Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

05
Jul18

Comidinha saudável

jl

frutas-legumes-e-vegetais.jpgBoas.

Hoje enquanto via a Net deparei-me com um artigo bastante interessante e que falava sobre a melhor maneira de conservar os nutrientes dos alimentos e que falava sobre alguns aspectos que basicamente desconhecia. Cá vai então:

Uma das coisas que eu desconhecia é que alguns vegetais e legumes podem perder até 50% das suas vitaminas quando picados e cozidos.

Para se ter uma vida o mais saudável possível, é importante que o consumo de alimentos seja o mais diversificado, já que deles retiramos os nutrientes necessários para um bom funcionamento do nosso organismo. No entanto, a integridade e a quantidade destes nutrientes podem estar comprometidas, não permitindo um nível de absorção mínimo ou desejável no intestino.

A perda de nutrientes pelos alimentos começa logo nos campos onde são produzidos e continuam na longa caminhada até às nossas casas. Dependendo da forma como utilizamos estes alimentos, tanto na preparação como no armazenamento, podemos estar a acentuar ainda mais esta perda. Ou seja se quer comer uma cenourita faça como o Bugs Bunny. Vá ao campo e trinque logo o legumezito!

Por exemplo, vegetais e legumes podem perder até 50% das suas vitaminas (complexo B e vitamina C) quando picados e cozidos. Isto porque alguns desses nutrientes se dissolvem na água, a qual geralmente não é reaproveitada, ou se é alguns desses nutrientes são termosensíveis, ou seja, são inactivados/destruídos pelo calor empregue durante a confecção.

Basicamente existem cinco factores que são responsáveis pela perda de nutrientes dos alimentos: calor, exposição ao ar e à luz, cozimento em água e o bicarbonato de sódio.

As vitaminas liposolúveis (vitaminas A, D, E e K) são mais estáveis porque são insolúveis em água. Por outro lado, as solúveis em água perdem-se rapidamente durante a preparação, a higienização e a confecção como é o caso das vitaminas do complexo B e C.

Por isso, existem algumas dicas e técnicas para os preservar, como a quantidade de água utilizada para o cozimento, o modo de confecção (vapor, imersão, frito, grelhado, assado e outros), a forma de congelamento e de descongelamento, os cortes, o tempo de armazenamento e para o consumo, entre outros. Estes cuidados servem não somente para a preservação dos nutrientes, como também para garantir um melhor aproveitamento dos alimentos, melhorar o seu sabor e favorecer a sua apresentação.

Há que ter em atenção aos seguintes conselhos para ter uma alimentação mais nutritiva e saudável:

– Compre sempre alimentos frescos e de boa qualidade e utilize-os o mais rápido possível. Legumes e vegetais armazenados por mais de uma semana no frigorífico podem perder nutrientes. No entanto, saiba que o frigorífico ainda é o melhor lugar para os guardar porque as enzimas responsáveis pelo processo de amadurecimento são mais sensíveis ao frio e demoram mais tempo a actuar. Parecem actores, demoram mais a actuar!!

– Alimentos bem embalados ou acondicionados não perdem com facilidade nutrientes, uma vez que não ficam em contacto com o ar. Mas cuidado. Muitas pessoas lavam os vegetais, como a alface, rúcula, etc…, para as guardar limpas e prontas para serem logo utilizadas. Alimentos ainda molhados ou ligeiramente húmidos deterioram-se rapidamente. E se não forem higienizados corretamente podem conter bactérias que fazem mal à saúde. Ou seja o que poderia ser benéfico poderá ser o oposto.

– É interessante lembrar que os vegetais congelados comprados já prontos (preparados), desde que bem armazenados, preservam melhor os nutrientes do que o alimento fresco que fica muito tempo no frigorífico para ser utilizado. Isto acontece porque, normalmente, são colhidos e imediatamente congelados a temperaturas muito baixas e num processo muito rápido que evita as perdas nutricionais. Mas é importante que verifique se os vegetais estão soltos dentro da embalagem e não contêm cristais de gelo. Se estas situações acontecerem é sinal de que foram descongelados e congelados novamente e assim não vão manter a qualidade sugerida pelo fabricante. Ou seja a próxima vez que for ao supermercado abra as embalagens, embora o responsável não deva achar grande piada.

– Os legumes e tubérculos devem ser cozidos com casca, só depois de estarem cozinhados é que podem ser descascados, ou então consumidos com a própria casca. Homem das Cavernas, versão século XXI.

– Não deite fora a água da cozedura. Pode reutiliza-la em sopas, caldos, soufflés, ou até mesmo na preparação do arroz ou na confeção de massas. E isto é daquelas coisas que pouca gente faz, inclusive eu!

– Corte os legumes e os vegetais imediatamente antes de utilizá-los e em pedaços grandes.

– Cozinhe os alimentos com pouca água e no menor tempo possível. Se possível opte pelo cozimento a vapor porque é mais saudável.

– Rasgue as folhas, como por exemplo, as de alface, ao invés de cortá-las com a faca. Mais uma que eu não fazia a mínima.

– Inclua diariamente legumes, vegetais e frutas cruas na alimentação. Para além de ser melhor para a nossa saúde, a nossa carteira também irá agradecer.

– Beba os sumos naturais de frutas logo após a sua preparação, desta forma evita o início de reações que podem destruir os nutrientes devido ao contacto com a luz e o ar. E para além de tudo são mais saborosos.

– Se for cozinhar em água, procure cozinhar os vegetais com casca ou pelo menos em pedaços grandes. Quanto menor o tamanho, maior a perda, principalmente de vitamina A, C, E e algumas vitaminas do complexo B. É também, na pele ou na casca que estão concentradas as vitaminas e os sais minerais. Outro pormenor é colocar os vegetais só quando a água estiver a ferver para diminuir as perdas das vitaminas. Sempre a aprender.

– Quando for fritar ou grelhar um alimento, comece por colocar a fritadeira a ou o grelhador a uma temperatura elevada. Este comportamento leva há formação de uma crosta que retém no interior do alimento os sucos nutritivos.

– Para cozinhar os alimentos utilize o micro-ondas, porque além de cozinhar com pouca água, cozinham mais rapidamente, evitando as perdas nutricionais. Sendo que a maioria de nós utiliza este aparelho só para aquecer o leite. Se não tiver este aparelho, procure cozinhar a vapor ou no sistema de papelote (cozer dentro de papel alumínio). Mas não no micro-ondas porque senão vai haver fogo-de-artifício lá em casa!

– Em relação aos fritos, lembre-se que as temperaturas de fritura (que são temperaturas altas), destroem as vitaminas A, C, E e K. No caso das batatas fritas, todo as quantidades de vitamina C são perdidas.Tadinhas.

– Se gosta dos vegetais bem verdinhos, não adicione bicarbonato de sódio. Realmente ficam mais verdes, mas a perda de nutrientes é muito elevada. Será que o bicarbonato na couve roxa faz com que ela fique mais verde?

– Quando guardar leite no frigorífico, não o coloque numa garrafa de vidro transparente, porque a luz destrói a riboflavina, uma das vitaminas contidas no leite.

– Descongele os alimentos ou as refeições colocando-os no frigorífico. Quando os for utilizar, retire-os do congelador com uma certa antecedência.

– Cozinhe somente a quantidade de comida a ser consumida, assim evitam-se as sobras. E com a economia que aí anda é o melhor. Pelo menos é o que me dizem!!

04
Jul18

De volta ao «velho» Fado

jl

c mundo 2018.jpgBoas.

Agora que o Mundial de Futebol da Rússia está em período de descanso (sendo que as rezas da minha Maria parece que resultaram), eis que já dá para fazer uma análise mais fria dos resultados desta fase. Já se passaram uns dias desde que Portugal perdeu nos oitavos-de-final com o Uruguai e já vi e ouvi a dizerem tudo e mais alguma coisa sobre esta derrota. Desde aqueles que dizem que temos um treinador medricas, até que muitos dos jogadores não têm nível para jogar pelo nosso País, que o Ronaldo não joga nada e por aí fora. Até poderei estar de acordo com algumas coisas que foram ditas, mas não seria óptimo de se dar valor ao nosso adversário? Muitos comentadores dizem que fizeram três remates e dois golos, mas como é que fomos Campeões Europeus em França? Espetáculo pouco (e estou a ser positivo), mas eficácia muita.

A Alemanha ser excluída ainda na fase de grupos; a Espanha ou a Argentina terem vindo embora na mesma fase que nós, enfim é o jogo, mas Portugal ter saído é uma vergonha!! Mas isto pelos vistos está no nosso ADN é como uma montanha russa. Somos o país do 8 ou do 80!! É por isso que este é o berço da música melancólica.

Tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é Fado!

04
Jul18

Reformas desiguais

jl

lurdes norberto.pngBoas.

Hoje enquanto a cuscar as notícias deparei-me com uma peça bem curiosa e que se debruçava sobre uma pequena entrevista que a actriz Lourdes Norberto e que falava sobre a reforma que tinha e que a mesma segundo ela não chegava para viver. Logo aí lembrei-me dos milhões de portugueses que vivem com reformas de miséria.

A actriz, de 83 anos, dizia que precisava de continuar a trabalhar para ganhar mais algum dinheiro, para assim conseguir comprar alguns extras.

Lourdes Norberto queixava-se que tinha de continuar a trabalhar para ter dinheiro extra de maneira a compor a sua reforma. A atriz queixa-se que o valor da pensão não chegava para viver porque não permitia nem comprar um vestidinho ou fazer uma coisa qualquer. Ao ler isto fiquei como o Bonga com a lágrima no canto do olho. Pois uma pessoa trabalhar uma vida inteira para ganhar uma miséria é triste. Eu vi pelo meu pai que em dezenas de anos de desconto recebia 300 e poucos euros. Mas continuando a Dª Lourdes dizia isto com uma reforma de 1700 €uros.

A mesma referia que não queria deixar de ter qualidade de vida, nem prescindir de certas coisas como ter empregada, já que não gosta de fazer nada em casa. Humm! Ou seja o pessoal que recebe 300 €uros, adora tratar da casa.

Mas a senhora disse que existem pessoas que vivem com muito menos do que ela, mas não tinha dúvidas nenhumas, que o dinheiro desaparecia.

A senhora dizia que não gostava de fazer nada em casa e que era péssima dona de casa. Por isso ter uma empregada que ajuda em tudo.

Sinceramente até nem critico esta senhora por ter a reforma que tem, porque se assim é, é porque descontou para isso. O que critico é que vivemos num país em que ter milhões de pessoas com reformas de miséria é quase normal e onde não existe critérios uniformes que nos anos de desconto, quer na idade que se pode reformar. Sei que por vezes arranjar equilíbrios não será fácil, porque quanto mais tempo se trabalhar, mais difícil é para os jovens arranjarem emprego. Por outro lado se as pessoas se reformarem cedo demais, um dia destes não se conseguirá suportar tanta gente em casa. Mas para já criar tectos máximos e mínimos seria uma coisa a ponderar.

03
Jul18

De barriga cheia

jl

barriga-inchada.jpgOlá.

Por vezes uma pessoa enche o bandulho e como consequência disso fica cheio como tudo. Pois bem, e quando não se come nada em exagero e se fica com a barriga inchada?

Mas existem outros motivos. Embora as causas seja diversas, a solução aponta quase sempre para o mesmo: alimentação e estilo de vida saudáveis. Ouvir o nosso corpo é fundamental para que se perceba o motivo de se sentir algo fora do comum. Assim dessa forma, facilmente saberá como prevenir ou mesmo resolver a situação.

No caso da barriga inchada, o problema poderá ter várias origens, sendo a mais frequente associada à alimentação. Por intolerância a certos alimentos, o corpo pode não digerir os alimentos o que resulta em barriga inchada e desconforto, algo que se evita com uma rotina alimentar mais cuidada e específica à situação de cada indivíduo. Sempre ouvi dizer que comer maçã ajuda à digestão, mas por exemplo no meu caso é precisamente o oposto.

A intolerância pode também ser resultado de se comer a correr o que leva a uma má digestão, ou seja, um mesmo alimento pode deixar-lhe com a barriga inchada em apenas alguns casos. Mas há outros motivos que podem fazer com que o corpo reaja assim, que passam por maus hábitos de vida, em especial o stress. E nunca diga à sua Maria que isso se fica a dever a ela, senão fica em dieta!

O corpo humano é uma máquina complexa que precisa de estar bem a todos os níveis para funcionar como um todo. Se não está bem a nível psicológico, é provável que o corpo reaja de diferentes maneiras.

Também o sedentarismo causa inchaço abdominal. Ao praticar pouca atividade física e não cuidar da sua alimentação, optando muitas vezes por hidratos de carbono em excesso, está a prejudicar todo o seu organismo e a barriga inchada é reflexo desta desaconselhada atitude. Já sei que depois de um prato de Tripas à Moda do Porto, o sofá começa a chamar pelo nosso nome. Mas muito melhor para nós será dar uma caminhada para digerir um pouco disso.

Mas mesmo que se alimente bem, mas obrigatoriamente tenha de passar o dia sentado à secretária, não descure da postura já que passar o dia mal posicionado faz com que perca alguma tonificação do músculo na zona abdominal. Adivinha a consequência deste feito?

Menos óbvio são os casos de barriga inchada por dietas. Ao restringir muito a sua alimentação, o corpo ressente-se por não estar habituado a uma eventual mudança radical na sua alimentação, por exemplo. É por isso que uma mudança alimentar deve ser gradual e sempre acompanhada por um especialista.

Por fim, o inchaço de que se fala pode ainda ser consequência de algum problema que não se deveu ao que come, mas sim a outro problema que carece de ajuda médica como mau funcionamento dos rins e se a situação se mantiver não hesite e consulte o seu médico.

03
Jul18

Radares- Julho 2018

jl

radares.jpgBoas.

Que esteja tudo bem por aí. Hoje venho aqui deixar o aviso que a P.S.P. já deixou na Net e que nos diz  onde vão estar os radares em Julho.

Sei que muitas vezes se pensa que a Policia só anda atrás das pessoas que trabalham, mas aqui tem que se deixar o elogio pelas forças policiais nos informarem. Mas tente ter calma quando conduz porque se você vai sozinho no carro, de certeza que não estará sozinho na estrada. Aqui vão os locais então:

PORTO

03-jul-18 20H00-24H00 Av. Marechal Gomes da Costa – Porto

12-jul-18 14H00-18H00 Rua Ribeiro Cambado – Valongo

17-jul-18 20H00-24H00 Estrada da Circunvalação – 10999 – Porto

19-jul-18 14H00-18H00 EN 105 – Santo Tirso

26-jul-18 08H00-12H00 Estrada D. Miguel – Gondomar

31-jul-18 08H00-12H00 Estrada da Circunvalação – 14022 –Matosinhos

Que isto seja de alguma maneira de alguma ajuda.

02
Jul18

Não há W

jl

sentada-em-w.jpgBoas.

Hoje li um artigo que nos falava sobre a postura das nossas crianças e de uma coisa tão simples como se sentar. E para compartilhar esta ideia venho aqui deixa-la.

Postura nas nossas crianças: sentar em "w" é um risco?

A postura, pode ser definida como a posição ou atitude corporal para a realização de uma atividade específica. Uma das formas mais adequadas de diminuir lesões e de evitar dores crónicas é procurar uma boa postura, desde criança. Quem não se lembra dos nossos pais a dizer repetidamente “senta-te direito”? E há uns anos atrás quem não fizesse o que nos mandavam, estava sujeito a «comer»!!

Mas continuando, as estruturas anatómicas da criança encontram-se em formação, sendo os seus ossos, músculos e ligamentos mais flexíveis e por consequência, mais deformáveis. À medida que os miúdos crescem, a sua postura pode sofrer alterações consideráveis, quando sujeitas a um stress excessivo por causa de posturas incorretas.

O desenvolvimento motor é um processo sequencial, contínuo e relacionado á idade cronológica, pelo qual o ser humano adquire uma enorme quantidade de habilidades motoras. Qualquer atividade, como o brincar, cria a capacidade da criança aprender e o ambiente em que ocorre, deve ser propício para uma aprendizagem adequada. Neste processo contínuo, deve-se incentivar a criança a assumir uma postura correta.

E será a posição de sentar em “W” aconselhada às crianças?

Não! Pois, a posição de sentar em “W” refere-se a uma postura que é assumida quando a criança se senta no chão, com as pernas posicionadas no formato de um “w”.

Esta é uma das posições que a criança pode assumir naturalmente quando está a brincar sentada. O problema como é lógico não é a criança brincar, como todos facilmente conseguimos perceber.

O problema é que a posição é tão estável, que esta não necessita de realizar rotações de tronco e transferência de peso do seu corpo, durante as suas atividades lúdicas, não fortalecendo os diversos grupos musculares.

O equilíbrio não vai melhorar de um dia para o outro, se os estímulos não forem suficientemente desafiantes. Uma criança pode escolher sentar-se em “w” para não ter de se preocupar com o equilíbrio, enquanto disfruta dos seus brinquedos. Para além disso, com esta posição mantida por longos períodos de tempo, há possíveis problemas ortopédicos associados, nomeadamente ao nível da anca, por encurtamentos musculares.

Para a anca se desenvolver corretamente, é necessário que o fémur esteja encaixado no acetábulo e quando isto não acontece, a situação evolui para uma anca instável.

Existem alterações que se mantêm ao longo do tempo e que podem resultar num impacto negativo na qualidade de vida quer durante a infância, quer na nossa idade adulta, provocando muitas vezes a dor. Agora a questão é perceber o que se deve fazer nestas situações.

A mais fácil e preventiva, é evitar que se esta posição se torne um hábito.

Orientações simples a explicar outras posições de sentado, como a posição de pernas cruzadas e comandos verbais sugestivos podem ser estratégias eficazes. Como são vários os problemas relacionados a uma má postura, a melhor solução é adquirir hábitos posturais saudáveis desde criança, de maneira a evitar futuras patologias e alterações estruturais.

Os pais/educadores devem ser alertados para as disfunções ortopédicas advindas das alterações posturais, já que têm um papel fundamental em todo o processo de aprendizagem.

Quando de olha pra uma criança, não se pode ver só o jovem em si, tem que se preparar o futuro dessa pessoa.

 

01
Jul18

Olha o gatinho!!

jl

gatinho.jpgOlá.

Que estejam bem por aí.

Ontem estava a ver um artigo na TV que falava que os animais que estavam em lojas para serem vendidos, estavam por vezes em condições deficientes e que estariam a ser vendidos por preços exagerados. Pois bem em relação a este ultimo aspecto podem ser caros, mas depois do que vi em relação a um gato turco que apareceu num Estádio de Futebol até são uma pechincha.

E digo isto, porque quando aconteceu o jogo entre Besiktas e Bayern de Munique, a contar para a segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões houve um miau que talvez por ser amante de futebol, invadiu o campo durante o jogo.

O clube turco foi agora castigado pela UEFA ao pagamento de uma multa de 34 mil euros devido à entrada do bichano no relvado. O organismo que gere o futebol europeu alegou organização deficiente para a aplicação desta elevada sanção.

Recorde-se que o incidente levou à interrupção do encontro. Quando o Bayern de Munique vencia por 2-0, o árbitro britânico Michael Oliver foi obrigado a parar o jogo aos cinco minutos do segundo tempo.

Quando estamos sempre a falar do futebol em Portugal como um pântano onde os crocodilos, toupeiras, ratos e demais bicharada habitam aqui, ao menos na Turquia é com gatinhos. É certo que são uns bichanos que ficam por uma fortuna, mas é mais ronronar!!

 

Pág. 4/4

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub