Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

24
Mar17

Um ministro choné. Para os nossos padrões.

jl

ovelhas.pngBoas.

Hoje venho aqui deixar uma reportagem que seria  bastante engraçada se a classe politica cá do sítio a visse. Cá vai:

Foto de ovelhinha tramou ministro das polícias

Troy Grant, ministro na australiana Nova Gales do Sul, usou o telemóvel quando conduzia para fazer uma fotografia. Publicou-a, percebeu que tinha cometido uma infração e entregou-se à polícia que tutela        

O político e ministro da Polícia na região da Nova Gales do Sul, na Austrália, Troy Grant, infringiu a lei ao pegar no seu telefone e tirar uma fotografia enquanto conduzia. A situação pitoresca à sua frente, com uma ovelha dentro de um carro que estava da fila, despertou-lhe a curiosidade.

Depois de partilhar a fotografia no twitter, foi alertado para a ilegalidade que cometeu. Porque a lei australiana também proíbe o uso do telemóvel durante a condução.

Troy Grant decidiu então denunciar-se e dirigir-se à polícia, que é por si tutelada, enquanto ministro. O seu ato ilegal custou-se uma multa de cerca de 300 euros. Isto serve como uma lembrança maciça. Ninguém está acima da lei, nem mesmo o ministro da Polícia. Eu não sabia que o que eu estava a fazer ia contra a lei”, conta Grant à BBC.

De acordo com a lei que rege o código da estrada no Estado da Nova Gales do Sul, os condutores só podem usar os telemóveis se o aparelho estiver inserido num “kit mãos-livres”.

Esta é uma grande lição para mim e espero que o seja também para a comunidade”, acrescentou Troy Grant.

Claro que se uma situação ocorresse aqui, o político apresentava a sua demissão não era?

24
Mar17

Dijsselbloem = Chonédamoina

jl

chonas.pngOlá.

Que estejam todos bem aí desse lado. Hoje venho aqui deixar um pequeno artigo que se baseia no Presidente do EuroGrupo, esse senhor bem ponderado e que escolhe sempre as palavras certas:

O holandês Dijsselbloem acusa países como Portugal de gastarem dinheiro em “copos e mulheres”

Presidente do Eurogrupo (o que quer dizer: Eu sou muito ponderado) recusou pedir desculpa relativamente a estas declarações e está sob pressão na liderança do Eurogrupo, até pela pesada derrota que sofreu nas eleições holandesas                              

"Não se pode gastar o seu dinheiro em copos e mulheres e depois pedir que o ajudem”. Quem fala, não está a falar de um viciado, mas sim dos países do Sul que pediram resgates financeiros à troika. Países como Portugal”. Quem faz esta comparação é o actual presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, que confrontado, ontem, com as declarações que fez ao Frankfurter Allgemeine recusou pedir desculpa.

Durante a crise do euro, os países do Norte mostraram-se solidários com os países afectados pela crise. Como social-democrata, atribuo à solidariedade uma importância excepcional. Porém, quem pede [ajuda] também tem obrigações. Não se pode gastar o dinheiro em copos e mulheres e depois pedir que o ajudem”, afirmou, aqui citado pelo Financial Times.

O eurodeputado espanhol Ernest Urtasun confrontou ontem Dijsselbloem com as suas próprias palavras, dizendo que foram "infelizes". Carregou na ironia ao interpelar o presidente do Eurogrupo: "Talvez para si seja engraçado, mas eu não acho que seja. Gostaria de saber se esta é a sua primeira declaração como candidato para renovar o seu cargo de presidente do Eurogrupo"

Dijsselbloem relativizou e não pediu desculpa: "Não se ofendam, isto não é sobre um país, é sobre todos os nossos países. A Holanda também falhou no cumprimento do que foi acordado", tentou contornar.

No Parlamento Europeu, as suas acusações foram olhadas como um "insulto" e algo até "bregeiro", com eurodeputados a alegarem que Dijsselbloem perdeu a sua "neutralidade" como chefe do Eurogrupo. O mandato como presidente termina em Janeiro de 2018.

Apesar de muito criticado, eu estou de pleno acordo com o que este senhor diz, porque eu sou um exemplo disso mesmo. Copos (neste caso de leite para a minha pimpolha) e mulheres (estás a ver Maria como tu és uma gastadora) é onde gasto os meus 6000€ de ordenado.

Agora digam lá se figuras como Durão Barroso não deixam saudades!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D