Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

30
Mar21

Para quando isto em Portugal?

jl

luto infantil.jpgBoas.

Eu sei que por norma, nós, portugueses estamos constantemente a desdenhar do nosso país, ou porque os políticos roubam, ou porque isto ninguém quer trabalhar, porque os nossos patrões só nos querem explorar, ou porque isto é uma insegurança nas ruas, ou porque está a chover, ou porque está Sol e por aí fora, mas sabendo eu que em parte algumas destas queixas tem razão de ser, por outro lado também sei que é uma tradição bem tuga, mas basta ver o que se passa no Mundo à nossa volta para se ver que até nem estamos nada mal.

E digo isto no seguimento de uma notícia que li e que tinha origem na Nova Zelândia, sendo que este país aprovou uma lei que concede licença paga a casais que passam pela perda gestacional.

Esta medida que em boa medida é encarada como um subsídio de luto.

A lei foi aprovada por unanimidade (o que prova que em democracia isso é possível) e concede aos casais três dias sem trabalhar.

Muita gente que desvaloriza estes factos não imagina bem o que é passar por isto, mas quem passa sabe bem do que falo e esta medida daria às mulheres e aos seus parceiros um tempo mínimo para aceitar a perda sem ter que recorrer à licença médica. O luto por si só não é uma doença, é uma perda, e como perda exige sempre tempo, quanto mais não seja para se aliviar um pouco os nossos pensamentos.

Esta é daquelas medidas que todos os Estados Sociais deveriam pensar em adoptar.

Sei que não é fácil, mas um Estado tem como ponto base e fundamental, os seus cidadãos.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub