Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

07
Fev18

Porginha!?!

jl

ovos com bacon.jpgOlá.

Apesar de estar a chegar a hora de almoço, hoje vou falar de algo que se deve comer bem mais cedinho, a não ser que só se levante ao meio-dia, mas como isso para mim faz parte de um passado bastante longínquo, aqui vai a peça:

Bacon e ovos durante a gravidez podem ajudar a aumentar o QI dos bebés

Mesmo que envolva muito sacrifício, todos os pais querem o melhor para os seus filhos. Foi agora apresentado um estudo norte-americano que sugere que o melhor talvez seja tomar "pequenos-almoços à inglesa" durante a gravidez, como forma de aumentar a inteligência dos bebés. Ou seja este artigo na Inglaterra não tem valor nenhum, porque em Inglaterra «geralmente» o pequeno-almoço é à inglesa!!

Alimentos como ovos e bacon possuem um nutriente chamado colina (atenção que não é aquele antigo árbitro alto e careca), essencial para a gravidez mas, na maior parte dos casos, tomado em doses insuficientes, consideram os investigadores envolvidos num estudo publicado no Journal of the Federation of American Societies for Experimental Biology.

"Parte da culpa é das tendências e práticas dietéticas de hoje em dia", explica Richard Canfield, psicólogo da Universidade de Cornell e coautor do estudo.

"Existem muitos alimentos ricos em colina que têm uma má reputação nos nossos dias", diz, incluindo os ovos e as carnes vermelhas.

A ligação entre a colina, que faz parte do complexo B de vitaminas, e o QI tinha já sido comprovada em ratos de laboratório (sendo que foi daí que nasceu o Super-Rato): um suplemento de colina dado a ratos em período de gestação trouxe benefícios cognitivos duradouros aos seus descendentes.

O novo estudo vem comprovar que esta ligação também existe em humanos.

Os investigadores selecionaram um grupo de 26 mulheres no terceiro trimestre de gravidez e dividiram-no em dois. Ambos os grupos seguiram uma dieta específica durante os últimos três meses de gestação, que envolvia um suplemento de colina. A metade das participantes foi dado um suplemento de 480mg/dia – ligeiramente superior à dose diária recomendada de 450mg/dia - e à outra metade, um de 930mg/dia.

Para retirar conclusões sobre os níveis cognitivos dos bebés, foi medida a sua velocidade de processamento de informação e a sua memória espacial, aos 4, 7, 10 e 13 meses de idade.

Para tal, foi medido o tempo de reação das crianças ao aparecimento de uma imagem animada no monitor de um computado: o tempo que demoravam a reconhecê-la e a olhar na sua direção.

Os testes demonstraram que os bebés cujas mães tomaram a dose de 930mg tiveram melhores resultados cognitivos face aos restantes, expostos a uma dose de colina inferior, embora, mesmo assim, superior à recomendada.

"Este resultado indica que o consumo maternal de aproximadamente o dobro da dose recomendada de colina durante o ultimo trimestre [de gravidez] melhora a velocidade de processamento de informação das crianças", conclui o estudo.

Contudo, se a ideia de tomar um pequeno almoço à inglesa todos os dias não combina com os enjoos matinais da gravidez, além de poder consumir alimentos ricos em colina a qualquer hora do dia, existem outras boas fontes no nutriente, como peixe, frango, leite, frutos secos e vários legumes.

Com isto não me admira que daqui a uns anos se façam cruzamentos entre porcos e galinhas. É capaz de esquisito um porco a pôr ovos e a ter penas, mas uma galinha com bico de porco e a ter bacon no lombo também deve ser um tanto ou quanto estranho.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D