bichanos então são mosquitas. Se estiver na cama e está sempre a ouvir bzzzzzzzzzzzz ou é uma mosquita, ou se for mais intenso é a mosquita sogra se bem que muitas vezes não dá para ver a diferença entre elas e as melgas.

Mas voltando ao tema, não deixe lixo à porta de casa – mas se o fizer veja se tem os sacos bem fechados -, em contentores ou mal fechados e recicle. Um compostor se estiver bem tratado e bem regado faz um adubo óptimo e assim está a contribuir para um planeta mais limpo!

Como não podia deixar de ser num artigo assim deixo aqui uma receita caseira no combate a estes bichanos:

Meio copo de vinagre de maçã

2 colheres de sopa de açúcar

2 colheres de sopa de detergente

Misture os ingredientes num frasco e agite-o bem até formar uma camada de espuma. De seguida, coloque este líquido em pires em diversos ambientes da casa e em locais estratégicos (junto às janelas ou portas, por exemplo). O vinagre e o açúcar atraem os mosquitos que bebem a mistura e morrem por causa do detergente. Mas se tiver crianças em casa tenha muito cuidado.

16
Ago18

Ser feliz é fundamental

jl

crianca-feliz.jpgOlá.

Hoje em dia passo a vida a ouvir que as crianças nem sempre são felizes e que os pais por muito esforço que façam nem sempre atingem esses intentos.

Eu sinceramente não sou psicólogo, mas acho que hoje em dia está a ser tudo etiquetado e não se deixa uma margem para que quer crianças e adultos façam o que lhes der na real ideia. Claro que temos que educar que a nossa liberdade não deve colidir com a dos outros.

Mas só me lembrei disto porque a minha pimpolha um dia destes andava com a avó no quintal e estava suja de terra da cabeça aos pés, mas o sorriso que ela tinha na face vale muito mais que lhe dar banho e colocar a sua roupa de molho.

Como pai não sou mais nem menos que os outros, mas temos que deixar as crianças ser isso mesmo, crianças. De que vale ter um filho na escola de manhã à noite, ter o fim-de-semana completamente preenchido e se as suas férias são passadas em colónias que têm tudo programado?

Já nos basta nós adultos termos dias em que as 24 horas do dia são poucas! Por isso deixem as crianças brincar.

 

15
Ago18

Surpresa!!

jl

preservativos.jpgOlá.

De vez em quando lá se ouve a nossa classe politica a falar sobre a natalidade e que o país necessitava de mais crianças e blá blá. Isso seria muito giro se os pais tivessem mais condições para terem mais crianças. Claro que ajudava um pouco se nós tivéssemos os ordenados e as regalias da nossa classe política. E lembrei-me disto porque ao ver os sites de informação vi que a marca Durex tinha retirado do mercado vários lotes de preservativos que não tinham passado nos testes de qualidade.

Estes preservativos pelos vistos não cumprem os requisitos para a pressão de ruptura relativos ao final do prazo de validade para o produto.

Para além de impedir a transmissão de infeções sexualmente transmissíveis, os «balões» também são um método de contracepção.

A marca refere que mesmo quando a caixa já foi aberta ou não há comprovativo de compra pode ser entregue esse produto. Os preservativos podem ser devolvidos directamente, de forma gratuita, contactando a Linha de Apoio ao Consumidor Durex: 808 203 300.

Ao usar-se um preservativo e o mesmo rompa ou verta durante o uso, uma pessoa deve ir ao médico de família respectivo ou então a um farmacêutico, no máximo nas 72 horas seguintes.

Se por acaso não der conta, não se preocupe que vai ficar com o anúncio da SEAT na cabeça, onde aparece um bebé que diz: surpresa!!

14
Ago18

Educação

jl

criança.jpgOlá.

De vez em quando leio certos artigos que falam em que as mães têm um papel de mãe- galinha (no meu caso de pai-galo) e que de tanto proteger os seus rebentos, passam a ter nos filhos, crianças irresponsáveis. Existem miúdos que com o seu comportamento conseguem levar consigo os pais e a família mais chegada para perto do caos.

Mas o problema não é das crianças, o problema é nosso. Se temos um pimpolho em casa que se levanta sempre tarde para ir para a escola e nós compactuamos com isso, o problema não é nosso?

O dizer que sim a tudo não é educação, é facilitismo e as crianças sabem bem com o que lidam. Isto nem tanto ao Mar, nem tanto à Terra. Cabe a nós, educar e criar a próxima geração.

Existem pais que são o extremo de pais autoritários em que quando os miúdos não fazem aquilo que se pretende, mostram logo quem manda e nem sequer deixam os miúdos abrir a boca. Noutro oposto existem os pais que só querem os seus meninos felizes deixando-os fazer tudo e não permitem sequer que os seus filhos conhecam qualquer tipo de falha ou problema.

O segredo está em encontrar o meio-termo destes comportamentos.

Tem que se manter a criança consciente do que fez. No espaço de um mês já é a quarta vez que está atrasado para a natação. Não é colocar paninhos quentes e não dizer nada. É dizer que ele está atrasado porque não se levantou a tempo e horas e que um dia destes não irá mais para a piscina porque assim não! Ele aí terá que mudar o seu comportamento. Os pais estão para ajudar mas os filhos terão que ajudar.

Aplique castigos. Você disse à sua filha, que ela tinha que arrumar as suas coisas no quarto, mas basicamente você fala para o tecto. Mesmo assim ela pretende ir brincar. Mas aí tem que ser forte e não deixa. Claro que ela fará de tudo para o amolecer mas não ceda, porque se o fizer uma vez então estará constantemente a ser ludibriado com esse comportamento. Claro que isso custa, mas se ceder, ela continuará a evitar as suas responsabilidades

Por vezes deixe que seja a realidade a ensinar. Ela está a ver o Canal Panda em vez de estudar para um teste. Quando traz a nota desse teste para casa, vê que não passou dos 40%. Isso vai obrigar a que ela se aplique mais e que coisas como o Panda não sejam só como ela quer. Quase de certeza que vai ouvir dizer que o pai e também a vida é injusta. Aí a criança tem que dar valor ao que lhe dizem.

Claro que nem tudo é um mar de rosas, mas desistir é que não é opcção. Por muito pequenos que sejam os filhos, não são parvos e nunca nos podemos esquecer que estamos a formar e a educar pessoas e que não é por chorar ou ficarem amuados que o nosso comportamento não seja o mais correcto.

13
Ago18

Amo-te

jl

amor.jpgOlá.

Por vezes leio certas notícias que me deixam como o cantor Bonga, com a lágrima no canto do olho. E esta história fala de um caso desses.

Homem leva foto da mulher morta à praia todos os dias como prova de amor. A esposa morreu de cancro em 2011, e desde então, o seu marido cumpre ritual como homenagem.

Esta peça fala de um homem de 70 anos que todos os dias leva a fotografia da mulher, já falecida, consigo para a praia. Diariamente, este italiano de nome Giuseppe leva a moldura da mulher consigo, senta-se num banco em frente à praia e chora por já não poder apreciar o momento com a mulher e contempla a praia onde viveu os primeiros tempos de namoro com Ida, a qual faleceu a ver o pôr-do-sol. Ida morreu já há 7 anos vítima de um cancro, após 42 anos de casamento. Giuseppe e Ida tinham 16 e 17 anos quando se conheceram e tiveram três filhos.

Esta história embora com contornos diferentes é semelhante a muitas que andam aí. Mas num tempo em que num Telejornal de hora e meia quase que nunca se ouve a palavra Amor esta peça reconforta um pouco o coração. Não é por se estar casado ou junto há 5; 10 ou 30 anos que não é bom ouvir a palavra Amo-te. E mesmo ao fim destes anos o Giuseppe ainda continua a dizer.

12
Ago18

Coisas inovadoras, ou não!

jl

inovar.jpgOlá.

De vez em quando leio certos artigos que me deixam curioso. Há pouco tempo li um que parecia saído dos anos 70, mas que tinha sido escrito em Julho de 2018 e o qual referia que se devia iniciar o dia com um banho já que se ficava mais activo e por consequência com melhores ideias. Eu sinceramente não sei quem serão os génios que descobrem isto, mas se o pessoal se anda a formar para tirar estas brilhantes conclusões então eu estou mesmo a ficar meio tété!

No artigo dizia, dizia que para o nosso sistema imunológico funcionar melhor o banho aconselhado era de água fria. Até concordo com isto, mas como o esquentador está reparado e com isso tenho água quente cá em casa, a água fria é para lavar os dentes até porque adorava a minha avó, mas não fui eu que a matei.

Na mesma peça falava que se abusava bastante do telemóvel quando se ia para a casa de banho e aí até posso concordar. Mas a verdade seja dita, é que se quando está a fazer um cócózinho se não houver uma revista ou um jornal, uma pessoa tem que estar a fazer alguma coisa!

Depois disso, o artigo falava sobre em como beber café de manhã e no qual dizia que ingerir esta bebida até quatro horas depois de se levantar podia dar origem a uma gastrite e que para minorar esse problema o acrescentar leite ajudava a diminuir esta questão. Não sou médico para questionar isto, mas se de manhã não marchar o meu cafezito a minha gastrite é que reclama.

E por último o artigo falava de um assunto que não tem nada que ver comigo, porque eu sou o macho cá de casa! O fazer a cama logo de manhã. Claro que isto não é para mim. E isto como macho aqui da gaiola não faço. Fazer a cama de manhã era só o que faltava.

Eu saio de casa enquanto a mulher está na cama, mas isso é só um pormenor.

Mas a sério, o fazer a cama imediatamente após se levantar, estará a proporcionar um bom ambiente para os ácaros, porque a humidade que o corpo deixa na cama durante a noite não tem tempo de evaporar. Os cientistas recomendam que se puxem os cobertores pelo menos puxá-los para os pés da cama depois de acordar para permitir assim que esta “respire. Tenho que estar mais atento ao meu computador porque acho que a minha Maria deve ter um part-time enquanto cientista, porque deixa-me sempre o recado para fazer a cama quando for almoçar a casa!!

11
Ago18

Comportamento de miúdos e de graúdos

jl

regra-3-minutos002.jpgOlá.

Neste momento o infantário daminha pimpolha está de férias e embora ela ande feliz porque pode dormir mais um bocadito de manhã e brincar até não poder mais, a minha Maria anda com uma cara que se por acaso o Diabo lhe aparecesse à frente ela bem que o espancava. Isto vem a propósito de um artigo que li e que dizia que em três minutos do dia se conseguia a confiança de um filho.

A autora deste estudo é a psicóloga Nataliya Sirotich. Claro que o artigo dizia que em teoria eram necessários 30 minutos para preparar o jantar (sendo que quem escreveu isto deve dar Nestum todos os dias aos filhos para comer), cerca de um quarto de hora para lhe ler um livro (claro que se for um livro estilo Eça de Queiroz bem que adormece primeiro a mãe ou o pai) e um momento para lhes dar um beijo de boa noite.

E o que é a tal regra dos 3 minutos? A mesma diz que se tem que estar com o seu filho todos os dias como se não se tivessem visto um ao outro por um longo período.

É referido também que é muito importante estar no mesmo nível dos olhos da criança (para além desta questão, isto é fundamental no dia-a-dia) e passar cerca de 3 minutos abraçando-a e perguntando o que aconteceu no seu dia. É fundamental seguir esta regra quando se vai buscar o pequeno(a) ao jardim-de-infância ou à escola. E isto serve tanto para pais, avós, ou qualquer outro tutor da criança.

Por que motivo isto é importante?

De acordo com a psicóloga, durante os primeiros minutos depois de ver o seu filho, eles contam-lhe todas as informações das quais se lembram. De certeza que a Nataliya não conhece a minha filha senão não dizia isto. Ou isso ou já tinha ficado meio biruta das ideias. Mas isto não se passa com a Maria (espero ter sido convincente).

As consequências de ignorar a regra de 3 minutos podem variar, dependendo do carácter da criança. Alguém que não tem a hipótese de contar tudo para os pais quando pode, futuramente não vão falar com os pais sobre coisas muito importantes e, com o tempo, algumas coisas parecerão não ser importantes o suficiente para falar sobre elas com os pais. Neste caso, os pais podem perder muitas coisas realmente importantes da vida dos filhos e isso irá ter reflexo no futuro, distanciando os filhos dos pais. E claro que isto é muito importante, mas cada caso é um caso.

Outras crianças continuarão conversando a noite inteira, se puderem, lembrando-se de situações novas que viveram e, no final, terão uma história completa. Os pais de tal criança correm o risco de não ouvir muitas coisas também, porque, para eles, uma criança muito faladora acabará se tornando apenas num ruído de fundo e será ignorada. Não devemos permitir que isso aconteça, até porque se estivermos a falar com alguém não gostamos que do outro lado surja indiferença.

É importante notar que existem recomendações adicionais, até porque a regra dos 3 minutos não significa que você deve passar apenas esse tempo diariamente com o seu filho. Significa apenas que você deve passar 3 minutos com a criança logo depois de a ver quando chega da escola, quando a vê no fim do dia, para ter a certeza de escutar tudo o que é importante para a criança lhe contar.

A maioria dos psicólogos recomendam também os seguintes pontos para uma compreensão mais completa:

-Use algum tempo todos os dias para fazer algo que você e a criança estejam interessados, ​​juntos.

Deixe os miúdos entenderem que você os ouve. Por exemplo, você pode repetir as informações que ouviu do seu filho para ter certeza de que entendeu tudo corretamente e deixe-o intervir.

Não demonstre falsa excitação. É um erro gravíssimo. O conversar não significa que você faça figuras de palhaço. Acima de tudo tente ser calmo e positivo.

Para o seu pimpolho ver que você se recorda do que falou, volte às conversas um pouco mais tarde.

Evite discussões longas e inúteis, mesmo que sejam sobre algo completamente óbvio para você. Diga apenas ao seu filho que entende o ponto de vista dele.

Claro que quando se fala de pessoas não existe um padrão uniforme, mas o tentar ser assertivo e ponderado é um primeiro passo fundamental.

10
Ago18

Pequenos cortes

jl

corte-no-dedo.jpgBoas.

Alguma vez estiveram a mexer em folhas de papel e de repente ficaram com um dedo cortado que parece que viram o planeta Marte à vossa frente? Pois também eu, e a minha Maria que não venha falar das dores do parto, porque um dedo cortado é muito pior!! Mas voltando ao tema como fazer para tratar pequenos cortes em casa?

Isto é algo comum, já que estamos sempre a mexer em facas e outros instrumentos cortantes. Estes cortes podem ser facilmente tratados por nós e, em princípio, não requerem nenhuma visita ao médico. Para tratar estes golpes, deixo aqui alguns cuidados a ter para que os mesmos não infectem. 

A maioria de nós já sofreu um pequeno golpe no dedo a usar uma faca, cortamo-nos com papel ou num vidro que estava no lava loiça. Estava tudo muito bem quando de repente começamos a sangrar.

Para tratar cortes pequenos (e é mesmo pequeno)é recomendado que:

– Se lave as mãos com sabão e água;

– Lavar o corte para evitar a infecção. Use água fria ou morna e um sabão neutro para remover suavemente qualquer tipo de sujidade e outros detritos;

– Para parar o sangramento, aplique pressão no corte. Mantenha esta pressão por dois minutos ou até que o sangramento pare. Se é homem, peça uma cadeira para se sentar, uma bebida fresquinha e o jornal desportivo. Ajuda na recuperação.

– Aplique vaselina ou qualquer outra pomada que ajude a manter a ferida húmida, o que ajuda a uma cura mais rápida e eficaz. E nada de pensamentos perversos.

– Cubra o corte com um penso rápido e mude-o todos os dias até que o corte esteja completamente curado. Não dará motivo para uma semanita de baixa médica?

– Se estiver com dores, considere tomar medicação analgésica de venda livre.

– Se o seu corte foi feito com um objeto sujo ou enferrujado, certifique-se de que foi vacinado contra o tétano e que esta vacina está em dia. Se não souber ou se não tiver a certeza, entre imediatamente em contacto com o seu médico de família. Mais vale prevenir, que remediar.

A maioria destes cortes menores é curada numa semana ou menos. Mas, se o corte tiver cerca de dois centímetros, mais de meio centímetro de profundidade ou não parar de sangrar, não hesite e procure atendimento médico imediato.

À medida que o seu corte cicatriza, se notar quaisquer sinais de infeção, como pus ou aumento da vermelhidão, inchaço ou dor, consulte o seu médico de família ou um dermatologista.

Existem coisas que nós podemos fazer, mas em caso de dúvida não facilite.

09
Ago18

A canalha e a loucura

jl

mae a enlouquecer.pngOlá.

Hoje venho aqui trazer umas linhas sobre o comportamento infantil que se repercute no comportamento adulto.

Embora por vezes eu diga que não, a minha Maria tem uma paciência de santa com a minha pimpolha. Se ela diz não, a pequenita diz sim. Se ela diz não se faz, a pimpolha então faz. Se ela vai adormecer a pimpolha, eu passado duas horas ainda estou a ouvir a pequena terrorista a saltar. Se ela dá de comer, então a pequena faz fitas e por aí fora.

Eu sei que nós homens, dizemos sempre que connosco a canalha é que se porta bem. E até muitas vezes é verdade, mas quantas vezes é que somos nós a fazer as coisas? Isto faz-me lembrar os homens que dizem que adoram cozinhar. Eu também adoro porque enquanto eu faço uma ou duas vezes a comidinha, a Maria faz setenta ou oitenta vezes!

A minha pequenita tem as cunhas cortadas por mim em 90% das vezes. Dou-lhe banho imensas vezes e a verdade seja dita, é que ela pouco ou nada reclama, mas claro que reconheço que as mulheres estão numa larga maioria do tempo com as nossas crianças e isto é como tudo, o saco vai enchendo com tudo (crianças; vida particular; trânsito; trabalho…) que um dia rebenta. E para o mesmo não encher tanto, cabe a nós, homens ajudar um pouco. Como não podia deixar de ser não escrevi companheiro em coisas que enchem o saco porque sou um santo. Hihihihi!!

Mas por norma as crianças quando são chamadas à atenção dizem que sim, mas passados cinco minutos a cabecita fica outra vez vazia. Cabe a nós adultos (embora por vezes a Maria diga que eu pareço a canalha, o que é uma falsidade) ensinar e reensinar as nossas crianças. Dizer que sim é extremamente fácil, o não é que é mais complicado e aí um casal tem que agir em conjunto.

08
Ago18

Donald ou o outro?

jl

trumppateta.jpgOlá.

Finalmente já dá para dormir à noite. Depois de haver o tempo de canícula agora sempre dá para apreciar o tempo de Verão de uma forma mais agradável.

Sei que muita gente gosta muito do tempo quente, mas passar de um dia para o outro de 20 e poucos graus para mais de 40 não faz lá muito bem. Pelo menos para mim.

Mas o que se passou não foi caso virgem até porque grandes ondas de calor dispararam os alarmes em todo o mundo nos últimos três meses, depois de as temperaturas terem subido em regiões onde isso não era suporto. Uma das situações mais extremas foi registada no norte da Sibéria, onde o mês de Julho foi o mais quente em mais de um século.

Mas estas situações extremas de calor também foram registadas nos últimos dois meses em regiões que habitualmente são frias como a Escandinávia, o Reino Unido, o Japão, a Irlanda e o Canadá.

No início do mês de julho, para além dos 90 mortos da Grécia por causa dos incêndios, mais de 50 pessoas morreram devido a uma grande onda de calor no leste do Canadá.

Na Califórnia, houve vários registos de temperaturas acima dos 45 graus durante a primeira semana de julho, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia do país. As ondas de calor também afetaram outras regiões, como o Texas.

A Europa não é estranha a estes acontecimentos: várias semanas de calor extremo e seca sucedem-se no Reino Unido e na Irlanda. O último mês foi marcado por temperaturas dignas do deserto na Suécia.

No meio de Julho, as temperaturas ultrapassaram os 30 graus em locais na Noruega e da Finlândia, localizados acima do Círculo Polar Ártico.

Existem locais no Planeta onde também existem registos extremos: em Quriya (Omã), em 28 de junho e durante as 24 horas a temperatura mínima foi de 42,6 graus. Em Ouargla (Argélia), a 5 de julho, foram registados 51,3 graus, provavelmente a temperatura mais alta já verificada no país.

No hemisfério sul é agora é Inverno, mas as anomalias não faltam. Em Sydney na Austrália e arredores, a estação fria está a tornar-se em tempo de Primavera.

No Japão, depois das chuvas intensas que mataram pelo menos 200 pessoas, a última semana tem sido caracterizada por uma intensa onda de calor, com temperaturas até 39 graus, o que já causou cerca de 20 vítimas.

Pessoas como o Donald Trump dizem que não existem alterações climáticas no Planeta Terra, mas será que o Donald sabe onde fica este planeta?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D