Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

20
Dez15

Sem comentários

jl

Boas. Enquanto hoje via as noticias na Net, vi uma peça que sinceramente acho que não irei escrever aqui aquilo que me passou na cabeça, porque acho que nem um argumentista de um filme de terror se lembraria de tal coisa:

Prisão perpétua para mãe que meteu filha no microondas

Uma mulher, de 34 anos, foi condenada a prisão perpétua, na Califórnia, Estados Unidos, por ter posto a filha, de um mês, no microondas durante alguns minutos. A bebé morreu.

O supremo tribunal de Sacramento, na Califórnia, Estados Unidos, condenou Ka Yang, qq.pngde 34 anos, a prisão perpétua, pela morte da sua filha, com um mês de vida, a 17 de março de 2011

A acusação refere que Ka Yang ficou sozinha com a filha, Mirabelle Thao-Lo, durante 11 minutos e foi essa altura que meteu a filha no microondas, entre dois minutos e meio a cinco minutos.

A bebé ficou com 60% do corpo queimado e sofreu lesões internas fatais. Um médico, ouvido em tribunal em 2012, explicou que a queimadura mais séria terá sido causada pela radiação que penetrou nos órgãos internos da bebé e "cozinhou" o seu estômago e pequeno intestino. Mirabelle terá sofrido dores agudas naquele processo, acrescentou, segundo o "Daily Mail".

A mãe começou por dizer aos investigadores e familiares que estava com a bebé ao colo, a trabalhar ao computador, e desmaiou. E quando acordou encontrou a bebé ferida junto a um aquecedor.

Mas os investigadores detetaram inconsistências no seu depoimento e encontraram a chucha da bebé dentro do eletrodoméstico. Ka Yang reconheceu então que tinha mentido. Os membros do júri rejeitaram o argumento de que tinha sofrido uma crise de epilepsia.

Ka Yang tem um registo de convulsões, mas os paramédicos indicaram que não estava desorientada quando chegaram a casa.

A acusação refere que a mãe meteu a filha no microondas porque estava a ficar irritada, a exigir muito da sua atenção e a impedi-la de trabalhar.

Ka Yang tem mais três filhos, que estão a cargo de familiares.

Na altura em que foi detida, estava casada e trabalhava para uma empresa de arquitetura.

Não sei qual será a pena indicada para quem faz isto, mas por muito severa que seja a pena será sempre muito pouco!!

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub