Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

21
Set18

Rica idade para ter juízo

jl

amamentar.jpgOlá.

 Hoje ao ver o que iria publicar por aqui lembrei-me de uma música do Quim Barreiros, a qual dizia que ele ia mamar nos peitos da cabritinha.

Enquanto me lembrava dessa melodia, deparei-me com uma peça que falava sobre amamentação. A partir daí comecei a ter na ideia um cofre-forte de um banco mas até agora nem 1 euro encontrei.

Mas voltando ao que estava a falar, o artigo que vi falava de uma senhor que se despediu para poder amamentar. Até aqui não via nada de muito anormal, mas só fiquei parvo que quem recebia a mamoca era o seu namorado. Segundo o artigo, este casal acredita nos benefícios do leite materno e no vínculo que a amamentação pode proporcionar.

A mulher está a gerar uma enorme controvérsia nas redes sociais depois de anunciar que ia despedir-se pa ra assim amamentar o namorado de 36 anos.

 Jennifer Multord, natural de Atlanta, nos Estados Unidos (como dá para ver não é só o Trump que tem uma pancada), explicou que depois de ler sobre o assunto da amamentação decidiu que queria criar um vínculo forte com alguém, que geralmente acontece entre mãe e filho (a sério??).

Foi então que se lembrou de Brad Leeson, o seu amigo e namorado de infância. Era giro ela lembrar-se de outra pessoa!!

" Eu posso dizer que ele ficou curioso e entusiasmado. Naquele momento eu percebi que tinha um parceiro para a vida. Nós queríamos a mesma coisa...um vínculo mágico que só se pode alcançar com a amamentação", explicou a mulher. Jennifer já não produz leite materno há cerca de 20 anos, altura em que foi mãe. No entanto, o casal tem tentado ao máximo induzir a lactação. Para tal, a mulher dá de mamar ao namorado de duas em duas horas, utilizando até bombas mamárias para tentar extrair o leite. Será que por lá ninguém trabalha?

 Para além de tudo isto, a mulher adicionou suplementos e nutrientes à sua dieta, de modo a ajudar na produção de leite. Brad garante que acredita que o leite materno possa trazer benefícios ao seu corpo, uma vez que é culturista e pratica bastante exercício. O casal está a ser fortemente acusado de banalizar o processo da amamentação e de o sexualizar. Não!! É tão normal mamar aos 40 anos. Eu não digo que até tenho bastante juízo?

Entretanto nas redes sociais começaram a chover imensas críticas.

Mas se começar a chover mamocas com leite ainda vamos ver o Brad de boca aberta.

20
Set18

Mudar de hábitos

jl

habitos.pngOlá.

Que estejam todos bem por aí. Agora que a vida da maioria das pessoas voltou ao normal, com as escolas, com os empregos, trânsito e por aí fora, os nossos hábitos do dia-a-dia voltam ao normal. E mesmo que se queira mudar alguma coisa, parece que tudo quer voltar aos trilhos já marcados. Mas deixando aqui esta descrição já que pareco um funcionário dos Caminhos de Ferro hoje venho falar aqui sobre como construir ou reconstruir os hábitos que já temos.

O fazer ginástica antes ou depois do trabalho é importante e também nos faz sentir bem, mas o sair da nossa zona de conforto faz com que a preguiça ataque e por vezes nos faça desistir. Isto mesmo antes de começarmos alguma coisa. E arranjar uma desculpa para não seguir em frente é muito fácil.

Uma coisa nove e diferente faz com que o nosso cérebro tenha que sofrer um reajuste para que se consiga ter um foco para o que nos é novo. E isso tanto se aplica a ginástica pela manhã, o mudar a nossa alimentação, ou adptarmos o nosso comportamento.

Eu sei que por vezes mudar um hábito possa ser um processo complicado para a maioria das pessoas, até porque exige dedicação e disciplina, mas para se criar ou modificar um hábito temos que estar dispostos a isso e, para tal, é preciso saber o que queremos alcançar como resultado! Quando somos solteiros, ou quando não somos pais a nossa vida é uma, mas depois temos que mudar se a situação mudar.

O primeiro passo a tomar é ter em mente o que se deseja: se é perder peso, diminuir o stress no trabalho ou em casa, organizar o dia de maneira diferente ou até o criticar menos.

Acima de tudo temos que ser sinceros connosco próprios. E por exemplo se queremos emagrecer não podemos querer emagrecer dez quilos numa semana. Mas se tivermos objectivos realistas como 5 Kg num mês, é muito mais fácil arranjar motivação. Se abdicarmos daquela francesinha todas as semanas e em vez disso irmos só um vez por mês aquele restaurante delicioso é muito melhor para a nossa cabecita. Se a isso estiver aliado, uma caminhada ou um passeio a pé melhor ainda.

Acima de tudo temos que ter um foco e atitudes definidas, aí é hora de entrar em acção. Mas o que acho é que é fundamental que não se deixe levar pela mentira de que não consegue ou de que não é capaz. Temos que ser conscientes e para isso é muito importante dar um passo de cada vez!

Lembre-se: a melhor forma de se chegar a algum lugar é dando um passo de cada vez. Hoje em dia tudo acontece a correr, mas por vezes a pressa é má conselheira.

 

19
Set18

Reduza ao açúcar

jl

açúcar.jpgOlá.

Já algumas deixei aqui uns artigos que nos falam sobre a alimentação e sobre os cuidados a tomar para não chegar ao Natal e ter uma barriga maior que o Papai Noel. Pois bem hoje vou aqui falar de paparoca, mas numa vertente diferente. Dos alimentos light, que hoje estão tão na moda que este termo já faz parte de quase todos os portugueses. E apesar de falar sobre produtos mais «leves» em relação aos outros, isto poderá ser um engano levando as pessoas a engordar. E numa sociedade como a nossa em que cerca de 60% dos portugueses têm obesidade ou vivem em risco de desenvolverem essa condição, segundo um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), isto poderá ser um caso de saúde pública.

Um estudo curioso feito pela Universidade de Cordell (EUA) descobrirou que as pessoas com excesso de peso que comiam os chocolates M&M’s com poucas calorias, na realidade estavam a consumir mais 47 por cento de calorias do que se comessem M&M’s normais. O perigo destes produtos é que as pessoas como estão a comer um produto que aparentemente não é tão «perigoso» para a sua saúde exageram e depois em vez de comerem meia dúzia, passem a comer duas dúzias.

Mas hoje em dia os fabricantes tentam por tudo que os consumidores não fiquem traumatizados com os rótulos e um dos terrores é o açúcar. Por isso mesmo convém ler o rótulo antes de comprar algo e se na lista de ingredientes encontrar ingredientes como a glicose, glucose, maltose, frutose, dextrose, malto dextrinas, xarope de açúcar, xarope de milho, xarope de agave, xarope de arroz, açúcar invertido, açúcar mascavado, melaço e mel, não se deixe enganar. Isto são tudo nomes para um ingrediente que é o açúcar. Por isso a escolha é fácil: evite alimentos que na sua forma natural não deviam conter açúcar.

 Já agora, sabia que o pão de forma, o fiambre, a cevada e/ou café solúvel têm açúcar adicionado? Fique atento!

Estas armadilhas estão escondidas nos supermercados (e nos rótulos)

O melhor que pode fazer é ter o máximo de atenção na altura das compras. As prateleiras dos hipermercados por vezes parecem bombas calóricas. E esse perigo existe quando está lá o rótulo a indicar que o produto é light e temos publicidade com uma modelo que deve pesar uns 40 Kg e nos faz sentir muito mal por estarmos gordos.

A designação de “light” ou “magro” só pode ser feita quando a redução do teor do nutriente for, no mínimo, de 30% em relação a um produto chamado normal. Utiliza-se normalmente para a redução de gordura, mas pode ser utilizada para a redução de outros nutrientes. É verdade que a maioria dos produtos com estas especificações tem menos calorias do que o seu equivalente original. Mas optar por estes, também pode ser contraproducente quando os consome em excesso. Lembre-se desta regra: A dose pode fazer o veneno. E o consumo de produtos light nunca será a cura para a obesidade. Poderá ajudar, mas mesmo assim convém estar atento.

Se está com vontade de comer aquelas bolachinhas que estão na cozinha, então vá lá e traga aquela maçã saborosa.

18
Set18

Bem escovado

jl

escova-de-dentes.jpgOlá.

Agora que o almoço já está no papo, aquela moléstia começa a atacar e a vontade de fazer uma naninha é imensa. Mas como o Totoloto ainda não saiu, a sesta tem que esperar e toca a ir trabalhar. Mas antes disso e como sou uma pessoa limpinha está na hora de ir lavar os dentinhos. E por falar nisso hoje é dia de renovar a escova de dentes.

E mesmo que a anterior tivesse bom aspecto, devo trocar porquê?

 Segundo os estomatologistas, as escovas devem ser trocadas de três em três meses, isto caso se trate de uma utilização com pressão média porque algumas pessoas que vou vendo por aí uma escova deve durar uma vida.

Mas voltando ao assunto dito normal, mais que três meses de uso pode ter como consequência uma acumulação de bactérias, fungos e vírus na escova.

Mas existem pequenos truques para manter a sua escova com um sorriso:

1) Semanalmente desinfete-a colocando-a durante 30 minutos em meio copo de água com uma colher de bicarbonato e duas de vinagre. Esta técnica liberta todos os resíduos e odores acumulados na mesma.

2) Se tiver com gripe ou garganta inflamada, mergulhe a escova durante 10 minutos num antissético oral após a utilização. Passe depois por água e deixe secar totalmente.

3) Guarde a escova com a parte das cerdas protegida por uma tampa.

Quando chegar ao fim da vida útil da escova, a mesma não é para o lixo. Para limpar os intervalos dos azulejos do duche, uma escova é a melhor ferramenta.

Claro que, se a sua mulher o puser a fazer isto muitas vezes, ponha a escova no fundo do balde do lixo tapando-a bem e se ela perguntar diga que não viu nada!!

17
Set18

Azeite ou Viagra?

jl

azeite e viagra.pngOlá.

Hoje enquanto andava na Net fui ter a um site que vendia medicamentos como se vende rebuçados a uma criança. E um dos produtos que estava em destaque e em promoção era o Viagra, que hoje em dia tirou o lugar ao cão, já que é o melhor amigo do homem.

Todos sabem que tomar Viagra nunca ninguém o fez, mas depois são vendidos milhões de comprimidos.

Mas li também nas notícias uma peça que falava sobre uma investigação realizada na Universidade de Atenas que dizia que os homens que consomem mais azeite têm um desempenho sexual muito melhor que aqueles que não são adeptos desse produto.

O estudo revela que seguir uma dieta mediterrânica, da qual faz parte, tipicamente, o azeite, pode, ser a solução ideal para que os homens tenham um melhor desempenho sexual.

Para este estudo, os investigadores analisaram mais de 600 homens com idade média de 67 anos e observaram que aqueles que seguem uma dieta mediterrânica - que se baseia na ingestão de alimentos naturais e não processados, legumes, leguminosas e frutas, bem como em saladas temperadas com azeite e vinagre - têm muitos menos problemas relacionados com a sua performance sexual, relativamente aos outros.

Anteriormente já se tinha descoberto que o azeite, além de outros benefícios, é um óptimo alimento para ajudar a aumentar os níveis de testosterona e, consequentemente, auxiliar na diminuição da disfunção erétil. Além disso, o azeite, facilita a circulação sanguínea, já que estimula a dilatação dos vasos e que os homens que seguem uma dieta mediterrânica, veem o risco de impotência reduzido em até 40% na velhice.

Claro que associado a isto estão mudanças no estilo de vida, sendo que o mexer-se é muito importante.

Claro que hoje em dia é esta a versão, falta saber o que dirão daqui a 20 anos, mas até lá toca a andar bem oleado.

Mas enquanto isso não acontece, um dia destes vai à Farmácia e encontra lá azeite em cápsulas.

16
Set18

Filhos, esses terroristas!

jl

criança.jpgBoas.

Hoje venho aqui falar dos filhos. Embora um filho não seja propriedade nossa, nós enquanto pais temos isso na nossa mente. Claro que um laço com um filho é algo de indescritível e vejo isso por mim. Mas agora estou a atravessar dos porquê e desde já dou os parabéns a todos os Pais, porque embora não seja racista, é preciso ter paciência de chinês.

-Ó pai esta estrada é para onde?

-É para casa filha.

-Mas vamos para casa porquê pai?

-Para ires descansar filha.

-E para que é que vou descansar pai?

E a conversa (ou o interrogatório) continua até eu estar a falar da cotação das bananas ou dizer que amanhã vem chuva.

Mas existem debates em casa, que por vezes me fazem ter saudades do trabalho. Prontos exagerei, fazem ter saudades das férias, mas só do trabalho, não do infantário!!

Claro que sei que ter 3 ou 4 anos isso é normal, mas por vezes nós adultos temos que respirar um pouco mais fundo.

Umas das coisas que a pimpolha está a ser ensinada é a de colocar a roupa suja no respectivo saco. Mas convém que um dos pais esteja na casa de banho, porque senão acontecem verdadeiros tufões aí.

Outro clássico do dia é o ter que colocar a bandolete ou uns ganchos no cabelo. E aí é quase certo que a nossa escolha não vai coincidir com a dela. Ou porque o gancho magoa, ou porque a bandolete é feia. Mas por vezes ela lá ganha, mas por norma tem que saber perder!

Um clássico lá de casa é a mãe querer vestir-lhe algo e ela barafusta. Depois da Maria ter tido paciência de santa e ter arranjado uma alternativa mesmo tendo que procurar em metade do roupeiro, a pimpolha diz que afinal quer a primeira roupa. Aí a mulher fica azul de raiva, mas aproveito e digo que vou buscar uma coisa aos arrumos!!

Outra das coisas habituais lá por casa, é a mulher ter que fazer de manicura da pimpolha. Se a mãe pinta as unhas, então a «piquena» exige o mesmo tratamento.

Outra das coisas que agora está em alta lá por casa é quando se fala de roupa. Se até há pouco tempo, o vestir a pimpolha com uma saia da Princesa ou com um top da Elsa era normal, agora não é bem assim. Ou quer isto, ou não vai vestir aquilo e por aí fora. Não sendo eu filho do Tio Patinhas, o dinheiro não cresce em todas as lojas de roupa. Mas para convencer a pimpolha disso por vezes não é fácil, embora dar-lhe duas opcções ajuda sempre. Leva o que a mãe quer mas sendo ela a decidir.

Outra situação que veio para ficar, é o nós acharmos que eles têm frio e por isso tem de vestir aquela camisola ou o casaco e eles dizerem que não está frio nenhum. Às vezes os miúdos não sentem o frio porque se mexem muito mais do que os adultos. Por isso não se chateie se o seu filho não quer vestir o casaco da Patrulha Pata, não o obrigue, quando tiver frio ele acabará por ir buscá-lo.

Mas o maior clássico que pode haver numa casa onde há miúdos é a chamada guerra da comida. Chegando à hora do jantar é certinho, direitinho que alguma coisa acontecerá. Ou porque não quer comer nada, ou porque a sopa não presta, ou porque somos maus. Sinceramente do que tenho visto, acho que o forçar não adianta nada, porque a criança não comerá e ficará um ambiente tramado numa hora que seria de sossego. Quando ela quiser virá comer e para isso ponha um pouco de comida no seu prato e aposte na variedade e não comente pelas coisas novas que estão no prato. Sirva e já está.

Claro que isto só é útil, se até ao jantar não encher a criança de bolachas e chocolates.

Os filhos não são propriedade nossa, mas cabe-nos a nós dar-lhes os melhores valores que conseguirmos.

15
Set18

Alho igual a castidade

jl

mau hálito.jpgOlá.

Que estejam todos bem. Hoje venho falar de um problema que num menor ou maior número de vezes já afectou quase toda a gente. E não estou a falar da falte de ar nos bolsos, estou sim a falar do mau hálito que embora seja incomodativo para nós, para os outros não é o menos. Uma das coisas que eu adoro, é comer cebola numa salada ou um alho aos bocadinhos num cozido mas evito, porque se o fizer ao jantar ou fico com um bafo igual ao do Shrek ou então a minha Maria põe-me a dormir cá fora.

Mas falando mais seriamente, um dos problemas para o mau hálito é a saliva, a qual tem uma quota-parte elevada nesta situação. Mas isto não acontece por existir muita saliva, já que o mau hálito, normalmente, fica pior durante a noite precisamente porque existe uma menor produção de saliva, o que provoca que o pH oral fique mais ácido, bem como uma maior fermentação dos restos alimentares.

Por isso é fundamental que se mantenha uma higiene oral muito cuidada e sempre complementada com uma limpeza periódica do tártaro, o que deverá acontecer de seis em seis meses, e realizada pelo seu dentista.

Em relação ao problema que falava aqui da cebolita e do alho, a melhor coisa é fazer como os Padres em relação ao Sexo. Abstinência. Nada de outros pensamentos mais obscenos!!

14
Set18

Em que ano estamos?

jl

vulto-mulher.jpgBoas.

Em muitas situações e muitas conversas, uma pessoa ouve dizer que Portugal em certas coisas é do Terceiro Mundo. E às vezes até posso concordar, mas depois leio coisas que me fazem ver que há países, que na figura dos seus governantes e decisores estão muito atrasados em relação ao que hoje em dia se chama de civilização ocidental.

A história que aqui deixo é um desses casos. Isto acontece na Mauritânia, país onde a maioria das mulheres violadas arrisca a prisão se não conseguirem provar que foram forçadas. O que deve ser muito fácil! Aliás um violador se estiver sentado num tribunal deve dizer logo que é culpado!

Este alerta foi feito pela organização de direitos humanos Human Rights Watch (HRW), a qual pede às autoridades desse país que proceda à libertação imediata das detidas.

As mulheres e raparigas que são vítimas de violação têm receito de formalizar uma queixa e tomar medidas legais porque se não conseguirem provar a falta de consentimento, podem ser acusadas e detidas ", salienta a HRW.

A HRW dá o exemplo de cinco mulheres, entre elas meninas) que relataram uma violação, mas foram acusadas de ter praticado relações sexuais ilegais depois de denunciarem o ataque à polícia.

A lei mauritana, diz que este crime de só se aplique a muçulmanos maiores de idade, alguns procuradores vão ao ponto de indiciar meninas menores, especialmente se estiverem grávidas, e mesmo se explicarem que gravidez é resultado de uma violação", denuncia o relatório.

Um dos casos que a HRW fala é o de Mariama, que foi violada por um motorista de táxi aos 20 anos e que não denunciou o ataque aos pais por medo.

Quando estava grávida de oito meses, não conseguiu esconder mais a situação e a mãe percebeu o que se passava e perguntou-lhe como isso tinha acontecido, foi quando lhe foi falado da violação.

Tomada pela fúria, o pai de Mariama levou-a bruscamente para uma esquadra e disse à polícia que a sua filha tinha que ser presa porque dormira com um homem e que não queria mais em casa.

Esta situação ocorreu em 2018 depois de Cristo, embora não pareca!!

13
Set18

Claire ou nem por isso

jl

claires.jpgBoas.

A minha pimpolha quando fez anos, um dos presentes que lhe ofereceram foram uns brincos. E bem giros, mas que a utilidade não foi muita porque as suas orelhas nunca foram furadas e que por mim só serão furadas se ela assim entender e quando quiser. E vim com esta conversa porque li um artigo que falava de uma criança que tinha sido hospitalizada depois de ter furado as orelhas.

A criança de sete anos foi hospitalizada, no Reino Unido, depois de ter furado as orelhas numa loja de acessórios Claire's. O brinco ter-se-á inserido dentro da pele da criança, criando uma grave infeção e de acordo com a mãe da criança, os médicos tiveram de cortar a orelha da criança para conseguirem retirar o brinco do interior da pele.

A mãe diz que decidiu furar as orelhas da filha em Agosto, para que estas conseguissem cicatrizar a tempo do regresso às aulas. A notícia só não diz se foi a miúda a querer isto, ou se foi encaminhada pela mãe.

Mas adiante, na loja garantiram-lhe que com o produto de limpeza da marca o furo iria sarar ainda mais rápido, o que obviamente lhe agradou. Mas espera aí, ao venderem um produto destes na loja queria que lhe dissessem o quê?

A mãe diz que a funcionária da loja assegurou que a criança poderia trocar de brincos três semanas depois, se usasse os produtos de limpeza regularmente. A criança terá desinfetado o furo três vezes ao dia, mas depois de mudar de brincos começou a sentir fortes dores na orelha.

Foi após a visita de uma amiga e enfermeira que a menina descobriu que teria a mola do novo brinco presa no interior da pele e que já não o conseguia retirar sozinha. A mãe diz-se revoltada com a falta de eficácia do produto da marca, que achava ser de segurança. Já a empresa garante que os seus produtos são dermatologicamente testados e antialérgicos.

Sinceramente não sei de quem será a culpa, da falta de eficácia dos produtos ou se da falta de atenção da mãe, mas quem sofre as consequências é a criança.

12
Set18

Como se chamam os produtores de azeite?

jl

azeite.jpgBoas.

Hoje enquanto andava a conduzir, vi um senhor que tinha passado a fila de trânsito (há uns anos atrás era bicha, mas hoje em dia parece que não se pode dizer) e que foi bombardeado pelo senhor que tinha sido ultrapassado, com umas palavras muito «amistosas» entre as quais se destacava o Azeiteiro e outra que acabava em eiro. Mas não sendo assim tão cota, azeiteiro era a palavra que se dava ao senhor que andava nas ruas a vender azeite. Claro que hoje em dia basta ir ao supermercado e onde se encontram 50 marcas de azeite e produzido por … agricultores.

Claro que depois estão lá diferentes tipos desde aquele para temperos, até ao virgem ou ao extra virgem. Mas será que aquilo que se compra e se paga a mais vale mesmo a pena?

Um dos conselhos que sempre ouvi é que não se deve guardar o azeite em locais quentes ou iluminados, e que não se deve armazena-lo por mais de 18 meses. Ao fim deste tempo estará apto para consumo mas poderá perder a frescura. Mas uma dúvida que fico é se ao fim de um ano e meio está bom, mas se passar mais um dia nem por isso.  A DECO ainda há dias publicou um estudo onde dizia que de 25 azeites analisados, o Alfandagh Biológico, Casa Pontinha e Tojeira Biológico Clássico são ‘apenas’ virgens.

O chamado azeite virgem extra é 100% natural. Este produto distingue-se do azeite virgem por uma qualidade superior e um cheiro e sabores intensos. Um azeite virgem extra é mais caro que os anteriores e é obtido diretamente do fruto da oliveira através de processos mecânicos ou físicos. Estas azeitonas não podem ter sofrido mais nenhum tipo de tratamento para além da habitual lavagem, decantação, centrifugação ou filtração. Claro que isso é o que nos dizem!!

Esta não é a primeira vez que depois de uma análise se descobre que há azeites que estão a ser vendidos como virgem extra sendo apenas virgem. Como tal, está a pagar mais por um produto que na realidade é de uma categoria inferior aquela que vem descrita no rótulo e é refletida no preço.

O que acho «engraçado» é que uma pessoa ouve isto dezenas de vezes, mas consequências para quem engana os consumidores, quais são?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub