Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

24
Nov16

Surpresa? Não. Eu também sou hipócrita.

jl

IMG_3699.jpgBoas.

Vi nas notícias uma peça que me chamou a atenção. Embora parecendo ser doce não deixa de ser amargo. Cá vai:

Brinquedos dos ovos Kinder são feitos por crianças pobres

A investigação é do jornal britânico “The Sun” e retrata um cenário de pobreza na Roménia. Neste país, famílias inteiras estão envolvidas no processo de produção dos ovos Kinder Surpresa, que pertencem à empresa italiana Ferrero.

De acordo com o que observou o correspondente do matutino no local, Nick Parker, há crianças de apenas seis anos envolvidas no fabrico dos brinquedos que vêm com os ovos de chocolate. “É trabalho escravo”, denuncia um dos ‘trabalhadores’, Christian Juri, cujos filhos Patrick e Hannah estão inseridos neste núcleo.

Uma das pessoas que denunciou o crime explicou que “se os patrões da Ferrero soubessem o que está a acontecer na Roménia teriam um ataque cardíaco”. “Os clientes acreditam que os produtos que vêm dentro dos chocolates infantis são fabricados em condições controladas”, acrescenta.

A mesma fonte sublinha que nestas condições de manufactura é “impossível” fazer um controlo de qualidade dos produtos que seja eficaz, na medida em que “tantos brinquedos estão a ser feitos nas casas das pessoas”.

A reportagem na Roménia revela ainda números: pais e filhos recebem 22 pences por hora (aproximadamente 26 cêntimos), por cada mil ovos terminados o agregado familiar recebe 20 leus romanos (4,43 euros) e trabalham cerca de 13 horas diariamente. Na família Christian Jurj, de 41 anos, todos os membros estão envolvidos neste processo: a mulher Timea Jurj, de 30 anos, e os filhos Patrick e Hanna, de 11 e seis anos, respectivamente.

A Ferrero já teve conhecimento desta realidade e respondeu ao diário britânico, assegurando que eliminou das suas fábricas o trabalho infantil e que irá investigar o que se está a passar no país da Europa de Leste.

Sinceramente esta é daquelas situações que o trabalho é tratado como escravatura. Mas a culpa de quem é? É simplesmente nossa. De todos. Os consumidores querem simplesmente máxima qualidade com o preço mais baixo possível. Todos nós sabemos que as ditas lojas chinesas podem ter o máximo de qualidade, mas as coisas por norma são baratas e por isso mesmo os clientes estão sempre lá. Por isso a hipocrisia que existe nesta sociedade não deixa os valores fundamentais vir ao de cima. E conforme é neste produto é em quase tudo. Mas existe outra vertente, se uma empresa como a Ferrero deixar estas pessoas o que lhes acontece? Dizer que estas pessoas deveriam receber mais é correcto, mas as empresas fundamentalmente só querem saber de números.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub