Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

23
Fev21

Não pagas 100 € és caloteiro, não pagas 1 Milhão és…

jl

psg.jpgBoas.

Hoje li uma peça que se por um lado me deixou admirado, por outro veio ao encontro da ideia generalizada que hoje existe que diz a larga maioria dos clubes de futebol mundiais, se fosse famílias já tinham falido há muito tempo.

Basta ver o que se passa aqui em Portugal para facilmente ver que por aqui toda a gente (salvo raríssimas excepções) tem mais olhos que barriga. Habitualmente os clubes do futebol por muitas dívidas que tenham, dizem sempre que os activos (entenda-se jogadores) que estão nas suas equipas valem muito mais que as dividas que estão nos seus clubes. Em parte até podem estar certos, mas os clubes podem ter esse valor em jogadores, mas se não existirem interessados em «comprar» estes activos, isso vale o quê?

Mas hoje em dia este mercado levou uma volta com a entrada dos senhores do Médio Oriente (depois de isto ter acontecido com os senhores milionários do Leste da Europa) onde supostamente essa riqueza advém da exploração petrolífera.

Mas cada um faz com o seu dinheiro aquilo que quer, mas que deixa qualquer um intrigado, existirem magnatas que estão dispostos a perder milhões de euros ou dólares nestas actividades, lá isso é verdade.

Um dos expoentes máximos desta matéria é o Paris Saint-Germain, onde o seu dono Nasser Al-Ghanim Khelaïfi (Nasser para os amigos) desde que comprou o clube em 2011, só gastou assim por alto mais de 1300 milhões de euros em contratações, sendo que basta lembrar de jogadores como Neymar, Mbappé, Di Maria, Cavani, David Luiz, ou Thiago Silva para se ver que o dinheiro brota como cogumelos. Estes e outros investimentos fizeram que o clube tenha ganho sete campeonatos, seis Taças da Liga e cinco Taças de França. Por outro lado a cereja no topo do bolo que é a Liga dos Campeões é um redondo zero.

Ouvir falar nos valores astronómicos que este clube gasta, faz com que nos sintamos mais pobres, mas o que me deixa de boca aberta é que este clube foi agora condenado a pagar uma multa de 700.000 euros por atrasos no pagamento de facturas aos seus fornecedores no ano de 2018, no período de Janeiro a Junho.

Eu também gostaria de comprar um carro novo em vez de andar com um calhambeque de mil novecentos  e troca o passo, mas o problema é que se o comprar tenho que o pagar, mas os clubes do futebol não se lembram (ou não se querem lembrar) destes factos.

Mas a culpa não é deles, mas sim de quem os deixou chegar a este ponto e isso vai desde as autoridades nacionais até às internacionais.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub