Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

28
Dez16

Professor Marcelo e a sua agenda de 30 horas diárias

jl

marcelo.jpg

Boas.

Hoje estava aqui a lembrar-me da véspera de Natal e o que me lembrei? Precisamente das televisões e daquilo que tinham estado a dar na véspera dessa data e eis que descobri algo que até agora era desconhecido. O Presidente da Republica que temos, que é o Professor Marcelo Rebelo de Sousa afinal não é só um. Ele está acompanhado no palácio de Belém por dois sósias talvez provenientes de algum planeta distante. Isto porque nesta data tinha estado com o Presidente da Cáritas, depois de tarde foi ao Hospital da Cruz Vermelha visitar o Mário Soares (ou como diz o porta-voz desta instituição o Presidente Mário Soares) e dirigiu-se posteriormente para o Barreiro, para beber umas ginjinhas e conviver com a população (tirando umas quinhentas selfies), depois segundo ele, esteve com a sua família e em especial com os seus netos e á noitinha esteve no Hospital de São José de Lisboa para estar um pouco com os doentes nas Urgências e com os profissionais. Já durante a noite deve ter lido a Bíblia e no quarto de hora que lhe sobrou deve ter lido algum livro do José Rodrigues dos Santos. Este homem só de ver a sua agenda diária cansa. Da maneira que ele é acho que usa uma fraldita só para não perder tempo na casa-de-banho.

28
Dez16

Memória selectiva-parte 2

jl

memórias.JPGOlá.

Que estejam bem. Há uns dias atrás tinha escrito aqui um artigo que falava das nossas lembranças nestas época e que a nossa comunicação social e a maioria nós iriamos falar e por consequência ficaríamos com saudades daqueles que estando longe não estariam connosco ou daqueles que já tinham partido deste Mundo. Daquelas famílias dividas quer pela distância, ou que tinham que optar por um dos lados da família ou mesmo pelas zangas que muitas vezes são para sempre. Os casos em que se falava dos que estão internados nos hospitais. Daqueles que estavam presos. Dos que estavam nos lares. Das crianças e jovens que estavam em instituições. Daqueles que estavam abandonados pelos seus familiares ou incapacitados monetariamente.

Mas passados três dias, quantas pessoas ainda estão com isto na memória. O Natal por vezes faz-me recordar o Dia dos Finados. Quase toda a gente vai aos cemitérios nesta data. E o resto do ano? Compreendo que muitas vezes fisicamente seja complicado ou mesmo impossível ir a este local, mas ao menos lembram-se? Ir a um local ou estar com os que se Ama muitas vezes não pode acontecer. Mas as recordações estão sempre guardadas no nosso pensamento.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D