Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

24
Nov20

O mundo do Circo a definhar

jl

CIRCO A DEFINHAR.jpgOlá.

Como se sabe a crise está aí e como se sabe poucos estão a conseguir escapar. Basta ver qualquer bloco noticioso para se sentir isso. Desde a mais badalada restauração, a hotelaria, o comércio, tudo o que diz respeito à mobilidade e isto abrange as transportadoras, as vendas de viaturas, até às pessoas ligadas à cultura (desde os teatros, aos cinemas até aos museus ou às galerias de exposição) ou então o mundo da noite que basicamente desapareceu, quase toda a gente se queixa. E em abono da verdade, têm razão. O problema aqui é «arranjar» o culpado, porque a origem é daquelas coisas abstractas.

Mas o que eu queria falar aqui é de algo que até aqui ainda não ouvi uma palavra e que em outros anos, o mês de Dezembro era o mês de excelência para se conseguir a sobrevivência. E estou a falar do Circo. Se nos últimos anos já não era fácil este Mundo conseguir impor-se, então este ano será quase o ano da extinção para este negócio. Eu sei que de há uns anos para cá, já não estava nada fácil por vários motivos. Ou desde os preços que muitos não chegavam ou desde os defensores dos animais que lutavam contra o seu uso neste negócio. Sendo eu alguém que preze o bem-estar dos animais, causava-me uma certa confusão ver todos estes locais transformados num Cirque du Soleil. E não tenho nada contra, bem pelo contrário até porque é uma das instituições que gosto muito. Mas reconheço perfeitamente que os locais que tratavam mal animais não deveriam existir, mas aquelas empresas que davam dignidade aos animais não vejo o motivo de serem tão atacadas. Mas é só a minha opinião, porque faz-me uma certa confusão haver tanta gente a lutar pelo bem-estar dos animais e de seguida irem comer um hambúrguer em que o animal que estão a comer viveu numa jaula de três metros quadrados, nunca viu a luz do dia e era somente um número. Ou então o calçado será do mais belo couro que embora não pareça era a pele de um animal. Claro que muita gente antes prefere vestir ou calçar outros materiais, embora se esqueçam que o plástico que é usado (e que mais cedo ou mais tarde será lixo) está presente em quase todo o lado e por centenas de anos. E não falo daquelas pessoas que trocam de telefone de ano a ano ou que em vinte ou em trinta anos já compraram meia dúzia de computadores da moda. Enão falo das pessoas que lá em casa está um peixe, um gato ou um cão que vivem em espaços que não são nada naturais

Mas não sou ninguém para julgar os outros, até porque cada cabeça sua sentença.

Uma coisa é certa, este mundo do Circo, está (ou estará) muito perto do seu fim, isso é o que me parece.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub