Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

31
Dez20

Bye bye 2020. Vai e não voltes!

jl

2020-2021.jpg

E meus amigos, o ano de 2020 está prestes a acabar.

Se a 1 de Janeiro todos pensávamos que este seria um ano na continuidade de 2019 com o crescimento económico e social mais ou menos nos parâmetros do ano anterior, eis que um vírus (seja ele de que país tiver tido origem) deu a volta ao Mundo inteiro. Se até este ano existiam circunstâncias em que afectavam mais umas partes do Globo que outras, este ano foi aquele em que algo global atingiu-nos como um forte soco no estômago.

Se em qualquer ano existia sempre muita discussão para saber o acontecimento que tinha marcado com mais veemência todos nós, este ano acho que a Pandemia da Covid é daquelas coisas que atravessa pensamentos e fronteiras e por quase todos é eleito como o acontecimento do ano. Em relação à personalidade do ano existirão diferentes opiniões, mas para mim os profissionais ligados à saúde terão que ter esse reconhecimento por todos nós. Eu sei que muitas vezes quando se fala destes profissionais muitos de nós ligam isso quase inconscientemente aos médicos, mas uma unidade de saúde é constituída por várias categorias profissionais onde só trabalhando em equipa conseguem muitas das vezes quase o impossível. E isso vai destes os enfermeiros, aos assistentes operacionais, aos técnicos de radiologia, de hemoterapia até às senhoras que muitas vezes são esquecidas mas que sem elas um Hospital não funcionava como o pessoal da limpeza ou da manutenção.

Quem fala de fora muitas vezes refere estas instituições quase como fábricas onde os funcionários são máquinas, mas conhecendo por dentro estes organismos, vemos que o Humanismo está presente na larguíssima maioria das pessoas. Que assim continuem porque só com a força e o comportamento assertivo de todos é que levaremos este barco a bom porto.

30
Dez20

Anular calorias extra do Natal

jl

barriga de natal.jpgOlá.

Estando nós quase a chegar ao novo ano entre muitas coisas isso quer dizer que serão mais dois dias a encher o bandulho. Claro que existem excepções como eu, que vai estar nesta data a trabalhar, mas por norma as pessoas que conheço vão estar a beber mais que o normal e a comer bem mais que o habitual. A verdade é que isto até nem representa grande problema se acontecer num dia, mas o problema é o que acontece anteriormente e já se vem de uma semana em que os dias de trabalho foram poucos e o tempo em casa ou foi a comer ou a descansar.

Mas o que se pode fazer para esses quilos a mais desaparecerem?

Pois bem milagres não existem, mas existem sempre opções que podemos tomar na vida. Vamos lá a alguns casos:

- deixe o carro mais tempo parado

Não é preciso frequentar um ginásio para fazer exercício físico, basta usar menos o carro. Pode ir tomar café caminhando cinco minutos em vez de levar a sua viatura.

Se puder opte por caminhar mais para o trabalho, mas se não o puder fazer então tente compensar isso em dar uma caminhada ao fim-de-semana ou uns passeios de bicicleta. Fará bem à sua saúde e até o Ambiente irá agradecer.

- adquira alimentos locais e de época

Se puder compre produtos a produtores locais. Podem até ser mais feios, mas em termos de sabor é algo que nem se compara. Para além disso, comprar frutos ou hortícolas de época é muito melhor para o planeta. Poderá parecer insignificante, mas se formos muitos a fazer o mesmo então compensará.

- Faça refeições com mais vegetais

Não digo para se tornar vegetariano, mas colocar mais produtos hortícolas no prato é sempre melhor para a sua saúde. Para além da tradicional alface e cebola, existem dezenas de produtos que acompanharão muito bem os seus pratos. Seja cogumelos, feijão, soja ou grão existem diferentes maneiras de preparar os seus pratos. Eu sinceramente era reticente em relação a isto, mas depois de ter experimentado uma lasanha vegetariana mudei bastante de opinião.

- Tenha cuidado também com o que bebe

Pouco lhe vai adiantar em comer mais vegetais e cortar nos alimentos mais calóricos do seu dia-a-dia se continuar a beber refrigerantes e álcool. Quando essas bebidas são processadas e vendidas em embalagens individuais, a pessoa ganha quilos a mais. Esporadicamente até o pode fazer, mas normalmente escolha umas tisanas sem açúcar ou faça um refresco com citrinos.

- Faça uma pequena plantação em casa

Outra opção para movimentar o corpo e ajudar o Planeta é fazer uma pequena horta caseira. Enquanto poupa algum dinheiro, ainda pode consumir alimentos locais, sazonais e menos calóricos. Isso sem contar as calorias que são gastas enquanto cuida do seu pequeno jardim. Mas se viver num apartamento opte por ter vasos com especiarias. Se tiver salsa, orégãos ou hortelã em casa terá alimentos mais saudáveis e com isso também estará mais activo.

Opções não faltam, às vezes podemos ser atacados por alguma preguicite, mas temos que ser nós a ficar mais activos.

29
Dez20

Entrar no novo ano com o dinheirinho contadinho - 2

jl

2021-2.jpgOlá.

Cá estou novamente com um artigo que nos fala sobre o poupar e com o ano novo aí à porta este é daquelas alturas em que traçar metas é importante, até porque por norma existe uma pré-disposição a isso. Mas em vez de estar a chatear com isto. Vou aqui deixar alguns exemplos:

- Tenha atenção aos pequenos gastos

Um pão com manteiga e um pingo e pode até não parecer um gasto exagerado, mas ao somar 1,50€ por dia verá que ao fim de um mês gasta pelo menos 30 euros. E ao fim do ano só nisto que parece insignificante gasta quase 400 euros. Agora some a isso dois cafezinhos e verá que nem um ordenado lhe chega.

 - Reaproveite materiais para decorar a casa

Ao andar na net verá que lhe irão aparecer vários sites que lhe dão dicas de decoração que pode levar a cabo com materiais que tem em casa. Além de ser um divertido passatempo, é uma forma de poupar dinheiro em decoração. E se tiver uma Pimpolha em casa, ideias não lhe faltarão.

- Antes de contratar alguém, tente fazer o serviço

Sempre que for possível, tente fazer as coisas por si mesmo, em vez de contratar um serviço. Às vezes fazemos filmes, sem que tentemos fazer as coisas. Já pintei a minha casa. Nada de mais, mas em vez de pagar 300 ou 400 euros num profissional, fiz eu esse serviço.

- Coma fora só de vez em quando

Crie uma rotina de levar o almoço para o trabalho e cozinhar o jantar. Irá poupar bastante e, como em tudo o resto, não precisa de ser radical. Um almoço na rua com os colegas de trabalho uma vez por semana sabe sempre bem. Mas ao fazer as coisas verá que até gosta e isso ainda fará com melhor lhe saiba o que faz.

- Faça listas de compras

A melhor forma de não gastar mais dinheiro do que o necessário no supermercado continua a ser fazer uma lista e cingir-se a ela. Ir às comprar sem lista é meio caminho andado para comprar produtos por impulso. E se levar miúdos consigo, isso ainda é mais importante porque como sabemos, eles pedem tudo e mais alguma coisa se não forem educados adequadamente.

- Pague atempadamente as suas dívidas

Se tiver várias dívidas, por exemplo de cartões de crédito, a sua prioridade financeira deve ser pagá-las e não voltar a contraí-las. Os cartões se não tiverem controlo, são autênticos sorvedores de dinheiro.

- Poupe o que conseguir

O ideal é poupar 15% do seu rendimento mensal, mas, se não conseguir, não abandone a ideia. O importante é criar um hábito de poupança que lhe permita ter algum dinheiro de parte. Até porque em qualquer altura pode precisar. E se esta Pandemia nos ensinou alguma coisa é que a vida dá uma volta num ápice.

- Crie um objectivo de poupança mensal

Ajuste o montante de poupança às suas possibilidades e ao seu estilo de vida. Se concluir que não consegue prever o valor que pode poupar mensalmente, defina objectivos semanais. E se não consegue deixar o dinheiro quieto na sua conta bancária, então opte por abrir uma conta só de poupança. Se abrir uma conta no banco CTT não gasta na sua manutenção e aí pode criar um mealheiro.

- Encare a poupança como se fosse uma despesa

Não olhe para a poupança mensal como uma forma de guardar ou juntar dinheiro. Assuma cada valor poupado como se se tratasse de uma despesa. Se encarar os valores que poupa mensalmente desta maneira, vai ser mais fácil esquecer-se de que o dinheiro existe e pode ser liquidado. O que interessa é poupar, se não puder poupar 100, então poupe 60. Mas poupe.

- Guarde parte dos rendimentos extra

O reembolso do IRS, bem como os subsídios de férias e de Natal, são rendimentos extra que recebemos ao longo do ano e aos quais não precisamos (ou não deveríamos) ou não deveríamos precisar para fazer face aos gastos do dia-a-dia. Guardar estes valores total ou parcialmente permitirá um aumento significativo das suas poupanças no final do ano. Será que no Natal tem que gastar valores absurdos em prendas? Será que quem gosta de si, não gostará se receber uma prenda de 10 € em vez de uma prenda de 50€?

- Crie uma reserva de emergência

Vale a pena criar uma reserva de emergência que represente duas ou três vezes as suas despesas fixas mensais. Esta reserva não é uma poupança. É uma segurança para o caso de um imprevisto acontecer. Não confunda isto com a poupança que deve criar.

- Tenha um mealheiro

Aquelas moedas que sobram ao fim do dia parecem não ter grande valor para poupança, mas quem já teve um mealheiro sabe a surpresa que é verificar quanto se poupou ao fim de um ano. E se não criar para si, ao menos crie para a criança lá de casa. Ainda me lembro bem do mealheiro que tive do Montepio Geral quando ainda era uma criança.

- Procure o combustível mais barato

Com o preço dos combustíveis a variar constantemente e quase sempre para cima, vale a pena procurar os postos de abastecimento com preços mais em conta. Existem aplicações para o smartphone que fazem uma busca pelos postos mais próximos e apresentam os preços praticados no momento. E para além disso pode sempre associar outros cartões ao da sua gasolineira, sendo que por norma ainda existem dias em que pode poupar mais uns cêntimos. Dez cêntimos por litro vezes centenas de litros ao fim do ano é dinheiro.

- Cuidado com a conta da Luz

Crie o hábito de apagar a luz cada vez que sai de uma divisão da casa e desligue os equipamentos eletrónicos que não está a utilizar. Use também lâmpadas economizadoras de energia e tomadas com interruptor. Se tiver que comprar algum electrodoméstico tenha também atenção ao que ele consome em electricidade. Pode custar mais, mas o que irá poupar será bastante compensador.

- Cumpra sempre os prazos de pagamento

Não apenas de contas referentes a serviços, mas também de pagamentos ao Estado. Consulte regularmente, no Portal das Finanças, os prazos para o pagamento dos diferentes impostos, como o IUC e o IMI, por exemplo, por forma a pagá-los a horas e evitar as coimas. Se não é grande coisa a decorar datas, faça um plano num calendário ou coloque lembretes no seu telemóvel.

- Compra e venda em segunda-mão

Pode vender coisas que não usa, em segunda-mão, através de diversos sites da internet, para obter algum rendimento extra. E, do mesmo modo, pode comprar nesses sites itens específicos como livros, gadgets e objetos de decoração, por exemplo. Sei que muita gente ainda torce o nariz quando compra algo em segunda-mão, mas quantas pessoas não compram um carro em segunda-mão? Se compram algo que custa milhares de euros, então porque não comprar outras coisas?

- Tenha cuidado com a sua alimentação.

Ter um estilo de alimentação saudável sai significativamente mais barato na conta do supermercado e também na sua saúde.

Conforme deixo aqui estes conselhos, poderia deixar muitos mais, mas o que importa é tomarmos medidas acertadas na nossa vida e acima de tudo pensarmos em nós e nos nossos. Quando somos mais novos gostamos imenso de impressionar os outros, mas à medida que o tempo vai passando, por norma os nossos pensamentos amadurecem e ficam mais sábios e é nesse ponto que temos que nos saber agarrar.

28
Dez20

Ano desportivo

jl

2020 .jpgE quase, quase o ano de 2020 está quase a acenar com o adeus, mas este ano a todos os níveis de normal não tee nada. Quando 2020 começou acho que nem o mais pessimista estava a contar com o que aí vinha. E este foi sem sombra de dúvidas um ano diferente do que estávamos à espera.

Para iniciar o ano, o espanhol Carlos Sainz a conduzir um Mini conseguiu vencer um Dakar cada vez mais esquisito já que um dia destes as pessoas já nem sabem onde o mesmo é corrido. Mas foi neste evento que Paulo Gonçalves partiu ao fazer aquilo que mais gostava, a levar a sua mota por entre montes e dunas. A seleção portuguesa de andebol termina o Europeu na sexta posição. O SCBraga conquistou a Taça da Liga frente a um FCPorto que acabou com Sérgio Conceição a deitar sangue pelas guelras. Para acabar em pleno esse mês, o clube do Minho anuncia que o seu jogador Trincão tinha assinado pelo Barcelona por 31 milhões de euros, deixando quase todos de queixo caído. A finalizar este mês Kobe Bryant, uma das maiores lendas da NBA deixou-nos num acidente de helicóptero.

Quando em Fevereiro o caso Marega deu que falar, ninguém esperaria que meses depois iria acontecer o movimento Black Lives Matter que quer na sociedade civil, quer na parte desportiva iria ter um enorme impacto. Desde os desportos colectivos como individuais, os casos em que o comportamento relacionado com o racismo iria ter um enorme impacto. E tanto falo da NBA, da Fórmula 1 ou do caso que se passou no Parque dos príncipes com o PSG-Basaksehir onde um árbitro usou uma expressão que até à pouco tempo era usada de maneira quase normal. Neste mês o Sporting de Braga venceu os russos do Spartak Moscovo, na final do Mundialito de clubes de futebol de praia, revalidando assim o título. Este foi também um mês negro nas competições europeias já que os três grandes (para não se ficaram a rir uns dos outros) foram todos de vela das competições europeias. O sérvio Novak Djokovic conquista, pela oitava vez, o título do Open da Austrália de ténis.

E assim chegou Março onde se começou a falar com mais seriedade da Covid (sendo que enquanto isto era na China a maioria dos outros países assobiava para o ar) e muitos só ficaram alertas quando se começaram a parar todos os campeonatos. Depois de Itália foram quase peças de dominó a tombarem, uns países a seguir aos outros.

Mas quando se falava já numa pandemia, a verdade é que a UEFA ainda teimava na normalidade já que no dia 11 ainda foi jogado em Anfield Road, o jogo entre Liverpool e Atlético Madrid, com cerca de 54000 espectadores, sendo que posteriormente se pensa que terá causado mais de 40 mortos. E quem é responsável? Pois!!

Mas dias depois deste jogo, a UEFA finalmente abriu os olhos e anunciou o adiamento do Euro2020 para 2021, à semelhança do que aconteceu também com a Copa América bem como com os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Apesar de tudo isto, o Sporting, confirmou a contratação do treinador Rúben Amorim ao Sporting de Braga, por uns extraordinários 10 milhões de euros.

A normalidade (sendo que de normal tem pouco) possível só regressou no final de Maio, mas as ondas de choque da pandemia continuam a sentir-se com clubes numa crise cada vez maior e as bancadas a continuarem maioritariamente vazias, fazendo com que os jogos percam a maioria da piada.

No mês dos santos populares decorreram as eleições do F.C.Porto onde Pinto da Costa foi eleito pelo 15º mandato consecutivo.

E depois de muitos meses atribulados lá chegamos a Julho, que mais parecia Maio e digo isto porque o título de campeão do FCPorto mais parecia um milagre de Fátima que muitos não se acreditavam, mas a completar o ramalhete ainda veio a Taça no mês a seguir, a qual deu origem a banzé quando muitos adeptos tentaram festejar a vitória em plena Avenida dos Aliados mas não contavam com a intervenção da Policia.

Foi ainda neste mês que o Desportivo das Aves e o Vitória de Setúbal são impedidos de se inscrever nas competições profissionais, depois da Liga Portuguesa de Futebol Profissional reprovar os seus processos de licenciamento.

Depois chegou Agosto, mês que trouxe a Lisboa a Champions em versão fantasmagórica, já que apesar do Bayern de Munique ter ganho a orelhuda, tiveram estádios que acho que nem as moscas serviram de adeptos. Foi também aqui que Jorge Jesus deu uma alegria às redes sociais ao anunciar o seu regresso ao Benfica. Rui Pinto, o criador do site Football Leaks, que estava em prisão domiciliária, é posto em liberdade, com a obrigação de apresentações semanais à Polícia Judiciária (PJ) e colocando alguns locais em alvoroço. O piloto português António Félix da Costa sagrou-se campeão mundial de Fórmula E, competição para carros eléctricos.

Em Setembro, a seleção portuguesa de futebol de praia revalida o título de campeã europeia, ao bater a Suíça. O canoísta português Fernando Pimenta conquistou a 100.ª medalha internacional da carreira, ao vencer o ouro em K1 5.000 metros da Taça do Mundo de velocidade. Com 58 anos Dito, ex-jogador e até aí director do Gil Vicente deixou-nos. Dominic Thiem ganha pela primeira vez o U.S.Open.

Depois chegou Outubro, onde Lewis Hamilton com adeptos lá viveu uma vitória no Autódromo do Algarve. O português Duarte Benavente sagrou-se campeão do mundo de motonáutica em Fórmula 2. Kulkov ex-jogador do Benfica e F.C.Porto morre com54 anos. Luís Filipe Vieira é reeleito para um sexto mandato na presidência do Benfica apesar de alguma polémica em relação a ter sido dado como acusado na operação Lex. João Almeida prende o tugas à televisão depois de terminar um magnifico Giro de Itália em 4ºlugar bem como Rúben Guerreiro que nessa mesma prova venceu uma etapa e conquistou a camisola da montanha. Rafa Nadal mais uma vez limpa Roland Garros.

Em Novembro foi tempo dos portugueses vibrarem com (mais) uma vitória do Miguel Oliveira (repetindo o seu feito de Agosto), sendo que as bancadas desta vez estiveram vazias, mas com o apoio de muitos milhões de adeptos. Foi ainda neste mês que Maradona se despediu deste Mundo, onde apesar de ser futebolista o mesmo era mágico com um bola nos pés. Jacques ex-jogador do F.C.Porto e S.C.Braga faleceu. O espanhol Joan Mir (Suzuki), de 23 anos, sagrou-se campeão mundial de MotoGP. Ivo Oliveira sagra-se campeão europeu de perseguição individual dos Europeus de ciclismo de pista e Iuri Leitão sagra-se campeão europeu de scratch. José Bastos, antigo jogador do Benfica faleceu, o mesmo acontecendo ao treinador Vítor Oliveira conhecido pelo campeão das subidas.

E assim se chegou a Dezembro onde o piloto francês Sébastien Ogier vence o Rali de Monza e conquista o seu sétimo Campeonato do Mundo. Foi neste mês que o italiano Paolo Rossi partiu deste mundo. Júlio Ferreira venceu a competição de -80 kg do campeonato da Europa de taekwondo de categorias olímpicas, em Sarajevo. O avançado polaco Robert Lewandowski vence o troféu de melhor futebolista do ano nos prémios The Best.

Sei que haveria muito mais para dizer deste ano, mas deixo estes factos sobre este ano tão incomum.

27
Dez20

Entrar no novo ano com o dinheirinho contadinho - 1

jl

2021-1.jpgBoas.

Agora que o ano de 2020 está prestes a ir de vela (e saudades deixa poucas) é tempo de se começar a traçar novos objectivos para o ano de 2021. Não quer dizer que se vá conseguir atingir os mesmos, mas o traçar algo, é bom para que se consiga realizar o que se pensou. E um aspecto que muita gente tenta fazer é planear o novo ano no que diz respeito a dinheiro. E com a crise que se está a viver e não se sabendo quando a mesma acabará é bom que se tenha mesmo ideias no que ao dinheiro diz respeito. Se o poupar sempre foi importante, agora ainda mais se torna, por isso deixo aqui algumas dicas:

- Registe todas as despesas que faz

É impossível controlar os seus gastos se não perceber para onde vai todo o dinheiro que ganha. Por isso registar os gastos (e isto pode ser em papel, no computador ou numa app para o telemóvel) é o primeiro passo para começar uma rotina de poupança e de certeza que ficará admirado no que gasta o seu pilim.

- Defina metas realistas para os seus gastos

Além de registar, é importante estabelecer metas para controlar melhor os seus gastos. Poderá definir, qual a percentagem do ordenado que pode gastar. Mas aí seja realista, porque não adianta dizer que vai poupar 30% do ordenado se não consegue tirar mais que 10% por exemplo.

- Arredonde por excesso

Uma boa regra é arredondar as despesas por excesso e os rendimentos por defeito. É muito melhor sobrar do que faltar.

- Se puder pague as contas todas no mesmo dia

Defina um dia do mês para pagar todas as contas. Assim, as despesas fixas sairão todas da conta ao mesmo tempo e saberá com o que conta até ao fim do mês.

- Defina prazos a cumprir

Se quiser poupar com um objectivo específico, como comprar algo para casa ou uma roupa para si, defina até quando deverá ter em conta o valor necessário. Isso irá ajudá-lo a motivar-se e a ajustar os valores ao longo do tempo para cumprir o prazo a que se propôs.

- Não deixe o dinheiro tornar-se um assunto tabu

Fale sobre dinheiro com a sua família. Transparência é o melhor caminho para reorganizar as suas contas. E para além do mais, duas cabeças a pensar têm mais rendimento.

- Esqueça o cartão de crédito

Hoje em dia basta ir a um centro comercial para ver que ofertas de cartões de crédito não faltam. Desde a loja de roupa, de electrodoméstico ou ao hipermercado chovem «ofertas» de todo o lado. Mas se quer poupar, a melhor relação que pode ter com o seu cartão de crédito é esquecer que ele existe. Lembre-se que um cartão de crédito é um empréstimo e não um rendimento, e, por isso, no fim do mês representa uma despesa. Por isso se o tiver, o melhor é guardá-lo para uma situação mesmo de emergência.

- Faça compras com dinheiro

Numa ida ao supermercado ou a um centro comercial, levar dinheiro vivo e à conta é uma forma de evitar as compras por impulso, já que assim estará mais limitado naquilo que pode comprar.

 -Não faça compras só porque sim

É comum, ao fim de uma semana difícil, fazer um exagero no que diz respeito a compras, com o argumento “eu mereço”. É claro que merece, mas trata-se aqui de uma questão de prioridades para chegar ao seu objetivo de poupança dentro do prazo que estabeleceu e muitas vezes o que se compra é basicamente para ficar lá em casa a ganhar «mofo».

- Escolha bem o que compra

Há muitos produtos de marca branca tão bons como os de marcas conceituadas e aí irá poupar dinheiro. Não há nada como experimentar, e se gostar, esta prática vai traduzir-se numa poupança significativa nas compras de supermercado. Mas, não abdique de alguns produtos de maior qualidade ou de que goste mais apenas para poupar. Até porque é tudo uma questão de prioridades e existem coisas que o barato sai caro.

- Utilize os programas de pontos

Muitas empresas têm programas de pontos para fidelizar os seus clientes. Esteja sempre atento aos pontos que tem associados a cartões e à data de validade dos mesmos, para que possa usufruir em tempo útil de descontos e outras vantagens. Existem coisas que não custa nada. Se meter gasolina num sitio certo, mas que ao mesmo tempo tem um cartão com brindes associados, porque não utiliza-lo?

- Doe o que já não usa

Além de ajudar quem mais precisa, ganha espaço no armário para ter uma ideia clara daquilo que tem e do que realmente usa. Assim, à próxima vez que achar que não tem um determinado tipo de roupa para vestir, já vai conseguir ver no armário aquela peça que antes estava escondida entre um monte de roupa que não já não usava. Verá que terá uma surpresa enorme em ver tudo aquilo que não utiliza ou que nem sequer estreou.

- Compre menos e repare mais

Hoje em dia está na moda comprar um electrodoméstico mesmo que o antigo ainda funcione. E, embora seja verdade que alguns equipamentos têm reparações mais caras do que a substituição, quando se avariam esta não é uma lei universal para tudo. Na próxima vez que tiver o azar de algo se avariar, peça um orçamento de reparação antes e compare com o preço do artigo novo.

- Arranje um dia do mês para não comprar nada ou só mesmo o essencial

Não se trata aqui de poupar, mas de ver, por si próprio, que é possível viver sem gastar muito. Um dia por mês, não compre rigorosamente nada ou aquelas essenciais como o pão. Beba café em casa, leve comida para o trabalho e tente até nem utilizar o seu carro. Verá que ainda é capaz de se surpreender!

- Compre online

Muitas lojas aplicam bons descontos a quem faz as suas compras online. E depois, existe a possibilidade de comprar artigos no estrangeiro, por vezes a preços mais acessíveis, mas aí faça uma pesquisa para ver quais os sites mais seguros.

- Use cupões de oferta

Além dos cupões de supermercado que recebe na sua caixa de correio, existem vários sites na internet que oferecem descontos na compra de alguns produtos ou serviços, especialmente restaurantes ou lojas de roupas. Se realmente precisar de algo nas lojas que encontra aproveite.

- Aprender a dizer não

Isto aplica-se não só aos operadores de telemarketing (sendo que a Endesa já me ligou umas 50 vezes) que lhe ligam diariamente a vender serviços, aqueles senhores que estão a vender cartões no centro comercial mas também aqueles amigos que o convidam a sair e a jantar fora mesmo quando lhe apetece é ficar em casa.

- Veja os custos do ginásio

Pode poupar na mensalidade do ginásio fazendo passeios a pé ou de bicicleta e alguns exercícios em casa. Mas se é como eu e não dispensa o exercício no ginásio, então veja qual o tarifário que se adequa a si e escolhendo um horário até mais curto em duas horas por dia poupa 4 € por mês. Parece pouco, mas ao fim do ano poupa quase 50€.

Para não me tornar muito aborrecido, vou terminar por aqui prometendo que que amanhã ou depois voltarei a este tema.

26
Dez20

Hoje é Natal

jl

natal ontem e hoje.pngBoas.

E depois de muitos dias em que a hipocrisia reinou em todo o lado, eis que os tempos «normais» estão de regresso. Se por um lado é positivo, já que a transparência das pessoas é uma coisa positiva, por outro lado será que as pessoas tiraram dois minutos para pensar, se realmente valerá a pena existir tantas coisas más à nossa volta? Compreendo e acho lógico que haja diferentes pensamentos, diferentes opiniões e por aí fora, mas será que tudo isso é válido para existirem guerras entre as pessoas.

Eu sei que isto é chover no molhado, mas se as pessoas fizerem uma retrospectiva e fizerem uma análise à sua vida (que quer se queira ou não passa num ápice) verão que não vale a pena. Quando mais envelhecemos, mais nos damos conta que tudo passa num abrir e fechar de olhos e se esse tempo for passado no máximo de harmonia, de paz e de Amor, mais veremos que os anos que aqui estamos são fantásticos. Por isso é que o espirito do Natal, independentemente da religião é fantástico. Por isso seja a 25 de Dezembro, a 14 de Janeiro ou a 6 de Julho o Natal deve estar sempre presente!

25
Dez20

No Natal há palhaçada!

jl

natal hummmm.jpgOlá.

Quero desde já avisar a minha Maria que este Natal vou encher o bandulho de doces até não poder mais. Sinceramente até estava a pensar em conter-me um pouco mas depois de ler um artigo, tudo aquilo que estava a pensar basicamente desapareceu da minha mente. O que li foi um artigo que referia quantos minutos de palhaçada seriam precisos para queimar as calorias dos doces do Natal.

Segundo uma análise de dados realizado pela Universidade de Montreal do Canadá, para determinar a quantidade de calorias que são queimadas durante a relação sexual, o estudo refere que os homens gastam, em média cerca de 4 calorias por minuto durante a actividade sexual, ao passo que as senhoras gastam pouco mais de 3 calorias.

Isto em bom português quer dizer que serão precisos 50 minutos de sexo para uma mulher queimar as 160 calorias de uma rabanada enquanto que os homens precisam de mais de 35 minutos.

Agora é só multiplicar o valor do bolo-rei, da aletria, do leite-creme e de muitos e muitos doces e verão que haverá palhaçada garantida até ao São João.

24
Dez20

Pode não ser branca, mas que seja de Amor

jl

Olá.

E depois de tanta correria e tanta azáfama, eis que chegou a noite que muitos de nós tínhamos em mente. Que a mesma seja vivida com o máximo de saúde, sendo que a melhor prenda que se pode ter e oferecer é ter a companhia de todos aqueles que estão no nosso coração.

22
Dez20

O ano da Salvação de todos Vós :)

jl

Olá.

Estando nós já a fazer o aquecimento para o Natal, venho aqui deixar a música do ano em que nasceu o menino Jesus. E este Jesus não é aquele que os Reis Magos foram adorar, nem o senhor que passa a vida a mascar pastilhas elásticas, mas sim esta pureza de espirito e esta bondade em pessoa que sou Eu!

Pois bem no ano em que vim ao Mundo, o presépio estava a bombar com a música When A Child Is Born com a interpretação de Michael Holm. E não é por ter sido o ano em que vim a este Mundo (o qual toda a gente reconhece que ficou melhor desde essa altura, pelo menos essa é a minha opinião), mas que é uma musica que nos conforta a alma.

Mas falando um pouco mais a sério, mesmo que não se veja harmonia no ano inteiro, que esses dias sejam bem mais do que tem acontecido até aqui.

P.S.- no youtube existem muitos clips e muitas versões desta música, mas para mim esta é a Verdadeira!

21
Dez20

Natal equivale a calorias extra?

jl

natal doce.jpgOlá.

A pouco e pouco está a chegar a hora de começar a encher o bandulho. Eu sei que hoje em dia cada vez mais as pessoas tem sempre mais cuidado com o que comem, mas a verdade é que nesta altura do ano, isso é muitas vezes esquecido. E a verdade seja dita é que até concordo, mas temos que nos lembrar que nesta coisa da alimentação o Natal não pode ser todos os dias.

Eu sei que muitos fazem contas às calorias que uma fatia de bolo-rei ou uma rabanada têm, mas já fizeram conta aquelas coisas que muitos comem diariamente?

Basta depois frequentar um ginásio para ver que depois das festas muitos tentam anular aquilo que meteram para o bandulho, mas no nosso «normal» existem muitas pequenas tentações que fazem o pneu nunca deixar a nossa barriguinha

Um bolinho de arroz até pode parecer muito saudável, mas sabia que para queimar as suas calorias precisa de praticar 90 minutos de sessão de ioga?

Claro que uma bola de Berlim é saborosa, mas para anular as suas calorias precisa de fazer cerca de 50 minutos de sessão de aeróbica?

Uma fatia de bolo de chocolate até nem é muita má, mas as suas calorias equivalem a 55 minutos a pedalar na bicicleta?

Um croissant até um bolo mais ou menos saudável porque não tem cremes, mas sabia que para ele desaparecer da sua barriga tem que correr por 60 minutos?

Ou que um inocente Donut’s equivale a uma sessão de ginástica de 55 minutos?

Pois é, agora some a isso o sumo que bebe todos os dias, o açucar que mete nos seus três cafés diários e por aí fora e verá que aquela célebre expressão que não sei como é que engordo?, começa a ter outro sentido.

Nas festas como o Natal sabemos que o exagero nos doces está presente, mas está identificado, mas nos outros dias do ano é que está o erro?

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub