Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

26
Dez16

Tudo cor-de-rosa

jl

cmanha24.pngBoas.

Agora que o pessoal já começa a ter um comportamento normal, ou seja quase ninguém passar cartão a ninguém e mesmo dizer os bons dias, isso é com algum favor, agora é tempo de o pessoal começar a pensar que tem que fazer um dietazinha que já que aquelas dez horas passadas na mesa a comer no Natal é bem capaz de fazer encolher as calças. Claro que uma das tradições de Natal é fazer comida e docinhos a pensar que os primos que estão há vinte anos na Alemanha ou no Brasil vão aparecer lá em casa para encher o bandulho. E é uma alegria lá em casa porque até ao Ano Novo a aletria, o bolo-rei ou o leite-creme vão estar a fazer-nos companhia qual Bobby. O que vale é que chegando ao Ano Novo só temos comida a sobrar até aos Reis. Mas o que me leva a escrever estas linhas é os títulos de um jornal que por acaso li na véspera de Natal. Como se sabe isto é uma época em que a paz e a harmonia falam mais alto e isso dá para ver por exemplo no Correio da Manhã. Títulos como Jovem roubado e forçado a sexo oral; Assassinado à facada por discussão de café; Pornografia abranda no Natal; Daesh filma imolação de dois soldados; Mulher nua dança em rua de Carregal do Sal; Piratas do ar usaram réplicas de armas são lindos temas para a véspera de Natal. Digam lá se não estamos num Mundo lindo?

26
Dez16

O Natal em Julho tem outro encanto

jl

santa2.jpgOlá.

Espero que esteja tudo bem. Depois de toda a gente ter enchido o bandulho (o que se chama encher a barriguinha) hoje é o dia do pessoal recuperar. Eu vejo bem aqui por casa os sacrifícios que o pessoal está a fazer. Enquanto uns estão aqui no ginásio do sofá a ver o futebol inglês, outros estão aqui numa meditação incrível que só falta começar a babarem-se. Em contraste com aqueles que estão quase a chonar, outros estão bem acordados a petiscarem os restos de Natal mas sempre com aquele espirito natalício à flor da pele. Quase que dá para ver, que o pessoal ao comer aquele bolinho cheio de creme está a lembrar-se daqueles que estão na Etiópia. Em contrapartida com isto dá sempre para ir para um centro comercial, sendo que ainda hoje à hora de almoço o Norte Shopping parecia que estava a distribuir parecia que estava a distribui caramelos tal a data de pessoas que por ali andava. O que vale é que para ninguém adormecer seriamente, anda aqui na sala a minha pimpolha. Se ela fosse visitar o Pai Natal acho que a distribuição de prendas começava em Julho, senão acho que ele depressa ficava choné. Mas agora acho que vou comer mais uma rabanada senão estou tramado e se for como o costume chega o Ano Novo e ainda tenho restos para comer. E este ano tenho que dar graças ao Menino Jesus. Parece que me vou ver livre do farrapo velho.

26
Dez16

Sai mais um docinho

jl

pnatal.jpgOlá.

Que esteja tudo bem aí. Depois de vários meses a pensar no Natal e depois de dias a preparar a festa, tudo já passou. E assim de um dia para o outro já dá para sermos sacanas uns para os outros e não nos chatearmos com os outros e com aqueles que mais necessitam. Claro, que nem tudo é assim tão mau e generalizar é um erro, mas que não ando muito longe da verdade isso não.

E agora começam a ver-se dois problemas do Natal. Uma, é dos espelhos que fazem com as pessoas alarguem e outra coisa é da roupa que como magia parece que encolheu.  Mas não custa fazer nada fazer uma dieta, porque dá sempre para emagrecer 200 gramas por semana. o grande problema é que a maioria das famílias que conheço, faz doces de Natal a pensar que o Mundo vai acabar amanhã. E assim há que comer mais uma aletria, mais um leite-creme ou mais uns sonhos durante uma semana. O que vale é que para se comer estes doces só daqui a uns tempos. Para o Ano Novo ainda falta muito tempo!! E já sabem, para evitar o problema dos doces é nem sequer olhar para eles. E não vale comer de olhos fechados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D