Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

25
Mar16

Bola ou Berço? B...

jl

Boas. Hoje deixo aqui uma peça que nos fala sobre o desporto e maternidade. Escusado será dizer qual o mais

importante. Como é obvio, é o jogo da bola. Pelo menos a atestar na história que vos deixo aqui da China:

Adolescente dá à luz em casa de banho e volta para filmar jogo

Uma adolescente chinesa que estava a filmar um jogo de voleibol foi à casa de banho dar à luz um bebé, abandonou a criança nuns arbustos e voltou para filmar a partida. (tragam a medicação para eu tomar)

Segundo relata a imprensa estatal, a adolescente terá entrado em trabalho de parto quando filmava uma partidang6314760.jpg de voleibol do campeonato nacional chinês sub18, na cidade de Changxing, província de Zhejiang, costa leste do país.

Depois de ter dado à luz na casa de banho, a jovem abandonou a recém-nascida no meio de arbustos, numa "reação de pânico", segundo descreve o jornal local "Hangzhou Daily", e voltou para continuar a filmar a partida. (não sabia que em chinês, reacção de pânico equivalia a deixar um bebé no meio dos arbustos; mas estamos sempre a prender como dizia a minha avozinha)

A bebé terá sido descoberta por um transeunte, que seguiu um rasto de sangue no chão até chegar à mãe, descreve o jornal.

"Ela estava a descansar junto à quadra", descreveu o homem, identificado como Wang, à versão online do "Diário do Povo", o órgão oficial do Partido Comunista Chinês (PCC).

"Parecia bem após o parto. Deve ter um corpo forte para conseguir dar à luz uma criança durante uma partida", disse. (se tivesse dado à luz antes da partida ou no fim isso queria dizer que não tinha o corpo forte? O Diário do Povo tem uns jornalistas que em termos de anatomia são qualquer coisa de especial)

Os bebés nascidos fora do casamento na China são muitas vezes abandonados devido às pressões de uma sociedade ainda tradicional e à restritiva política de natalidade do país, que proíbe os casais de terem mais de dois filhos.

A falar seriamente este ultimo paragrafo até poderá dizer alguma coisa, mas não justifica nem de longe nem de perto esta atitude!!

25
Mar16

Milagre!! Mas por pouco tempo!

jl

Boas. Como estamos agora no período pascal deixo aqui uma história que nos fala dessa coisa maravilhosa que é a ressurreição: Aqui vai meus amigosss:

 Foi dado como morto mas estava outro no caixão

Um idoso internado num hospital de Petrópolis, no Brasil, foi dado como morto e quando a família preparava o velório descobriu que estava outro corpo no caixão. Afinal, o homem ainda estava no hospital. E vivo.

Este caso insólito aconteceu em Petrópolis, na região do Rio de Janeiro, no Brasil, e envolve Júlio de Araújo Esteves, de 78 anos, que estava internado há duas semanas no hospital, devido a arritmia cardíaca e pneumonia.

No passado dia 2 foi dado como morto. Os familiares prepararam o velório mas, quando o caixão foi aberto, não foi o corpo de Júlio que viram. O idoso estava, afinal, ainda no hospital e vivo.ng6311343.jpg

"Parecia coisa de filme, de novela mexicana (ou brasileira, digo eu), contando ninguém acredita", disse Sérgio Luiz Esteves, filho de Júlio, recordando a tristeza que sentiu, primeiro, com a notícia da morte e o alívio, depois, por ter sido um engano.

"Primeiro fiquei muito feliz de ver que não era meu pai, mas depois corremos para o hospital e ele estava lá, dormindo"(só dormindo!!), acrescentou o filho, citado pelo site da Globo.

Nesse mesmo dia o hospital indicou que iria abrir um processo interno para apurar as causas do engano. Mas a família sublinha que foi um erro e pretende agir judicialmente contra o hospital, pedindo o reembolso das despesas que tiveram na deslocação, em vão, de Minas Gerais para Petrópolis.

Júlio acabou por morrer no dia 11, nove dias depois do engano.

"A dor foi muito grande, pela segunda vez. Vou demorar a esquecer isto e espero que nenhuma família passe pelo que eu passei", afirmou o filho.

Embora eu não seja médico legista, aconselhava vivamente ao filho do senhor a confirmar em primeiro lugar se era o seu Pai e mesmo assim aguardava até Domingo. Sendo altura de milagres, temos que esperar tudo!!

23
Mar16

Zangam-se as comadres…

jl

Boas. A avó da minha falecida avó já dizia que zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades e talvez por isso começam a vir à tona algumas coisas que começam a cheirar muito mal em relação ao Euro 2004. Mas aqui vai:

Gilberto Madail e as suspeitas do Euro2004: "O Carlos Cruz devia era estar calado"

Autobiografia do ex-apresentador de televisão relata episódios de envelopes com dinheiro e vivendas no Algarve na alegada compra de votos para a candidatura portuguesa ao Euro-2004.

O antigo presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madail, classificou de 'ficção' as revelações de Carlos Cruz, relatadas na autobiografia do ex-apresentador de televisão, sobre os alegados subornos pagos a dirigentes federativos europeus para garantir a organização do Euro2004.

Em declarações ao jornal Record, o presidente honorário da FPF de 71 anos desmentiu categoricametransferir.jpgnte os relatos do antigo presidente da Comissão Executiva da candidatura portuguesa ao Euro 2004, e atacou o ex-apresentador de televisão garantindo que, 'se alguém convidou alguém para férias no Algarve, eu não fui de certeza'.

"Carlos Cruz devia estar calado e recatado. E ter pudor. É tudo completamente falso e ficção. Não gastámos um tostão a comprar minguém. Gastei muito da minha vida nas viagens que fiz para apresentar a nossa candidatura, sem favorecimentos. Tenho é dúvidas do que ele foi fazer a Londres para falar com uma agência. Foi a única cooisa que não controlei. Aí é que não sei o que ele fez", disse Gilberto Madail em declarações ao jornal Record.

"Nunca quis Carlos Cruz no Euro. Foi um nome imposto pelo Governo", sentenciou o antigo presidente da Federação Portuguesa de Futebol.

As revelações de Carlos Cruz incluem conversas com Gilberto Madail, na altura presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e José Sócrates, na altura Ministro-adjunto de António Guterres.

"O presidente da Federação desse país (não especifica qual) tinha manifestado o desejo de passar férias em Portugal. Alguém teve a ideia de oferecer as férias ao senhor e família. Fizemos as contas e como ele não tinha datas escolhidas levou-se um envelope com os dólares equivalentes ao cálculo das viagens e de uma semana de férias no Algarve. […] À saída da reunião, Madail, discretamente, entregou-lhe o envelope. Como o dólar valia mais do que o sol do Algarve, o nosso amigo guardou o dinheiro e não pôs os pés em Portugal. Já em Aachen (Alemanha) fez chegar até nós a sua disposição de falar com mais um ou dois colegas amigos, de outras federações votantes. Percebemos a mensagem que nos chegou já perto da decisão. Madail encontrou-se com ele no quarto do hotel; disse-me que o encontrou em roupão e que o senhor ficou muito feliz com o segundo envelope que recebeu; penso que foram 12500 ou 15000 dólares. Não sei se angariou ou não algum voto; ao sair da sala onde tinha decorrido a votação mostrou-me um papel e apontando com o dedo disse-me com muito sotaque 'I vote Portugal…see…see.' Tinha escrito Portugal, Áustria, Espanha por esta ordem", pode ler-se entre as páginas 518 e 519.

"Em conversa com um amigo meu, presidente de uma multinacional, referi-lhe o nome do presidente da federação de um país que tinha grande influência na decisão da Comissão do Euro. […] Esse meu amigo, cuja multinacional tinha uma filial no país em questão, prometeu tentar obter informações sobre o indivíduo e a sua tendência de voto. […] Foi no bar do Hotel Ritz que ele me informou: teríamos o voto garantido daquele país e a promessa de que faria lóbi a nosso favor junto de várias federações do Leste; em contrapartida queria uma vivenda no Algarve no valor de 100 mil dólares. Fiquei estupefacto, mas não comentei e prometi fazer as necessárias consultas. Telefonar-lhe-ia depois para comunicar a decisão. Falei com Madail e José Sócrates e foi este que me disse: 'Ó Carlos Cruz, não podemos perder isto por uma questão de dinheiro! Era o que faltava!' Perguntei-lhe se aquela afirmação era um 'sim' à proposta. Se garantisse o voto, era. Telefonei ao intermediário e disse-lhe exactamente isso. Foi seu um dos primeiros telefonemas que recebi logo a seguir à decisão da UEFA. Ainda hoje recordo a sua frase: 'I told you'. Também me lembro do que me veio à cabeça: e agora? Vamos mesmo ter de dar uma vivenda ao gajo? Os dias passaram. Finalmente chegou o e-mail que eu receava: esperava notícias para tratar do que havia sido acordado. Gilberto Madail dizia-me que não tinha nada a ver com isso e José Sócrates dizia-me para falar com Madail. Eu argumentava que não tínhamos a certeza de que ele votara em Portugal ou que tivesse angariado votos, não tínhamos acesso à ata da votação. Quando a pressão sobre mim atingiu o clima de quase ameaça, enviei um último e-mail dizendo-lhe que não tinha qualquer responsabilidade pois apenas confirmara indicações superiores; tal como ele, tinha sido um intermediário: ele, devia, por isso contactar a FPF ou o ministro José Sócrates. Nunca mais tive notícias sobre o assunto", pode ainda ler-se nos excertos da autobiografia de Carlos Cruz que foram publicados esta terça-feira pelo jornal A Bola.

Entretanto, a UEFA já reagiu às denúncias feitas por Carlos Cruz, e garantiu que vai estar atenta aos desenvolvimentos uma vez que desconhecia o teor das revelações feitas na autobiografia do ex-apresentador de televisão. Em declarações ao referido jornal desportivo, a UEFA afirmou não ter ainda conhecimento das denúncias feitas por Carlos Cruz, mas prometeu atuar caso encontre provas de ilegalidades na atribuição do Euro2004. Recorde-se que os recentes escândalos na FIFA por causa da atribuição de Mundiais fazem com que este tema seja tratado com o máximo cuidado pela UEFA.

Eu sei que isto é um artigo um pouco extenso mas se isto é verdade (eu não me acredito porque desde o tempo de D. Afonso Henriques que somos conhecidos por ser um povo muito sério!!) alguém vai ficar preocupado.

Mas estamos em Portugal e por isso a prima do senhor que entrega os copos de plástico na Federação vai estar tramada. Castigar é esses malandros, que o plástico está muito caro. E já agora toca a juntar dinheiro para se poder comprar um fatinho em condições para o Drº. Gilberto porque o que ele tem na foto parece o Dom Corleone.

23
Mar16

Silêncio ensurdecedor

jl

A nossa sociedade está a travessar tempos complicados. E estamos todos a esquecer o essencial. O Amor.

Não sei se alguém verá este vídeo, mas se isso acontecer vejam e ouçam até ao fim.                    

 

23
Mar16

Sociedades quase iguais

jl

km.png

Boas.

Não sou analista político. Apenas vejo as coisas e penso pela minha cabeça, por vezes correctamente, outras vezes nem tanto. Mas o que me leva a escrever estas linhas é sobre os atentados na Bélgica. E só escrevo isto porque hoje estava a ver as capas dos jornais nacionais e estrangeiros. E para melhor ilustrar o que digo, deixo aqui as primeiras páginas do jornal português A Bola e do jornal espanhol Marca.

Acho que se o mundo acabasse amanhã em Portugal iria falar-se da lesão no segundo dedo do jogador Y e não do resto.

Somos uma sociedade com um cérebro tão pequenino!!

23
Mar16

Já chega de Je Suis

jl

ng6283918.jpgBom dia.

Que aí por esse lado esteja tudo bem. Hoje como infelizmente acontece vou falar só um pouco dos atentados mais recentes. Vejo televisão, ouço rádio e leio jornais e só vejo e ouço grandes especialistas (não sei de quê mas está bem) sobre o terrorismo e da maneira como acabar com o terrorismo e com estas organizações.

Mas porquê é que isto soa tudo a tanga? Os Estados Unidos e a França (entre outros) já andam a bombardear partes do Iraque e da Síria há uns meses e até agora os resultados para o cidadão comum não tem sido dos mais felizes, Quando junto a grandes cidades existem guetos onde muçulmanos; africanos e por aí fora são empurrados muito dificilmente isto irá melhorar.

Mas penso que também é um problema da nossa sociedade. Há uns anos atrás quando um pai era chamado à escola por causa do comportamento do filho, o miúdo estava tramado quando o pai chegasse a casa pois ficava de castigo. Hoje em dia se um pai vai à escola, a professora está tramada porque vai parar ao hospital porque não tinha nada que chamar a atenção do menino que estava a insultar a professora e que estava com o telemóvel.

Espero bem estar enganado, mas o Je suis Charlie; o Je suis Paris e o Je suis Bruxelles não terá o seu fim para tão cedo.

21
Mar16

Os bichos são tão amorosos

jl

Boas.

Um dos programas que mais gosto de ver na nossa televisão, é aquele que aos Domingos à hora de almoço nos é fornecido pela SIC ou RTP e que me falam sobre a vida dos animais, sendo que na sua maioria das vezes são selvagens. E perguntam vocês o porquê de estar a falar nisto neste artigo? Simples. Quanto mais conheço os homens, mais gosto dos animais. Aqui vai a notícia:

Mãe de bebé queixou-se de barulho e foi esfaqueada

Donna Cross, de 33 anos, quase morreu semanas depois de ter dado à luz a sua filha.ng6267911.jpg

Na noite da passada quinta-feira, em Chatham, Kent, Inglaterra, abriu a porta de casa e veio à rua para pedir ao grupo de jovens que ali estava para fazer pouco barulho, explicando que tinham acordado a sua bebé de dois meses.

Desse grupo, alguém pegou numa faca e esfaqueou Donna no peito. Segundo o namorado, Jon Stone, citado pelo "Daily Mail", tudo aconteceu muito rapidamente e só se apercebeu do que tinha acontecido quando viu sangue.

Donna perdeu uma grande quantidade de sangue e sofreu lesões no esterno, mas foi submetida a uma cirurgia de emergência e encontra-se a recuperar.

A Polícia de Kent deteve um homem de 19 anos, mas o suspeito foi colocado em liberdade sem qualquer acusação.

"Isto devia ser tratado como uma tentativa de homicídio", defendeu Stone.

Quando em pensava que a nossa justiça na maioria das vezes era muito fraquinha, vejo que afinal isto é um vírus que se está a espalhar por todo o lado. 

21
Mar16

Tou xim? Não é p’ra mim!!

jl

Boas. Hoje em dia a sociedade e especialmente as grandes empresas só pensam em duas coisas: em dinheiro e dinheiro. E a comprovar isso mesmo, deixo aqui uma peça noticiosa que nos diz isso mesmo:

Vodafone quer despedir cerca de 90 pessoas

Segundo avança a RTP, a Vodafone tem intenção de despedir um departamento inteiro de apoio aos clientes, onde está em causa o emprego de 90 pessoas.vodafone_1.jpg

Na verdade, a Vodafone garante que não pretende que as pessoas fiquem sem o seu emprego e fez-lhes mesmo uma proposta um pouco… estranha.

A Vodafone, depois de reunir os trabalhadores num auditório e de ter explicado o seu plano, parece ter revelado que não as quer de facto sem trabalho, mas o seu plano é estranho.

Segundo a gigante das comunicações móveis, a ideia é manter os mesmos serviços, as mesmas pessoas, nos mesmos lugares mas tudo isto assegurado por uma empresa terceira. Para tal, os trabalhadores foram convidados a rescindir o seu contrato com a Vodafone.

A Vodafone garante que os direitos dos trabalhadores estarão salvaguardados mas a carreira profissional deixará de passar pela Vodafone.

Deixem ver se entendi isto: a Vodafone quando quer despedir, deve querer dizer que não precisa delas. Correcto? Não errado. Precisa delas mas não quer que sejam da Vodafone. Quer que trabalhem para uma empresa que será contratada pela Vodafone para os contratar mas sem estarem vinculadas à operadora?

Ainda bem que a publicidade da Vodafone aposta na área social e na área humana senão até pensava que eram uns sacanas!!

20
Mar16

Nem sei que dizer !

jl

ng6266752.jpgBoas. Que por esse lado esteja tudo porreiro.

Eu nem por isso, porque com a gripe que ando meio entupido, fazendo que os meus períodos de sono não sejam muito extensos. Esta situação faz com que o meu cérebro ande meio destrambelhado. Isto era eu a pensar, antes de ler a notícia que deixo aqui:

Mãe pôs bebé no forno como castigo

Uma mãe norte-americana de 35 anos foi detida, por ter colocado a filha de dois anos num forno ligado, como castigo.

A criança de dois anos foi hospitalizada em Dallas, no Texas, com queimaduras de segundo e terceiro grau, e a mãe foi detida.

Um juiz determinou que só poderá esperar julgamento em liberdade mediante o pagamento de 300 mil dólares (cerca de 266 mil euros).

A polícia de Somervell confirmou que a criança foi internada numa unidade de queimados e também a detenção de Tasha Hatcher, a mãe.

É nestes momentos que vejo que Deus me abençoou porque afinal sou mesmo ajuizado. Em ralação a esta senhora sou contra aplicarem-lhe um castigo. Bastava apenas pô-la numa assadeira com umas batatinhas num forno a 180 graus e servir a mesma com uma saladinha.

Obrigado Senhor por me dares tanto juízinho!!

20
Mar16

Viva o bom tempo!!

jl

tdtd.png

Boas.

Que vocês estejam bem. Por aqui também está tudo mais ou menos, tirando aqui uma gripezita que não me larga e que faz com que ao longe o meu nariz seja confundido com o nariz do Batatoon.

O que vale é que a Primavera está aí a chegar. E na véspera da sua chegada deixo aqui uma previsão do tempo para os próximos dez dias, para que atempadamente se possa escolher a praia que vamos frequentar. E mediante a previsão que deixo aqui, tenho um palpite que não vai ser complicado arranjar lugar para estender a toalha.

Eu sei que estou a ficar velhote, mas antigamente (há uns vinte anitos) a Primavera não era a estação do ano que vinha antes do Verão?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub