Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

30
Jun18

Fantasias picantes

jl

malagueta.pngOlá.

Hoje em dia estamos numa sociedade com estereótipos bastante marcados. Um deles, é que os homens estão a pensar constantemente em sexo. E isso como se sabe é mentira, porque para além do sexo os homens pensam em muitas outras coisas tais como: futebol; sexo; encher o bandulho no restaurante; sexo; filmes com carros; sexo; futebol com a árbitra em calção justinho; sexo; trabalho, onde a senhora da frente tem uma saia que provoca calores e por aí fora.

Mas a verdade é que existem muitos estereótipos sobre os homens e o seu desejo sexual. Mas nesta peça deixo algumas frases que mais se ouvem mas que não se sabe se correspondem à realidade ou se não passam de mitos.

A maioria dos homens gostava de ter sexo com uma das sex-symbols da sua juventude, como a Pamela Anderson ou a Samantha Fox. E isto é daquelas coisas que se pode dizer à nossa Maria porque ela sabe bem que não temos hipóteses.

 Fazer sexo no elevador do prédio onde vivem. É daquelas coisas que a mim não me fascina. Especialmente porque moro numa casa térrea.

 Ser amarrado na cama e dominado pela companheira durante toda a noite. Muitos homens não querem, porque depois não podem mudar de canal e não ver o seu clube a jogar!

 Ter relações sexuais com a namorada vestida com um uniforme. Aí já podem dizer que ela é mesmo como um polícia. Sempre a ver o que fazemos!

 Fazer sexo em transportes públicos é uma fantasia muito comum. Mas da maneira como circulam ao autocarros ou o Metro acho que nem para um beijo dava.

 Ver a companheira a ter relações sexuais com outro homem e, no final, juntar-se a eles. Hum, não!!

 Fazer sexo com duas ou mais mulheres. Eu nem me lembrei disso Maria! Ui meu Deus!!

 Sexo oral na fila de trânsito. Os homens só pensam em pôr a buzina a trabalhar!

 Os homens fantasiam com um pedido de ajuda de uma mulher bonita, a vizinha com um problema na canalização ou uma desconhecida com um pneu furado e, de repente, a mulher começa uma sessão de sexo oral. Basicamente os homens pensam é em sexo, porque mudar pneus não é o sonho de qualquer um. Só se tratar de algum mecânico.

 Ter relações sexuais na casa de banho de um avião. Convém é escolher bem o avião, porque se isso acontecer nos aviões do Senhor de Matosinhos é capaz de não ser assim muito boa ideia.

 Estar em pleno acto com uma mulher casada e ser apanhado pelo marido, que resolve juntar-se aos dois na cama. A realidade é um pouco diferente, com o marido ir buscar uma pistola e você ir fazer palhaçada com os anjinhos.

 Enquanto alguns homens fantasiam ter sexo com uma mulher completamente depilada, outros sonham com uma mulher que não se depila. O macaco Adriano adorava esta última fantasia!

 Ter relações sexuais com quatro mulheres ao mesmo tempo, sendo que todas são fisicamente diferentes: uma loira, uma ruiva, uma morena e uma negra.  Sinceramente nunca tive esta fantasia, mas depois de ler isto já deu para ver o porquê do Viagra ter tido tanto sucesso.

 Fazer sexo enquanto joga computador. Se tivesse 15 anos até estou quase como o outro, mas se algum adulto pensar nisto então peça ajuda médica que está a precisar.

 Fazer sexo com a namorada no sofá da sala, enquanto a sogra está na cozinha. Convém é que o sogro não queira ver televisão, senão fica a chuchar no dedo.

 Fazer sexo dentro de um barco, em alto mar. Não convém é estar muita ondulação, senão os tubarões é que nos comem.

Esperando desde já que consigam concretizar todas as fantasias, sendo que a melhor fantasia é a realidade de estar com alguém que realmente se gosta.

29
Jun18

(não)Suar em bica

jl

suor.jpgBoas.

Agora que o Verão chegou (embora hoje em dia se fique na dúvida como vai estar o Tempo na próxima semana) o tempo mais quente começa a atacar. E se a maioria das pessoas adora este tempo, outras nem por isso e muitas dessas apresentam como a maior queixa o calor e as consequências que o mesmo traz e uma dessas é o transpirar com tudo o que advém daí. E para além de tudo o transpirar é daquelas coisas que socialmente nos deixa constrangidos. Mas a transpiração é um processo natural, mas o excesso de suor, além de incomodativo, pode ser também patológico, prejudicando física e mentalmente a pessoa que sofre de hipersudorese, sobretudo se esta tiver uma elevada actividade social. Mas vamos lá tentar ajudar:

 5 estratégias para transpirar menos das axilas

Passo 1: analisar as situações em que mais transpira

A primeira coisa a fazer para saber se sofre de hiperidrose axilar é tentar ver uma relação directa entre a temperatura exterior do ambiente e a sua transpiração.

A resposta é fácil: se o seu suor é incomodativo quer no Inverno quer no Verão, então isso um passo mais próximo de confirmar um estado de hiperidrose axilar. Se pelo contrário e como é normal, é no Verão que transpira mais e o Inverno passa por si de forma confortável, deverá manter a calma.

Passo 2: Pense no stress e na sua rotina diária

Avalie a relação entre aspectos da sua vida e rotina diárias e um aumento do suor das axilas, como por exemplo:

- Desemprego, mudança de emprego, burnout;

- Problemas pessoais e familiares;

- Estados de ansiedade e alterações nervosas;

- Mudanças alimentares;

- Humor depressivo ou depressão diagnosticada;

- Início de toma de medicação hormonal, gravidez, menopausa;

- Uso de roupas sintéticas que impedem a circulação do ar no corpo.

Passo 3: Procure o conselho de um especialista

Para esclarecer dúvidas sobre hiperidrose a melhor solução é ir a um Médico Dermatologista: é comum este propor um tratamento da hiperidrose axilar à base de anti-transpirantes ou botox. Vantagens destes tratamentos:

Se a sua transpiração deixar de ser incomodativa com o uso de anti-transpirantes, então conseguiu resolver um problema com uma solução rápida e acima de tudo bastante económica;

Se o médico sugerir o uso de botox infiltrado na zona axilar, saiba que apesar de poder ser um tratamento dispendioso quando prolongado no tempo, é uma solução 100% segura e sem efeitos secundários.

Desvantagens: Na sua maioria os anti-transpirantes contêm químicos e metais como o alumínio, causando em alguns casos irritações da pele,por isso convém estar alerta. Existem também alguns estudos que estabelecem uma relação direta entre o alumínio presente nos anti-transpirantes e o cancro da mama.

Por outro lado, os anti-transpirantes não tratam o suor, controlam-no. No dia em que deixar de usar o produto vai sentir novo incómodo com a transpiração. E é também frequente que o uso frequente cause o fenómeno de habituação, em que o anti-transpirante deixa simplesmente de ser eficaz. O botox é uma proteína que é totalmente absorvida pelo corpo ao longo do tempo, tornando este tratamento eficaz durante aproximadamente seis meses. Como tal, haverá a necessidade de repetir o tratamento até duas vezes por ano, enquanto sofrer de hiperidrose.

Existem também tratamentos cirúrgicos como a Simpatectomia Endoscópica, que tem por objetivo remover áreas específicas do nervo simpático principal, co-responsável por este problema. Ao remover parte do nervo, o paciente deixa de transpirar em excesso, resolvendo assim o seu problema.

Vantagens: A cirurgia Simpatectomia Endoscópica é minimamente invasiva, permite resultados instantâneos e tendencialmente permanentes.

Desvantagens: Por ser uma cirurgia feita em ambiente hospitalar requer anestesia geral e um período de recobro, pode envolver alguns riscos inerentes a qualquer cirurgia, como sangramento, infeções e dor. É eficaz em até 95% na redução da hipersudorese, principalmente nas axilas, mãos, mas pode fazer despertar a hiperidrose compensatória irreversível, com aumento de suor ligeiro ou acentuado noutras áreas do corpo como virilhas, costas, peito, abdómen, coxas e nádegas. Ou seja não se sua de uma lado, então de outro fica-se molhado. Hum, esta frase não foi muito feliz!

É comum também os médicos especialistas sugerirem diferentes tratamentos de ponta consoante o grau e local da hiperidrose. Existe o tratamento da hiperidrose axilar pelo método Miradry. Este método a laser usa energia eletromagnética que elimina permanentemente as glândulas sudoríparas (as responsáveis pela transpiração) e as glândulas apócrinas (responsáveis pelo mau odor axilar) sem recurso a cirurgia.

Vantagens: Além de indolor, esta técnica permite obter resultados que chegam aos 90% na redução do suor e ainda reduz drasticamente o odor que muitas vezes acompanha a transpiração, numa única sessão de uma hora e meia. Tornando-se assim no único tratamento que resolve de vez o suor (hiperidrose) e o odor (bromidose) axilar sem cirurgia.

Desvantagens: Como é uma tecnologia inovadora e de ponta ainda só há duas clínicas especializadas em Portugal que oferecem este tratamento: as Clinicas Liberty em Lisboa e Porto. E isto representa euros!

Passo 5: Procure informação e testemunhos e escolha o mais adequado para si.

Escolher um tratamento pode parecer difícil: com ou sem cirurgia, com ou sem risco de suor compensatório, com resultados permanentes ou temporários, com ou sem uso de anti-transpirantes, as opções são várias.

O importante é que faça uma decisão informada e consciente de um tratamento que seja o melhor para si. Lembre-se, a transpiração excessiva não é apenas uma questão de estética, é um problema que afecta milhões de pessoas no mundo inteiro e que provoca isolamento social, quebras de autoestima e inclusive depressão.

28
Jun18

Uma bolsa para a pistola

jl

moda.jpgOlá.

Hoje venho aqui falar de moda. Embora não seja um tema que seja muito usual aqui escrever, hoje vi uma foto que não podia deixar um pequeno comentário. Do Japão chegam muitas novidades em todas as áreas, mas hoje li sobre uns jeans que no mínimo são curiosos e que foram desenhados pelo inglês Kim Jones e em que os mesmos apresentam um bolso para o pénis.

Já se sabe que hoje em dia a moda, nem tudo tem de fazer sentido. Há botas com fechos na sola, malas em forma de vestido, o Castelo Branco em vestido de noiva e até cuecas em ganga.

E mesmo fora da caixa ou original, a verdade é que embora as novas propostas de vestuário sejam vistas como (muito) estranhas, as peças ganham seguidores e chegam a esgotar. Aliás basta andar na baixa do Porto para ver que aquilo que há quinze anos só era usado pelo Batatoon hoje em dia é moda. No caso das jeans tanga, não só esgotaram como tiveram direito a uma lista de espera.

Mas a mais recente novidade do mundo da moda foi desenhada por Kim Jones para a japonesa GU (os japoneses que são gagos, coitaditos devem ser gozados quando dizem que querem umas calças GUGUGUGUGUGUGU) e resume-se a umas calças de homem com um bolso para o pénis numa cor diferente do tecido utilizado nas calças. Hum que giro!!!

Mas caso esteja a pensar como se usam estas calças, esclareço: exatamente do mesmo modo que umas calças comuns. O bolso serve apenas para dar um toque de contraste à peça.

Ainda estou para ver como será o modelo feminino, mas depois do masculino ter uma bolsa à parte já estou a imaginar.

27
Jun18

A Bela (ou Beta) tem boas atitudes

jl

o pra ela.jpegOlá.

Hoje li uma peça que me fez admirar uma atitude que a rainha Isabel II tomou. Já agora uma curiosidade se a rainha é Elizabeth, como é que isto se transforma em Isabel? Será que quem for Isabel em Portugal passa a ser Elisabete em Inglaterra? Mas continuando, a rainha Belita distinguiu uma ex-prostituta com a Ordem de Mérito.

O trabalho de Catherine Healy, de 62 anos, foi reconhecido pela rainha com a Ordem de Mérito. Esta senhora tem vindo a desenvolver um trabalho de apoio junto de trabalhadores do mercado do sexo, apoio esse que a monarca considera digno desta distinção. Falo de uma monarca que já ultrapassou os 90 anos e que poderia ter uma atitude bem diferente!

Esta mulher trabalhava numa escola primária quando decidiu entrar no mundo da prostituição, nos anos 80. Quando tomou esta decisão, ficou surpreendida com a falta de protecção existente nesse meio e, por isso mesmo, em 1987, decidiu criar o Coletivo de Prostitutas da Nova Zelândia (NZPC), cujo principal foco é defender os direitos das pessoas que trabalham no mercado do sexo. E venha quem vier, se existe este tipo de oferta, é porque também existe procura.

O trabalho de Catherine acabou por ser essencial no desenvolvimento na criação de uma lei no ano de 2003, que descriminalizou a prostituição na Nova Zelândia.

Catherine referiu que ficou em choque com a notícia de que a monarca inglesa queria distinguir o seu trabalho: “Creio que há umas semanas não pensei que isto fosse possível. É um indicador da mudança de atitudes das pessoas. Ainda assim há muito trabalho a fazer”.

E isto é daqueles temas que mais cedo ou mais tarde terá que ser debatido no nosso País. Não seria muito mais lógica isto também acontecer no nosso país? Existia um controlo muito melhor destas pessoas, sendo benéfico para todos, especialmente para elas. Hoje em dia quem está no mundo da prostituição quase que não tem nada em que se apoie. Mas se existir um maior controlo será mito melhor para toda a gente. Mas sendo isto Portugal, só haverá interesse em olhar para esta actividade, quando a mesmo representar euros em caixa.

26
Jun18

Um problema de xixi

jl

xixi.jpgBoas.

Hoje enquanto cuscava a Net deparei-me com um artigo que falava sobre o síndrome da bexiga tímida e que referia que é um problema mais frequente do que imagina.

Este é um problema que mesmo quase que não seja falado afecta milhões de pessoas em todo o mundo. O mesmo  faz com que uma pessoa, mesmo aflita para urinar, não o consiga fazer por estar numa casa de banho pública ou por estar a ser ouvido por outra pessoa.

Vários estudos indicam que este síndrome afecta cerca de 20 milhões de pessoas só nos Estados Unidos.

Normalmente, o esfíncter uretral contrai naturalmente até que a pessoa esteja numa casa de banho ou num sítio próprio para urinar. Aí, o esfíncter uretral relaxa e a pessoa consegue fazer o seu xixi.

Mas, no caso das pessoas que sofrem desta síndrome, o esfíncter não consegue relaxar estando numa casa de banho desconhecida ou se houver pessoas que possam ouvir não conseguindo fazer o que pretendia.

Esta síndrome também pode acontecer em alturas de maior stress. Para combater isto, olhe, ou apanha um grande susto ou então ri-se muito. Nunca ouviu aquela expressão de Mijar a rir?

Mas acima de tudo não se envergonhe e se realmente for necessário peça ajuda ao seu médico.

25
Jun18

Uma árvore, um amigo…

jl

água.jpgOlá.

Como título desta peça, escolhi uma pequena parte da letra de uma música que aparecia no programa Arca de Noé e que defendia a preservação da Natureza e isto já aconteceu há uns anitos.

Hoje enquanto ouvia as notícias não deixei de reparar numa peça que dizia que cada vez existe mais plástico nos nossos oceanos. Em 2025 por cada três toneladas de peixe existirá uma tonelada de plástico. E não me apetecia nada que na festa do São João em 2030 comer uma sardinha plástica!

Se as coisas não mudaram assim tanto, quando a água se evapora e vai para as nuvens, pequenas partículas microscópias plásticas também irão e entram assim mais tarde ou mais cedo no nosso organismo quer seja através do que comemos ou do que bebemos. 

Uma das coisas que ainda assim não é muito falada são as águas minerais mas que como é lógico não são imunes a tudo isto, mas como nós, enquanto seres humanos ainda não conseguimos sobreviver sem água deixo aqui uma peça que nos fala sobre isso mesmo.

A água tem duas fontes indirectas: a chuva ou a neve derretida que, ao movimentar-se no subsolo, vai dissolvendo e aglutinando os minerais e os gases existentes por onde passa.

Ao misturar-se com determinados gases, a água ganha uma identidade nova e distintiva que lhe é conferida pela geologia dos locais percorridos. Por exemplo, pode misturar-se com dióxido de carbono, adquirindo as conhecidas bolhinhas (que são muito boas para colocar o nosso intestino a produzir os chamados gases). Ou com carbonato de sódio, daí resultando as sodas.

As águas puras não correntes podem ser obtidas por captação direta em leitos subterrâneos ou por colheita em fontes (quando, na sua abundância, acabam por jorrar para o solo).

Apesar de 100% naturais, as águas puras são quase sempre objeto de uma aplicação mínima de tratamentos antes do engarrafamento, que se revelam fundamentais para a eliminação de elementos instáveis. Ou seja aquilo que por vezes se ouve, estilo tão natural como a sua sede não é bem assim.

O que faz o nome de uma boa água engarrafada é a sua estabilidade e constância da composição, as características físico-químicas e a garantia da sua pureza. Ou seja, o consumidor vai querer encontrar sempre o mesmo sabor numa determinada marca de água que lhe chega em garrafa. Sendo que uma água sempre com o mesmo sabor na Natureza é impossível de encontrar.

Mas como dizia anteriormente, enquanto seres humanos temos que continuar a beber água, por isso tente escolher aquela que melhor sabe e acima de tudo tente fazer com que os seus resíduos sejam o melhor possível para a Natureza.

Se toma em casa o seu cafézinho, porque não beber numa chávena de louça em vez de ser num copo plástico? Se um casal tomar nem que seja só um café por dia, já reparou que ao fim de um ano são mais de 700 copos? E nós humanos somos um animal de costumes. Já reparou no barulho que existiu quando os sacos plásticos começaram a ser cobrados nos hipermercados e que passado tão pouco tempo já nem se fala disso e as pessoas arranjaram soluções?

24
Jun18

Kona eléctrica

jl

kona.pngBoas.

Há uns anos atrás o pessoal dizia que Portugal era conhecido como o país dos três F’s. Fado; Futebol e Fátima. E hoje penso que ainda seja assim, embora os F’s, nos nossos dias signifiquem mais Férias (que ninguém quer fazer nada e não falo só dos políticos); Futebol (onde diariamente levamos com uma injecção de horas, onde muitas vezes o assunto é zero) e Fofinhas ( e aqui falo na parte masculina, hummmm!!!). E é precisamente sobre este último F que me ocorreu uma ideia. Todos dizemos que os Tugas são daquele estilo do macho latino. Até posso concordar, mas sabiam que existe o macho escandinavo?

Pois bem na Noruega, a Hyundai está a alcançar números surpreendentes de vendas do novo eléctrico. Não sei se o carro é assim tão bom, mas que os noruegueses andam todos mortinhos por terem uma viatura Kona para darem uma voltinha, lá isso é verdade!

23
Jun18

Estudo das crianças

jl

Pai.jpgBoas.

Desde o nascimento da minha pimpolha que os assuntos relacionados com a Educação passaram a chamar-me muito mais a atenção. E o artigo que trago hoje, embora fale sobre 10 maneiras de melhorar as notas dos miúdos na Escola penso que é sempre útil. E embora para mim ainda seja uma realidade um pouco distante, o tempo passa num ápice. Mas cá vai então:

Muitas vezes nós pais, tentamos delegar os estudos dos nossos filhos a um explicador ou a uma empresa de explicações e isso por si só, não é a melhor maneira de proceder. Ensinar as nossas crianças a estudar é uma das melhores formas de as ajudar a curto, médio e longo prazo até porque para os miúdos se tornarem autónomos e seguros de si, os educadores deverão acompanhar o seu progresso nos estudos e dar-lhe, progressivamente, espaço para que tomem a iniciativa de estudar e trabalharem sozinhos.

  1. Deixe de fora tudo que possa distrair a criança

O primeiro passo é um dos mais simples. Num ambiente sem distracções, coloque sobre a mesa apenas o material que vai usar e o livro aberto na página que a criança deve estudar. Nada de ditaduras, mas nada de música ou televisão.

  1. Faça contas realistas

Calcule o tempo que levará a estudar uma determinada quantidade de matéria e defina um plano flexível e realista, explicando à criança as razões por que estabeleceu esse plano e não outro. O dialogar é a melhor maneira.

  1. Não deixe a criança sozinha

Sente-se ao seu lado enquanto faz os trabalhos de casa, sem dizer quais são as soluções para os problemas. Se quer ir ver a novela ou o futebol tenha paciência e veja depois. A criança também não está a ver a Patrulha Pata pois não?

  1. Acompanhe o estudo

Verifique como a criança chega aos resultados, se leu bem e/ou se interpretou corretamente o enunciado. No caso de dúvidas, procure esclarecê-la e alertá-la para pormenores que eventualmente lhe passaram despercebidos. Isto para além de ser positivo para os miúdos, também o é para nós que assim recordamos a nossa infância.

  1. Não complique

Se a criança não compreender algum passo para a resolução dos problemas, explique-lhe o raciocínio de forma clara e sucinta, dando-lhe pistas para que seja ela a descobrir a forma como deve pensar. O que para nós poderá ser daquelas coisas básicas, para eles não. E você já não foi assim?

  1. Incentive à leitura

Se a criança lê devagar ou tem de voltar atrás várias vezes na leitura, ou nunca consegue identificar os pontos essenciais daquilo que lê, escolha um texto com quatro parágrafos, no máximo. Divida-o e peça ao seu filho que escreva o significado de cada um deles. No final, a criança deve explicar oralmente o que o texto quer dizer. Tente levar isto quase como uma brincadeira. Será muito melhor para todos.

  1. Manter a calma

Reaja de forma pouco efusiva e emocional perante erros e dificuldades, evitando que a criança associe o estudo a um momento de ansiedade. Especialmente em crianças pequenas a maneira como se estuda criará raízes para o futuro. E isto será para o bem ou para o Mal.

  1. Afaste-se progressivamente

Comece a ausentar-se do local onde a criança faz os seus trabalhos de casa, quando sentir que já está mais à vontade com as técnicas de estudo que lhe foi incutindo ao longo das fases anteriores. Mas mesmo assim nunca deixe na totalidade de ir espreitando a que a sua criança vai fazendo.

  1. Veja os trabalhos de casa da sua criança

Pergunte se quer que lhe veja os trabalhos de casa. Se a criança não quiser, insista. Por norma, se não os quer mostrar, é porque ainda não interiorizou a matéria, pelo que será aconselhável estudar mais. Mas tente que a criança veja sempre o lado positivo das coisas.

  1. Compense a criança

Reforce positivamente os sucessos, especialmente se tiverem sido conseguidos sem ajuda directa. Do mesmo modo que deve ser paciente ao longo do processo, para não gerar focos de nervosismo e ansiedade, deve elogiar e até premiar, se for caso disso, o esforço feito e os resultados alcançados, sobretudo se a criança os atingiu por ela. Não pense que só os valores materiais é que têm valor, muitas das vezes uma palavra de reconhecimento é também muito importante.

Acima de tudo não podemos ver uma criança como um adulto em miniatura. Existem regras e normas para cumprir, mas tudo no seu tempo e adaptado a cada pessoa.

22
Jun18

Que cheirinho!!

jl

halito.jpgOlá.

Já alguma vez acordaram com um hálito que mais parece que durante a noite estiveram a mastigar alho com cebola misturado com um gato morto? Se a resposta for negativa você está safo, mas se disse que sim o mais certo é a sua Miquelina dizer-lhe que o sofá da sala é muito bom para as suas costas. Mas a verdade seja dita, muitas vezes aquilo que se ouve falar do mau hálito não passam de mitos. Aqui vai uma pequena explicação:

"Será que tenho mau hálito?", é uma pergunta que provavelmente já lhe passou pela cabeça. Com um simples abrir de boca, aquela conversa importante ou aquele beijo de despedida podem ser eternamente arruinados. Mas o que causa realmente este problema?

Mito: temos a percepção do nosso mau hálito

Para perceber se estamos com mau hálito, é muito comum bafejar para as próprias mãos e respirar o ar pelo nariz. Mas não deixa de ser um método falível até porque a maior parte das pessoas não tem capacidade para reparar no seu próprio mau hálito já qu0e a pessoa está habituada ao seu próprio odor e, portanto, não nota a diferença.

A melhor forma de perceber se tem mau hálito continua a ser, para muitos, a menos agradável já que o melhor é sempre perguntar a outra pessoa.

Mito: mau hálito é sinónimo de problemas na sua boca

A halitose não está necessariamente associada a doenças na boca. A principal explicação para o fenómeno é, a libertação de gases sulfurados, que são gases formados através da decomposição alimentar pelas bactérias presentes na nossa boca. Os gases são tramados!!

Estas bactérias alojam-se principalmente na parte de trás da língua e mesmo que as pessoas tenham uma boa higiene oral e não tenham problemas de cáries ou gengivais, podem propiciar o aparecimento de mau hálito.

O mau hálito pode também estar associado a problemas gastrointestinais, mas vários especialistas afirmam que apenas 10-15% dos casos de halitose estão associados a problemas de estômago.

Mito: a halitose pode ser crónica

Algumas pessoas são mais predispostas a ter mau hálito que outras, mas existe sempre uma forma de o prevenir.

A melhor prevenção para o mau hálito é uma boa higiene oral - a escovagem após as refeições, o uso de fio dentário e o devido tratamento dos problemas da boca.

Como método complementar, existe também um utensílio que a maior parte das pessoas desconhece que diminui muito o mau hálito - o raspador de língua. O instrumento pode ser comprado na farmácia e utiliza-se antes de lavar os dentes. Raspa-se a parte de trás da língua de trás para a frente, de modo a remover as bactérias alojadas na zona. Atenção que se não tiver um raspador de língua, não utilize o raspador que habitualmente usa para a cenoura!

Mito: os elixires bucais tratam o mau hálito

Depende do elixir, dizem os especialistas, até porque a maioria dos elixires mascaram, mas não tratam o mau hálito.

Algumas soluções possuem clorohexidina, um antibacteriano bastante potente e com uma atividade prolongada usado no tratamento do mau hálito. Se a pessoa bochechar duas a três vezes por dia, pode passar o dia inteiro sem se preocupar com o mau hálito.

No entanto, a maior parte dos elixires tem outros componentes que não tratam, apenas mascaram a halitose. Apesar disso, o uso de elixir bucal é um elemento fundamental como parte de uma boa higiene oral.

Quando a Bela Adormecida foi beijada pelo príncipe, se ele tivesse mau hálito a coitadita ficava a dormir por mais uma temporada!

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D