Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

24
Jan18

Estudo importante, ou então não

jl

bebe.jpgBoas.

Que estejam bem aí por esse lado. Hoje é naqueles dias em que ando meio zombie, porque a noite de sono não foi grande coisa. E no seguimento disso mesmo deixo aqui umas linhas que talvez ajudem a explicar melhor o nosso comportamento. Cá vai:

Pensamentos negativos e repetitivos podem ser culpa da falta de sono

Um novo estudo sugere que dormir menos de oito horas por noite pode potenciar o transtorno do Pensamento Repetitivo Negativo (PRN), característico dos estados de ansiedade e depressão

A ligação entre depressão e insónias, no sentido em as pessoas que sofrem de depressão apresentam uma maior dificuldade em adormecer, já tinha sido estudada. Agora, um novo estudo olhou para a mesma ligação mas em sentido contrário, focando-se sobretudo num aspecto comum da depressão e ansiedade: a presença de pensamentos negativos repetitivos. Será que uma pessoa olhar para a carteira e não ver lá nada é negativo?!

A investigação, liderada por Meredith E. Coles e Jacob A. Nota da Universidade de Binghamton, observou 52 adultos que tinham obtido uma pontuação elevada no Perseverative Thinking Questionnaire (PTQ), um inquérito formulado especialmente para avaliar a intensidade deste distúrbio.

Os participantes, a quem foi pedido que descrevessem a sua rotina de sono, foram expostos a imagens negativas (com armas, facas e animais perigosos, por exemplo. Será que o cão da minha vizinha que passa horas a uivar está englobado isto?), positivas (incluíam fotografias da natureza e de desportos) e neutras (com objetos do dia-a-dia como itens de decoração). Quem escreveu neutra é porque não tem que limpar o pó a isto, senão colocava isto na parte negativa!

Os investigadores usaram uma tecnologia de rastreamento ocular para medir a atenção que os indivíduos davam a cada imagem e concluíram que as pessoas que dormiam menos de 8 horas por noite ficavam mais tempo a dar atenção às imagens negativas e tinham uma maior dificuldade em libertar-se do que tinham visto.

Estes resultados sugerem que a falta de sono está relacionada com a incapacidade de ultrapassar pensamentos negativos, que estão muitas vezes associados a estados de depressão e ansiedade. Isto sim, são estudos que justificam bem os milhares de euros que custam!

Meredith Coles, uma das autoras do estudo, afirma, em comunicado, que "foi possível perceber que as pessoas neste estudo têm tendência em ficar com os pensamentos 'presos' na cabeça, o que torna mais difícil o desvinculamento dos estímulos negativos que lhe apresentámos" , e acrescenta que "enquanto as outras pessoas conseguem receber informação negativa e seguir com a sua vida, estes participantes têm muita dificuldade em ignorá-la". Talvez porque tenham que aspirar e limpar o pó todas as semanas!

Não foi possível esclarecer porque razão os inquiridos têm mais dificuldade em ultrapassar episódios negativos mas os autores acreditam que esta ligação "pode ser explicada por uma redução dos recursos cognitivos disponíveis, em particular dos necessários para inibir informação e lidar com nova informação" e esclarecem ainda que "é possível que a interrupção do sono seja um segundo golpe para o controlo da atenção em indivíduos que já são mais vulneráveis na resposta subjetiva e/ou fisiológica a informação negativa". Mas é fácil começar a libertar-se dos pensamentos negativos. Basta que uma vez por mês sem querer e friso bem sem querer, uma peça caia ao chão e com muita pena minha ela partir!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D