Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

25
Jun20

Desidratação

jl

desidratação.jpgBoas.

Agora com o tempo mais quente a chegar, uma das coisas que se vai falar será da desidratação. Embora aqui no Norte, o tempo ainda não esteja a condizer com a estação do ano que se está a viver, a verdade é que já se vai notando um ligeiro aquecimento.

O estado de desidratação extrema é atingido quando uma pessoa perde mais de 10 por cento do peso do corpo em fluidos, sendo esta uma situação muitas vezes desvalorizada, mas que pode colocar a vida em risco. Isto ocorre quando a perda de fluidos é maior do que a ingestão dos mesmos, o que leva a que o corpo não tenha água suficiente para exercer as funções vitais.

E quais são os sintomas?

Os lactentes ou crianças pequenas são muito vulneráveis à desidratação. Mas, como é possível saber se um bebé está desidratado? Existem diversos sinais que devem ser levados em conta, como a diminuição ou mesmo a ausência das lágrimas. As crianças também podem exibir olhos muito pálidos, caso não tenham ingerido muitos líquidos. Caso o pequeno tenha a boca ou a língua seca, é importantíssimo de fazer com que este beba água ou outros fluidos.

Mas quais são os sintomas nos adultos? Estes também podem ser vítimas de desidratação. A sede extrema é um sinal mais que óbvio de que não se estão a ingerir fluidos suficientes. A desidratação leve ou moderada pode ainda causar sono bem como uma sensação de letargia. A sensação de estar tonto também poderá ser um sinal de desidratação.

A diminuição da ingestão de líquidos também pode provocar dores de cabeça, podendo mesmo levar a um estado de confusão. Tonturas ou condições que não permitam que a pessoa se mantenha em pé ou que ande normalmente, indicam um sério progresso do estado de desidratação.

Urinar com menos frequência ou uma urina com pouco volume ou com um tom mais amarelo são sinais de desidratação.

Quanto mais escura for a mesma, isso quererá dizer, que menor foi a ingestão de fluidos e mais séria será a desidratação. Quando está muito concentrada, a urina poderá variar entre o amarelo escuro e o laranja. A solução para isto passa por ingerir mais fluidos, principalmente água.

Quando se deve consultar um médico? O movimento anormal do intestino indica diversos problemas, como por exemplo a desidratação. Deve procurar de imediato por aconselhamento médico, caso este seja o caso. A diarreia intensa poderá levar a uma enorme perda de água e de eletrólitos num período de tempo assustadoramente crítico. Caso sofra desta condição ao longo de mais de 24 horas, é fundamental consultar um médico. E não se esqueça que temos sempre ao dispor a linha saúde 24 (808 24 24 24) ou então uma urgência hospitalar.

Quais são as causas da desidratação? A transpiração em excesso é uma causa comum da desidratação. Uma vez que perde água quando transpira, ao não ingerir fluidos durante a prática de desporto poderá ficar desidratado rapidamente. E lembre-se que um clima quente e húmido fará com que transpire mais e aumentará o volume do fluido que perde.

Lembre-se que o aumento micção também pode levar à desidratação. O desejo de fazer o xixi poderá sofrer um aumento devido à ingestão de determinados medicamentos, como os diuréticos e também alguns medicamentos para a pressão arterial. Mas tenha atenção, que o aumento da micção também poderá indicar diabetes não diagnosticada ou não controlada.

Fatores de risco - Trabalhar ou praticar exercício num clima quente ou húmido poderá ser um risco considerável para quem pretenda manter-se hidratado. O suor não evapora o que faz com que o nosso corpo não arrefeça tão facilmente, o que pode levar à descida da temperatura do mesmo e à necessidade de ingestão de mais líquidos.

Entre a população mais velha, os sinais de desidratação podem incluir o ritmo cardíaco acelerado, a baixa pressão arterial e a dificuldade em andar. As reservas de fluidos do corpo diminuem à medida que a idade vai avançando, assim como a habilidade em conservar água. A agravar esta situação, a sensação de sede torna-se menos apurada.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub