Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

13
Ago16

Portugal no seu pior

jl

13935153_1010637809034652_535352937578632950_n1224Olá.

Depois de ver e ler várias notícias sobre os incêndios em Portugal, eis que ouço uma peça bastante curiosa no rádio. Cá vai:

Autoridades não limparam mato em rotunda para torná-la mais visível

A Infraestruturas de Portugal considerou vegetação importante para que a rotunda fosse vista pelos automobilistas. Autarca fala numa “rotunda anedota”.

É uma “rotunda anedota”, ironizou o presidente da Junta de Freguesia do Tortosendo, na Covilhã, David Silva. A Infraestruturas de Portugal (IP), responsável pela limpeza da estrada nacional 18, justificou assim a não limpeza de uma rotunda de Tortosendo: a vegetação sinalizava a existência da mesma.

A junta de freguesia contactou a IP para limpar as rotundas, bermas e valetas de Tortosendo. A IP efectou a limpeza requerida, excepto numa rotunda. A autarquia quis saber porquê e a IP respondeu, por email.

“Julga-se que, em especial de noite, os faróis, ao embaterem nesta vegetação com alguma altura, percepcionam a existência da rotunda, diminuem a velocidade e evitam-se os acidentes que se verificam no local”, lê-se na resposta da Infraestruturas de Portugal à Junta de Freguesia do Tortosendo.

David Silva mostrou-se perplexo com a resposta da empresa. À Renascença, afirmou, com ironia, que foi encontrada “uma nova forma de sinalizar trânsito em Portugal”.

“Num país alastrado por incêndios, onde se faz um apelo a todos para que sejam feitas limpezas de mato e ervas, existe uma entidade ligada às estradas de Portugal que diz que não corta a vegetação para que as pessoas pudessem aperceber-se da existência de uma rotunda”, atira o presidente da freguesia do Tortosendo.

Ao início da tarde desta sexta-feira, a Infraestruturas de Portugal voltou com a decisão atrás e iniciou a limpeza da rotunda.

Contactada pela Renascença, fonte oficial da Infraestruturas de Portugal adianta que estão a ser encontradas as melhores soluções para sinalizar a existência da rotunda e, desse modo, evitar os acidentes que têm acontecido no local.

“Foi preciso tornar público aquilo que muitos consideraram de uma resposta ridícula para que as Infraestruturas de Portugal reconhecessem que erva e mato não são propriamente a melhor forma de sinalizar uma rotunda”, atira o presidente da junta.

Qual a atitude que o nosso Governo irá tomar? Acho que nenhuma, mas pronto!!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D