Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

20
Abr16

cartão ou carta?

jl

Ministro admite alterar nome do Cartão de Cidadão

O ministro adjunto do nosso Governo Eduardo Cabrita admitiu, no parlamento, uma eventual alteração ao nome do cartão de cidadão, como pretende o Bloco de Esquerda, mas no quadro da renovação dos instrumentos de identificação pessoal.

"Estes temas tratamos com seriedade e tratamos com rigor e portanto estamos abertos a refletir sobre a evolução da sociedade 397266.pngneste tema, certos também que estaremos sempre a olhar para o futuro", afirmou o governante, numa audição no parlamento que decorreu ontem.

"A dimensão simbólica de afirmação de valores não é destituída de relevância, quer relevância formal, quer de relevância substantiva", admitiu Eduardo Cabrita, notando que o atual governo se distinguiu dos anteriores com a criação de uma Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade.

O ministro respondeu desta forma a questões das deputadas Isabel Moreira (PS) e Teresa Caeiro (CDS-PP), relacionadas com a proposta legislativa do Bloco de Esquerda para alterar o nome do Cartão de Cidadão para Cartão de Cidadania.

Estou plenamente de acordo com estas propostas e a minha Maria também, mas só ficarei confuso se ela não irá querer que se mude de nome ao cartão de utente; ao cartão de eleitor; ao cartão de sócio do clube de futebol aqui da terra. E já agora o cartão não é um nome do género masculino? Não sei, mas não seria uma óptima ideia debater temas que realmente fossem do interesse de todos? Existem coisas neste país que se não fossem parvas, eram quase uma anedota.

 

 

 

 

20
Abr16

Inside ou Outside?

jl

Boas. Hoje estava a ver as notícias sobre a Economia e vi uma que me pareceu bastante «engraçada». Até porque vou falar de uma empresa que tem como lema Inside, mas que coloca em prática o Outside. Cá vai:

Intel aumenta lucros em 3% e despede 11% dos trabalhadores

A empresa de microprocessadores Intel anunciou hoje que vai despedir 12 mil trabalhadores 180px-Intel_Inside_2011-Present.pngem todo no mundo, total equivalente a 11% do seu efectivo, que ascendia a 107.300 no final de 2015.

O anúncio dos despedimentos foi feito depois de a Intel anunciar lucros de 2,05 mil milhões de dólares no primeiro trimestre, mais 3,0% do que os lucros homólogos (1,99 mil milhões).

A empresa com sede em Santa Clara, no Estado da Califórnia, Estados Unidos da América, adiantou hoje que pretende reforçar a sua liderança na designada Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), uma área em crescimento relacionada com a tendência de ligar aparelhos de uso diário, como o frigorífico ou o ar condicionado, à Internet.

"A Intel anunciou hoje uma restruturação para acelerar a sua evolução de uma empresa que produz computadores pessoais para uma que impulsiona a nuvem e milhares de milhões de objectos inteligentes conectados à Internet", como consta de um comunicado da empresa.

A Intel assegurou que as suas principais áreas de crescimento são agora a IoT e os centros de armazenamento de dados.

Estas duas áreas geraram receitas de 2,2 mil milhões de dólares (1,9 mil milhões de euros) em 2015, das quais representaram cerca de 40%, e a maioria dos resultados operacionais.

"Os nossos resultados no último ano demonstram uma estratégia que funciona e uma base de crescimento sólida", disse o conselheiro delegado da Intel, Brian Krzanich, no comunicado.

O que achei «engraçado» foi a empresa anunciar que iria mandar para a rua cerca de 12 mil pessoas (sim, pessoas) depois de anunciar lucros de 2,05 mil milhões de dólares no primeiro trimestre (!!), ou eu estarei a ficar muito burro ou então cada vez percebo menos deste Mundo.

E depois há o facto da comunicação social quase nem dar relevo a esta situação. Claro que sei que uma empresa que gasta centenas de milhões de dólares em publicidade consegue «controlar» o que dizem dela mas isto chega a um ponto quase irracional.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub