Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

20
Fev18

Preços de agora no antigamente

jl

antes.pngBoas.

Que estejam bem. Hoje li um artigo que falava sobre o que custavam certos produtos quando foram lançados aos preços de hoje. E embora haja um certo (quer dizer muito) exagero ao que se cobra aos consumidores, o que é caro por norma vende-se sempre. Pode até nem justificar o preço mas muitas pessoas compram porque lhes dá estatuto. Mas cá vai o artigo:

Quando, em setembro do ano passado a Apple anunciou o lançamento do novo iPhone  a um preço acima dos mil dólares (e bem acima dos mil euros em Portugal), muitos utilizadores esboçaram um protesto pelo preço absurdamente elevado. Aliás, o preço será uma das razões para a empresa ter recentemente decidido descontinuar o modelo, que se revelou um fiasco de vendas.

Mas, na era da tecnologia que se torna ultrapassada ao fim de seis meses (ou até menos), convém recordar uma máxima que permanece imutável há décadas - um novo gadget é sempre caro. O site Quartz lembra este facto com números concretos e foi actualizar para a atualidade os preços originais de produtos que hoje são quase banais em todas as casas.

Para demonstrar que, por exemplo, o primeiro relógio digital a chegar ao mercado custava o equivalente a 10 mil euros atuais. Ou que o primeiro forno micro-ondas, de 1955, custava o equivalente a 9,6 mil euros de hoje. Confira a lista e surpreenda-se com os preços originais dos gadgets na altura em que chegaram ao mercado, atualizados para o seu valor em 2018.

Telemóvel (Motorola DynaTAC 8000x, 1984) 7778 € (o preço era exagerado, mas para além de telefone servia como tijolo; como arma de arremesso; como aparelho de ginástica…)

Computador Mac (Macintosh, 1984)    4891  (quem se dirigir a uma loja da Mac hoje em dia não vai estranhar estes preços)

Leitor de Vídeo VHS (JVC Vidstar, 1977)    4371  (custava um dinheirito, mas só o poder estar cinco minutos a rebobinar a fita era lindo!!)

Computador PC (MITS Altair 8800 1975)   2381 (era carote mas dava sempre estilo num escritório)

Calculadora científica (HP-35, 1972)  1901  (ou seja para fazer copianços nos testes de matemática, era preciso ser de uma elite endinheirada)

Máquina de atender chamadas (PhoneMate Model 400, 1971)     1487 (foi a partir daqui que os recepcionistas tiveram que baixar os salários)

Leitor de CD (Sony CDP-101, 1982)    1424 (se alguém mais novo estiver a ler isto, deve se estar a perguntar que raio será um CD?)

Motorola RAZR (considerado o primeiro smartphone) (2004)    639  

iPhone (4GB, 2007)         478 (se nos lembrarmos que hoje em dia custa mais de 1000 euros, até nem era assim muito mau)

Consola de Jogos (Magnavox Odyssey, 1972)         474 8era caro, mas só dizer que se tinha uma coisa com aquele nome devia dar uma grande pinta)

Leitor de MP3 (MPMan F10, 1998)      307  (hoje em dia um leitor de MP4 com 8Gb custa dez euros!!)

Consola Portátil (Nintendo Game Boy, 1989) 144 (hoje em dia é mais cara, por isso…)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D