Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

21
Ago19

Férias poupadas e divertidas

jl

praia e crianças.jpgBoas.

Estando eu aqui nesta vida dura (que é estar de férias) aproveitei para ver o que tinha saído aqui de notícias e vi uma que achei curiosa e que na qual se falava de cuidados e também de estratégias de poupança a ter quer na praia ou na piscina.

Quando estamos de férias, estamos naturalmente mais expostos ao sol, e se formos adeptos de praia (ou de piscina) ao mar, à areia e ao cloro das águas. Estas actividades fazem com que tenha mais cuidados com o corpo e a saúde, os quais podem ter um impacto na nossa carteira.

Assim deixo aqui alguns cuidados para se ter umas férias divertidas, com o orçamento cumprido.

  1. Protecção solar

Segundo os dermatologistas que tenho ouvido, o protector solar deve ser utilizado durante todo o ano, uma vez que a exposição solar excessiva é o principal factor de envelhecimento da pele. É daquelas coisas que é muito giro ser moreno aos 30 anos, mas aos 70 parecer um carapau seco não tem assim muita graça. Mas voltando ao assunto, este produto é maioritariamente utilizado no Verão e principalmente no período de férias, com as normais idas à praia.

Os protectores (e não bronzeadores) devem ser utilizados tanto por adultos como crianças. Já o factor de protecção deve ser adequado ao tipo e cor de pele, pelo que aconselhamos a um factor mínimo elevado de 30 no corpo e 50 no rosto. No caso das crianças, o protector deve ter o factor mais elevado possível, devido à pele ser muito menos resistente.

E nunca se esqueça que mesmo para os adultos, colocar apenas uma vez protector solar por dia não chega. Deve colocar meia hora antes da exposição solar e repetir de hora a hora ou cada vez que sai da água. Deve cobrir todas as zonas do corpo, não esquecendo pés, costas da mão, rosto e lábios. E não se esqueça que para ter protecção não precisa de pagar uma «fortuna» por um produto de marca.

  1. Roupa de férias

O vestuário é também um aliado importante na protecção solar. Contudo, com o calor, é importante saber que tipo de roupa deve levar: opte por peças leves, confortáveis e de cores claras, sob pena de sentir-se ainda mais quente ao utilizar t-shirts escuras.

Em conjunto com o protector, utilize roupa que se mantenha seca, de maneira a não ferir a pele. Para as crianças, a regra deve ser a mesma, utilizando t-shirts de algodão brancas. Lembre-se também que, tanto adultos com crianças, devem proteger a cabeça com um chapéu de abas largas, para ter o máximo de sombra possível, e usar óculos de sol para proteger os olhos. E não se deixe levar pela publicidade. É tão eficaz uma t-shirt de algodão de marca branca como uma da marca xpto.

  1. Alimentação e hidratação

As temperaturas mais elevadas fazem com que se sue mais e, por isso mesmo, é preciso ingerir mais líquidos para estar hidratado todos os dias.

Também o tempo convida a alimentos mais frescos, por isso pode privilegiar a ingestão de frutas, legumes, saladas e muita água. Para a praia ou piscina, deve ter uma boa geleira para a boa conservação e transporte dos alimentos, de maneira a que mantenha a sua frescura o máximo de tempo possível. Se em casa preparar umas sandes para levar para a praia irá poupar muito mais, sendo que ao mesmo tempo estará muito melhor servido.

  1. Escolha do local

Quando se fala de Verão e de praia, há que falar também de segurança. Escolher uma praia de bandeira azul e vigiada é importante para que tenha dias de qualidade. A existência da bandeira vermelha, amarela ou verde também sinaliza se é boa ideia ir para o mar, que pode estar com remoinhos ou correntes perigosas. E se isto é daquelas regras fundamentais, quando se tem crianças à nossa guarda ainda mais importantes serão.

Em Portugal, existem também zonas balneares em risco de derrocada, pelo que deve respeitar a sinalização e afastar-se desses mesmos locais. A sombra pode saber bem, mas nesses locais poderá ser fatal.

 Na altura dos banhos, lembre-se dos períodos de intervalo entre refeições, para evitar choques térmicos e paragens de digestão.

Estas regras devem também ser passadas às crianças, para que estejam na areia ou no mar em segurança e com o apoio de nadadores salvadores e outros profissionais em casos de crise. E não se esqueça de repetir isto várias vezes, porque as crianças por norma esquecem-se facilmente destes conselhos.

E tenha sempre atenção aos gastos. Por vezes fica mais barato ir para a uma praia a 10 kms do normal, do que pagar estacionamento durante o dia na praia que costuma ir.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub