Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

08
Set18

Para o ano há casamento ou férias!!

jl

casamento.jpgBoas.

Muito raramente dou por mim a questionar sobre a minha sanidade mental e cada vez que termino esta meditação vejo que até não estou nada mal. Mas ontem li uma peça que me fez ver, que afinal estou mesmo bem.

Esta história era sobre uma noiva que cancelou o seu casamento 4 dias antes do evento, porque os convidados recusaram pagar a festa. E até nem pediam muito. Era só 1500 euros a casa pessoa.

O casal em causa tinha pedido aos convidados que, para comparecerem ao evento, lhes dessem no mínimo 1500 euros. No mínimo!!

 Quando se lembraram em casar-se, os noivos conseguiram juntar cerca de 15 mil euros para a festa. Mas para os seus desejos isso era insuficiente, já que queriam um casamento de luxo, num local que lhes custaria com tudo cerca de 60 mil euros.

 Como não tinham dinheiro suficiente para este sonho, decidiram pedir aos convidados que contribuíssem com 1500 euros, sendo que alguns dos convidados acederam a esse pedido. A dama de honor emprestou (os chamados emprestadados) 5 mil euros aos noivos e a família do noivo entrou com cerca 3 mil euros. Para completar a lata deste casal disseram então às pessoas para que não fossem desconvidadas, tinham de entrar com o dinheiro pedido. Apenas oito pessoas acederam a este dispendioso pedido.

Mas como a imaginação por vezes não tem limites, o casal também tinha iniciado uma página no GoFundMe para ajudar a pagar o casamento que apenas rendeu 250€.

 A prima da noiva (que deve ser muita amiga desta. Deve, deve!!!) partilhou conversas no Twitter com esta. "Eu pedi especificamente prendas em dinheiro. Eu queria apenas ter o meu momento Kim Kardashian e depois continuar a viver a minha vida normalmente", dizia.

A noiva colocou então no Facebok um post na qual expressava a sua irritação na qual dizia que os seus amigos não a queiram ver feliz (eu acho que a querem ver feliz, não devem é ser parvos) e a perguntar-se em que "sociedade horrível" vive. "Eu tenho importância para vocês? Dêem-me apenas o dinheiro para o meu casamento". Concluía dizendo que para explorar a sua alma e acabar com a energia tóxica dos amigos e familiares iria dois meses para a América do Sul.

Eu quando li a história até pensei que era uma história da Carochinha, mas depois vi que era mesmo real. Mas sinceramente até gostei, porque para o ano não me importava de férias até Cuba.

Por isso mesmo, se está a ler isto está convidado para o meu casamento. Mas como a Troika ainda pode andar por aí o presente de casamento pode ficar pelos 500 euros.

Mando o NIB em mensagem privada! 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D