Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

22
Jun18

Que cheirinho!!

jl

halito.jpgOlá.

Já alguma vez acordaram com um hálito que mais parece que durante a noite estiveram a mastigar alho com cebola misturado com um gato morto? Se a resposta for negativa você está safo, mas se disse que sim o mais certo é a sua Miquelina dizer-lhe que o sofá da sala é muito bom para as suas costas. Mas a verdade seja dita, muitas vezes aquilo que se ouve falar do mau hálito não passam de mitos. Aqui vai uma pequena explicação:

"Será que tenho mau hálito?", é uma pergunta que provavelmente já lhe passou pela cabeça. Com um simples abrir de boca, aquela conversa importante ou aquele beijo de despedida podem ser eternamente arruinados. Mas o que causa realmente este problema?

Mito: temos a percepção do nosso mau hálito

Para perceber se estamos com mau hálito, é muito comum bafejar para as próprias mãos e respirar o ar pelo nariz. Mas não deixa de ser um método falível até porque a maior parte das pessoas não tem capacidade para reparar no seu próprio mau hálito já qu0e a pessoa está habituada ao seu próprio odor e, portanto, não nota a diferença.

A melhor forma de perceber se tem mau hálito continua a ser, para muitos, a menos agradável já que o melhor é sempre perguntar a outra pessoa.

Mito: mau hálito é sinónimo de problemas na sua boca

A halitose não está necessariamente associada a doenças na boca. A principal explicação para o fenómeno é, a libertação de gases sulfurados, que são gases formados através da decomposição alimentar pelas bactérias presentes na nossa boca. Os gases são tramados!!

Estas bactérias alojam-se principalmente na parte de trás da língua e mesmo que as pessoas tenham uma boa higiene oral e não tenham problemas de cáries ou gengivais, podem propiciar o aparecimento de mau hálito.

O mau hálito pode também estar associado a problemas gastrointestinais, mas vários especialistas afirmam que apenas 10-15% dos casos de halitose estão associados a problemas de estômago.

Mito: a halitose pode ser crónica

Algumas pessoas são mais predispostas a ter mau hálito que outras, mas existe sempre uma forma de o prevenir.

A melhor prevenção para o mau hálito é uma boa higiene oral - a escovagem após as refeições, o uso de fio dentário e o devido tratamento dos problemas da boca.

Como método complementar, existe também um utensílio que a maior parte das pessoas desconhece que diminui muito o mau hálito - o raspador de língua. O instrumento pode ser comprado na farmácia e utiliza-se antes de lavar os dentes. Raspa-se a parte de trás da língua de trás para a frente, de modo a remover as bactérias alojadas na zona. Atenção que se não tiver um raspador de língua, não utilize o raspador que habitualmente usa para a cenoura!

Mito: os elixires bucais tratam o mau hálito

Depende do elixir, dizem os especialistas, até porque a maioria dos elixires mascaram, mas não tratam o mau hálito.

Algumas soluções possuem clorohexidina, um antibacteriano bastante potente e com uma atividade prolongada usado no tratamento do mau hálito. Se a pessoa bochechar duas a três vezes por dia, pode passar o dia inteiro sem se preocupar com o mau hálito.

No entanto, a maior parte dos elixires tem outros componentes que não tratam, apenas mascaram a halitose. Apesar disso, o uso de elixir bucal é um elemento fundamental como parte de uma boa higiene oral.

Quando a Bela Adormecida foi beijada pelo príncipe, se ele tivesse mau hálito a coitadita ficava a dormir por mais uma temporada!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D