Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

03
Nov16

Pequena mas grande atitude

jl

800.jpgBoas.

Que estejam bem. Hoje venho aqui deixar uma peça que embora pareça insignificante, a mesma vinda de uma criança é bastante significativa. Cá vai ela:

A menina de cinco anos que doa bolinhos aos sem-abrigo

Criança em Inglaterra começou uma campanha para ajudar os moradores de rua na cidade de Manchester depois de ver a triste situação em que eles vivem                     

Olivia Westlake, uma menina de cinco anos, de Manchester, Inglaterra, ficou impressionada com a imensidão de sem-abrigo que vivem nas ruas da cidade. A criança não ficou indiferente a essa situação e pediu ajuda aos seus pais para levar alimentos e cobertores aos moradores de rua.

Depois de insistir muito, o pedido de Olivia foi aceite pelos pais, que começaram a ajudá-la a levar bolinhos feitos em casa e garrafas de água para aqueles que mais necessitam.

“Isto deixa-me muito triste ver as pessoas sem família como a minha e com frio e molhados. Da próxima vez vamos tentar trazer cobertores e roupas porque está a ficar frio”, disse Olivia ao jornal Daily Mail.

A menina de cinco anos, que ainda está na escola primária, é extremamente querida e muito consciente para a idade, de acordo com os seus pais.

Temos seis filhos no total e estamos habituados a ver as frequentes discussões entre eles. Se os rapazes estão a usar o computador têm de estar constantemente a trocar para evitar confusões, mas quando é a vez da Olivia, ela diz: ‘deixem os rapazes jogar, eles estão a divertir-se’. Isto é apenas uma demonstração do tipo de menina que ela é”, referiu o pai ao Daily Mail.

Os pais afirmam que esta foi uma ideia exclusiva da menina de cinco anos. Ela disse-me que agora este é o seu trabalho, ajudar os sem-abrigo”, afirmou o pai.

Para apoiar a campanha criada por Olivia, a família criou uma página “Just Giving”, onde tem arrecado fundos para os alimentos e equipamentos necessários para ajudar os moradores de rua. Até agora, conseguiram arrecadar mais de 90 euros e preparam-se para voltar a sair às ruas no próximo fim-de-semana.

Seria tão bom que atitudes destas fossem muito mais vezes repetidas. E quem tem poder económico para lutar contra esta desigualdade muitas vezes mete esta ideia na gaveta. Claro que agora chegando o Natal vai ser tudo muito bonito, mas já se sabe que tudo isto é efémero.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub