Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

27
Jun21

Radares Junho - 5

jl

pipi popo.jpgBoas.

E num ápice eis que estamos nos últimos dias do mês de Junho.

É nestes momentos em que nos apercebemos que realmente o tempo parece que cada vez passa mais rápido. E para se acabar o mês em beleza, as nossas forças policiais não se esquecem dos senhores contribuintes e vai daí até ao fim do mês deixo a localização onde vão ser instalados os radares por parte das nossas forças policiais.

Dia 28 — 14h00 — Rua Luís de Camões, Valbom.

Dia 30 — 08h00 — Estrada Municipal N.º556, Santo Tirso.

Estando nós numa altura em que a Covid não se quer ir embora, saia de casa só para aquilo que é extremamente necessário e ao fazê-lo conduza com calma e ponderação.

26
Jun21

Aí estão eles de novo

jl

calendário euro 2020.jpgBoas.

É já hoje que começam os jogos a doer no Campeonato da Europa 2020. É amanhã que quer a crise, quer o Covid vai ser colocado no esquecimento por duas horas, já que Portugal irá jogar os oitavos-de-final.

Se a minha correr normalmente farei o mesmo, mas o que me levou a escrever aqui umas palavras foi a hipnose colectiva que se está a viver. Compreendo que as pessoas gostem de se divertir e de desanuviar festa pandemia, mas o espirito que se vive depressa passa do 8 para o 80. Basta ver o que se passou na fase de grupos para se ver isso mesmo. Quando ganhamos à Hungria eram os maiores. Quando se perdeu o jogo com a Alemanha era um grupo de miúdos mimados.

E com este jogo isto não andará muito longe da realidade.

Mas uma coisa é certa, haja o resultado que houver, amanhã teremos rescaldo de tudo e mais alguma coisa.

25
Jun21

Gruta do Ali-Babá no Multibanco

jl

ali baba.jpgOlá.

Estando o fim do mês a aproximar-se, as nossas carteiras começam a ficar depauperadas e basta ir ao Multibanco e ver se se esta fosse uma máquina capaz de chorar, então os pezinhos ficariam encharcados.

Mas isto não acontece com toda a gente. Aliás vasta ler um caso que se passou nos Estados Unidos para se ver isso mesmo.

Esta caso bastante insólito aconteceu na Flórida. Uma senhora foi ao multibanco para levantar 20 dólares e descobriu com espanto (quem não ficaria?) que tinha um saldo próximo de mil milhões de euros.

Julia Yonkowski nem queria acreditar quando verificou o seu saldo bancário no talão de uma caixa de levantamento automático de dinheiro: 999.985.855,94 dólares.

Mas o que me deixou parvo, foi que a senhora referiu que quer devolver o dinheiro (o que aconteceria com 10 milhões de portugueses), mas o banco não atende nem devolve as chamadas, o que torna o caso ainda mais insólito. Simplesmente não consigo. Fico presa no sistema de atendimento automático deles e não consigo falar com uma pessoa.

Claro que se isto acontecesse em Portugal haveria algumas variantes. Em primeiro existiriam muitos tugas que iriam tentar levantar o guito e emigravam logo de seguida. Em segundo teríamos o Banco a perseguir o beneficiário com ameaças, advogados e tribunais. Por último teríamos a CMTv a dar especiais de manhã à noite com especialistas, pseudo-especialistas, advogados e a Tânia Laranjo a comentarem e a darem palpites desta matéria.

24
Jun21

A cascata do Zébio

jl

cascata.JPGBoas.

Hoje é daquelas datas que estarão sempre no meu peito.

O dia de São João hoje e sempre será sempre o dia em que o meu Pai palpitará mais no meu peito. Esta era (e será sempre) a festa que o Zébio mais gostava. Só poder ver o empenho e a alegria que ele colocava na construção da cascata era algo que nos preenchia de alegria. Tudo o resto era muito significativo para ele, desde o jantar até ao convívio familiar mas a sua colecção de bonecos essa aí não podia faltar, eu sei que o meu irmão continua com esta tradição, mas a falta que ele me faz só é combatida por saber que esteja ele onde estiver fará a mais bela cascata que já alguém viu.

23
Jun21

Certificado não é igual a Milagre

jl

certificado de vacinação.jpgBoas.

Hoje venho aqui escrever sobre o certificado digital que começou ser agora emitido. Estes Certificados são gratuitos emitidos em formato digital e, de acordo com a DGS, há três tipos do documento e podem ser consultados no portal SNS24 ou enviados por email. Começam a ser emitidos esta semana

- De acordo com o Ministério da Saúde, a Direção-Geral da Saúde (DGS) e os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, Portugal já está a emitir estes certificados.

- Os certificados podem ser consultados no portal do SNS 24 (https://www.sns24.gov.pt/). O utilizador deve seguir as instruções e escolher o tipo de certificado que pretende. Após validação do pedido, o documento é disponibilizado no portal ou pode ser enviado, posteriormente, para o e-mail que indicar.

- A emissão do certificado pode ser, à data, solicitada por cidadãos nacionais e estrangeiros, com residência em Portugal e que sejam titulares do número de Utente do Serviço Nacional de Saúde.

- Este certificado comprova a testagem (negativa), a vacinação ou então a recuperação da covid-19.

- Tem que se ter atenção que este certificado pode não isentar os respetivos titulares, em função do agravamento da situação epidemiológica, do cumprimento de medidas adicionais de saúde pública à chegada do Estado-membro de destino da viagem.

- Estes certificados incluirão apenas um conjunto limitado de informações necessárias — como o nome, a data de nascimento, a data de emissão, informações pertinentes sobre a vacina/teste/recuperação e um identificador único. Estes dados permanecem no certificado e não são armazenados ou conservados, quando o certificado é verificado noutro Estado-Membro. Apenas serão inspecionadas a validade e a autenticidade do certificado, verificando quem o emitiu e assinou.

- A DGS, informa que haverão três tipos de certificado digital covid-19 da UE — de vacinação, de teste e de recuperação.

- Este certificado é um documento gratuito e o mesmo será emitido em língua portuguesa e inglesa.

- A versão digital deste documento pode ser armazenada num dispositivo móvel, mas os seus titulares têm a possibilidade de o imprimir a partir do formato digital. Em ambas as versões existirá um código QR que contém informações essenciais, bem como uma assinatura digital, para garantir a autenticidade do certificado.

Cada organismo emissor (por exemplo, hospital, centro de testagem, autoridade de saúde) tem a sua própria chave de assinatura digital. Todas estas chaves estão registadas numa base de dados segura em cada país.

- Estes certificados poderão ser usados em todos os estados-membros da União Europeia, e também na Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça.

Temos é que ter em lembrança, que não é por se ter a vacina que não poderemos vir a ter a doença. Temos que nos proteger, bem como aos outros.

22
Jun21

Sono das nossas crianças

jl

desligar as nossas crianças.jpegOlá.

Trabalhando eu por turnos, o meu sono basicamente é como uma montanha-russa. Ou durmo pouco e mal, ou durmo mal e pouco. Mas isto não acontece sempre, mas sim quase sempre. Mas o que me levou a escrever aqui estas linhas é sobre o falar do sono das crianças e sendo eu Pai de uma Pimpolha, é um assunto que me preocupa.

E isto vem no seguimento de uma investigação que foi publicada e que na mesma se afirma que televisões, telemóveis ou ter tablets no quarto das crianças prejudica imenso o sono destas.

Ao contrário do que muitas vezes acontece, esta investigação foi realizada em Portugal e acompanhou 8 mil crianças (dos 3 aos 8 anos) sendo que foram analisados vários dados de escolas públicas e privadas das cidades do Porto.

Um dos pontos que me chamou a atenção foi o facto que são as pessoas mais pobres que colocam estes e outros dispositivos no quarto dos mais pequenos, sendo que muitas vezes não sabem que esse procedimento prejudica o sono e a saúde dos utilizadores, sendo esta a conclusão do estudo divulgado pela Universidade de Coimbra.

Embora estes aparelhos sejam mais prevalentes nas casas de famílias portuguesas com maior estatuto socioeconómico, a verdade é que a disponibilidade desses equipamentos no quarto da criança é mais comum em famílias mais desfavorecidas, com impactos negativos no sono.

Uma das explicações avançadas neste artigo é a possibilidade de as famílias de baixo estatuto socioeconómico terem menos conhecimento sobre os problemas de saúde associados ao uso excessivo de dispositivos com ecrã, menos tempo para supervisionar seus filhos ou menos oportunidades de envolvê-los em atividades extracurriculares.

Esta investigação, permitiu concluir que os dispositivos eletrónicos disponíveis em casa, especialmente no quarto, diminuíram significativamente o tempo de sono das crianças.

O ter um equipamento no quarto da criança não está relacionado com uma maior disponibilidade do equipamento em casa, nem com maior disponibilidade financeira, sendo necessário desenvolver estratégias eficazes para minimizar o acesso ao dispositivo na hora de dormir, sendo que o tempo excessivo em frente ao ecrã e a menor duração do sono têm importantes implicações na saúde das crianças.

E se este já era um problema grave antes deste tempo de pandemia, então desde que apareceu a covid-19 nas nossas vidas, as crianças foram obrigadas a passar mais tempo em casa e ficaram ainda mais dependentes de equipamentos eletrónicos, pelo que é urgente aplicar estratégias de gestão do uso destes equipamentos na hora de deitar.

O que também temos que nos lembrar é que as crianças fazem muito do que lhes é transmitido pelos adultos e por isso temos que ter atenção, porque se tivermos os pais a verem telemóvel até dormirem, o que passa na cabeça das nossas crianças?

Não é por dar «tudo» às nossas crianças. que se gosta mais delas!

 

21
Jun21

É preciso tê-los, para se ficar sem eles

jl

até dá arrepios.jpgBoas.

Hoje enquanto estava a ver as peças que os jornais diários, deparei-me com uma peça que me intrigou. Só o título da mesma era agora de horripilante, já que o mesmo era que o peixe morde-testículos tinha sido encontrado em águas europeias.

Esta espécie é um peixe da espécie pacu, com dentes e foi encontrado na costa sul da Suécia por um pescador através de uma armadilha para enguias.

Este peixe, que mede cerca de vinte centímetros, é conhecido como "morde-testículos" e normalmente é encontrado um bocadito longe aqui da Europa e esse local é no rio Amazonas.

Se este facto já por si só já é estranho, fiquei mais parvo quando li as declarações do Sr. Henrick Carl, que é um especialista do Museu de História Natural da Dinamarca e no qual diz que este animal não é perigoso, mas (e este mas poderia ser escrito com maiúsculas), houve incidentes na Papua Nova Guiné em que alguns homens tiveram os testículos arrancados. Os animais mordem porque estão com fome e os testículos assentam bem na boca (que raio de frase!!), acrescenta o homem e avisa que a mordida pode ser perigosa.

Este senhor, disse que apesar desta espécie ser vegetariana, o peixe ataca o que estiver ao alcance quando sente fome.

Esta espécie como já disse é natural do Amazonas, mas foi descoberta nas águas do norte da Europa e as pessoas já foram avisadas que os nadadores do sexo masculino devem manter as calças para o caso de haver mais pacus nas águas frias do Báltico. 

Se este peixe consegue sobreviver em águas tão a Norte, nem quero imaginar se descobrem o caminho para a nossa terra. Se isso acontecer vai ser uma preocupação grande para quase toda a gente. E digo quase, porque depois teremos certas pessoas que não se preocuparão com isso, e esses, são muitos políticos, que como se sabe não os têm no sítio para tomar certas atitudes.

20
Jun21

Radares – Junho 4

jl

beber e conduzir.jpgOlá.

Hoje venho aqui deixar a localização dos radares desta semana.  Estes são os locais que a P.S.P. previamente nos diz, mas isso não quer dizer que não apareçam outros locais surpresa. Mas para isso todos nós temos que ter consciência que a estrada não é só nossa.

21 — 14h00 — Estrada da Circunvalação, Matosinhos.

22 — 08h00 — Av. Dr. Antunes Guimarães, Leça da Palmeira.

Este ano os festejos do São João supostamente serão mais contidos, mas a tradição diz que a acompanhar a sardinha ou a carne assada, existe sempre ou o vinho ou a cerveja e por isso mesmo tem que se ter atenção para que o São Pedro não seja festejado a pé ou atrás das grades.

19
Jun21

Um alerta para todos

jl

covid hospitais.jpgBoas.

Esta semana ficou a conhecer-se que em dois milhões de pessoas com a vacinação completa cerca de 1.231 pessoas contraíram a infeção por SARS-CoV-2, 43 foram internadas e cinco tiveram o desfecho mais infeliz e acabaram por morrer.

Estes são números sempre infelizes, mas se algo de positivo se pode extrair é que os mesmos devem servir como um alerta para que todos nós saibamos que o ser vacinado, não significa que se fica impune.

 E conforme é nesta vacina é em todas (nesta até com níveis fantásticos), mas o que nos foi vendido em boa parte pela comunicação social é que quem tivesse a vacina no seu corpo poderia já sorrir para a vida sem qualquer tipo de preocupação.

A verdade é que podemos sorrir para a vida, mas temos que nos prevenir e se todos tivermos esse pensamento com certeza que isto terá um final feliz, porque caso contrário iremos viver com isto durante muito mais tempo do que aquilo que se pensava.

14
Jun21

Os outros podem ser os nossos!

jl

mascarados.jpgBoas.

E mais uma semana que passa e mais uma semana em que nas noticias (mais ou menos) vem sempre o tema do Covid à baila. E se é verdade que muitos de nós pensaríamos que a dita imunidade de grupo seria só daqui a uns meses, a verdade é que nos está a ser «vendida» a ideia de que isto poderá ocorrer mais rápido do que aquilo que poderíamos pensar, embora com o que vamos ouvindo (da não fiabilidade de certas vacinas e da recusa de muita gente não as querer tomar) se fique um pouco na dúvida.

Mas mesmo as pessoas ficando vacinadas, hoje em dia começa a levantar-se a questão se as pessoas são obrigadas a usar a máscara, até porque um dos exemplos que mais se fala sobre o não uso, é o dos Estados Unidos.

Mas ao contrário do que se possa pensar, isso não significa que devemos diminuir os cuidados quando se trata de gerir esta pandemia.

Existem indicações que mostram que as vacinas Moderna e Pfizer fornecem 95% de proteção após as duas doses (e 82% após a primeira dose), mas vários especialistas apontam que ainda não é hora de deixar totalmente a máscara.

Especialistas apontam que deixar de usar máscaras, mesmo depois vacinado, ainda é perigoso. E esse perigo aumenta se não estiver vacinado, se tiver imunidade comprometida ou estiver a fazer diálise, mas mesmo assim e segundo esses estudiosos é preciso ter paciência antes de abandonar o uso de máscaras, uma vez que mesmo depois de tomar as duas doses da vacina, ainda é necessário esperar pelo menos 15 dias para que ela atinja a eficácia esperada.

O número que esta vacine atinge é fantástico, mas o que as pessoas deverão ter em mente é que o número não é de 100% e por isso mesmo deveremos ter sempre cuidados. Podemos até pensar que somos os maiores e somos quase imunes, mas se transmitirmos a doença à nossa esposa, a um pai, a uma avó ou a um filho pensaremos da mesma maneira?

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub