Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

31
Mai18

Eu sou um escravo. Tadinho de mim!

jl

gordinhas.jpgOlá.

Hoje li um artigo que diz que nós homens poderemos ser os responsáveis pelas mulheres engordarem. E se ao início até poderia discordar, cheguei a um ponto que em parte até concordei com essa afirmação. Mas o artigo rezava mais ou menos assim:

Engordou? O culpado pode ser o seu marido…

Um estudo inédito realizado por um grupo de investigadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia, revelou que é comum registar-se uma alteração nos hábitos alimentares depois do casamento, que podem levar ao aumento de peso sobretudo das mulheres. Sim, a vida não é justa. Mas não é para Elas, mas sim para nós Homens. Uns desgraçados!!

Os investigadores analisaram um universo de cerca de 20 mil indivíduos, e tiveram em consideração elementos como a saúde geral, factores genéticos, a alimentação durante a infância e ao longo da vida adulta.

Os resultados demonstraram que independentemente do tipo de corpo de cada mulher, a convivência com o parceiro acaba por interferir na alimentação. Isto é, se o companheiro tem maus hábitos, consumindo por exemplo alimentos ricos em gorduras ou açúcares, tal poderá afetar diretamente a saúde da mulher fazendo com que ela passe também a comer dessa forma, o que levará naturalmente a um aumento de peso significativo. Os homens são sempre culpados. Se nós vamos comer uma francesinha com uma batatinha frita, elas podem sempre comer uma cenoura e agriões! Ou não?

Todavia, as notícias não são apenas más. Um parceiro activo (parceiro activo? Hummmm, que isto faz lembrar coisas boas) e que pratique desporto tende por sua vez a estimular as mesmas práticas na companheira.

Mas porque é que se destacam as mulheres?

De acordo com os investigadores, tal estará relacionado com o facto de que, ainda nos dias de hoje, as mulheres são geralmente mais sobrecarregadas após o matrimónio. Quem é que escreveu isto na Escócia? Tadinhos!!

 Se para a maioria dos homens a sua rotina pouco muda, para a mulher as funções acumulam-se – aglomerando-se o emprego, com o trabalho doméstico e o apoio prestado aos filhos. Isto é no geral, porque existem casos (neste caso, EU) em que os homens são uns verdadeiros escravos.

Sobrecarga essa que pode gerar stress e ansiedade, levando a que a comida seja utilizada como um escape para lidar com os problemas diários. Mais ainda, os momentos a dois tendem a incluir jantares e petiscos, com alimentos pouco saudáveis e nutritivos. Ou seja, eu que estava a pensar em levar a mulher a um jantar romântico, mais vale ir ao Pingo Doce para comprar uma alface e um tomatinho para fazer uma salada!

Perante os resultados obtidos, os investigadores escoceses recomendam que os casais se incentivem e apoiem um ao outro na busca e na manutenção de um estilo de vida mais saudável, seja adoptanto uma rotina que inclua uma prática desportiva de algum tipo ou fazendo modificações na sua alimentação. Se não mudar muito a alimentação, tem que se ser mais activo. E não falo de palhaçada ;), falo por exemplo das tarefas domésticas.  Se a mulher limpar, aspirar, esfregar e por aí fora, até se vai sentir melhor. E se isso for comigo então eu ficarei no céu!!

30
Mai18

Internet em casa - 2

jl

net speed.jpgOlá de novo.

Como prometi ontem cá estou eu de novo. Agora parecia uma assombração a falar. Mas falando mais a sério cá vai então o assunto que ontem deixei pendente e que falava sobre medir a Net em casa. Como o fazer:

Para medir a velocidade da internet é necessário que realize o chamado speed test.

Por norma, a velocidade da net pode ir de 1.0 Mbit/s até 400.0 Mbit/s.

Proceder ao speed test é uma forma de provar que a sua internet é (ou não) a que consta realmente do seu contrato e, por conseguinte, mostrar à operadora e negociar alterações, se necessário. O que desde já refiro que não é muit fácil, mas senão o tentar não o consegue de certeza.

Para fazer este teste, tenha em atenção que precisa de ter instalado programa o Java. É necessário ainda usar um cabo de rede Ethernet para conectar o seu modem ou o router Wi-Fi ao PC – não se deve realizar o teste através de wireless.

Para quem possui um tarifário superior a 100 Megas, o cabo de rede a utilizar deve ser igual ou superior à categoria 5E. Já a placa de rede a usar deve ter portas 10/100/1000Mbps (Gigabit).

Depois de verificar que possui tudo isto, o passo seguinte é desligar todos os equipamentos que possam estar a consumir internet. Somente o computador que fará o speed test deve estar ligado. Já no próprio PC desligue todas as aplicações activas.

NET.mede

Este é o medidor de velocidade da ANACOM. O NET.mede permite não só testar a velocidade como também perceber se eventualmente existem situações de condicionamento de tráfego (designadas por traffic shaping).

Fast by Netflix

A Netflix também lançou um site com capacidade para testar a velocidade da internet, por forma a evitar que os amantes das séries e filmes percam qualidade na sua experiência de utilizador com imagens granuladas ou loadings que parece que demoram séculos.

Um serviço de streaming poderá sempre ser afetado pela performance do serviço de internet, daí que a realização deste teste se torne ainda mais crucial para quem pretende usar de séries e dos filmes.

O benefício deste site é que é praticamente instantâneo – o teste corre a partir do momento em que é aberto – e assenta na celeridade do download. Portanto, fica logo a perceber se a sua internet é adequada para ter um serviço de streaming com qualidade – talvez até esteja na altura de mudar para uma opção melhor.

Speedtest.net

Este é dos sítios mais conhecidos no mercado para testar a velocidade de banda larga. Neste site é possível visualizar, numa questão de segundos, a agilidade dos downloads e uploads conforme o servidor que for selecionado).

Para concluir, deixamos ainda alguns conselhos que podem fazer com que a sua internet fique um pouco mais rápida. Experimente colocar o router no centro da casa para que haja o mínimo de interferências possível e, de preferência, num sítio alto e longe de espelhos para que não haja obstáculos. Modificar a senha também pode ajudar, pois impede que o dispositivo seja pirateado, o que por vezes pode acontecer. Ter o mínimo de dispositivos conectados é igualmente benéfico. E se a sua casa é grande, poderá ser necessário comprar um extensor de sinal sem fios, sendo que às vezes compensa mais em gastar uma dezena de euros, do que tentar poupar ao máximo e não se ter resultados.

29
Mai18

Internet em casa - 1

jl

MUNDO.jpgOlá.

Hoje venho aqui falar da Internet que temos em casa. Quando fazemos um contrato, geralmente a operadora diz que vamos ficar muito melhor servido, quer em qualidade de serviço, quer na velocidade. Mas será mesmo assim?

É que geralmente chateia mesmo quando o serviço que tem não corresponde às nossas expetativas. Seja nos momentos de lazer ou de trabalho, falhas frequentes podem ser desesperantes.

Para contornar isto, devemos medir a velocidade da internet, sendo que existem aspetos deve ter em conta e que direitos nos assistem enquanto consumidores.

Desde logo, é importante salientar que a velocidade da internet que temos na nossa habitação nunca é constante. Existem sempre oscilações que decorrem da existência de variáveis que afetam o seu desempenho real, nomeadamente: o facto de poder estar a usar um computador já um tanto ou quanto ultrapassado, a possibilidade de o mesmo estar infetado com malware, quão sobrecarregado se encontra o servidor, entre outros factores.

Naturalmente também vai haver diferenças entre estar ligado directamente por cabo ou estar a usar o Wi-Fi, uma vez que, no segundo caso, a distância relativamente ao router é um factor que influencia negativamente a velocidade da Net.

Existe também a possibilidade de, nalguns momentos específicos – nomeadamente congestionamentos de rede -, as operadoras recorrerem a medidas de gestão de tráfego que contribuirão para restringir a velocidade da internet. O objetivo destas acções é impedir que seja esgotada a capacidade de rede (o que é bom para o utilizador, mas, porém, note que no seu contrato isto também deverá estar mencionado).

Como saber devidamente qual o serviço de internet que contratou?

Desde logo, e segundo o que diz a entidade reguladora que é a ANACOM, quando realiza um contrato com a operadora de telecomunicações para obter internet fixa existem informações que devem constar do mesmo.

Em primeiro lugar, deve conter esclarecimentos sobre a velocidade mínima, que indica que a internet que terá em casa nunca poderá ser inferior a esse valor. Obviamente, se ocorrer uma falha completa do serviço em casa, esta regra não se aplica. Lógico!

Em segundo lugar, devem ainda estar discriminadas a velocidade normalmente disponível (ou seja, aquela que pode esperar regularmente quando acede à internet) e a velocidade máxima, que indica que a internet nunca excederá determinado valor. Esteja descansado que isso provavelmente nunca irá acontecer!

E, por fim, deverá ainda ter acesso à chamada velocidade anunciada, que diz respeito ao valor que a operadora comunica comercialmente em campanhas de marketing e de publicidade. Vá arranjando uma cadeira, já que esperar de pé é cansativo.

Chamamos a atenção ainda para a designação “tráfego ilimitado”, que pode ser enganadora. Na verdade, só possui isto se a oferta da sua operadora não tiver quaisquer limitações durante toda a duração do contrato. Caso, porventura, aconteçam restrições, estas devem ser completamente excepcionais e muito limitadas no tempo. Conforme acontece isto na Net, nos telemóveis é muito frequente?

Caso verifique que o serviço que possui, não tem o desempenho que é suposto (e que se encontra descrito no contrato), havendo uma discrepância significativa, então deverá contactar a ANACOM para que esta possa averiguar esta diferença através do seu sistema de controlo certificado e, por sua vez, dar seguimento a medidas corretivas em decorrência do incumprimento contratual.

Para não ser muito aborrecido amanhã vou colocar outro post onde vou explicar como medir a velocidade de Internet em sua casa. Até lá então.

28
Mai18

É de Borla!!

jl

Telecomunicações.jpgBoas.

Hoje em dia utilizar um computador é quase tão normal como utilizar um televisor. Mas muitas vezes deparamo-nos com programas ou ficheiros que nos dão cabo do computador ou da nossa paciência. Acima de tudo para optimizar o uso do PC , um dos segredos é através dos programas certos. Mas na Net existem milhares de programas grátis, mas uns são melhores do que outros, mas existem alguns que são mesmo essenciais, seja para segurança, produtividade ou para o nosso lazer, os quais permitem tirar o melhor proveito do nosso equipamento.

Aqui ficam 22 sugestões de programas grátis para o nosso PC

  1. Antivírus

A segurança do computador é cada vez mais importante. Com o avanço da tecnologia e o aumento da conectividade, qualquer pessoa ou software mal-intencionado pode danificar o seu equipamento, pelo que o antivírus é fundamental. Há imensos antivírus gratuitos de qualidade. Dois dos principais são o AVG ou o Avast.

  1. Browser

Hoje em dia, quase que ninguém vive sem Internet. A melhor maneira de a explorar é, claro, através de um browser. Os mais populares são o Google Chrome, o Mozilla Firefox e o Opera.

  1. e-mail

Embora o correio em papel esteja a desaparecer das nossas vidas, uma parte importante da nossa comunicação faz-se através do e-mail, que é o correio dos nossos tempos. Os mais procurados são o Outlook ou no Gmail. Este é um dos programas fundamentais.

  1. Cloud

Embora estejamos na Primavera, a Nuvem está no nosso computador. Quem não precisar de consultar os seus documentos em qualquer lugar? Ter um arquivo desses documentos no caso de perder a informação do seu PC? Então, ter a Dropbox, o Google Drive ou a Box é essencial.

  1. Comunicações

Utilizado por profissionais em reuniões à distância ou por famílias para matar saudades, o Skype é o programa ideal para estabelecer e manter a ligação à distância, seja por mensagens escritas ou por vídeo. Hoje em dia ter um Skype ou um Messenger é essencial.

  1. Utorrent

Hoje em dia uma pessoa comprar um CD ou um DVD é um caso raro. Para este ponto, o melhor software para fazer download de grandes ficheiros é o uTorrent que é um dos melhores programas grátis para PC.

  1. VLC

Considerado por muita gente o melhor reprodutor de vídeo do mercado, o VLC é feito de utilizadores para utilizadores e reproduz qualquer tipo de ficheiro de vídeo sem software adicional com qualidade.

  1. Spotify

Poupe espaço de armazenamento no seu computador e apague centenas de músicas que gosta de ouvir no seu PC. Com o Spotify pode ouvir a música de que mais gosta sem gastar espaço de armazenamento, podendo ainda elaborar playlists ao seu gosto, sendo que como é obvio tem que estar ligado à Net para ter acesso a isto.

  1. Ligthworks

Também costuma editar vídeos? O Lightworks vai ajudá-lo nessa tarefa. É bastante útil e muito fácil de utilizar.

  1. Gimp

Gosta de editar imagens? Então, o GIMP é o programa ideal. Quase tão bom como o Adobe Photoshop, mas com a enorme vantagem de ser gratuito. Bastante útil.

  1. Foxit reader

Este programa lê ficheiros PDF, mas também permite a conversão destes ficheiros em ficheiros do Microsoft Office, como o Word. O Foxit Reader irá ser de uma ajuda importante.

  1. Wps office

Toda a gente precisa das ferramentas do Microsoft Office, seja para elaborar documentos no Word, fazer contas no Excel ou criar apresentações no PowerPoint. Só que esta ferramenta é paga embora a maioria de nós os tenha no computador, mas se não for esse o caso, o WPS Office é o substituto grátis e um dos programas grátis para PC que são fundamentais.

  1. Clean master

A utilização intensa do seu PC produz imenso lixo que nem sequer nos damos conta. O Clean Master trata de limpar os ficheiros desnecessários.

  1. Recuva

Com o RECUVA, pode recuperar um ficheiro que tenha eliminado sem querer e não esteja na reciclagem. Uma das melhores formas de recuperar ficheiros que pensava-mos não ser possível.

  1. Gestor de palavras-passe

Hoje em dia, precisamos de passwords para tudo e mais alguma coisa. Então, um gestor de passwords é o ideal para não nos esquecermos de nenhuma, pois estas são fundamentais! Veja o KeePass ou o LastPass.

  1. Steam

Adora jogar? Para gamers, o Steam é maravilhoso para quem gosta de jogar no computador. Tenha acesso a imensos jogos grátis!

  1. Malware

Muitas das vezes o computador pode estar em risco de ser infectado de muitas maneiras. Por isso, é essencial que esteja protegido com bons programas. Para remover malware do PC, dos programas mais utilizados para isso são o Malwarebytes e o Bitdefender.

  1. Secunia psi

As versões mais recentes de alguns programas não servem só para melhorar a nossa experiência como utilizadores. Procuram, acima de tudo, melhorar as diversas falhas, inclusive de segurança, que as versões antigas possuíam. O Secunia PSI preocupa-se em manter os seus programas sempre atualizados!

  1. F.lux

A F.lux é um pequeno programa que parece que não é nada importante já que o mesmo é pouco conhecido. O que é que ele faz? Muda e ajusta a temperatura da cor do seu computador tendo em conta a hora do dia. É um programa ideal para quem trabalha muitas horas por dia à frente de um computador ou para quem o utiliza à noite.

  1. Ninite

O Ninite é o programa ideal para qualquer computador novo (ou para um formatado). Ao entrar no site, podemos definir todos os programas que queremos instalar no nosso novo computador. O Ninite encarrega-se de criar um ficheiro executável para instalar tudo aquilo que o utilizador selecionou. Assim, não tem que andar a instalar um a um e pode poupar bastante tempo e até dinheiro.

  1. Pc Decrapifier

O PC Decrapifier é um programa que permite limpar grande parte do “lixo” que existe no seu computador e que já vem de fábrica. Sim, porque muitos fabricantes procuram instalar pequenos programas ou publicidade para requalificar a utilização que faz do seu computador.

  1. Speccy

Se quiser descobrir tudo o que existe dentro do seu computador até ao mais ínfimo pormenor, utilize o Speccy. É leve, rápido e poderoso! E permite até descobrir problemas existentes que desconhecia.

Não esquecer que estes programas vão melhorar a sua experiência de utilização, mas para não tornar o seu computador muito lento, não instale software a mais e desnecessário, de maneira a otimizar o uso do seu PC.

Muitas das vezes existem dois ou três programas que executam a mesma coisa!

27
Mai18

Festas de anos

jl

festa.jpgBoas.

Sempre ouvi dizer que o dinheiro está caro e por isso mesmo venho aqui deixar um artigo que poderá ser um meio para poupar uns euros. A minha pimpolha não tarde muito a fazer anos e por isso já comecei a pensar no que lhe poderei fazer sem dar cabo da minha carteira.

E fazer a sua festa de aniversário em casa e poupar nas festas não é assim tão difícil. Aqui vão algumas dicas para não se arrepender. O essencial é que se aprenda a divertir-se com pouco dinheiro. Cá vão alguns conselhos:

  1. Convidados

Quanto mais gente convidar, mais gastos obviamente irá ter. Por isso não convide quem não quer só por educação, pois assim não terá como poupar nas festas em casa. Basta a família e os amigos mais chegados do aniversariante para que este fique feliz. Em relação aos convites, pesquise na Internet os mais engraçados ou pode criá-los sozinho e envie depois por e-mail aos convidados. Se não tiver o contacto de todos, imprima os convites para entregar alguns pessoalmente. Acima de tudo ser criativo!

  1. Local da festa

Se tiver um jardim ou quintal e estiver bom tempo no dia da festa, aproveite para tirar o máximo partido desse espaço, onde as crianças poderão brincar à vontade e ainda lhe pouparão a preocupação da possibilidade de partirem algum objeto de vidro ou de loiça que tiver em casa. No entanto, se não tiver um espaço ao ar livre, tire o melhor partido da sua sala, uma vez que será mais económico do que alugar um espaço.

  1. Decoração

Seja qual for o espaço escolhido, decore-o com o desenho animado preferido do seu filho, por exemplo. A opção mais económica é imprimir algumas imagens desse desenho e colá-las na parede, podendo também ser usadas para enfeitarem a mesa onde as crianças irão comer os doces. Não se esqueça também de pendurar balões nas paredes, um clássico que deixa sempre os miúdos alegres. Em relação à toalha de mesa, se o aniversariante gostar da Barbie, por exemplo, pode usar uma toalha cor-de-rosa, mas se preferir a cor do seu clube de futebol por adorar este desporto, opte por essa cor. Tudo depende do tema da festa, que tem de ser bem pensado para que as decorações fiquem todas a condizer. Pensar as coisas com antecedência ajuda.

  1. Opte por doces bons e baratos

Como poupar nas festas em casa e ter ao mesmo tempo uma mesa apelativa? Uma gelatina, um pudim ou uma mousse instantânea, por exemplo, são opções baratas e fazem sempre as delícias dos mais pequenos. Espalhar rebuçados e chupa-chupas pela mesa também são doces atrativos, além de poder colocar pipocas, gomas e bolachas em pequenas taças. Se quiser, prepare também algumas sandes e até mesmo alguns salgados, como croquetes e rissóis. Pense primeiro no orçamento que quer gastar na festa e depois faça as contas para saber que decisões tomar. Se só tem orçamento para 50, não gaste 70. Veja acima de tudo onde vai gastar.

  1. Pesquise receitas de bolos na internet

Se preferir uma mesa recheada de bolos, existem várias receitas económicas e muito fáceis de fazer, como por exemplo de salame, baba de camelo e torta de laranja. Ficará mais barato e será muito mais delicioso.

  1. Bebidas

Em vez de escolher refrigerantes e outras bebidas açucaradas, pode optar por comprar limões ou laranjas e fazer limonada ou sumo de laranja, ou até mesmo ambos, para os convidados terem duas opções, pois podem não gostar de alguma delas. Não só irá poupar na compra das bebidas, como também dará às crianças algo mais saudável. Se optar por refrigerantes não se esqueça que a festa é só para um dia. Não compre em quantidades industriais.

  1. Escolha um bolo de aniversário económico

Compre um bolo barato mas sem ser de má qualidade. Se quiser que este tenha algum desenho e conheça alguém com talento para fazer bolos, ou uma pastelaria com preços em conta que lhe possam cobrar pouco, opte por essa solução. E se vai ter quinze pessoas em casa não compre um bolo de quatro quilos.

  1. Organize atividades para as crianças

Se a festa for num jardim ou quintal e o aniversariante gostar de jogar futebol, basta uma bola para lhe fazer a vontade. Pode ainda usar um fio para fazer de rede e uma bola leve para o voleibol, por exemplo, se tiver onde prender o fio, ou optar por atividades mais tradicionais como uma caça ao tesouro, o jogo do lencinho ou da estátua e corridas de sacos ou de estafetas.

Caso a festa seja dentro de casa, pense noutras brincadeiras para entreter as crianças, como a dança das cadeiras, o jogo de mímica, o telefone sem fio ou uma versão Pictionary se o seu filho tiver um quadro de giz ou outro onde todos possam ver o que está a ser desenhado para tentarem adivinhar.

E se tiver algum familiar ou amigo com jeito para a palhaçada e um traje de palhaço, esta é a altura ideal para lhe pedir que use o lado brincalhão na festa para animar os mais novos. Haverá melhor forma de aprender como poupar nas festas em casa e ao mesmo tempo garantir a diversão?

  1. Lembranças

Se é daqueles pais que gosta de dar saquinhos aos convidados no final da festa, tente economizar ao criar os seus próprios saquinhos com papéis coloridos em vez de comprá-los já feitos . Encha-os com chupa-chupas, rebuçados ou gomas, ou então faça um mix ao colocar todos nos sacos, mas sem quantidades exageradas para poupar. Acima de tudo coloridos!

  1. Use aguarelas para pintar o rosto das crianças

Muitas crianças adoram quando lhes é pintada a cara com algum desenho que gostam. Se tiver aguarelas em casa e jeito para o desenho, ou algum familiar ou amigo seu tiver esse talento, usem-no para fazê-las felizes ao decorarem-lhes o rosto.

Acima de tudo que haja diversão. Não é por se gastar uma pequena fortuna que a festa será melhor do que se gastar tostões. Seja imaginativo!

26
Mai18

Saber ganhar é fácil, mas perder…

jl

 

jamor 2018.jpgBoas.

Hoje venho aqui a falar de futebol mas ao mesmo tempo de cidadania, sendo que estes são dois factores que estão sempre interligados. Foi neste passado fim-de-semana que se jogou no Estádio Nacional a final Taça de Portugal que colocou frente-a-frente o Aves e o Sporting que como se sabe atribui o troféu à equipa da Vila das Aves. Mas acima de tudo o que venho aqui falar é dos adeptos.

Quando jogam duas equipas já se sabe que uma delas irá perder e mesmo que a nossa seja a equipa favorita, existem sempre probabilidades de a mesma perder. E se isso acontecer temos que ter paciência e olha, respeitar e dar os parabéns aos vencedores. E venho falar disto porque nesta Taça, porque quando o jogo terminou cerca de 50% dos adeptos do Sporting abandonaram de imediato o recinto. 20% ficaram até o Sporting receber as medalhas. Outros 20% ficaram até o Sporting abandonar o relvado para assim os poderem insultar e os outros 10% ficaram para aplaudir todos os intervenientes do jogo.

O que se diria se o Sporting jogasse por exemplo contra o Benfica e se ganhasse, mas logo de seguida os adeptos encarnados que estavam em maioria, fossem embora? Haveria criticas e daria para programas televisivos durante pelo menos uma semana. Atenção que isto não acontece só em Portugal, mas a maioria das pessoas não gostam muito do jogo em si, gostam e sofrem (por vezes em demasia) pelo seu clube.

E eu como portista digo que a maioria dos adeptos do meu clube são iguais, mas isto é de um fanatismo quase doentio.

Quando o Cristiano Ronaldo é aplaudido por adeptos da Juventus por lhes ter marcado um belo golo, todos nós dizemos que devia ser sempre assim, mas quando o nosso clube perde o fair play é logo esquecido.

25
Mai18

Olá Verão. Adeus barriga.

jl

barriga-para-o-verao.jpgBoas.

Agora que já começa a cheirar a Verão, muitos de nós é que se lembram que o calção ou o fato-de-banho mingaram. Ou isso, ou nós é que alargamos. Para que o problema não se agrave e para que o possamos resolver deixo aqui algumas dicas:

Regras para dizer adeus a essa barriguinha

Acima de tudo a gordura acumulada na barriga representa uma ameaça à sua saúde, estando associada a um maior risco de doenças coronárias, hipertensão e diabetes, sendo importante a sua redução através da adopção de hábitos saudáveis. Assim ficam aqui alguns conselhos para ajudar:

1.Queimar mais calorias do que as que consome

Para queimar gordura do abdómen ou de outra parte do corpo, é preciso ter um gasto energético maior do que o seu consumo. Para se perder peso, é necessária uma diminuição do valor calórico ingerido diariamente.

A fórmula recomendada não é apenas ingerir poucas calorias, mas também seguir um programa alimentar rico em nutrientes, fibras e antioxidantes. O ideal é comer cinco porções diárias de frutas e vegetais ou então beber sumos naturais. Variar acima de tudo.

2.Corrigir a postura

A postura errada faz com que a barriga pareça maior.  Por isso, corrigir a postura é essencial. Actividades e exercícios, como pilates e ioga, ajudam a melhorar a postura e a manter a saúde. Mas existem coisas simples como estar sentado correctamente.

3.Consumir alimentos ricos com fibras

O aumento do consumo de fibras na dieta contribui para redução da barriga, já que as pessoas tendem a consumir menos gorduras e calorias sendo que que ingerir frutas, vegetais, aveia e alimentos integrais, por exemplo, ajuda a reduzir o excesso de gordura e a melhorar o funcionamento do intestino.

Opte por comer alimentos ricos em ómega-3, como sardinha, salmão, chia e linhaça, que também ajudam no processo de emagrecimento e, consequentemente, na perda da barriga.

4.Fazer exercício físico

Para perder peso e barriga, não basta praticar uma dieta equilibrada. Deve também fazer exercícios físicos aeróbicos e localizados, que queimam calorias e fortalecem os músculos do abdómen. No mínimo caminhe. Vai ou pão ou vai buscar o jornal. Deixe o carro sossegado e caminhe. Ficará melhor.

5.Evitar consumir pão branco

O pão francês ou o pão de forma estão entre os alimentos que ajudam a aumentar a barriga. Apesar de parecerem inocentes, o seu principal ingrediente – a farinha refinada (branca) – é responsável pelo aumento de gordura. Prefira os pães integrais e acima de tudo cuidado com o que coloca no pão. O pão pode ser muito saudável, mas se colocar manteiga, queijo e fiambre em doses industriais lá se vai o sacrifício.

6.Reduzir o açúcar da dieta

O açúcar também é um ingrediente que causa o aumento do abdómen, já que provoca desequilíbrio da flora intestinal. Esse efeito reduz a presença de bactérias benéficas e aumenta a quantidade de micro-organismos maléficos (são como o Diabo, malditos!), levando à distensão do abdómen e ao aumento do peso.

7.Combater o stress

Fazer aquilo que gosta e evitar uma rotina stressante está entre os hábitos para reduzir a gordura na barriga. Isso porque o stress ajuda a aumentar o peso, devido a reacções hormonais prejudiciais. Se gosta mais de nadar ou ginástica faça-o. O que interessa é que faça as coisas com gosto.

8.Evitar bebidas alcoólicas

Assim como o açúcar, as bebidas alcoólicas levam à distensão abdominal. Ao desequilibrar a flora bacteriana intestinal, este tipo de bebidas prejudica a manutenção do peso. Além disso, as bebidas podem contribuir para o aumento de peso devido ao elevado grau de calorias que contêm. Conheço algumas pessoas que a flora intestinal já morreu afogada.

9.Reduzir consumo de alimentos ricos em sódio

Se deseja reduzir o volume da barriga, deve evitar comer enchidos e congelados. Esses e outros alimentos industrializados têm grande quantidade de sódio, além de serem ricos em gordura. Isso faz com que ocorra retenção de líquidos, levando à sensação de inchaço na barriga. Não quer dizer que não coma, mas se o fizer diariamente então não ajudará nada.

10.Reduzir consumo de fast-food

Se o intuito é perder a barriga ou afastar a probabilidade de ela aumentar, as comidas gordurosas, como salgados, empadões, queijos gordurosos, sanduíches, fritos e manteiga, devem ser evitados, de acordo com as nutricionistas. Além de dificultarem a acumulação de gordura no abdómen, este hábito previne problemas como o colesterol elevado e as doenças cardiovasculares. Sabe bem, mas o pior vem depois.

12.Evitar beber refrigerantes

Os refrigerantes contêm grande quantidade de açúcar e possuem gás, que também ajuda a inchar a barriga, dando a impressão de estar maior. Para além disso, na altura de calor depois de se beber um refrigerante a sede torna a vir ainda com mais intensidade.

13.Controlar consumo de alimentos que causam dor abdominal

Apesar de nutritivos, há alimentos que podem causar dor abdominal. Repolho, brócolos, couve-flor, couve e feijões são alguns exemplos de alimentos que provocam a acumulação excessiva de gases no tubo digestivo e originam uma sensação desagradável de inchaço abdominal. Se os ingerir e andar a correr o resto do pessoal é capaz de estranhar o barulho que sai do «escape».

24
Mai18

Toca a guardar uns euritos

jl

poupar.jpgOi.

E lá venho eu novamente com a mania da poupança. Hoje venho aqui deixar umas notas sobre alguns hábitos que estão a fazer com que o seu dinheiro esteja a ser deitado pela janela.

Mesmo para os mais abastados desperdiçar dinheiro pode ser visto como um tipo de comportamento estúpido. Pare e pense, durante apenas um minuto, em tudo aquilo que poderia fazer com o dinheiro que gasta em coisas sem importância na sua vida e tente tirar conclusões.

A sua vida poderia ser melhor fazendo que com isso o seu futuro ficasse salvaguardado. E mesmo que estes pensamentos não o façam reconsiderar os seus gastos mais estúpidos, pense pelo menos no quanto trabalhou para ganhar o seu dinheiro, e depois imagine que afinal trabalhou de graça – sim, porque o que está a fazer pode ser comparado a simplesmente deitar fora horas e semanas de salários no saco do lixo. Cá vão então alguns exemplos:

 1.Compra coisas novas porque… são novidade

Se mal pode esperar para comprar o seu próximo iPhone tenha calma porque há de haver sempre um novo iPhone. O comércio e o capitalismo movem o mundo e não é por isso que tem ou que deve aderir a todas as modas e tendências. Mais que uma necessidade, muitas das vezes é uma moda.

Não são somente os aparelhos digitais aos quais deve ter atenção. Tem um carro novo e já está a ansiar pelos novos modelos que sairão para o ano? Sabia que um carro novo desvaloriza em 11% no mesmo minuto em que o conduz para fora do stand, e esse valor aumenta para 19% no primeiro ano?  Chocado?

  1. Compra artigos em saldo de que não necessita de todo

É daqueles que corre para o centro comercial assim que a época de saldos começa ou se sabe de alguma promoção? ‘Mas é uma pechincha, estou a poupar imenso!’ e é isto que diz a si próprio quando está a entregar o cartão multibanco ao vendedor? Pois é, pense a ‘pechincha’ que seria se decidisse manter o seu dinheiro na carteira. É que muitas vezes o que compra nunca é usado. Se realmente precisa tudo bem, mas precisa mesmo?

  1. Paga taxas para utilizar cartões de crédito

Está a pagar a uma empresa de crédito para que você possa ainda pagar juros pelo dinheiro que lhes deve? Que belo negócio! Opte por um cartão sem taxas anuais ou opte por nenhum cartão. Muitas das vezes tentam-nos impingir algo que nem usamos. Tenha atenção e coragem de dizer que não.

  1. Não usa cartões de fidelidade nas lojas que frequenta regularmente

Sim, é verdade que hoje em dia há um cartão para quase tudo. Invadem-nos a carteira e perdem-se nos bolsos. Porém, se vai regularmente ao mesmo supermercado ou a outro tipo de loja o melhor é que retire alguma vantagem desse hábito. Ao não utilizar um cartão de fidelidade poderá estar a gastar mais de 20%, comparativamente a quem o faz. Se vai habitualmente ao Continente porque não utilizar o cartão daí e obter descontos? Não lhe custa nada e traz benefícios.

  1. Come mais vezes fora do que em casa

Se toma o pequeno-almoço na pastelaria, se almoça no restaurante perto do trabalho e se à noite pede um take-away… bem está a ver o problema certo? Tome nota do dinheiro que gasta a comer fora durante apenas uma semana, e avalie se vale realmente a pena não ir de férias por causa daqueles hambúrgueres ‘gordurosos’ que insiste em comer todos os dias. Não quer dizer que tenho que abdicar de tudo, mas se vai comer com a sua Maria todos os Sábados ao centro comercial e gasta vinte euros dá quase cem euros de média por mês. Já viu que se optar por ir fim-de-semana sim, fim-de-semana não consegue poupar 600 euros por ano. E porque não quando estiver em casa ir passear junto à praia ou ver um filme na televisão com umas pipocas ao lado?

23
Mai18

Que sede!!

jl

beber-agua.jpgOlá.

Hoje em dia uma pessoa ou lê que o leite faz bem ou faz mal, que os hidratos de carbono ou fazem bem ou fazem mal ou que a água faz bem ou faz mal. Poderá parecer esquisito falar de água mas é mesmo disso, mas em excesso pelos vistos faz mesmo mal. Mas cá vai a explicação:

Hidratação a mais? Conheça o sinal de que é altura de parar de beber água

Ao combater a desidratação pode estar a prejudicar o seu corpo com excesso de água. Surpreendido? É a ciência que o afirma.

No dia-a-dia, são cada vez mais as pessoas que são dependentes da sua garrafa de água, seguindo a recomendação dos profissionais de saúde, e levam-na para todo o lado: no carro, no metro, na rua, no escritório, no ginásio e mesmo até para a casa-de-banho.

O consumo de água é tradicionalmente recomendado com a referência ao limite mínimo diário. Mas o que acontece ao seu organismo quando se bebe demasiada água? É que se a desidratação pode causar danos mas o excesso de água também.

"A percentagem de pessoas que bebe menos água do que deveria é muito maior do que o número de pessoas que excede. Mas é curioso que, nos últimos anos, observamos este fenómeno de pessoas que seguem certos hábitos de vida saudáveis e levam a garrafa de água para todo o lado", concorda, em declarações ao El País, o professor Lluís Serra-Majem, diretor da Cadeira Internacional de Estudos Avançados em Hidração da Universidade da Las Palmas.

O especialista explica que, do ponto de vista cardiovascular ou metabólico, beber mais água que o recomendado não deveria representar um problema sério, porque o corpo tem a capacidade de filtrar. Não conheço patologias associadas à hidratação, excepto casos de atletas profissionais que excederam consideravelmente o consumo de água e sofreram de falência cardiovascular. Eu conheço o Areias!

Mas e quando isso acontece? A Universidade de Monash, na Austrália, levou a cabo um estudo que consistia no registo, através de ressonância magnética, da atividade cerebral e do esforço que implicava beber água em duas situações distintas: com sede, após a prática de exercício físico e sem sede, depois do consumo de grandes quantidades de água.

A investigação concluiu que o cérebro é dotado de mecanismos de defesa que se activam quando ingerimos demasiado conteúdo líquido. Os testes revelaram, em casos de consumo excessivo, uma sensação de "garganta fechada", podendo triplicar o esforço para engolir. E o problema agrava-se porque muitas vezes essa sensação é erradamente interpretada como a necessidade de ingerir mais água.

"No estudo, verificamos o esforço que fazemos quando bebemos demais, o que significa que temos de superar algum tipo de resistência cerebral", esclarece Michael Farrell, coordenador da pesquisa. Eu conheço casos destes, mas não falo de água!

Casos de risco

Os primeiros casos de desportistas que morreram por excesso de hidratação surgiram na década de 80, em competições de longa duração. Este fenómeno chama-se Hiponatremia Associada ao Exercício, ou EAH (sigla em inglês).

Nestes casos, o excesso de hidratação provoca um distúrbio hidroeletrolítico e um aumento da pressão intracraniana, dores de cabeça, náuseas, vómitos, confusão mental e, sem situações mais extremas, pode causar convulsões, coma e morte.

Cynthia Lucero é um dos casos de EAH. A atleta que participou na Maratona de Boston em 2002, faleceu após a corrida, com excesso de hidratação.

Um grupo de investigadores da Universidad de Oakland (EE UU), publicou recentemente uma revisão atualizada sobre a incidência de casos de EAH, que revelou factos inquietantes: Se nos anos 80 os casos de hiponatremia afetavam mais os atletas de triatlo, escalada e ultramaratona, ultimamente observou-se um aumento destes casos em maratonas, desportos de equipa e até mesmo na prática de yoga.

Isto é daqueles casos em que se está sempre a aprender porque sinceramente nunca tinha lido sobre este assunto, mas para comemorar vou já beber o meu chá de laranja fresquinho.

22
Mai18

Toca a nanar

jl

nanar.jpgOlá.

Sabem aqueles dias em que a cama parece que tem cola e não apetece nada sair de lá? Pois bem hoje estou assim, mas muitas vezes isso fia a dever-se de ou nos deitarmos tarde demais ou a nossa noite não ser de qualidade. Mas para ajudar deixo aqui alguns conselhos:

Tem dificuldades em adormecer? Acorda imensas vezes durante a noite? Sente-se ansioso e irritado por não conseguir dormir tão bem quanto queria e devia? Talvez esteja a fazer algumas das coisas que não deve fazer antes de ir para a cama.

Ter uma boa noite de sono é de extrema importância e influencia o nosso humor, os nossos níveis de energia e a nossa saúde de forma geral. A qualidade do sono depende em grande medida daquilo que fazemos durante o dia (exercício físico; alimentação; ansiedade), especialmente nas horas que antecedem a ida para a cama.

1) Usar tecnologia: a luz emitida pelos dispositivos tecnológicos estimula o cérebro e torna mais difícil o acto de adormecer. E o telemóvel hoje em dia está presente na nossa vida quase como uma terceira mão. Como alternativa a isso opte por meditar, ouvir uma música suave ou ler um livro que não seja demasiado estimulante.

2) Comer uma ceia pesada: se sente necessidade e está habituado a fazer uma refeição antes de ir dormir, opte por algo mais ligeiro. Ficará muito melhor!

3) Consumir cafeína: para dormir bem, evite bebidas e alimentos estimulantes, como o café, determinados chás com propriedades estimulantes ou chocolate. Se optar por estes alimentos tente que a sua ingestão seja o mais cedo possível.

4) Consumir álcool: para mim não é problema que não o ingiro mas a frequência com que se ingere o álcool facilita o sono e nos deixa mais relaxados; a verdade é que à medida que o nosso corpo começa a metabolizar o álcool, o período em que o nosso sono é mais restaurador é reduzido; para a maioria das pessoas, consumir álcool ao jantar não é problemático, deve apenas evitar o seu consumo antes de deitar.

5) Exercício físico intenso: a prática regular de exercício físico ajuda a tratar a insónia e promove bons hábitos de sono; apenas o exercício físico muito prolongado e intenso pode prejudicar a qualidade do sono em algumas pessoas. O corpo se estiver mais cansado irá descansar muito melhor.

6) Deitar-se chateado com alguém: o stress é, sem dúvida, uma das principais causas de insónia; quando temos uma conversa mais stressante antes de deitar, as hormonas do stress vão estar aumentadas e o nosso sono terá uma pior qualidade; tente resolver os problemas que o preocupam no início da noite e deixe as tomadas de decisão importantes e as conversas sérias para quando tem mais tempo para refletir e relaxar depois. Até porque se estiver descansado, decidirá muito melhor!

7) Fumar: grande parte das pessoas fuma com o intuito de relaxar; a verdade é que a nicotina é um estimulante, portanto, fumar perto da hora de deitar pode contribuir para a insónia. Ou melhor ainda, deixe esse vício.

Depois de um longo e exigente dia de trabalho, por vezes é difícil desligar da realidade, deixar o stress e as preocupações de lado e ter uma boa noite de sono. Mas como se vê, há determinadas coisas que não deve fazer antes de ir para a cama. Se evitar esses hábitos vai diminuir a ansiedade, relaxar e dormir melhor. Se está a ler isto à noite já sabe, desligue o computador dê uma beijoca a quem está ao seu lado e descanse relaxado.

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D