Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

14
Jun17

Pais são educadores

jl

ESCOLA.jpg

Olá.

Hoje enquanto via a net passei no site do Observados e vi uma peça que falava do consumo de leite achocolatado nas escolas. O mesmo rezava assim:

Escolas deviam deixar de oferecer leite com chocolate?

No ano lectivo passado o Estado gastou cerca de 7,5 milhões de euros em mais de 48 milhões de pacotes de leite. Muito deste leite é com chocolate, uma opção considerada “não saudável” por médicos e pais.

O Programa Leite Escolar faz agora 40 anos e muitos milhões de crianças beberam leite oferecido pelas escolas. Se se lembra dos pacotinhos distribuídos na escola na infância, pode sentir alguma nostalgia. O programa Leite Escolar começou oficialmente no ano lectivo 1977/1978. Até aí, o leite em pó era distribuído às escolas que o reconstituíam. Como havia ainda grandes problemas higiénicos e falta de água potável em muitos locais, em 1977 o leite passou a ser distribuído em pacotes aos alunos. Era apenas leite. O chocolate foi adicionado em 1981. No relatório “A evolução do sistema de refeições escolares em Portugal (1933-2012)”, a equipa de investigadores explica que, entre 1982 e 1984, por motivos financeiros, passou a ser novamente leite simples e registou-se uma quebra no consumo. Assim foi de cada vez que o leite era sem chocolate. E este é um facto importante.

Em 1986, Portugal entra para a CEE, que passa a financiar o leite escolar, como forma de ajudar a indústria leiteira. O leite passa a ter de cumprir algumas regras: um pacote de 200 ml só pode ter 1,5% de gordura, 0,6% de cacau e 7 gr de açúcar. Mesmo assim, há quem ache que não devia ter nenhum.

No ano lectivo de 2015/2016, foram distribuídos aos alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico público 48 094 641 pacotes de leite, quase 10 milhões de litros (9 907 496). Os dados são do Ministério da Educação, que não especifica qual a percentagem de leite com chocolate e de leite simples.

O ser distribuído leite com chocolate nas Escolas não é dos alimentos mais saudáveis, mas qual a alternativa? Não seria melhor diminuir o chocolate no leite do que proibir o consumo deste produto no leite? Basta passar perto das escolas que hoje em dia estão a tentar colocar ementas mais saudáveis e ver quantos miúdos estão nos supermercados a comprar pães com chocolate ou batatas fritas.

Quantas lojas que vendem gomas ou rebuçados que não estão perto das escolas? Não será melhor o consumo de certas coisas serem explicados em casa?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D