Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

30
Abr18

O meu dia está a chegar!

jl

1-de-maio.jpgBoas.

Agora que chegou a véspera do meu dia (sim o dia do Trabalhador, para quem não sabia, embora o dia de Todos os Santos também fosse adequado) deixo aqui um artigo a este mesmo tema. Cá vai ele então:

Com o 1 de Maio à porta nada como recordar além dos direitos que temos, assim como os deveres que temos previstos na lei, noutros diplomas legais e regulamentos, e no instrumento de regulamentação coletiva de trabalho que nos é aplicável.

E então quais são os nossas obrigações enquanto trabalhadores?

As relações de trabalho, no nosso país, são regulamentadas pela lei, que estabelece quais os direitos e deveres das partes: entidade empregadora e funcionário, na prestação da sua atividade laboral.

São nossas obrigações gerais, enquanto trabalhador:

- agir pelo interesse público (em causa está a sua defesa, o respeito pela Constituição da República, pelas leis e pelos direitos e interesses legalmente protegidos dos cidadãos);

- ser isento (não retirar vantagens pessoais a partir do seu trabalho); claro que esta parte não se aplica se for administrador de um banco ou de uma grande empresa

ser imparcial (desempenhar o seu trabalho independentemente de interesses, sem discriminação, tendo por base o respeito pela igualdade dos cidadãos);

informar (disponibilizar acesso de toda informação ao cidadão que por ele é solicitada, com excepção da que não deve ser divulgada por lei);

zelar (respeitar as ordens e decisões dos superiores hierárquicos, e exercer as funções de acordo com os objetivos que foram fixados utilizando as competências adequadas para o efeito); claro que existem muitos superiores que pensam ser superiores à Lei

obedecer (acatar e cumprir as ordens dos superiores hierárquicos, se forem dadas no contexto de trabalho); e não esquecer que existem limites

ser leal aos objetivos impostos pelo trabalho, ao evitar, por exemplo, pactos com a concorrência e protegendo informações, como receitas, segredos de produção e modelos de negócio;

correcção (tratar com respeito os chefes, colegas e clientes); claro que isto é reciproco

assiduidade e pontualidade; se bem que muitos colegas que nos rendem devem ter outro fuso horário nos relógios

agir de boa fé aquando exercer os seus direitos, e ao cumprir as suas obrigações; se vir que a boa fé anda fugida, então um salto a Fátima para rezar ajuda a resolver este assunto.

respeitar a entidade patronal, os superiores hierárquicos, os companheiros de trabalho e as pessoas que gravitam à volta da empresa; sendo que como é obvio do outro lado terá que ser igual

participar em acções de formação que sejam asseguradas pela entidade patronal; sendo que concordo plenamente mas se isso não acontecer nas nossas horas de descanso

cumprir as ordens e instruções do patrão no que diz respeito à execução ou disciplina, à segurança e saúde no trabalho; sendo que existem limites de legalidade

No caso de incumprimento dos deveres do trabalhador, o empregador pode exercer sobre si o seu poder disciplinar, aplicando diferentes tipos de sanções, de acordo com a gravidade da sua infracção, sendo que cabe a cada um de nós estar devidamente informado da legalidade desse tipo de acção.

Não esquecer que numa empresa até podemos ser só um número, mas nunca devemos ser um mau exemplo a quem apontem o dedo. Até porque infelizmente e cada vez mais somos descartáveis.

29
Abr18

Que lindo Verão que se avizinha…

jl

primavera.jpg

 

Olá.

No passado fim-de-semana dizia à minha Maria:

-olha temos que mudar a roupa da cama, porque estes lençóis polares são quentes

-sabes onde estão os meus pijamas de Verão?

-temos que arrumar a roupa de Inverno, porque o calor está aí a chegar

-o aquecedor a gás tem que ser arrumado porque o Verão está aí à porta

-tem que se começar a comprar uma carninha para grelhar, porque com o tempo mais quente sabe melhor

-para o baptizado que vamos neste mês, tem que se comprar roupa fresca senão estamos tramados

-o calçado da miúda de Inverno tem que se arrumar

 

Este fim-de-semana digo à minha Maria:

-olha, estes lençóis de flanela são frios como tudo

-sabes onde estão os meus pijamas de Inverno?

-temos que ir buscar a roupa quentinha, que esta roupa de Verão até dá arrepios

-tem que se comprar uma garrafa de gás para o aquecedor senão até se bate o dente.

-faz um cozidinho para o almoço para aquecer o estômago

-para o baptizado que vamos neste mês, tem que se comprar algo bom para a chuva e para o frio

-o calçado da miúda de Verão tem que se arrumar

Eu pensava que tinha uma pancadazita, mas aquilo que eu vejo o São Pedro está muito pior que eu. Um dia destes mais vale o pessoal vender o carro e comprar um barco. E se este ano alguém se queixa de falta de chuva está sujeito a levar um tiro!

28
Abr18

Pai sofre!!

jl

passarinho.jpg

 

Olá boa tarde.

Espero que tenham tido uma boa noite. Embora o título deste artigo possa ter uma interpretação de nos levar à casa de banho, o intuito com que escrevi estas palavras não é nada disso.

 Ainda esta semana estava a ter uma boa noite de sono, quando de repente acordei por causa de um pássaro. Como se acorda assim meio assarapantado, primeiro que o cérebro comece aa trabalhar normalmente por vezes não é muito fácil, mas terem a vossa pimpolha às duas e meia a gritar e a chorar compulsivamente: “tira o passarinho da árvore com a tesoura” deixa qualquer um meio tété das ideias. O que se passará?

Embora eu tenha acordado em conjunto com a Maria, esta voluntariou-se (fui convincente?) para se levantar, sendo que momentos depois a nossa pimpolha como estava assustada com o sonho veio fazer-nos companhia durante o resto da noite. E digo já que o passarinho teve sorte em ela não o apanhar, porque passei uma noite fantástica. Desde o dormir à Faquir, ou seja em 30 centímetros da cama, até ter massagens de relaxamento. Pelo menos é assim que eu encaro os pontapés que levo nas costas e na cabeça.

E como tem estado um vendaval tramado aqui no quarto, a pimpolha acorda com os pés enfiados no nosso nariz.

Ainda o Natal esteja longe já ando a pensar nas prendas para ela e uma bússola é capaz de ser uma rica ideia.

27
Abr18

Cancro. Palavra maldita

jl

bexiga.jpgBoas.

Embora por norma traga aqui assuntos que de uma maneira ou de outra até possam parecer fúteis, hoje venho aqui falar de um assunto que é bastante sério e que pode afectar qualquer pessoa. Aqui vai:

O cancro da bexiga está entre os mais comuns do mundo, mas como a maioria dos cancros, é quase tratado como um tabu. Para alertar para este problema, o mês de Maio foi apontado como mês de sensibilização do mesmo.

Embora seja pouco falado, este problema está entre os dez tipos de cancro mais comuns do mundo, é o quinto mais comum da Europa, quarto mais comum no caso do sexo masculino, 13º nas mulheres e afecta anualmente quase 2000 portugueses.

E falo nos doentes, porque como se sabe, o cancro afecta quer os doentes quer toda a gente que os rodeia.

Apesar dos dados serem alarmantes, este é um tipo de cancro pouco falado. Como todas as doenças oncológicas, a prevenção essencial é conhecer, prevenir e detectar, já que, ao conhece-lo, o problema pode ser identificado mais cedo, o que facilitará muito o seu tratamento. Por exemplo, um dos sintomas mais comuns é a presença de sangue na urina bem como problemas em urinar – sintomas por vezes tratados como ‘simples’ infeções urinárias. Além disso, um dos fatores que aumenta a probabilidade de desenvolver este cancro advém de maus hábitos que não se pensaria como o consumo de tabaco, pelo que o alerta é fundamental.

Apesar de se apontar tal prática como um dos riscos principais, não são totalmente conhecidas as causas para este problema que afeta principalmente maiores de 65 anos, em que a maioria é do sexo masculino. O histórico familiar é também um factor de risco para este problema.

Mas nós homens, que a maioria gosta de se armar em macho latino, só muito dificilmente vamos ao médico para nos queixarmos de um problema deste estilo e estando junto à nossa pilinha, ainda pior. Nisso as mulheres dão-nos goleada!

Segundo a Liga Portuguesa Contra o Cancro, a investigação sobre o Cancro da Bexiga tem vindo a aumentar, o que permite que “as suas causas e novas formas de prevenção, deteção, diagnóstico e tratamento são cada vez mais conhecidas”, lê-se no site da associação, que aponta uma melhor qualidade de vida e menor probabilidade de morte para estes doentes oncológicos.

A refletir este alcance, a Comissão Europeia aprovou recentemente um tratamento de imunoterapia especifico para o Cancro da Bexiga – o pembrolizumab -, que apoia a que o próprio sistema imunitário combata as células tumorais.

Nos últimos anos, o tratamento oncológico através da imunoterapia tem sido desenvolvido e apontado como mais eficaz que terapias mais convencionais, apresentando uma taxa de sobrevivência superior às anteriores.

Mas cabe a cada um de nós estarmos atentos e alertas.

26
Abr18

Um dia destes, conforto é sem assento

jl

voar.jpgOlá.

Que estejam bem por aí. A semana passada aproveitei um tempo mais livre e fui fazer uma experiência. Fui ver como uma sardinha se sentia numa lata. Embora não fosse numa lata, o Metro do Porto adaptou-se a isto que nem uma luva. Se por um lado é mau, porque ao nosso lado pode calhar uma pessoa que não toma banho há uns dias, ou o calor ser em demasia se o ar condicionado não estiver a funcionar em condições. Por outro lado até é bom porque se houver uma travagem de emergência ninguém se magoa porque basicamente nem nos conseguimos mexer.

Isto vem no seguimento de uma peça que li e que dizia que as empresas de aviação insistem na ideia de viajar de pé no avião.

Não é a primeira vez que surge esta discussão. A ideia dos passageiros nos aviões passarem a viajar de pé. A verdade seja dita, que basta ver que as empresas de aviação ditas “low cost” que algumas delas quase que fazem isso, dado o espaço exíguo disponível aos passageiros.

Quando viajar de avião começou a ser muito mais barato, algumas empresas começaram a configurar os aviões com mais cadeiras, maximizando o espaço útil para aumentar o número de passageiros num voo.

As empresas de “baixo custo” que cada vez são mais, querem aumentar o lucro num voo, mesmo que isso retire todo o conforto ao passageiro, o que actualmente já não é preciso muitos sacrificios. Claro que não serão todas, mas já há algumas que o fazem sem hesitação. Mas muitas vezes a culpa é nossa, porque se houvesse propostas que os passageiros viajassem de pé, nós aceitaríamos.

As entidades reguladoras, desde o primeiro momento, não permitem sequer ensaio para que os passageiros possam ser acomodados de pé nos aviões. Por razões de segurança não há sequer uma ideia que seja posta à discussão. Não obstante a essa relutância, várias empresas apostaram em patentear sistemas para transportar as pessoas ocupando “quase só os lugares dos pés”.

 Uma empresa italiana, a Aviointeriors, criou um novo conceito para posicionar e configurar equipamentos que permitam às companhias de aviação fornecer viagens aos passageiros “com conforto”, mas em pé. A parte em que escrevo conforto é só para manter o bom humor.

Num evento na Alemanha, a empresa apresentou a nova versão de um estilo de “assentos” que são parecidos a uma “sela”. Estes encostos são projetados para cabines económicas de densidade ultra-alta. No projeto Skyrider 2.0 o passageiro fica com as costas apoiadas, mas continua a ter de suportar o corpo e o equilíbrio com os pés, o que não deve certamente ser confortável e em caso de emergência, e que em nada deverá proteger a pessoa. Apesar dos clientes irem montados numa «sela», quem faz figura de buros são eles.

A empresa, no seu site e nos folhetos promocionais, explica que esta nova configuração permite gerar mais assentos por fila, cerca de nove lugares sob três grupos de três assentos, em cabines médias. Esta disposição terá um ganho de 20% em quantidade de assentos e uma redução de peso até 50%, o que se traduz num duplo e generoso benefício para as companhias aéreas. As empresas assim têm mais passageiros em cada voo e diminuem em muitos quilos o que poupa consideravelmente no combustível de cada viagem. Uma maneira bastante engraçada de viajar, ou não! E até há uns anos atrás os tugas estavam bem treinados. Bastava ver as horas que se passava de pé nas Finanças para se entregar as declarações do I.R.S.. Agora é o oposto, estamos sentados horas a fio para aceder ao site da Autoridade Tributária.

Mas que espaço teria o passageiro? A moda seria acomodar adeptos do ginásio, isto porque, atualmente, as companhias aéreas de ‘baixo custo’ oferecem uma distância mínima de 71 centímetros entre filas dentro de cabines económicas. Contudo, com o Skyrider 2.0 esta distância seria reduzida para 57 centímetros.

Se já com a configuração actual o espaço é pouco e torna as viagens quase que num inferno, mesmo que sejam de uma hora ou menos, agora imagine estar a pouco mais de 50 cm do passageiro da frente e do de trás. Especialmente se o da frente estiver com gases e o da frente sem tomar banhito.

Há duas empresas que anunciaram publicamente no passado a intenção de colocar este tipo de equipamentos nos seus aviões: VivaColombia e claro está a Ryanair. Claro que mesmo tendo essa intenção, as empresas estão dependentes da autorização do regulador. Felizmente, as autoridades não têm dado luz verde e, segundo parece, não será dada nos próximos tempos. Pelo menos, assim se espera!

Não se pode esquecer que as autoridades estão contra este tipo de configuração sobretudo por razões de segurança mas com o aumento da qualidade das aeronaves, a diminuição considerável de acidentes aéreos, poderemos estar mesmo a caminhar para viajar de pé nos aviões, mesmo que o conforto seja totalmente sacrificado.

Claro que quem aprova este tipo de coisas só anda em primeira classe a não ser nas viagens inaugurais para que assim apareçam nas notícias. Estamos num tempo em que existem grupos de cidadãos que são contra a falta de condições no transporte de animais para abate, mas quando toca a falar da falta de condições para as pessoas, esses intelectuais parece que desaparecem.

25
Abr18

Sexo forte, sem comparação possível

jl

m.jpgBoas.

Hoje em Portugal é comemorado o dia da Liberdade e este tema faz-me recordar um programa que ouvi na passada semana, na rádio TSF em que se falava da paridade e que a mesma ia ser votada e que se debruçava sobre a presença das mulheres nos órgãos de poder deste país. Se por um lado até compreendo que se fale disto, por outro este tema levanta muitas questões. Em primeiro lugar neste momento existem cerca de 35% de mulheres e o objectivo será de 40%. E numa lista existirá um homem e uma mulher logo de seguida. Se uma mulher sair, só poderá ser substituída por outra mulher.

Até aqui nem vejo mal nenhum. Mas estamos a falar da Assembleia da Republica. Será que numa aldeia do nosso interior será assim tão fácil esta solução. É que falo em locais onde a juventude não prolifera e as mulheres muitas vezes nunca foram educadas para tal. Claro que o impossível neste caso não existe, mas que será difícil, será. E se esta lei for para tudo que diga respeito à politica fiquei com uma curiosidade: se numa mesa de voto é constituída por três pessoas e se duas forem homens como se chegará aos 40%?

O que acho «engraçado» é que só ouço falar em paridade na classe politica. Porque não existir paridade no sector das limpezas e 40% das pessoas que aí trabalham serem homens. Porque não 40% dos trabalhadores da construção civil serem mulheres. Porque não 40% dos homens estarem nas confecções? Porque não 40% dos carros do lixo terem mulheres a fazer isso? Porque não 40% de homens como educadores de infância?

Isto de existir uma sociedade igualitária é muito complicado e tudo demora o seu tempo e embora reconheça que existem coisas sem lógica, outras levarão muito tempo a mudar. Haver um homem e uma mulher a desempenhar a mesma função e haver salário inferior para ela é daquelas coisas sem qualquer tipo de lógica. Mas que existem coisas que dificilmente irão mudar isso é verdade. Quantos homens é que conhecem que sejam esticistas?

Acho que um passo fundamental antes de mais seria investir na educação. Existem países do Norte da Europa em que as escolas primárias têm um tempo semanal para que as crianças desempenhem as tarefas domésticas. Sejam meninos ou meninas. E isso não é mais importante do que aprender os rios do nosso país?

Enquanto homem reconheço que as mulheres nos dão dez a zero. Um casal que trabalhe chega a casa. Ele toma banho e vai para o sofá ver televisão dizendo que está cansado. Ela toma a banho, começa a preparar o jantar, trata dos filhos, vai pôr a roupa a lavar, trata da casa, vê como corre o jantar, arruma roupa e serve o jantar.

Ele vai para a mesa dizendo que está cansado. Ela serve a comidinha, dá a paparoca aos filhos e de vez em quando lá vai comendo. Ele acaba de comer e toma café que ela tirou. De seguida ele vai ver o telejornal. Ela trata da louça e arruma a cozinha. De seguida trata dos miúdos para os ir deitar e ele com muito sacrifício lá se levanta por um instante para ir dar um beijo aos filhos. Ela depois de adormecer a canalha, vai tratar da roupa e arrumar mais umas coisas finalmente vai para a cama. Ups, não está tudo, ela ainda vai chamar o homem à sala porque adormeceu no sofá.

Durante a noite ela ainda se levanta umas quatro ou cinco vezes para ver os filhos enquanto ele vai no vigésimo carneiro.

Existem coisas que podem ser aplicadas a mim, mas tento sempre ajudar a fazer alguma coisa, mas admito sem problema nenhum até pelo contrário que o sexo forte são elas sem qualquer tipo de dúvida.

24
Abr18

Sai uma água fresquinha

jl

Agua.jpgBoas.

Daqui a pouco estamos na hora de almoço. E como agora estou em dieta em princípio vai marchar uma carninha grelhada e para acompanhar uma saladinha. Mas para ser um serviço completo a bebida terá que ser água. E por falar nisso hoje venho aqui deixar um artigo referente precisamente a isso:

Qual quantidade de água que se deve beber por dia?

Forçar o corpo a trabalhar com uma quantidade limitada de líquidos neste caso água, é como tentar lavar a louça do jantar de uma família com um copo de água. Quando não bebe água suficiente, o corpo tem de eliminar os resíduos numa forma muito mais concentrada, causando odor corporal, mau hálito e urina com mau cheiro. Assim o consumo para um adulto deve estar situado entre os 10 e os 12 copos por dia.

Será que não bebemos a água de que necessitamos?

A verdade é que se bebe cada vez menos água. Os refrigerantes estão a tornar-se a bebida preferida das nossas crianças. Nos Estados Unidos, por exemplo, os adolescentes bebem em média 2 a 3 latas de refrigerantes por dia, e alguns até 6 ou 7. E no nosso país com a nova política de preços devido ao açúcar a situação não se agravou mas mesmo assim temos que prevenir.

Em Portugal, o consumo de refrigerantes até há pouco tempo tinha sofrido um aumento bastante forte entre as camadas mais jovens. Muitos adultos bebem mais cerveja do que água. Além disso, o consumo de ice tea, café e outras bebidas está também a aumentar. Se já foi a um Mc Donald’s quantos adultos (e já nem falo nos mais novos) é que viu com uma garrafa de água na mão??

O corpo humano é composto por cerca de 70% de água, e os nossos rins processam cerca de 200l de água por dia. As células são compostas essencialmente por água e praticamente todos os líquidos do corpo, como por exemplo o sangue, são constituídos à base desta substância única. A água também é utilizada para controlar a temperatura, humidificar o ar que respiramos, expelir resíduos indesejáveis e lubrificar os tecidos do corpo. Sem água, ficaríamos com mais rugas do que o pescoço da Lili Caneças!

E substituir água por sumos de fruta?

Os sumos podem ser uma boa fonte de vitaminas e sais minerais, mas podem ser fontes de muitas calorias quando consumidos em excesso. Não se esqueça de que para produzir um copo de sumo de laranja necessita de sensivelmente 4 laranjas, e para um copo de sumo de maçã necessita de um grande número de maçãs! Ao beber estes e outros sumos estará a consumir as calorias de toda aquela fruta. Modere mesmo o consumo de sumos. Se não conseguir mesmo abdicar disto, então consuma meio copo de sumo de fruta, adicionando água na outra metade. Os diabéticos deveriam prestar especial atenção ao consumo de sumos. E falei de sumos naturais, porque se for falar daqueles empacotados isso será muito pior. Basta ver os ingredientes. Se pegarem numa garrafa de Compal de Maracujá irão ver que o teor de sumo anda à volta de 25%, mas que é à base de concentrado!!

Existem ainda as bebidas diet que não contêm açúcar, mas que causam outro tipo de preocupações. Quase todas as bebidas, quer tenham açúcar, quer não, contêm químicos que lhes são acrescentados para dar cor, sabor, conservá-los, e por outras razões. Algumas delas poderão irritar o delicado revestimento do estômago, e outras poderão requerer que o fígado e os rins as eliminem.

Beber água evita estes problemas pois não contém calorias extras para tornar a digestão mais lenta ou para serem armazenadas. Não contém irritantes para os delicados revestimentos do sistema digestivo, tem menos químicos para ameaçar a maquinaria delicada do organismo e não contém cafeína.

Quanta água se deve beber?

Uma regra simples é a de beber o suficiente para manter a sua urina clara. O corpo perde cerca de 10 a 12 copos de água por dia através da pele, dos pulmões, da urina e das fezes. A comida fornece 2 a 4 copos de água, deixando-nos cerca de 6-8 copos de água para beber. Habitue-se a beber água liberalmente. Beba ao levantar, durante a manhã, a meio da tarde e antes do jantar. Beber um copo de água é como tomar um duche interno. Limpa o estômago e prepara-o para o seu trabalho. Prontos exagerei um bocadinho, prepara-o para o resto do dia!!

Pela manhã comece por beber um copo de água. Depois, durante a pausa para café de manhã e de tarde, pegue num copo e beba água até se satisfazer. É tentado a petiscar? Substitua os petiscos por um copo de água! Claro que uma rodela de salpicão não é substituído por um gole desse liquido, mas pelo menos assim afoga as mágoas!!

Há algumas doenças que possam impedir que beba quanta água eu quiser?

Certas doenças requerem um consumo mais controlado de água. A insuficiência cardíaca e a insuficiência renal são dois exemplos. O seu médico poderá informá-lo/a sobre a quantidade de água a tomar nestes casos especiais. Mas isto são as excepções!!

E qual a melhor? Engarrafada ou canalizada?

Muitos relatórios falam sobre contaminação da água e, como resultado, muitas pessoas têm receio de beber a água canalizada. Só nos Estados Unidos, onde existe um controlo rigoroso da qualidade da água da torneira, são gastos cerca de 4 biliões de euros em água engarrafada todos os anos. 

Uma grande preocupação é a falta de flúor na água engarrafada. Além disso, depois de aberta, a água engarrafada fica mais vulnerável a bactérias, devido à falta de cloro, um desinfectante presente na água canalizada.

Como a maioria dos sistemas municipais são testados diariamente, se o seu fornecimento tiver um bom nível, aquilo que sai da sua torneira poderá ser tão seguro ou mais como a água engarrafada que compra e muito mais barata!

Muita gente diz que a água engarrafada sabe muito melhor e por vezes é assim, mas nem sempre. Basta provar a água de um certo hipermercado., até fica de trombas como um elefante!! Mas se estiver disposto a pagar por isso, há muitas alternativas no mercado. Mas, ironicamente, a maior parte de nós enfrenta mais problemas de saúde por não bebermos água, do que devido aos seus contaminantes.

A água é, na realidade, a bebida mais saudável. Só poderemos viver alguns dias sem ela. Embora todos nós obtenhamos o suficiente para nos sustermos, a verdade é que a maioria não bebe o suficiente para funcionar da melhor forma. Quase que só bebemos o suficiente para sobreviver. 

Se tiver dificuldades em beber água, uma das maneiras de se certificar que bebe a quantidade diária necessária é bebendo 2 copos quando acorda de manhã. Faça-o antes de ser apanhado pelas actividades do dia.

Com 2 copos já bebidos, só terá de beber mais 4 a 6 durante o resto do dia. Poderá fazê-lo da seguinte maneira: mais 1 a meio da manhã, 1 ao almoço, 2 a meio da tarde, 1 antes do jantar e 1 nesse refeição. É algo que todos podem fazer. Se esperar até ter sede, é provável que nunca consiga beber o suficiente. Especialmente se estivermos em dias mais frios.

 Uma dúvida que assalta muita gente é que se beber água às refeições faz mesmo mal?

A água é isenta de calorias, tendo apenas alguns micronutrientes, pelo que é impossível formar gordura a partir dela. Por isso, não engorda. Contudo, se beber bastante água (mais de 300 ml) junto com alimentos pode dilatar o estômago, dando a sensação de inchaço. Isto porque, como os alimentos exigem digestão e permanecem mais tempo no estômago, juntamente com a água formam um grande volume alimentar.

Por outro lado, uma ingestão moderada de água à refeição (entre 200 a 300 ml) tem vantagens, nomeadamente, humedece o bolo alimentar, facilitando a sua passagem ao longo do intestino, logo, combate a obstipação (prisão de ventre), permite formar um bolo alimentar mais volumoso, dando sinal ao nosso cérebro de que estamos saciados com mais facilidade.

Ainda assim, a ingestão maioritária de água deve ser feita fora das refeições para que seja rapidamente absorvida e cumpra realmente uma função de hidratação. Deve, então, ser bebida gradualmente, entre 100 a 200 ml de cada vez (pequenos goles), privilegiando a manhã e diminuindo até à noite, para que durma sem ter que acordar de 2 em 2 horas para fazer o seu xixi.

23
Abr18

Primavera, essa época maravilhosa

jl

primavera.jpgBoas.

Depois de meses e meses em que a maioria de nós se queixava quase diariamente do tempo de Inverno porque ou chovia e estava frio ou estava frio e chovia, a Primavera parece que finalmente está aí a chegar.

Assim depois da altura das constipações e das gripes, agora estamos na altura das sinusites e das alergias. E como é bom andar com o nariz estilo Batatoon depois de ter gasto cinquenta lenços de papel num dia.

Sair de casa com 6 ou 7 graus e chegar com 24 ou 25 graus é daquelas coisas fantásticas que me fazem estar todo neca.

Pelo menos os guarda-chuvas agora conseguem ter um pouco de descanso, embora se costuma utilizar viatura própria, ande sempre com um de prevenção já que o São Pedro este ano parece que ficou a gostar deste bocadinho de terra.

Pelo menos o que este tempo tem de bom é que já dá para sair com os miúdos especialmente aos fins-de-semana. Ou se vai para o Parque da Cidade onde os miúdos podem correr na relva e no meio do cócó dos cães (embora a culpa aí é dos seus queridos donos que se esquecem de utilizar os sacos colocados ao dispor para esse efeito), embora para este objectivo convém ir às 09:00, porque senão estaciona o carro a 3Kms do parque; ou então vai se passear para a beira da praia onde arranjar um lugar numa esplanada e um lugar para estacionar torna-o num potencial vencedor do EuroMilhões já que você é um sortudo!! Até porque neste país existe uma tradição já antiga e «muito bonita» que é fazer obras no Verão nos sítios mais concorridos pela população em geral e pelos turistas. Quem já visitou a baixa do Porto em Julho ou em Agosto e não tropeçou num buraco de uma rua ou de um passeio?

Claro que estar numa esplanada à beira-mar é um sítio giro para se estar se não estiver com uma pimpolha de dois anos porque senão essa ideia de tranquilidade passa à história ao fim de dez minutos!!

Mas um dia destes volto a este tema!

22
Abr18

Pai sofre muito!!!

jl

pai e filho.jpgOlá.

20:00. Hora de futebol. Você em frente à televisão pronto para ver o seu jogo de futebol. Já jantou, a Maria está a arrumar a cozinha e você a ajudá-la através de telepatia (lembrei-me agora da Lara Li) e eis que começa o jogo. Primeiros vinte segundos e há uma falta, mas de repente a imagem desaparece. O que aconteceu? A electricidade falhou? A televisão por cabo teve alguma avaria? O aparelho entregou a alma ao Criador?

Nada disso, a minha pimpolha apareceu na sala (talvez a mando da mãe, não sei não!) e quer brincar comigo e com o Tituxo que é um dos seus dez bonecos de estimação. Eu como bom pai (gaba-te cesta) entro na brincadeira e durante uns largos minutos estou a papar comida imaginária e a ver a Maria (que é prima do Tituxo) a adormecer. Ao olhar para a televisão vejo que um jogador do Porto está a preparar-se para rematar à baliza quando de repente a imagem que dá é da Patrulha pata no Canal Panda e a pimpolha foge com o comando da tv. Mas depois de uma «luta» lá consigo eu ficar com o comando e quando mudo para a bola, o árbitro nesse momento apita para o intervalo. E então quase que por magia a minha filha desaparece da sala e vai para a beira da mãe.

Aproveitando eu para me preparar para ver a segunda parte sossegado, aproveito para o meu xixi da ordem e de seguida toca a ir para o meu sofá. Quando se reinicia o futebol, eis que por «acaso» aparece a pimpolha novamente, mas bem mais tranquila, mas desta vez diz-me que quer ir para a casa-de-banho fazer cócó. E a partir deste momento começo a duvidar da existência de Deus, pelo menos do Deus do Futebol!

Dado a mãe andar ainda nas arrumações, toca o desgraçado, o escravo em ir acompanhar a sua pimpolha para o W.C.. Depois de 15 minutos a encher balões como cantar músicas estilo, Olha a bola Manel e Atirei o pau ao gato, eis que chega a hora de puxar das toalhitas (uma das grandes invenções da humanidade) e toca a limpar o serviço bem cheiroso por sinal. Claro que digo isto porque ando todo entupido!

Retornando à sala, já o jogo vai nos 25 minutos mas ainda tinha 20 minutos de sossego. Tinha, disse bem, porque logo a seguir ouço uma voz (da Maria grande) a chamar por mim a pedir ajuda para chegar uma pomada e o pó de talco para deitar no rabo da miúda, a qual por entre asneiras e palhaçadas finalmente conseguiu sossegar um pouco. Depois de tudo isto finalmente fui dispensado e eis que vou para o meu sofá e quando por fim alapo a ceira, eis que o árbitro dá por finalizado o jogo.

Por isso deixo aqui um alerta à Liga de Clubes, ou mudam os jogos para mais tarde, embora aí eu possa estar a «meditar» ao fim de meia hora e é capaz de não ser boa ideia, ou então eu dou a minha escala de serviço e marcam os jogos para as tardes que eu esteja de descanso.

Agora a horas normais é complicado!

21
Abr18

Humidade – parte 3

jl

humidade3.jpgBoas.

Depois de uma primeira explicação em como remover bolor com produtos químicos, desta vez venho falar sobre como fazer isso através do uso de produtos naturais e aqueles que não são “nem carne nem peixe”.

O bicarbonato de sódio é um produto químico, claro, mas é utilizado há imenso tempo na cozinha com aplicações que vão desde a pastelaria, para fazer os bolos crescer, até a fixação das cores dos vegetais. No entanto o bicarbonato de sódio embora muita gente não saiba também é um excelente aliado na luta contra o bolor. É como o Super-Homem na luta contra o crime, mas em versão

Detergente!

Para manchas pequenas junte três partes de bicarbonato e uma parte de água, e aplique-a sobre as manchas de bolor com uma esponja, assegurando-se de que cobre sua totalidade mais uma pequena margem. Deixe actuar pelo menos uma hora e lave muito bem. Para manchas maiores dilua uma chávena de bicarbonato num litro de água quente, e use a solução como detergente, ensopando a superfície. Deixar actuar duas horas, limpar e seque bem. Se o bolor não sair na totalidade pelo menos fica com melhor aspecto.

Outro produto com bastante eficácia na limpeza do bolor é o vinagre. O princípio activo na luta contra o fungo é o ácido acético e é bastante eficaz, o seu único contra é mesmo o cheiro! Mas se vai utilizar este produto assim que vir uma mancha de bolor ensope-a de vinagre de vinho branco, ou especial de limpeza, para não manchar ainda mais. Pode usar vinagre em todas as divisões da sua casa, mas o cheiro que vai ficar, dura durante dias. Este método para acabar com o bolor é excelente, bastante eficaz, muito barato, e é uma opção ecológica, inócua para o ambiente. Mas se for sensível como eu ao cheiro deste produto então diga à sua sogra para trocar de casa durante uma semanita! Mas tenha cuidado, não é com ela mas sim com o ácido do vinagre, o qual causa manchas em pedras como o mármore e o calcário! O sumo de limão tem um efeito semelhante ao vinagre, com o benefício de cheirar muito melhor, por isso em quartos e salas, em manchas pequenas, o limão é uma alternativa perfeitamente aceitável para ele. Se a sogrita estiver a fazer limpezas, aproveite para colocar uma rodela de limão numa 7up e aproveite para se bronzear.

E depois. Pintar?

Muitas vezes a única solução para as paredes manchadas é uma boa pintura. No entanto isto não pode ser feito de ânimo leve, pois a pintura de nada servirá se o problema do bolor não tiver sido muito bem tratado antes.

Numa área húmida a tinta de parede normal e a simples pintura não são suficientes. Primeiro é preciso acabar com a origem da humidade, depois é fundamental limpar todos os vestígios de bolor, a seguir deve-se dar um primário antifúngico, e apenas no fim destes passos se deve aplicar a tinta final! Se está com dúvidas sobre o tratamento a dar às suas paredes com bolor, não hesite na contratação de um profissional ou então leia bem os procedimentos a tomar. Isso não é um gasto de tempo. Para além de tudo poderá traduzir-se numa poupança em muitas dezenas de euros. Mais barato, só se cravar o seu sogro para fazer isto!

A solução final

Para acabar é importante deixar um aviso: - não vai conseguir acabar com o bolor nas suas paredes apenas com limpeza e tinta. É fundamental tratar das causas que provocam a condensação da humidade em sua casa, causando por isso o aparecimento do bolor. Embora se deixar andar as situações, as mesmas só irão piorar e se tiver crianças em casa mais problemática será a situação! Por isso já sabe, diga à sogra que tem que ir trabalhar para ver se ela põe mãos à obra.

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D