Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

16
Out20

O desporto aqui também vai de bicla

jl

joão giro.jpgBoas.

Hoje venho aqui falar um pouco de desporto. Estamos num país em que geralmente quando este tema é abordado, o que se fala é futebol, futebol e futebol. Pois bem hoje fiquei admirado em ver um jornal desportivo como a Bola (que ainda é o único jornal desportivo que de vez em quando sai do normal) em trazer a sua primeira página com o destaque do ciclista João Almeida. Quem está informado nesta área sabe que este atleta tem no seu corpo a camisola rosa (a qual é atribuída ao líder do Giro de Itália) há vários dias. Esta volta depois do Tour de França e em pé de igualdade com a Vuelta de Espanha, é das principais competições a nível mundial. Mas o que acho engraçado, é que a nível desportivo se tenha debatido horas a fio sobre o teste do Covid do Ronaldo (não negando a importância que ele tem), mas ter um tuga a liderar esta volta parece que é uma coisa normalíssima.

Ela até poderá sair do primeiro lugar já hoje, mas que merece toda atenção e reconhecimento, isso é o que eu penso. E quem diz isto, diz todos os desportos, incluindo o futebol sem ser a selecção e os chamados grandes do nosso mercado!

15
Out20

Que regras são estas?

jl

covid.jpgBoas.

Ontem foi o dia do nosso primeiro-ministro alterar o nosso nível de alerta face à pandemia COVID passando da situação de contingência para situação de calamidade em todo o território nacional.

E de todas as medidas que foram lançadas, uma das que me despertou mais a curiosidade foi aquela que se dizia que era recomendado o uso de máscara e da aplicação StayAway Covid para a população em geral.

Vou falar então nestas duas vertentes. Em relação às máscaras, depois de termos tido mais de 2000 casos de infecção pelo Covid, o Conselho de Ministros vem recomendar o uso de máscara? Será que está tudo doido ou estão à espera que as pessoas comecem a cair como moscas para tornar obrigatório o uso das máscaras?

Em relação à aplicação StayAway Covid acho engraçado o seu uso ser recomendado. Quem vai fornecer telemóveis à população? Quem vai pagar a Net mensal à população?

Isto é tão engraçado, quem trabalha em instituições de saúde sendo externo não tem direito à vacina da gripe, mas para terem aplicações governamentais é quase obrigatório!

Que alguém os tenha no sítio e fale as coisas como são!

14
Out20

Piada sem piada nenhuma

jl

isolamento.jpgOla´.

Hoje li uma peça que me fez pensar naquilo que a nossa sociedade está a chegar.

Nesta era dito que um aluno de 12 anos teve uma suspensão disciplinar de dia por partilhar o lanche com os colegas. A criança em causa (esse bandido) não foi autorizado a entrar no espaço escolar. 

Isto aconteceu na escola em Rio de Mouro e segundo a responsável do Agrupamento que é a Dª. Cristina Frazão, a atitude é considerada muito grave, até porque isto acontece numa altura em que todos estão informados de que isso coloca em perigo o bem-estar de todos. E justificou a sanção com base no princípio de se incutir atitudes de respeito para com os outros e responsabilidade pelas atitudes tomadas. 

Engraçada é a carta que enviaram aos pais onde era referido que não se sabia o contexto e os antecedentes. Se o aluno em causa já tinha sido avisado, porque o fazia por sistema, desrespeitando as regras. Ou se só partilhou o que tinha com um colega porque percebeu que este estava com fome. Para dizer isto acho que mais valia estarem calados!

Não digo que a criança tenha errado, mas não deixa de ser uma criança. Até poderia concordar se antes deste «castigo», as nossas autoridades castigassem os grupos de jovens que se juntam às centenas nas praças das nossas cidades, se fossem aos centros comerciais e vissem as filas com centenas de pessoas à porta de lojas como a Primark, se fossem aos transportes e vissem que as pessoas são transportadas como gado e por aí fora.

 Agora se a noticia é verdadeira, sinceramente isto parece uma anedota. Mas de mau gosto.

12
Out20

Ver a vida rosa

jl

outubro rosa.jpgBoas.

Já estamos a caminho do meio do mês de Outubro e das poucas coisas que hoje em dia (e isto desde Março) se fala é sobre o Covid. Aliás isto hoje em dia é o prato do dia. Mas embora por vezes pareça que tudo o resto é esquecido, a verdade é que as outras doenças não meteram férias.

E digo isto porque este é o mês em que se celebra o Outubro Rosa. E isto quer dizer que esta é a altura do mês em que se deve estar ainda mais atenta ao cancro da mama. Sei que muitos de nós no início do próximo mês ficam mais sensibilizados com a questão do cancro e isto porque irá ocorrer o Peditório Anual da Liga Portuguesa contra o Cancro, mas isto é algo que deveremos estar atentos durante todo o ano.

E para além do tratamento, uma das coisas fundamentais é a prevenção e aprender a realizar o autoexame da mama é extremamente importante, pois reconhecer os sintomas de forma precoce é uma mais-valia.

Mas falando no autoexame, eu sei que para muitos homens é quase um assunto tabu e embora estejamos em 2020 para muitos assuntos parece que estamos no século XIX. Mas quer nós homens, quer as senhoras devemos estar bem alertas.

Este é um exame que deve ser feito mensalmente, para avaliar quaisquer alterações nas mamas. E sim é mamas que se diz!

A melhor altura para realizar o autoexame, é aproximadamente uma semana depois da menstruação (no final do período menstrual). Se não tem uma menstruação regular, deverá realizar, preferencialmente, o autoexame sempre no mesmo dia de cada mês.

Como o fazer então?

Coloque-se de pé (de preferência em frente a um espelho).Tenha atenção à posição dos braços já que os mesmos devem estar caídos ao longo do corpo.

De seguida compare as duas mamas tendo em especial atenção ao tamanho e forma. Não se esqueça que é perfeitamente normal uma mama apresentar maior volume que outra. Verifique se em alguma das mamas são visíveis nódulos ou pequenas saliências na pele em torno da mama.

Após verificar o aspeto geral da mama analise bem a região do mamilo. Preste atenção a eventuais presenças de nódulos ou algum tipo de secreção que seja visível nesta zona.

De seguida levante o braço esquerdo e examine a mama esquerda com a sua mão direita. Pressione de forma suave com a ponta dos dedos e palpe toda a mama. Este passo é importante para verificar eventuais caroços ou nódulos que não sejam visíveis antes da palpação.

De seguida deverá massajar com a mão direita a zona da axila esquerda e a zona abaixo da mama. Mais uma vez a intenção deste passo é detetar eventuais formações anómalas em toda a região que está a observar.

Por último repita estes mesmos passos na mama direita de forma a concluir o exame.

E por último, temos que nos lembrar que embora a maioria de nós associe este cancro às mulheres, os homens também são vítimas desta doença.

Não nos podemos esquecer da palavra-chave relacionada com o cancro; Prevenção!

11
Out20

Natal tristonho

jl

natal mascarado.jpgBoas.

Ontem estava a ouvir o Presidente Marcelo a dizer que este ano, o Natal por muito que isso fosse complicado teria que ser pensado de maneira diferente porque aquilo que o país agora atravessa é bastante grave (o mais de 1 milhar de infecções por dia diz isso mesmo). Eu sinceramente até estou de acordo, mas se é assim mesmo então porquê é que não se tomam medidas mais severas para que a saúde de todos seja preservada?

Se todos nós tivermos que usar máscara mesmo na rua qual o problema? E quem não o cumprir tem que ser castigado severamente. Agora enquanto andarmos em pezinhos de lã isto nunca mais irá ao sítio.

Eu sei que o Natal é a festa de excelência para a família, e poder reunir certas pessoas que por vezes estamos anos separados é daquelas coisas que nos emocionam, mas este ano é algo que se nos dissessem que iria acontecer, qualquer um de nós pensava que isto era o enredo de um filme de ficção científica.

Para além da situação bastante difícil no que diz respeito à saúde, também temos (e teremos) uma situação económico e de empregou, ou falta dele bastante sensível.

Se queremos ter um feliz ano de 2021, então temos que contar que os próximos meses teremos que remar todos para o mesmo lado de maneira que este barco vá ter a bom porto, porque senão teremos uma pequena lancha a passar o cabo das Tormentas.

 

10
Out20

Fazer a sesta como um bebé!

jl

sesta.jpgBoas.

E embora tenha demorado a chegar eis que estamos no fim-de-semana. E embora nem sempre seja fácil é a melhor altura para um merecido descanso e uma das coisas que melhor sabe é a sesta. É daqueles períodos que mesmo curtos sabe muito bem, mas hoje li uma peça que me deixou a pensar um pouco. No mesmo dizia que investigadores referiam que sestas prolongadas podem ser prejudiciais e que podem aumentar risco de morte prematura em cerca de 30%.

Segundo uma investigação da Universidade de Medicina de Guangzhou para além do aumento de risco de morte, sonecas a partir de 1 hora de duração são prejudiciais à saúde do coração.

A verdade é que isto vem contra aquela ideia que existe que a sesta até é um hábito saudável e que até aumentava a produtividade.

Descobriu-se que sestas longas são na realidade prejudiciais, quando comparado a não as fazer. Ou seja aquilo que até hoje se pensava dos nuestros hermanos que só lhes fazia bem a siesta, afinal pode não ser bem assim.

Segundo a investigação, o risco pode aumentar nos casos em que se dorme mais de seis horas por noite e sestas de qualquer duração podem significar um aumento risco de morte prematura em 19%. As mulheres são o grupo que corre maior risco de morte (22%) e os mais velhos o que correm menos risco (17%). Mas os resultados sugerem que sestas mais curtas, especialmente se forem entre os 30 e 45 minutos, podem ajudar a melhorar a saúde do coração a quem não dorme tão bem à noite.

As razões pelas quais as sestas afectam o corpo ainda são bem concretas, mas o estudo refere que as sestas mais longas estão ligadas a níveis mais altos de inflamação, que reduz a saúde do aparelho cardiovascular e influencia negativamente a longevidade.

09
Out20

Será que as pessoas estão a perder a noção?

jl

funerais.jpgOlá.

O mês passado, a minha filha estava a mexer num armário e eu disse-lhe que não o poderia fazer e remédio santo ela nunca mais o fez. E a verdade seja dita, quem tiver a funcionar a sua parte cognitiva, compreende as coisas quando lhe são ditas. Por isso é que me deixou a pensar as notícias que ouvi do número de ontem relativamente às pessoas infectadas com o Covid. É que cerca de 1.278 infectados e 10 óbitos (sendo o segundo maior aumento de casos desde o início da pandemia) deixa qualquer um arrepiado.

Eu sinceramente não sei se muita gente não sabe o que se passa no Mundo e não tem ouvido notícias desde Março, mas que tudo isto me soa a algo estranho isso é verdade.

O que acho «engraçado» é que muita gente goza com o Sr.Trump por ser como é e por dizer coisas que não lembra a ninguém, mas pelos vistos esta maneira de ser que muitas chamam de chéché está a fazer escola.

Será que as pessoas imaginam o que é chegar à hora do último adeus e não se poder ver nem tocar no nosso ente querido?

08
Out20

Sociedade CM

jl

depressao.jpgBoas.

Hoje o título que escrevo aqui pode ser um pouco estranho, mas ele veio-me à ideia quando me deparei a ver durante uma hora seguida um bloco noticioso da CMTV. No espaço de uma hora deu a tradicional questão do Covid em que se falava dos mortos que existiram nesse dia no nosso país, depois ainda relacionado com isso deu do Presidente dos Estados Unidos o Sr. Trump que ainda estava a ser tratado por causa do Covid, depois deu um acidente onde duas pessoas tinham morrido carbonizadas, para complementar o ramalhete deu uma reportagem sobre o modo como os habitantes de Reguengos estavam a lidar com o Covid e com a morte que estava agregada a isso.

Quando eu estava a ficar perto de chegar a um ponto que estava a entrar em depressão, eis que apareceu uma peça em que o tema era uma senhora que estava em estado grave após ter sido baleada em Tomar.

Como eu gostava muito da minha falecida avó, mas não tinha sido eu o causador da sua morte, não aguentei mais e mudei de canal até porque já estavam a anunciar que a reportagem seguinte era de um jovem que tinha sido atropelado ao ver um exibição de tuning.

Se o humor sempre foi importante, nestes dias mais se torna, até porque numa altura em que o confinamento está presente na nossa vida e esta pandemia afecta a saúde mental de muita gente, o rir e o sorrir cada vez mais é uma peça fundamental para o nosso bem-estar.

07
Out20

Será que sou o único?

jl

futebol e dinheiro.jpgOlá.

Ontem encerrou o mercado de transferências (de Verão, que daqui a pouco haverá mais) do futebol. E em ano de pandemia onde supostamente iria haver uma contenção (e mesmo um retrocesso) nos gastos, a palavra mais falada nos diversos programas televisivos e jornais foi a palavra Milhões. Eu sei que tudo isto é um negócio independente, mas o que me leva a pensar mais nisto é que estando o desemprego a subir e a crise no seio de cada vez mais famílias, o futebol parece que está metido numa bolha onde a classe politica parece que tem medo de mexer e de responsabilizar os dirigentes para que tenham um comportamento mais assertivo e em paralelo com o resto da sociedade.

Se eu pudesse dava descanso ao meu carro que já precisava da reforma, mas como o meu dinheiro não estica e tenho que pagar as minhas despesas a tempo e horas (ao contrário de muitos clubes) ele lá terá que se aguentar.

Eu não censuro quem gosta do seu clube (até porque eu também gosto muito do meu), mas acho que isso não deve tirar a capacidade de pensar no certo ou errado e se este tempo da Pandemia trouxe algo de positivo, foi de ver que mesmo não tendo havido jogos durante meses, afinal sempre se conseguia viver sem isso.

06
Out20

Mundo da bola

jl

portugal e bola.jpgOlá.

É hoje que finalmente acaba a lenga lenga das transferências no mundo do futebol. Depois de meses (que parecem muitos mais) em que as noticias que nos chegavam era o Covid, o Trump e o futebol, chegou a vez das transferências no mundo do futebol ficarem um pouco em standby. Claro que isto é teoria porque sei que o Danilo, o Alex Telles, o Vinícius, o Ruben Dias ou o Wendel irão ser falados durante muito tempo. Mas que em Portugal os programas desportivos ocupam muitas horas das nossas televisões, é verdade. Mas se continuar assim, ao menos que estes programas sirvam para se colocar as questões que deviam ser colocadas. Especialmente aquelas que dizem respeito à parte económica. Se os clubes fazem vendas de dezenas milhões de euros então porque diabo é que continuam a dever centenas de milhões de euros ao Estado e quem ganha 700 ou 800 euros por mês ou paga ou então é penhorado. Mas o que se vai continuar a discutir é os mexericos e os árbitros!

Por outro lado, vamos ter a Drª. Graça Freitas e a ministra Marta Temido mais tempo nas nossas caixinhas mágicas.

Mas acho que esta mais que na hora de parar com o choradinho do Covid em que se fala na desgraça e aproveitar estes momentos para se ver no que se pode melhorar o nosso comportamento colectivo e se for necessário aplicar medidas punitivas que assim seja.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub