Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Que fraca pontaria!!

por jl, em 13.12.17

gol.jpgOlá.

Agora que está aí o tempo de Inverno temos que nos precaver do frio e da humidade, até porque ficar com tosse e com fluídos para expulsar poderá ser bem perigoso, muito mais se andar de avião. Cá vai então uma pequena história alusiva a isso:

Passageiro masturba-se em avião e ejacula na passageira ao lado

Um homem de 51 anos (que deveria ser uma idade para ter juízo) foi preso quando o avião em que seguia aterrou em Brasília, capital do Brasil, acusado de se ter masturbado durante o voo e ejaculado na passageira ao lado.

O homem foi levado para a esquadra da Polícia Federal do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, e incriminado por importunação e atentado ao pudor. De acordo com a vítima, uma passageira de 32 anos, ela e o homem entraram no voo da empresa aérea brasileira GOL (o senhor pelos vistos acertou foi na baliza errada) na cidade de Belém, capital do estado do Pará, e foram acomodados por acaso na mesma fila, a 24, ao lado um do outro. A mulher afirmou aos agentes da Polícia que, assim que o avião descolou de Belém acabou por adormecer, e só acordou quando o passageiro ao lado já a estava a importunar. No relato, a vítima contou que acordou de repente a sentir que o homem ao lado estava a puxar uma das mãos dela em direção ao corpo dele. Antes de ter tempo de perceber o que realmente estava a acontecer e poder reagir, sentiu a mão toda molhada (se fosse católica podia ser o Milagre das Águas) e, ao aproximá-la do nariz, identificou o cheiro característico de esperma. Assim que se deu conta do que estava a acontecer e pediu ajuda aos comissários de bordo, instalou-se uma enorme confusão a bordo, com os outros passageiros manifestando repulsa ao ocorrido e revolta contra o homem.

Membros da tripulação da GOL transferiram a passageira para um assento longe do agressor e escoltaram este durante o resto do voo, para impedir que ele fosse agredido. O piloto da aeronave, avisado pela tripulação, comunicou o ocorrido à Polícia e quando o avião aterrou em Brasília, o piloto manteve as portas da aeronave fechadas até à chegada dos agentes, que detiveram o senhor em causa e impediram que ele fosse alvo da fúria dos outros passageiros. Mas pelos vistos seria melhor o pessoal bater de luvas porque senão!! À polícia, o acusado negou veementemente ter-se masturbado e ejaculado sobre a passageira que o denunciou. Ele afirmou que teve um violento ataque de tosse e que, a certa altura, sem poder evitar, cuspiu sobre a pessoa que ia ao lado.

Em comunicado, a GOL lamentou o incidente a bordo de um dos seus aviões e elogiou as ações tomadas pela tripulação tanto para proteger a passageira molestada quanto para garantir a integridade física do acusado. Adiantou ainda que vai estudar medidas legais para impedir que o homem volte alguma vez mais a poder viajar numa aeronave da companhia. Ou isso, ou se o senhor voar a melhor coisa é o mesmo ir na parte de fora do avião, mas aí se fizer alguma coisa é melhor as gaivotas terem cuidado para não ficarem ceguinhas de um olho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:21



A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Comentários recentes

  • O Engenheiro

    Bem visto!!

  • Alfa

    Realmente... :).

  • mami

    gosto de pessoas originais!

  • Carlos

    Para tudo existe um limite, muitas vezes ultrapass...

  • Maribel Maia

    Ah ah ah! Os miúdos não querem outra coisa, pizza ...


Mensagens




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D