Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

15
Set21

Afinal o que é bom ou não para o Ambiente?

jl

ambiente, bom ou mau.jpg

Olá.

Sabem aquelas mentiras que quando se dizem muitas vezes, passam a ser verdade? Pois bem, é sobre isso mesmo que venho aqui falar. Mais concretamente sobre aqueles que dizem que os sacos de pano ou de papel são mais amigos do ambiente e que os sacos de plástico são quase como uma invenção do Diabo.

O uso de sacos de plástico tem caído em desuso até devido à legislação que pune monetariamente o seu uso. Os alertas em relação às consequências que o plástico traz para o meio ambiente são cada vez mais e alguns hábitos já começam a mudar quer por uma consciência Ambiental, quer pela questão do dinheirinho.

Actualmente muita gente começou a usar sacos de pano ou de papel para evitar os de plástico, mas isso é ser mais amigo do ambiente? Um estudo que saiu da Deco Proteste mostra um outro lado da moeda.

Vamos lá então falar sobre isso e sobre o comparativo.

O objetivo deste estudo, realizado também em Espanha, Itália e Bélgica, era perceber o ciclo de vida dos vários tipos de sacos disponibilizados nos supermercados, para ajudar os consumidores a tomarem as opções mais sustentáveis. Para isso, foi analisado o ciclo de vida de cada tipo de saco, ou seja, o número de utilizações e impacto ambiental da produção.

De todas as opções estudadas, o trolley de compras foi aquele que se revelou ser o menos sustentável. Para se tornar sustentável tem que o utilizar mais de 742 vezes. Ou seja, se for uma vez por semana às compras tem muitos anos para compensar a Mãe Natureza.

Os sacos de algodão que hoje em dia se vê muito, terão que ser utilizados cerca de 10o vezes para que sejam mais sustentáveis do que um simples saco de plástico, uma vez que exigem mais material e energia para serem fabricados. E chamo a atenção para este ponto, já que não é só o material que é utilizado, mas sim tudo que está englobado.

E se o uso for de algodão biológico, estes têm uma pegada ecológica 149 vezes maior do que um de plástico, porque como provêm de um tipo de agricultura que não utiliza fertilizantes requerem mais recursos e emissões. Ou seja aquela coisa de amigos do Ambiente que está tão na moda, poderá não ser assim.

Outra moda que agora se vê muito nos supermercados são os sacos de algodão em rede, utilizados mais para frutas e legumes. Mas para serem sustentáveis têm de ser reutilizados 952 vezes, o que não é muito fácil.

Quase a acabar este comparativo temos os sacos de papel têm de ser utilizados nove vezes, e dificilmente chegam a este número porque como se sabe estes degradam-se muito facilmente.

E depois temos os «malditos» sacos plásticos, que precisam de ser utilizados cerca de 4 vezes para serem sustentáveis.

Para se atingir o desempenho ambiental dos sacos de plástico convencionais, um saco de algodão convencional tem de ser usado cerca de 7 mil vezes e um saco de algodão biológico precisa de 20 mil utilizações.

A melhor opção passa por escolher sacos simples, com um único material, com o mínimo de tintas e cola possível.

Mas o que me deixa pensativo é que os meios de comunicação quando foi a questão de acabar com o plástico deram bastante destaque a isto, mas agora que se ficou a saber deste estudo (que por acaso é proveniente de um país que é a Dinamarca, que como se sabe não quer do Ambiente!!) parece que todos assobiam para o ar!

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub