Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

11
Set18

Ideias estacionadas

jl

parquimetros.jpgBoas.

Hoje é daqueles dias que se põe em prática uma tradição cá de casa que é tomar o pequeno-almoço fora. E quem me tira a meia de leite morninha com a torradinha ou com a regueifa com queijo tira-me um bocadinho do meu sorriso. Antes da paparoca ainda tenho que arranjar lugar para o meu carrito e morando eu em Matosinhos, uma das coisas que não dá para fugir é os famigerados parquímetros que hoje em dia substituíram os cogumelos já que estão em tudo que é rua.

Mas como até sou cumpridor, ponho sempre o eurozito para não martelado pelos fiscais e assim a Câmara juntar mais uns cobres.

Mas o que se deve fazer quando o parquímetro está avariado?

Ainda a passada semana li um artigo que não devemos fazer de conta para não termos dissabores. Até porque diziam que se não houver mais nenhuma máquina nas proximidades do nosso estacionamento, devemos colocar um papel no carro a dizer que a máquina estaria for a de serviço não chega. Mas, e existe sempre um mas, o procedimento mais correcto é o de ligar primeiramente para o número que gere o parqueamento, que supostamente estará na máquina, para reportar a avaria e facultar o número da mesma e depois, o que temos de fazer é dar a matrícula do veículo e, só aí, deixar o tal papel no interior do carro onde se refere que a máquina estava for a de serviço.

 Só aí, a entidade ao cruzar dados com a central vai prevenir o qualquer multa que poderia levar se não seguir este procedimento.

Mas se isto for mesmo assim faz-me lembrar a Republica das Bananas. Desde quando um condutor é obrigado a andar com telemóvel e mesmo aí tem que contactar (e gastar dinheiro) com quem nos leva o dinheiro?

Isto é impressão minha ou é uma situação que em que se está a inverter a lógica das coisas?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D