Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

31
Ago20

Feira do livro 2020

jl

feira do livro 2020.jpgBoas.

Já estão a decorrer as feiras dos livros de Lisboa e Porto. E hoje falo mais concretamente da feira aqui da terra dos tripeiros, já que é aquela que melhor conheço.

Para além de ser uma boa altura para aproveitar as oportunidades de se comprar livros a um preço mais acessível, esta também é uma boa altura para se passear ao ar livre e mesmo que não vá comprar nada, pode passear ou então ver vários concertos que a organização disponibiliza. Para além de esta história do Covid interferir com a nossa saúde física, a mesma também tem influência na nossa saúde mental e cabe a nós zelar para que estejamos melhor para enfrentar tempos futuros que serão condicionados.

E mesmo estando nós a entrar quase em Setembro, o tempo que se faz sentir é digno de um Verão bem azul. E quando o tempo começar a ficar outonal, então aproveite e leia um livro. Embora em comparação com um ver um filme ou uma série nos possa parecer antiquado e quase arcaico, a verdade é que permite que a nossa imaginação viaje muito mais.

30
Ago20

Covid rima com crise

jl

covid e crise.jpgBoas.

E mais um mês que está prestes a acabar e vem aí um mês que não será nada fácil para muitos milhares de famílias. Para além da situação bastante tremida no que diz respeito aos Trabalhos, ainda se junta o regresso das escolas com a conta a atingir umas dezenas de euros (e isto no lado optimista) e para agravar vai acabar a moratória no que diz respeito ao pagamento de créditos. Algumas empresas irão manter isto até Dezembro, mas duas das maiores empresas deste sector como a Cofidis e a Cetelem irão começar a cobrar já este mês as suas mensalidades.

Sei que haverá pessoas a dizer que estas empresas só querem é dinheiro e só querem lucro. Mas a verdade seja dita, não é esse o intuito das empresas? Sei perfeitamente que às vezes poderão entrar em situações um pouco abusivas, mas estes tempos que agora se vivem que sirvam para se extrair algo positivo como as pessoas se questionarem se realmente precisam de ter esses créditos?

Fazer um crédito por causa de um motivo de saúde acho bem, mas depois é tudo uma questão de escolhas. Se vai fazer um crédito para compra de carro e se só tem condições para comprar um Dacia então porquê é que vai comprar um Mercedes? Se tem dinheiro para comprar um telemóvel de 60 ou 70 euros, então o porquê de fazer um crédito para comprar um Iphone. Como quem diz estas coisas, diz em tudo na vida.

Se estes tempos em que covid vai rimar com crise (e não será por pouco tempo), sirva para que se consiga ver que nós enquanto pessoas, somos muito mais do que aquilo que possuímos!

29
Ago20

Testar a nossa sociedade

jl

stayway covid.jpgBoas.

Não sei o que o futuro nos reserva, mas tenho um enorme palpite que daqui a muitos anos, o ano de 2020 será recordado como o ano da Pandemia ou como o ano do Covid, mas como o que passou até agora, por muito que queiramos não podemos fazer nada, o que realmente se pode fazer é sobre o Presente e o Futuro. E uma dessas coisas vai chegar para a semana.

E será uma aplicação de nome Stayaway Covid, a qual vai permitir rastrear contactos de infecção.

Esta aplicação será disponibilizada nas lojas das diferentes plataformas tecnológicas que usamos nos nossos telemóveis e ao que se sabe estará disponível para ser descarregada nos próximos dias.

A Stayaway Covid é uma aplicação móvel voluntária que, através da proximidade física entre smartphones, permite rastrear de forma rápida e anónima as redes de contágio por COVID-19, informando os utilizadores que estiveram, nos últimos 14 dias, no mesmo espaço de alguém infectado com o novo coronavírus.

Temos é que tentar de todas as maneiras evitar este contágio, porque segundo ao que se sabe irá acontecer uma nova vaga neste Inverno e esta é daquelas doenças que acima de tudo vai depender do comportamento de cada um e de todos.

Mas com o egoísmo que se vive hoje em dia, em que cada um só pensa no seu umbigo, tenho muitas dúvidas.

28
Ago20

Educar não é fácil

jl

pré adolescencia.jpgOlá.

Hoje vi uma notícia que me deixou um pouco atónito. A mesma dizia que um miúdo de 13 anos deu sete facadas no seu pai por não lhe devolver um telemóvel.

Dado o seu pai ter recusado em entregar-lhe um telemóvel, o miúdo foi à cozinha pegar numa faca e de seguida deu sete facadas no braço e no ombro do pai e disse depois que "ouviu vozes" a ordenar tal acto. O pai foi hospitalizado em Palma de Maiorca, mas está livre de perigo, enquanto que as autoridades levaram o rapaz para ser avaliado na área psiquiátrica.

Segundo o que se sabe, o pai tinha retirado o telemóvel ao filho, o que deixou o rapaz fora de si.

Perante este ataque, o pai acabou por fugir para a rua, ensanguentado. Foi na via pública que ligou para os serviços de emergência, a pedir socorro. Os médicos trataram do pai mas, quando questionado pelos agentes da polícia, o homem recusou apresentar queixa contra o filho. Até se poderá discordar disso, mas um Pai muitas vezes faz o lógico e o ilógico para proteger um filho.

Mas como acontece no nosso país, por ser um menor, é inimputável e não pode ser acusado de qualquer crime. Para já irá ser avaliado se sofre de algum distúrbio mental. Mas o menor pode ser sujeito a alguma medida de internamento ou de acompanhamento.

Esta peça deixa qualquer um meio parvo, mas fico a pensar nos antecedentes deste pré-adolescente. Já sei que cada pessoa tem a sua maneira de ser, mas existem coisas na nossa maneira de ser que são traçadas com o acompanhamento dos nossos pais. E isto é aquilo que preocupa qualquer um. Sendo eu pai, eu sei que os nossos filhos são uma pessoa independente, mas cabe a nós, educadores mostrar os caminhos positivos aos nossos filhos! Fácil pode não ser, mas temos que saber dar a volta às situações.

27
Ago20

Viajar de carro

jl

ferias de carro.jpgBoas.

Agora que o mês de Agosto está a caminhar para o fim, é tempo da maioria das pessoas prepararem o regresso aos seus empregos. E se nos outros anos isto já era bom, então neste ano que de normal não tem nada, mais positivo se torna. Se isto é bom, por outro lado vamos ver que o trânsito ira aumentar muito mais. A juntar esta vaga, ainda iremos ver que algumas pessoas estarão de férias. O que é importante é não entrar em nervosismo e manter a calma até porque de stress e nervosismo já estamos todos cheios. E uma das maneiras para se manter a calma seja em que circunstância for é manter a nossa viatura nas melhores condições. E de férias a organização ainda é mais importante. Vamos lá então:

- Faça as malas de forma inteligente

Para evitar deixar objectos essenciais em casa, crie uma lista das coisas que terá que levar algumas semanas antes de sair. Em seguida, retire a lista ao começar a empacotar e verifique os itens à medida que avança. Em vez de perder tempo, será um ganho.

- Crie espaço extra

Uma das coisas que algumas vezes se vêm na estrada é as pessoas encherem os carros até ao tecto. Se tiver mesmo que levar muitas coisas, considere uma caixa de carga no telhado ou um atrelado para criar espaço extra.

- Use gps e planeie a viagem.

Antes de sair de casa, insira todos os seus destinos no sistema GPS do seu veículo ou numa aplicação de navegação móvel. Desta forma, terá actualizações em tempo real sobre o tempo de viagem e evitará que tenha de pesquisar endereços no último minuto. Hoje em dia qualquer telemóvel pode ter este item importante. Não se esqueça que uma bateria extra ou um carregador para o carro é fundamental.

- Prepare o seu veículo

Agende uma revisão ao carro antes da viagem, para verificar o estado geral do veículo. Um profissional pode informá-lo sobre quaisquer problemas de manutenção a serem corrigidos antes que piorem (ou fiquem mesmo mais caros). E existem coisas como a pressão dos pneus que se deve verificar durante todo o ano.

- tenha sempre um kit de emergência

Um kit de emergência bem feito pode colocá-lo novamente na estrada em segurança. Existem uns à venda ou também pode preparar o seu próprio kit (que deve incluir itens como kit de primeiros socorros, coletes reflectores, lanterna, carregador extra para o telemóvel, ferramentas, fita adesiva...). Pode parecer algo excessivo, mas o seguro morreu de velho.

- Organize o porta-luvas

Se tiver um imprevisto ou acidente, é sempre útil ter os documentos todos necessários à mão. Certifique-se de ter uma cópia do registo do veículo e a carta do seguro actualizada. Coloque também um papel com números de emergência na estrada, que podem vir a ser utéis. E pode sempre empenhar os seus filhos a colaborar com este item.

- Faça paragens regulares

Embora eliminar as paragens possa ajudá-lo a chegar ao seu destino mais cedo, não é a forma mais agradável de viajar (especialmente se tiver crianças a bordo!). Parar para fazer uma pequena pausa a cada duas horas dará a todos a oportunidade de esticar as pernas e pode ajudá-lo a ficar mais alerta ao volante. Até porque com a caça que existe à multa hoje em dia, as pressas não adiantam muito.

- Leve lanches saudáveis

Já se sabe que se tiver crianças no carro, batas fritas, bolinhos e refrigerantes, elas ficarão deliciadas. Mas todos sabemos que ter uma pequena mala térmica com água mineral, barras de cereais, frutas e vegetais é muito melhor, até porque alimentos muito doces ou salgados causarão muita sede, o que numa viagem não será muito boa ideia.

26
Ago20

Leo e agora?

jl

messi.jpgOlá.

Hoje a notícia é do pretenso abandono de Leonel Messi do Barcelona. Eu sei que a maioria dos tugas elegem o Cristiano Ronaldo como o melhor jogador do Mundo. Mas venha quem vier estes são dois dos maiores craques de hoje e de sempre no que diz respeito ao futebol.

O Barcelona sempre foi dos maiores clubes mundiais, embora as novas gerações quase que associem Messi ao Barcelona. Eu sou daqueles privilegiados que viu a estreia de Messi pelo Barcelona aquando da inauguração do Estádio do Dragão e embora se visse que este era um bom jogador, poucos seriam aqueles que diriam que ali estava quase um Deus do futebol.

O treinador Pep Guardiola, disse um dia que esperava que Leo Messi não se aborrecesse, mas parece que esse dia chegou à Catalunha. E este será um desafio para todas as partes. Para o Barça será um desafio. A nível desportivo, Messi era uma peça fundamental, sendo que tudo era construído à sua volta, mas a nível económico também. Embora o argentino tivesse um ordenado verdadeiramente pornográfico, a verdade é que só em camisolas que se vendia (que só custam 160 euros), era um dinheiro brutal que entrava nos cofres do clube. E com isso os patrocínios da Nike, da Rakuten e da Beko decerto que sofrerão um impacto negativo.

Se ele com 33 anos já é uma lenda até porque para além do que joga, é ganhador de três Champions, seis Bolas de Ouro e muitos outros prémios, a verdade é que agora terá um dos maiores desafios da sua carreira.

Se o «nosso» Cristiano foi grandioso no Manchester United, no Real Madrid, na Juventus ou na Selecção Nacional, a verdade é que até agora Leo teve o Barcelona a jogar para ele. Mas será que no próximo clube (e não o estou a ver a jogar num clube qualquer), os craques que lá jogam aceitarão de bom grado serem os subalternos de tal figura?

25
Ago20

O que é normal?

jl

au au.jpgBoas.

Hoje enquanto andava pela Net deparei-me com um artigo que me fez ver que estou a envelhecer mais rapidamente do que aquilo que pensava. E o que me fez ver isso foi uma peça em que falava sobre cães.

Eu sou daqueles tempos em que um cão ou um gato eram animais. Poderia até ter muito Amor a ele, mas eram animais, mas hoje em dia parece que nem sempre é assim.

E isto vem na sequência da notícia que chegou da Alemanha em que os habitantes que tenham cão, serão obrigados a passear o seu Bobby duas vezes por dia, pelo menos durante uma hora. E isto entrará em vigor no próximo ano.

Quem explicou esta lei foi a Ministra da Agricultura da Alemanha, a qual explicou que esta nova lei se devia ao facto dos mais de 9 milhões de cães no país não se estarem a exercitar como deviam. A mesma senhora referiu que os cães não são brinquedos fofinhos. Eles também têm as suas próprias necessidades, que precisam de ser consideradas, até porque existem novas descobertas científicas que mostram que os cães precisam de uma medida suficiente de actividade e contacto com estímulos ambientais com os outros animais, a natureza e as pessoas.

A ministra ainda disse que os cães não poderão ser deixados sozinhos em casa durante o dia todo, e uma pessoa será obrigada a cuidar do cão várias vezes ao dia. E o atrelar os cães com uma corrente ou trela durante longos períodos também será proibido. Isto seria uma miragem no nosso país.

Eu pessoalmente até concordo que se deva «humanizar» o trato que nós damos à bicharada, até porque eu gosto bastante cães e gatos, mas sinceramente acho que se está a entrar num ponto de absurdo.

Aquelas pessoas que vão para as portas dos canis reclamar que os animais não deveriam estar aí estão no seu pleno direito. Mas muitas dessas pessoas, são jovens que alguns deles até conheço e que são incapazes de irem passear as duas horas com os seus pais e avós. Apanhar o cocó dos cães na rua é feito com muito gosto, mas limpar a fralda do seu avô fariam?

Acho que os valores da nossa sociedade estão a ficar tão confusos que hoje em dia o anormal parece que é o prato do dia.

24
Ago20

No meu tempo é que era bom

jl

estragildo face.jpgBoas.

Hoje vou aqui falar do Facebook. Eu sei que muita gente diz que não passa cartão nenhum e até diaboliza esta rede, mas a verdade seja dita dos 30 anos para cima poucos serão aqueles que não espreitem de vez em quando o que por lá anda. Mas esta rede como hoje em dia acontece muito, mudou de visual e como muitas pessoas não são lá muito adeptas desta nova versão (eu incluído) aqui deixo um conselho para quem queira manter o seu estilo retro, até porque de maneira quase silenciosa esta mudança está a ser quase imposta, já que somos até Setembro para evitar para esta mudança.

A mudança que o Facebook aplicou na sua interface é quase radical, mas para evitar isto na imagem que está anexada a este post, está o local onde terá que fazer a escolha para se manter fiel ao que está habituado.

23
Ago20

Estar de olho na diabetes

jl

Diabetes.jpgBoas.

Hoje vou falar novamente aqui de uma das doenças que basicamente é quase uma praga. Vou falar aqui da diabetes. Eu sei que hoje em dia quando se fala em doenças, quase que só se fala do Covid, mas infelizmente essa é «só» mais uma das doenças que aflige a nossa sociedade.

Mas embora possamos fazer muitas coisas para a evitar, como podemos reduzir os danos provocados pela doença se ela nos atacar?

A actividade física regular e uma alimentação rica em vegetais e pobre em açúcar melhora a qualidade de vida de quem já sofre desta doença e é meio caminho para manter o nível de glicemia abaixo de 110 miligramas por decilitro de sangue, o que é o ideal.

Em Portugal mais de um milhão de portugueses entre os 20 e os 79 anos sofrem de diabetes. A maioria dos tugas são diabéticos sobretudo do tipo 2, o que significa que o pâncreas tem dificuldade em produzir insulina, a hormona que ajuda o organismo a regular o açúcar no sangue, ou as células do corpo não reagem à insulina. Com diabetes, a glucose continua no organismo, mas não é utilizada como fonte de energia. Por norma, a diabetes tipo 2 aparece após os 45 anos.

Segundo os últimos estudos, tanto no caso dos diabéticos tipo 1 como nos de tipo 2, é possível reduzir os danos provocados pela doença:

- ter uma alimentação equilibrada e variada. Reduza também o consumo de açúcares. Inclua cinco porções de legumes e fruta na dieta diária;

- pratique actividade física diariamente, como uma caminhada de 30 minutos. Esta melhora a circulação e ajuda a controlar o peso e o nível de açúcar no sangue.

- se for necessário, tome a medicação de acordo com as orientações do seu médico

- não fume e limite o consumo do álcool

- não descure as consultas de vigilância para observação dos órgãos mais sensíveis, como os olhos, o rim, o coração e o pé.

Nas se esta doença não o afectou, previna-se:

- mantenha um peso saudável, com um índice de massa corporal entre 18,5 e 25

- pratique exercício físico e siga uma dieta equilibrada, pobre em gordura e açúcares

- reduza ou deixe de fumar

- vigie a tensão arterial regularmente e consulte o médico de família, pelo menos, uma vez por ano.

E este é um conselho mesmo fulcral porque a diabetes é uma doença silenciosa e o deixar andar e não ser vigiado regularmente pode sair-lhe bastante caro.

22
Ago20

Alimentos light. Bons ou não?

jl

comida saudavel.jpgBoas.

Desde que frequento o ginásio, tenho que ser sincero e admitir que me sinto muito melhor e reconheço que quando não vou sinto falta de algo. Quando por vezes ouvia alguém dizer isto até poderia pensar que isto soava a história, mas agora que lá ando reconheço que é mesmo assim.

Mas para o bem-estar do corpo não é só o exercício físico, a alimentação é algo muito importante para o nosso bem-estar. E se muitas vezes, as pessoas estão habituadas à gordura, açúcar e falsos alimentos light, a verdade é que não existem superalimentos, mas sim uma alimentação variada, equilibrada.

Muitas vezes a palavra saudável é colocada em tudo o que é alimento, mas muitas vezes chega vazia de qualquer sentido. Por ser «saudável», um alimento consumido em excesso não será necessariamente muito bom para nós. E isso acontece com as coisas light, adoçante, isento de açúcar ou de glúten, sendo que tudo isto não é sinónimos de mais e melhor saúde. Mas uma dúvida que assalta a maioria das pessoas é onde podemos encontrar, as melhores alternativas?

Em primeiro lugar temos que que estabelecer metas, porque acima de tudo, temos que ter em mente que devemos preferir. Alimentação saudável ou equilibrada não têm de ser sinónimo de sacrifícios, mas devemos conciliar o saudável com o equilíbrio. Neste parâmetro também cabem os doces e outros “pecados” da gula, mas como em tudo na vida é tudo uma questão de proporção. Uma nata uma vez por semana a acompanhar o café não faz mal, mas se fizer isto todos os dias já saberá qual a resposta.

- mesmo aqueles alimentos com propriedades saudáveis não os devemos consumir em excesso. A fruta é um desses exemplos. Se as uvas são uma boa fruta, isso não quer dizer que vá comer meio quilo de uma vez.

- nas gorduras é exactamente a mesma coisa. Um dos exemplos é o óleo de coco, que apesar de ser uma gordura saturada, é constituído por ácidos gordos de cadeia média com um metabolismo hepático diferente (o que é menos prejudicial do que outras gorduras). Mas, a sua aplicação em doçaria torna-se por vezes perversa, dado ser um aporte de gordura excessivo ao qual acrescemos açúcares.

- outra coisa que por vezes nos deixa confusos são os açucares. O xarope de agave, mel, açúcar de coco ou o açúcar mascavado, representam nomes diferentes para consumirmos açúcares. E na finalidade todos são açúcares e a sua utilização representa, sempre, um número elevado de calorias. O melhor que podemos fazer é educar o nosso paladar, reduzindo-o ou eliminando-o.

- outra das coisas que por vezes somos enganados é as chamadas bolachas saudáveis, já que são alimentos com elevado grau de processamento e em média o valor de calorias por 100 gramas está entre as 400 a 500 Calorias (20 a 25% da Dose Diária Recomendada). Em resumo, uma porção de bolachas (entre quatro a cinco bolachas), equivale a consumirmos um pão médio. Isto em valores médios. Mas quem é que se fica por quatro bolachas?

- hoje em dia, uma das coisas da moda é ter uma dieta saudável com a ausência de glúten. Este é um conjunto de proteínas presentes nalguns cereais, as quais devem ser restringidas somente nos indivíduos com doença celíaca (intolerância ao glúten). Mas para a restante população, não existem benefícios em eliminar o glúten da alimentação. Temos que nos lembrar que o facto de um bolo não conter glúten, não faz dele um bolo mais saudável.

- os produtos light não são necessariamente mais saudáveis, pois têm uma redução num dos nutrientes, entre lípidos ou hidratos de carbono. Normalmente, estando apenas um dos nutrientes reduzido, possuem quantidades mais elevadas daquele que se mantém presente. Significa que podemos ter bolachas sem açúcar, ou com redução do mesmo, mas maior teor de gordura. Muitos produtos light disponíveis no mercado aportam mais calorias do que a versão congénere, ou uma diferença de calorias não mensurável. Acresce a tendência para ingerirmos mais produto dada a ilusão de podermos comer mais, de forma saudável, tratando-se de um produto light. É isso é um erro.

-outro erro que existe é dizer que determinado sal é melhor que outro, mas não existem variedades de sal mais saudáveis do que outras. O sal comercializado para alimentação é constituído por cloreto de sódio numa percentagem de, aproximadamente 40% de sódio e 60% de cloro. Sais como o dos Himalaias, Flor de Sal ou Sal Marinho são muito mais ricos em diferentes minerais. No entanto, e considerando um consumo máximo diário de sal de 5 gramas, o aporte nesses minerais será sempre baixo, não justificando a aquisição de um sal (até porque na maioria das vezes os preços são absurdos) face ao outro. Acresce que, quando consumimos um sal considerando-o mais saudável temos a tendência de ingerir mais, comprometendo os limites diários apontados atrás.

Acima de tudo temos que pensar e ser mais saudáveis.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub