Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

24
Jun17

Para a gaveta?

jl

 

incendios.jpg

Boas.

Agora que se está a fazer o rescaldo da tragédia de Pedrógão Grande tem que se começar a tomar medidas sérias para que uma ocorrência destas não se repita. E estar a engonhar não adianta nada. Tem que ser sério e actuar firmemente. Tem que se ver o que vai fazer e aplicar medidas ajudando quem não pode mas tomando medidas sérias. E aqui não pode haver partidos políticos, não pode haver interesses escondidos e tem que estar englobada toda a gente, desde os partidos políticos, às Câmaras municipais, à Protecção Civil, aos Bombeiros e por aí fora mas não esquecendo uma parte fundamental que são as Juntas de Freguesia que são aqueles que estão mais em contacto directo com as populações e as realidades. Ainda hoje li que o fogo de Pedrógão Grande é o 11.º mais mortal do mundo desde 1900

E somando o balanço provisório de Pedrógão aos registos até 2016, Portugal torna-se o 6.º país onde mais se morre em grandes fogos florestais. Mas porque raio é que não se tomam medidas sérias desde há muito tempo atrás?

O incêndio de Pedrógão Grande deste fim-de-semana, que matou 64 pessoas (até agora!!), é já o 11.º fogo florestal a provocar mais mortos desde 1900, em todo o mundo. Sim, infelizmente é mesmo em todo o Mundo! Mas se aos dados de 2016 juntarmos as vítimas deste fogo no distrito de Leiria, Portugal será o sexto país onde mais se morre em grandes incêndios florestais.

A nível europeu, o fogo de Pedrógão Grande é já o terceiro com maior número de vítimas, sendo apenas ultrapassado, pelos incêndios na Grécia, no Verão de 2007, quando morreram 68 pessoas, e pelos fogos na região de Aquitânia, em França, em 1949. Morreram então 80 pessoas.

O receio que tenho enquanto cidadão, é que passando esta vaga de tristeza e luto tudo seja metido na gaveta. Porque no inverno toda a gente fala de cheias e blá blá, mas passando a altura da chuva fica no rol dos esquecimentos.

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D