Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


E está a chegar 2018

por jl, em 31.12.17

trabalho ou não.jpgOlá.

Estando nós já a dizer deus a este ano, já se começa a ouvir planos para o ano de 2018 e para que isto seja mais fácil venho aqui deixar os feriados que o novo ano nos traz. Cá vai então:

Feriados e pontes para o ano de 2018

Nesta altura ainda se deve estar a fazer um balanço daquele que foi o ano de 2017, mas o que passou, passou e por isso mesmo venho aqui deixar o calendário de 2018, mas desde já aviso que o mesmo será menos generoso do que este ano que está a acabar, é mas mesmo assim abre a porta a umas mini-férias ou até mesmo a uma escapadinha de fim-de-semana para quem conseguir conjugar datas. Mas eis o cenário do próximo ano:

Janeiro

Quem goza os feriados em casa o novo ano começa em grande: o dia 1 de janeiro calha a uma segunda-feira. Os festejos da passagem de ano podem prolongar-se, assim, por mais um dia, ou a ressaca dá para curar em casa mais sossegado porque a seguir só vem quatro dias de trabalho.

Março

Passo já para Março porque Fevereiro não há feriados obrigatórios em fevereiro, mas fica a nota de que o Carnaval é dia 13 (que como é lógico calha a uma terça-feira). depois das más notícias, agora, as boas. Em Março temos um feriado, a sexta-feira santa, que se comemora no dia 30. Que basicamente é um dos dias que me é dedicado porque se eu não sou santo, então ninguém será. Mas falando mais a sério fica o alerta de fim-de-semana prolongado.

Abril

A Páscoa irá celebrar-se no dia 1 de abril (e não, não é mentira). Restará o 25 de abril, que vai calhar a uma quarta-feira, a oportunidade ideal para fazer uma pausa mesmo a meio da semana. Se vir que precisa de mais dois dias diga na sua entidade patronal que segunda e terça vai estar a tratar dos cravos da revolução.

Maio

O melhor mês do ano no que às pontes diz respeito. O meu dia, ou seja o Dia do Trabalhador (dia 1) calha a uma terça-feira e o feriado do Corpo de Deus a uma quinta (dia 31).

Agosto

Sim, saltámos dois meses. Não há feriados em Junho e Julho. Ou melhor aqui na zona do Porto há dois, o Dia de Portugal, a 10 de Junho e o dia de São João, mas sim, infelizmente calham os dois a um domingo. Sobra o dia 15 de Agosto, feriado da Assunção de Nossa Senhora, que é a uma quarta-feira. E embora muita gente não saiba o motivo do dia em casa, sempre dá para descansar ou então ir à Igreja e agradecer esta dádiva tão grande.

Outubro

Outro mês em branco, o de Setembro, sendo que os nossos politicos são uma vergonha. Então andam na Assembleia da República e nada de dias para o pessoal descansar. Ainda assim, o mês de Outubro começará em grande: o primeiro fim-de-semana do mês será prolongado, com o 5 de Outubro (Implantação da República) a calhar a uma sexta-feira. É caso para se dizer, viva a República!!

Novembro

Nova possibilidade de ponte, desta vez com o dia onde estou incluido que é o Dia de Todos os Santos, a 1 de novembro, a ser comemorado a uma quinta-feira.

Dezembro

Em 2018, este mês não será tão generoso como o deste ano. Isto, porque os feriados de dia 1 (Restauração da Independência) e dia 8 (Imaculada Conceição) vão calhar... ao sábado. Ainda assim, o Natal (dia 25) vai celebrar-se a uma terça-feira, pelo que se tem oportunidade para desfrutar de um fim-de-semana prolongado mesmo a acabar o ano. E é dizer à entidade patronal que mediante a Lei isso é direito do trabalhador. Então roubam dois dias de descanso e não existe nada em troca? Era só o que faltava!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:07

BitAjuda

por jl, em 30.12.17

bitcoin.jpgBoas.

Hoje enquanto lia o jornal estava a ver a parte da economia e onde falavam da moeda virtual que á Bitcoin e que em 2010 valia cerca de 30 cêntimos e que hoje em dia vale cerca 14000 euros. Acho que hoje em dia existem coisas que para as quais não há explicação e isto parece ser umas delas. Mas existem pessoas que fazem bom proveito desta valorização e deixo aqui um exemplo disso mesmo:

Casal doa o que ganhou com a moeda digital para pesquisa do tratamento do cancro

A história de Halle Tecco e Jeff Hammerbacher está a correr o mundo, depois de um acto altruísta relacionado com a Bitcoin.

Tudo começou no ano de 2012 quando o casal resolveu comprar a moeda digital por uma questão de curiosidade. Contudo, e como tem sido noticiado, a moeda tem valorizado muito e o casal ganhou muito dinheiro, apesar de não querer divulgar valores.

Deste modo, segundo a cadeia televisiva CNBC, o casal resolveu investir todas as suas Bitcoin na pesquisa do tratamento para o cancro e o Centro Oncológico MUSC Hollings só tem de decidir se converte esse valor em dólares.

De realçar que o casal já costuma investir em tecnologia e saúde, através de um fundo e aproveitou esta oportunidade para investir no tratamento do cancro.

A economia é um meio muito feroz, mas por vezes ainda existem coisas boas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:53

Sai uma torradinha sem estar torrada

por jl, em 29.12.17

grelhados.jpgBoas.

Daqui a pouco é a hora de encher o bandulho e ir almoçar. Sinceramente não sei o que será a papa, mas hoje marchava bem uma carne grelhadinha. Umas fêveras ou um franguinho no churrasco já marchava mas bem passadinha porque sinceramente não sou adepto de sushi. Mas hoje venho aqui deixar um artigo que li, mas que sinceramente deve ter sido feito por alguém que não é apreciador de comida bem passada ou está contra o Trump apoiar as explorações de carvão na terra do Tio Sam. Se fosse aqui era a Terra do Tio Jaquim!! Vamos lá:

Pão, vegetais e carne muito bem passados também não fazem muito bem à saúde

O problema não está no carvão, mas nos compostos que se formam no processo de confeção a elevadas temperaturas

A gastronomia portuguesa conta com várias receitas confecionadas em carvão que são bastante apreciadas, mas a verdade é que parece que são pouco saudáveis. Não só para quem as confeciona – e que está exposto ao fumo proveniente do carvão (grande desculpa para colocar outros no grelhador), conhecido pelos efeitos negativos na saúde –, mas também para quem a come, que acaba por consumir partículas de carvão. É bom que os donos das churrasqueiras não leiam isto. Já se paga a carne, os molhos e os sacos plásticos, um dia destes vão cobrar pelas partículas que vão para casa!

Nos últimos anos, vários têm sido os alertas e estudos de especialistas na área da saúde e da alimentação que advertem para os perigos que podem advir do consumo de alguns alimentos demasiado confecionados, ao ponto de ficarem esturricados.

Em causa estão algumas substâncias químicas produzidas quando se cozinham produtos demasiado tempo. No caso dos alimentos com amido, pode formar-se a acrilamida, substância conhecida pelas suas propriedades cancerígenas. Não se forma em todos os alimentos, surgindo naqueles que têm concentrações altas de carboidratos e baixas de proteínas ao serem cozinhados a altas temperaturas. É o caso do pão e da batata, e daí a recomendação para não comer as partes queimadas das torradas. Quando pedir uma torrada e uma meia de leite e o pão vier torrado já sei que o empregado vai ter que se haver comigo, então servir acrilamida quando só pedi uma torradinha com manteiga!

Já no caso da carne, também será preciso cuidado com os churrascos. Grelhar carne a temperaturas muito elevadas leva à formação de substâncias como os amino-heterocíclicos, que também são associados a efeitos cancerígenos. Mas que raio? Não se pode comer nada hoje em dia que tudo provoca uma doença.

As evidências resultam sobretudo de estudos com animais, em que a exposição a este tipo de compostos foi associada a tumores da mama ou colon. O abuso de carnes fumadas também traz alguns riscos. Pensa-se que a região norte de Portugal tem tradicionalmente mais casos de morte por cancro do estômago devido à tradição dos enchidos e fumeiros. Só de ler isto já marchava uma fatia de presunto com um pãozinho tostadinho e um suminho.

Mas os alertas são habituais e o Reino Unido lançou no início deste ano uma campanha para alertar os consumidores para a necessidade de reduzir o consumo de acrilamida. A campanha “Go for Gold”, lançada pela Food Standards Agency, difundiu uma regra simples: na hora de ver se pão, batatas ou vegetais estão no ponto ou já cozinharam de mais, o tom dourado (o ideal) pode servir de orientação. Realmente tem razão porque ao preço que as coisas estão às vezes em vez de grelos ou alface parece que se está a comprar ouro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:56

Quase iguais

por jl, em 28.12.17

IMG_20171213_173106.jpgOlá.

Vim só agora escrever aqui umas palavritas porque vim da rua das compras (sou um desgraçado) e tinha ao supermercado Lidl buscar umas coisas para a minha Maria entre as quais uns rebuçaditos para a garganta. E o tempo que lá estive para escolher porque tinha três opções, ou de Mel e Limão, de Mentol e Eucalipto e de Eucalipto e Mentol. Não me enganei, é mesmo de Mentol e Eucalipto (sendo que estes, a embalagem dizem que são fortes, embora os outros sejam iguais mas prontos!!) e de Eucalipto e Mentol. Quanto mais olhava para os rebuçados, mais via à minha volta porque quase de certeza que eu estaria nos Apanhados, mas como não apareceu ninguém a dizer que eu estava a fazer papel de parvo, vi que afinal aquilo era o normal. Para ter a certeza que não fazia asneira lá trouxe eu os de Mel e Limão.

Ou sou eu que estou a ficar meio choné ou então está tudo a ficar apanhado. Mas como a inovação está sempre presente em todo o lado, da próxima vez que for ao café tomar o pequeno-almoço, em vez de pedir uma meia de leite, vou pedir uma meia de café.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35

MultiRoubo

por jl, em 27.12.17

euronet.jpgOlá.

Quando acabar de escrever estas linhas vou ali ao Multibanco porque vou precisar de fazer umas compras e vou levantar um dinheirinho. Pouco, porque infelizmente ele ainda não se reproduz, mas olhando para trás vejo que as caixas automáticas foram uma das grandes invenções. Há 50 anos atrás ou tinha o dinheiro guardado ou estava tramado, mas agora em qualquer lado existe um MB para levantar dinheiro, mas voltando ao tema hoje venho aqui falar de uns ladrões que andam a atacar por aí. Cá vai então:

Há máquinas ATM onde se pagam taxas por levantar dinheiro

De certeza que já deve ter reparado que andam aí pelo país máquinas ATM (Multibanco) um pouco diferente das habituais, da marca Euronet. Se por acaso já as utilizou, esteja bem atento ao seu extracto bancário, uma vez que por cada levantamento pode pagar uma taxa que por vezes pode ser quase astronómica!

Esta semana li uma peça no Facebook de um jornalista que está de férias no Algarve e que levantou 60€ euros numa ATM da Euronet. Tempos depois estava a analisar o seu extrato bancário, tendo reparado que lhe foi cobrada uma taxa de 5,75 euros por esse levantamento, o que equivale a mais de 9% do valor!

Acima de tudo não se deixe iludir pelas novas ATM que encontra na rua e acima de tudo se precisar de utilizar uma máquina destas, esteja sempre atento aos movimentos da sua conta, verificando regularmente o seu extracto porque vai ver que o seu dinheiro vai ter asas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:27

Pág. 1/8



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Comentários recentes

  • O Engenheiro

    Bem visto!!

  • Alfa

    Realmente... :).

  • mami

    gosto de pessoas originais!

  • Carlos

    Para tudo existe um limite, muitas vezes ultrapass...

  • Maribel Maia

    Ah ah ah! Os miúdos não querem outra coisa, pizza ...


Mensagens




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D