Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

24
Dez18

Jinglebel, Jinglebel já não há papel...

jl

paizitoerena.jpegHo Ho Ho!!

Isto é a frase que hoje à noite mais se vai ouvir por aí.

Depois de semanas de compras, de trânsito caótico por todo o lado, de gente que se mata pelo último Nenuco faz Xi Xi, de filas para embrulhar prendas que fazem lembrar as entregas do I.R.S. há vinte anos atrás, dos shoppings serem vistos como Fátima e toda a gente estar em procissão para lá, de ir ao supermercado comprar bacalhau e estar um hora na fila a ouvir aquele música que até provoca tonturas eis que chega o Natal.

Hoje em dia falar do menino que estava nas palhas deitado é complicado. Primeiro porque podemos ser acusados de pedofilia e segundo se dissermos às nossas crianças elas são dignas de chamar a Patrulha Pata para arranjarem roupa para o chavalo, para ele não se constipar.

Hoje vai ser dia das famílias estarem reunidas para o que realmente importa. E não falo da união da família nem do companheirismo, falo mesmo do encher o bandulho. Desde as entradas, até ao bacalhau cozido que se come quase como se o Mundo fosse acabar amanhã. Claro que depois da barriga estar quase a rebentar tem que se ter moderação e só comer um bocadinho de bolo-rei; de rabanadas; de leite-creme; da aletria; dos sonhos; do queijo da serra, de frutos secos; de tronco de Natal e por aí fora.

Claro que quando chega à meia-noite e não se teve ainda um enfarte por causa do óleo e do açúcar ingeridos é altura de abrir os presentes. É altura dos miúdos ouvirem aquele toque estranho da porta e irem a correr ver se o Pai Natal lhes trouxe o que pediram. Claro que se a Coca-Cola fosse responsabilizada pelo mal que fez à carteira dos pais de todo o Mundo ao inventar aquele senhor de fato vermelho, já não havia garrafas de refrigerante há muito tempo. E se o Natal é deveras importante é para a s crianças em que nós pais os ensinamos a olhar e a pensar nos outros. Ao verem as prendas (em que nós dissemos que este ano não íamos abusar. Claro que isso é daquelas frases que dizemos há dez anos seguidos) a maioria das crianças só quer é ver o que lhes calhou no saco e a parte de serem beneméritos é esquecida.

Em relação às prendas deixo um alerta, não comprem nada que faça barulho e que leve pilhas nas lojas chinesas. É que se estão à espera que as pilhas acabem ao fim de duas horas e aquele barulho desapareça; tirem o cavalinho da chuva (se alguém do PAN lê isto até me excomunga) porque vai ser Agosto e aquilo vai continuar a debitar aquele barulho irritante.

Uma das coisas que em minha casa não se vê é pessoal com os copos, porque acho que é das únicas três habitações aqui da cidade em que o pessoal não bebe álcool.

E o que se faz depois da cerimónia das prendas? Missa do galo? Descansar? Nãooo!! Continua a encher-se o bandulho e a verdade seja dita até é boa ideia porque vai chegar o ano novo e o resto dos bolos ainda vão andar por cima das mesas.

Claro que aí vai ouvir a mulher dizer que para o ano vai se fazer pouca coisa porque senão até se estraga comida. Ou seja, a ladainha que já se ouvia ainda se estava dentro da barriga da mãe.

Não se esqueça de ter sempre preparados dois sacos do lixo porque vai ter lixo das prendas que parece que não acaba, a não ser que o papel das prendinhas ser tirado com cuidado e assim serve para as próximas prendas. Se em Agosto vir um perfume embrulhado com um papel de Natal já sabe que existem mais pessoas com a sua ideia de poupança.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D